Categorias
Aconteceu Destaque TV & Famosos

Morre João Miguel, filho de Whindersson Nunes e Maria Lina

Bebê nasceu prematuro de 22 semanas no sábado, 29 de maio, e não resistiu

João Miguel, filho de Whindersson Nunes e Maria Lina, morreu nesta segunda-feira (31). O bebê nasceu prematuro de 22 semanas no sábado, 29 de maio, e ficou internado na UTI. Uma gravidez sadia, geralmente, dura 40 semanas.

“A assessoria de imprensa de Whindersson Nunes informa com tristeza o falecimento de seu filho, João Miguel, na madrugada desta segunda-feira (31). Fruto da união com Maria Lina, o bebê que nasceu de forma prematura, com 22 semanas, não resistiu. Contamos com a compreensão de todos em solidariedade à família”, diz o comunicado, enviado à imprensa pela assessoria do casal.

De acordo com o pai de Whindersson, Hidelbrando Batista, João Miguel ficou internado na UTI para melhores cuidados. Ao falar sobre o nascimento do filho, Whindersson elogiou a noiva.

“A mãe dele foi uma leoa demais, e nessa hora a natureza me mostrou um lugar que eu nunca estive parado, e sem poder fazer nada, onde eu não tinha controle de nada, só ver ela passar por tudo aquilo que nós ouvimos falar todos os dias, mas só passando mesmo pra saber. Obrigado por ser tão forte pelo meu maior presente! Que ele seja forte como a mãe e insistente como o pai. Que quando disserem que ele nunca lutou por nada, vamos poder responder que só pela vida, e graças a Deus, e a energia de quem quer nosso bem superou tudo”, afirmou.

Categorias
Aconteceu Brasil Destaque Notícias Política Saúde

Bruno Covas morre aos 41 anos vítima de câncer

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), morreu às 8h20 deste domingo (16) aos 41 anos, em São Paulo, informou a prefeitura, em nota. Desde 2019, ele lutava contra um câncer no sistema digestivo com metástase nos ossos e no fígado. Deixa o filho Tomás, de 15 anos.

De acordo com o comunicado, Covas morreu “em decorrência de um câncer da transição esôfago gástrica, com metástase ao diagnóstico, e suas complicações após longo período de tratamento.”

O corpo de Bruno Covas será velado no Edifício Matarazzo, sede da Prefeitura de São Paulo, às 13h. Somente familiares e amigos próximos devem participar de uma cerimônia restrita, para evitar aglomerações na pandemia. Após a cerimônia, um cortejo em carro aberto vai percorrer a região central da cidade, em trechos como o Viaduto do Chá e Rua da Consolação, até chegar na região da Avenida Paulista. O prefeito vai ser sepultado em sua cidade natal, Santos, no litoral paulista. A cerimônia será restrita aos familiares.

POLÊMICA RECENTE

Já se tratando do câncer, Bruno Covas foi muito criticado por estar entre os convidados da final da Copa Libertadores, no Maracanã, em janeiro. Santista declarado, Covas e mais cerca de 5 mil convidados assistiram ao vivo a vitória do Palmeiras sobre o Santos.

O prefeito, então na época, afirmou que aceitou o convite, mesmo sabendo da pandemia, porque queria passar este momento de lazer ao lado de seu filho. O Santos lamentou nas redes sociais a morte de Covas e postou foto dele com o seu filho.

 TRAJETÓRIA DE VIDA

Filho de Pedro Lopes e Renata Covas Lopes e pai do jovem Tomás Covas, Bruno nasceu em Santos, no litoral paulista, no dia 7 de abril de 1980, e foi advogado, economista e político brasileiro.

Mudou-se para a capital paulista em 1995 e, dois anos depois, filiou-se ao PSDB, seguindo os passos do avô, o ex-governador Mário Covas (1930-2001), sua grande inspiração e influência política . No partido, chegou a ser presidente estadual e nacional da Juventude do PSDB e ocupou cargos na Executiva Estadual.

Sua carreira política começou em 2004, quando se candidatou a vice-prefeito de sua cidade natal. Dois anos depois, foi eleito deputado estadual na Assembleia Legislativa de São Paulo e reeleito para o mesmo cargo e m 2010, com mais de 239 mil votos, sendo o mais votado daquele ano.

