Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Teresópolis recebe título de Capital Nacional do Lúpulo

Foto: Reuters/Peter Gercke/Direitos reservados
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
A cidade de Teresópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, passou a ser conhecida como Capital Nacional do Lúpulo. A Lei 14.414, de 18 de julho de 2022, que concede o título ao município, um dos produtores desse tipo de planta no país, está publicada no Diário Oficial da União de hoje.

Lúpulo é o nome dado a um tipo de trepadeira que cresce principalmente em regiões de clima frio. Cientificamente, é chamada de Humulus lupulus. A planta é muito usada na produção de cerveja e no setor terapêutico, especialmente no tratamento de problemas hepáticos e digestivos.

Muito usado na indústria cervejeira, o lúpulo atua para dar cheiro e sabor amargo à bebida e para formar a espuma, uma das características do produto. Além disso, o lúpulo age como um conservante natural, inibindo a proliferação de bactérias e, assim, ajudando no prolongamento do tempo de validade da cerveja para o consumo.

Em Teresópolis está localizado o primeiro viveiro autorizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para a produção de mudas da planta. Isso ocorreu em 2018, após o Viveiro Ninkasi cumprir processo junto ao Registro Nacional de Sementes e Mudas (Renasem).

*Com informações da Embrapa e do Instituto Cerveja

pt Português
X