Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. ©2019 Diário do Rio.

Projeto Portinari leva exposição itinerante a comunidades fluminenses

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

O Palacete Princesa Isabel, localizado em Santa Cruz, zona oeste do Rio de Janeiro, recebe a exposição itinerante Portinari Arte e Meio Ambiente. A exposição vai percorrer, até o final de outubro, comunidades, favelas, bairros da capital do estado e, inclusive, um município da Baixada Fluminense.

O bairro de Santa Cruz foi escolhido para abrir a mostra porque foi reconhecido recentemente como Bairro Imperial, por ter abrigado a casa de veraneio da Coroa portuguesa.

A exposição reúne 22 réplicas de obras do pintor, com temas relacionados ao meio ambiente e à natureza brasileira, que são apresentadas a crianças, jovens e adultos de todas as idades.

O Projeto Portinari baseia as exposições pelos cinco eixos da Organização das Nações Unidas (ONU) iniciados pela letra “p”: planeta, pessoas, paz, prosperidade e parcerias.

A exposição itinerante ficará no Palacete Princesa Isabel, em Santa Cruz, até o dia 13 de agosto. Em seguida, irá para a Biblioteca Parque da Rocinha (de 14 a 27/8), Museu do Grafite, na Pavuna (de 18/08 a 10/09), Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), em Laranjeiras, onde serão realizadas experiências sensoriais com as obras (de 11/09 a 24/09), Ekballo, em Madureira (de 25/09 a 8/10) e, fechando o ciclo, no Gomeia Galpão Criativo, em Duque de Caxias (de 9 a 22/10), na Baixada Fluminense.

A mostra é aberta a pessoas de todas as faixas etárias e níveis de escolaridade e engloba atividades de arte, com oficinas de pintura a guache, desenho, recorte e colagem, mosaico, arte com sucata, contação de histórias e teatro.

 

pt Português
X