No ano seguinte, assumiu a Secretaria Estadual do Meio Ambiente no governo de Geraldo Alckmin, permanecendo no cargo até 2014, quando foi eleito deputado federal para o mandato 2015-2019.

Além de Bruno Covas, morreu neste domingo também a  atriz Eva Wilma vítima de câncer.

Categorias
Aconteceu Cultura Destaque

Atriz Eva Wilma morre aos 87 anos

Atriz estava internada para tratar um câncer no ovário em São Paulo, no Hospital Albert Einstein.

A atriz Eva Wilma morreu neste sábado (15) aos 87 anos. Ela enfrentava um câncer no ovário e estava internada no Hospital Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo, desde o dia 15 de abril para tratamento de problemas cardíacos provenientes do tumor.

Um comunicado oficial, postado pela assessoria de imprensa da artista, detalhou a causa da morte de Eva. “Comunicamos que a atriz Eva Wilma acaba de falecer as 22h08, em função de um câncer de ovário disseminado, levando a insuficiência respiratória. Nossos profundos e sinceros sentimentos a todos os familiares, especialmente a John Herbert Buckup Jr. e Vivien Buckup”, disse, referindo-se aos filhos da atriz, frutos do casamento de Eva com John Herbert, morto em 2011. O segundo casamento de Eva Wilma foi com o também ator Carlos Zara e durou 23 anos.

Longe da TV desde 2019, quando viveu a personagem Drª Petra na novela “O Tempo não Para“, da TV Globo, um ano antes Eva Wilma interpretou Dora, no filme “Minha mãe, minha filha”. Nos palcos, suas duas últimas peças foram apresentadas em 2018: “Quarta-feira, sem falta, lá em casa” e o show “Casos e Canções”, que protagonizou ao lado do filho John Hebert Jr.

Categorias
Aconteceu Notícias Rio

Sentença confirma obrigação de registro no CRA-RJ para empresa que administra restaurantes

As atribuições de uma empresa do setor de gastronomia também podem envolver atividades do ramo da administração. Foi o que mostrou a sentença dada pelo Juízo da 3ª Vara Federal do Rio de Janeiro contra uma empresa de consultoria em gestão empresarial que alegava a inexistência da obrigação de efetuar registro perante o Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro (CRA-RJ).

O autor da ação, que pede também a anulação do auto de infração e o cancelamento do protesto efetuado, informou que não explora a atividade básica de administração, sustentando que “sua atividade-fim envolve a promoção e operação de restaurantes e seu objeto social não corresponde ao desenvolvimento de atividades próprias e privativas do profissional administrador”.

No entanto, segundo o advogado Marcelo Almeida, chefe da Assessoria Jurídica do CRA-RJ, o Juízo da 3ª Vara Federal do Rio de Janeiro constatou que a autora presta serviços relacionados ao ramo da administração. Por exemplo, verificou-se que a empresa presta consultoria e assessoria em gestão empresarial e operação de restaurantes e lanchonetes, em implantação, operação, administração e representação de restaurantes, lanchonetes, trailers; e em administração de franquias e representação de marcas na distribuição de bebidas em eventos.

Vale lembrar que tais funções se enquadram nas atividades do profissional da administração, dentre as quais, nos termos do art. 2º, da Lei nº 4.769/1965 – ressalta Almeida.

Almeida comenta ainda que a referida ação judicial versa sobre a obrigatoriedade de registro no CRA-RJ e, em razão da identificação de atividades predominantes nos campos da administração, foi julgada improcedente.

Temos mais um importante precedente que consolida a jurisprudência de que as atividades de consultoria e gestão empresarial são típicas dos profissionais de administração – comenta.

A sentença ainda não é definitiva, pois ainda será reanalisada pelo Tribunal.

Para Adm. Leocir Dal Pai, presidente do CRA-RJ, o resultado é consequência do empenho da instituição para garantir o cumprimento da Lei n.º 4.769 de 1965, além de oferecer à sociedade o exercício correto da profissão e fortalecer a categoria profissional dos Administradores.

Categorias
Aconteceu Rio

Nova tentativa de acordo com a DETRAN/RJ é frustrada

A reunião marcada para quarta-feira não aconteceu e a decisão agora é de buscar o judiciário

Em breve, os postos de vistoria do Detran da região metropolitana do Rio de Janeiro podem paralisar suas atividades o que vai prejudicar a vida dos usuários, que já enfrentam as limitações impostas pela pandemia.

Desde 2018, a Copa Engenharia e Construções Ltda não recebe os pagamentos devidos pela locação de estruturas metálicas dos postos de vistoria da região metropolitana do Detran/RJ. O contrato não foi prorrogado, porém a dívida era reconhecida pela Administração Pública.

Em 2019 e 2020, o uso das estruturas se perpetuaram, sem contrato e sem reconhecimento da dívida, o que continua ainda esse ano. Até agora não promoveram novo processo licitatório e as estruturas da empresa continuam sendo usadas pelo Detran.

A empresa já fez várias tentativas amigáveis para chegar a um acordo até conseguir a liminar que autoriza a desmontagem. Na terça-feira passada, a equipe foi ao posto de Vila Isabel, mas o diretor de engenharia não permitiu a desmobilização e uma reunião foi marcada para o dia seguinte, mas pouco se avançou e uma nova reunião foi agendada para segunda-feira, dia 16. No entanto, o diretor financeiro alegou uma indisposição e o diretor de engenharia não atendeu aos advogados que representa a empresa.

Eles queriam reagendar a reunião, mas a decisão agora é de realmente buscar o judiciário. Iremos ingressar com a ação judicial pedindo a desmobilização – diz o advogado Gilmar Brunizio, mestre em Direito Público, do escritório Mendes e Brunizio Advogados Associados.

Categorias
Aconteceu Educação Rio

Aluna carioca é aprovada em universidades dos EUA e Canadá

Julia Vaz, de 18 anos, estudou desde os 5 na unidade do Norte Shopping.

Apaixonada por Literatura, a carioca Julia Vaz se vê no futuro publicando livros, escrevendo bastante e tendo sua própria editora. Aos 18 anos, a estudante está no caminho certo para realizar tais sonhos. Tanto que ela acaba de ser aprovada em uma universidade nos EUA (Brown University, em Rhode Island) e outras duas no Canadá (University of British Columbia e Universidade de Toronto). E ainda aguarda resposta de duas entidades canadenses: McGill University e University of Alberta.

Julia não consegue descrever a emoção de ter sido aprovada:

 É muito difícil, porque eu acho que nem eu estou acreditando ainda (risos). O processo de aplicação foi longo e é algo com o qual sonho há muito tempo. Então é muito difícil acreditar que tudo isso está finalmente acontecendo. Eu estou muito feliz e muito empolgada.

Embora a ficha ainda não tenha caído, a estudante, que é moradora do Cachambi, diz ter tranquilidade para definir qual diploma irá conquistar:

As três universidades me dão a liberdade de só declarar o meu curso no final do primeiro ano. Mas, nas minhas aplicações, demonstrei o meu interesse em seguir cursos voltados para literatura e humanidades.

Conquistar as aprovações em meio à pandemia da Covid-19 torna o feito da estudante ainda mais emblemático. Ela diz que foi muito desafiador passar o ano passado longe dos amigos e professores. Além disso, muitos de seus planos para 2020 e 2021 acabaram mudando:

 Eu nunca imaginei que no meu último ano do ensino médio eu não faria o ENEM, mas foi isso que aconteceu. Depois de ter sido aprovada na PUC em outubro, decidi me concentrar nas aplicações estrangeiras, mas, mesmo depois de tomar essa decisão, continuei muito apreensiva. Receber esses resultados foi uma grande surpresa.

Gratidão ao CEL

Julia Vaz estudou desde os cinco anos no CEL. Crédito: Arquivo pessoal

Aluna desde os 5 anos do CEL Intercultural School do Norte Shopping, no Rio de Janeiro, Julia é muito grata ao colégio, onde foi bolsista desde a 9ª série:

 

 

O CEL foi fundamental. Além dos recursos importantes como o High School, que me conectou com um orientador e um time incrível que me ajudou a traduzir e organizar todos os documentos, o mais importante foram as pessoas. Os meus amigos sempre me motivaram muito, assim como os professores e a administração. Mais do que isso, eu acredito que a própria educação do CEL me incentivou a buscar esse tipo de universidade e ser aceita por elas. Todas as universidades estrangeiras que eu apliquei valorizam muito a discussão e o relacionamento de troca entre alunos e professores, e essa foi a minha experiência com o CEL. No CEL você pode discutir história com o seu professor de Física, Literatura com o de História e aprender muito além do currículo obrigatório. Os professores do CEL querem escutar as opiniões dos alunos e dão espaço para a gente se expressar e pensar por nós mesmos. Tudo isso acabou sendo refletido nas minhas aplicações e acho que muitas universidades entenderam essa minha experiência no CEL como um atestado de que eu me daria bem nelas.

E o que Julia vai guardar com mais carinho do CEL?

As pessoas. No CEL você sempre vai encontrar pessoas dispostas a segurar a sua mão até o fim. O CEL realmente cria uma família e é esse sentimento de pertencimento que fica mesmo no final da jornada.

O interesse da aluna em estudar no exterior começou no ensino fundamental. Foi lá que tiveram início as conversas mais sérias sobre universidades, e Julia passou a pesquisar as opções. Como já possuía bastante contato com o inglês, a jovem se interessou pelas instituições americanas e canadenses.

O que mais me atraiu nas universidades estrangeiras foi a liberdade para criar um diploma único que realmente refletisse todos os meus interesses. Na escola, eu sempre fui a aluna que gostava de tudo. A minha maior paixão sempre foi a Literatura, mas eu amava como o meu conhecimento literário me ajudava nas aulas de História, Geografia, Filosofia e vice-versa. Eu também sempre amei Biologia e, enquanto Física, Matemática e Química nunca foram fáceis, tive sorte de ter professores que me motivavam a estudar até o que eu tinha dificuldade. Assim, quando eu descobri que as universidades estrangeiras me davam a oportunidade de explorar Literatura a fundo sem ter que abrir mão de todos os meus outros interesses, me apaixonei na hora.

Com esta enorme porta se abrindo devido às aprovações no exterior, Julia tem muitos sonhos profissionais. Mas qual o maior deles?

Uma pergunta fácil (risos)! Sempre mudei muito a resposta para essa pergunta e acredito que ela ainda tem espaço para mudar mais algumas vezes. Entretanto, adoraria trabalhar com editoração. Talvez isso pareça um pouco simples em uma época em que tudo é digital, mas a cada dia a necessidade de compartilhar vozes e narrativas se torna mais importante e eu gostaria de contribuir para a criação de um cenário literário mais diverso e inclusivo. Mas, uma coisa de cada vez (risos).

Categorias
Aconteceu Rio

Postos de vistoria do DETRAN podem ser desmontados por descumprimento de contrato

TENTATIVA DE DESMONTAR POSTO DO DETRAN RENDE NOVA NEGOCIAÇÃO NESTA QUARTA-FEIRA 
Desde 2018, a Copa Engenharia e Construções Ltda não recebe os valores devidos pela locação de estruturas metálicas dos postos de vistoria da região metropolitana do Detran/RJ. O contrato não foi prorrogado, porém a dívida era reconhecida pela Administração Pública. Em 2019 e 2020, o uso das estruturas se perpetuaram,sem contrato e sem reconhecimento da dívida, o que continua ainda esse ano.
Até agora não promoveram novo processo licitatório e as estruturas da empresa continuam sendo usadas pelo Detran.
“Tal medida gera prejuízo à empresa, bem como, há violação à lei de licitações ante a ausência de processo de licitação”, explica Gilmar Brunizio, mestre em Direito Público, do Mendes & Brunizio Advogados Associados, que defende os interesses da empresa de engenharia.
Nesta última segunda-feira (19/04), a empresa foi ao ao posto de Vila Isabel com a equipe de desmontagem. O responsável pelo posto entrou em contato com a diretoria do Detran que não permitiu a desmontagem e marcou uma reunião com a empresa hoje, quarta-feira, às 15 horas.
Categorias
Aconteceu Destaque Diário do Rio Notícias

Programa especial em homenagem às mulheres reúne diretora e colunista do Jornal DR1

A diretora-geral do Jornal DR1, a advogada e jornalista Ana Cristina Campelo Lemos, e a colunista do veículo, a também advogada, juíza e embaixadora do Rio, Sabrina Campos, foram entrevistadas em um programa especial sobre mulheres, gravado nesta terça-feira pelo Canal TV Rio. Outras quatro mulheres, entre elas a médica e presidente da Academia Brasileira de Belas Artes, Vera Gonzalez, também participaram  do bate-papo nos estúdios da emissora, em Nova Iguaçu.

O programa Você Em Foco especial foi realizado em homenagem ao mês da mulher e, na conversa com a apresentadora Bellinha di Tena, as convidadas falaram sobre diversos assuntos envolvendo o público feminino, como estética e beleza, mercado de trabalho, empreendedorismo, empoderamento e violência.

“A sororidade que define a solidariedade entre as mulheres. Isso é de suma importância. É preciso que as mulheres deixem competições  bobas do passado e se preocupem umas com as outras. Isso é uma questão muito importante e muito atual que vivemos nesse tempo. Vejo as mulheres mais unidas hoje, menos competitivas. A competição não as beneficia em nada. Vemos hoje já um grande movimento de uma mulher incentivando a outra, de mulheres se achando belas. As mulheres se permitem ser belas do jeito que são e do jeito q elas querem ser”, disse a advogada Ana Cristina Lemos.

Sabrina Campos, que fez aniversário nesta terça e foi homogênea no programa, disse que também é preciso união para tentar resolver um problema ainda muito comum na sociedade: a violência contra as mulheres.

“A pandemia fez com que casos de violência aumentassem de forma exponencial mulheres, também contra crianças e adolescentes. Só que é importante que todas saibam que, para combater isso, as legislações se adaptaram pata que essa mulher tenha atendimento adequado. E é importante que todas saibam que elas não estão sozinhas. Eu mesmo faço parte projetos como o Justiceiras criados para prestar apoio a essas mulheres. Fazemos diversas atividades trazer a autoestima para a mulher vítima de violência, com atividades como dança, onde ela possa ter restauração da autoestima e amor próprio. O Justiceiras reúne voluntários de todo o Brasil dentro da área jurídica, da área médica, psicológicos, assistentes sociais. É preciso denunciar a violência. Você, mulher, não está sozinha e nós estamos aqui com você”, disse.

Já Vera Gonzalez ressaltou que as mulheres conseguiram ao longo da história sempre enfrentar os problemas que lhe são impostos, que sempre consegue ir além e que é preciso sempre foco pra pensar no futuro.

“A mulher conectada ao futuro é a mulher que tem um foco, que vai conectar todo mundo, que se cuida. Eu sou presidente da Academia Brasileira de Belas Artes e numa imaginei chegar a esse posto. Neste momento estou cuidado da arte mesmo tendo formação médica. É que eu sempre tive um pé na arte desde criança também. Eu digo isso porque é preciso ressaltar que a mulher pode fazer o que ela quiser, é a mulher do futuro. Mantendo sempre foco e direção, ela chega lá”, destacou.

O programa ainda fez uma homenagem à apresentadora Hebe Camargo, um dos maiores ícones da televisão brasileira, que morreu em 2012 e que faria 85 anos em 2021 se estivesse viva, e a produção distribuiu brindes para as convidadas. Também participaram da entrevista Luiza Freitas, esteticista e apresentadora, e as empresárias Renata Barreto e  Kátia Adriana.

Categorias
Aconteceu Brasil

Skol testa helicóptero que faz chover em aglomerações no Carnaval e vai dar cerveja pra quem ficar em casa

 

A marca faz brincadeira com helicóptero que pode “fazer chover” para dispersar aglomerações, dá frete grátis para quem ficar em casa e ainda tem promoção pra quem estiver fantasiado.

No ano passado, para prolongar a diversão no Carnaval e juntar a galera, Skol apostou em espantar a chuva dos bloquinhos com o Avião da Skol e sua tecnologia especial. Desta vez, a intenção é dispersar a multidão!

Em uma ação para desincentivar a aglomeração neste Carnaval, a cerveja da leveza e da diversão, apresenta o HeliSkolptero, helicóptero equipado com um mecanismo que despejava água como uma tromba d’água. A aeronave entra em cena para dispersar a multidão e dar, literalmente, um banho de água fria em quem estiver aglomerado.

A ideia nada convencional é o enredo do novo filme da marca, gravado com manequins que ganharam um banho de água fria resultando em fantasias arruinadas, modelos danificados e confete pelo chão. O vídeo vai circular nas redes sociais da marca e de influenciadores para incentivar as pessoas a não aglomerarem.

“Mesmo nesse ano atípico, a Skol vai fazer de tudo pra continuar levando diversão e leveza para a casa dos nossos consumidores, mas com segurança. Vamos manter o espírito do carnaval vivo, seja com promoções exclusivas ou até mesmo inventando jeitos inusitados de mandar a galera pra casa.” afirma Cibele Nunes, Gerente de Marca na Ambev.

‘Fantasia de Delivery’: frete grátis e concurso que promete cerveja de graça até o Carnaval de 2022

Para os consumidores que optarem por curtir o Carnaval na segurança de suas casas, o frete grátis será válido na compra de Skol e Skol Puro Malte pela plataforma Zé Delivery, entre os dias 11 a 17 de fevereiro. Para garantir a entrega na faixa, basta inserir o código de cupom HELISKOL no pagamento. A ação é válida para todo o país, nas praças atendidas por Zé Delivery.

Quem comprar pela plataforma e quiser mostrar sua criatividade e estilo, ainda ganhará a oportunidade de participar da promoção “Fantasia de Delivery”. Após a finalização do pedido, o cliente deverá postar uma foto sua fantasiado no Instagram, Facebook ou Twitter, marcando o perfil da Skol ou a #FantasiaSkol na publicação. Publicada a foto, a melhor fantasia ganhará cerveja de graça até a folia de 2022, enquanto outros participantes serão selecionados para ganhar um pack extra de Skol. A promoção só será válida para quem realizar a compra de Skol ou Skol Puro Malte no Zé Delivery. Os ganhadores deverão apresentar comprovante de compra para receber o prêmio.

 

Categorias
Aconteceu Brasil Mundo

SATÉLITE AMAZONIA 1 EMBARCA NESTA TERÇA-FEIRA (22), PARA A ÍNDIA

Previsão é que lançamento ao espaço ocorra em fevereiro de 2021

O Satélite Amazonia 1, embarca nesta terça-feira (22) para a Índia onde será lançado ao espaço em fevereiro de 2021. O embarque será em um avião B777 da Emirates. Serão várias carretas com os módulos de serviço, módulo de carga útil, mais equipamentos que acompanham o Satélite. O embarque será feito no aeroporto de São José dos Campos (SP).

Está prevista uma coletiva de imprensa a ser realizada nas dependências do aeroporto de SJC, às 7 horas do dia 22/12. Participam da cerimônia, o diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE/MCTI), Clezio de Nardin, o presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB/MCTI), Carlos Moura e o responsável pela Missão Amazonia 1, Adenilson Roberto da Silva.

O satélite terá a missão de fornecer dados (imagens) de sensoriamento remoto para observar e monitorar o desmatamento, especialmente na região amazônica. Com seis quilômetros de fios e 14 mil conexões elétricas, o Amazonia 1 será o terceiro satélite brasileiro de sensoriamento remoto em operação junto ao CBERS-4 e ao CBERS-4A.

Sobre o Satélite

O Amazonia 1 é o primeiro satélite de Observação da Terra completamente projetado, integrado, testado e operado pelo Brasil.

Com lançamento previsto para fevereiro de 2021, o Amazonia 1 é um satélite de órbita Sol síncrona (polar) que irá gerar imagens do planeta a cada 5 dias. Para isso, possui um imageador óptico de visada larga (câmera com 3 bandas de frequências no espectro visível VIS e 1 banda próxima do infravermelho Near Infrared ou NIR) capaz de observar uma faixa de aproximadamente 850 km com 64 metros de resolução.

Sua órbita foi projetada para proporcionar uma alta taxa de revisita (5 dias), tendo, com isso, capacidade de disponibilizar uma significativa quantidade de dados de um mesmo ponto do planeta. Sob demanda, o Amazonia 1 poderá fornecer dados de um ponto específico em dois dias. Esta característica é extremamente valiosa em aplicações como alerta de desmatamento na Amazônia, pois aumenta a probabilidade de captura de imagens úteis diante da cobertura de nuvens na região.

Os satélites da série Amazonia serão formados por dois módulos independentes: um Módulo de Serviço, que é a Plataforma Multimissão (PMM), e um Módulo de Carga Útil, que abriga câmeras imageadoras e equipamentos de gravação e transmissão de dados de imagens.