Categorias
Brasil Destaque Política Rio

Polícia Federal combate fraudes em universidade federal do Rio

Da Agência Brasil

Policiais federais cumprem hoje (20) nove mandados de busca e apreensão contra suspeitos de fraudar contratos na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio). Os mandados foram expedidos pela 8ª Vara Federal Criminal do Rio, nas cidades do Rio, Saquarema e Rio Bonito.

Segundo a Polícia Federal (PF), investigações constataram indícios da prática de direcionamento e superfaturamento em contrato firmado com empresa especializada na prestação de serviços continuados de operação, manutenção preventiva, corretiva e emergencial.

O material apreendido na Operação Predestinado será periciado e usado para aprofundar as investigações. A Agência Brasil entrou em contato com a UniRio e aguarda um posicionamento da universidade.

Categorias
Brasil Destaque Política Rio

Polícia Federal combate fraudes em universidade federal do Rio

Da Agência Brasil

Policiais federais cumprem hoje (20) nove mandados de busca e apreensão contra suspeitos de fraudar contratos na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio). Os mandados foram expedidos pela 8ª Vara Federal Criminal do Rio, nas cidades do Rio, Saquarema e Rio Bonito.

Segundo a Polícia Federal (PF), investigações constataram indícios da prática de direcionamento e superfaturamento em contrato firmado com empresa especializada na prestação de serviços continuados de operação, manutenção preventiva, corretiva e emergencial.

O material apreendido na Operação Predestinado será periciado e usado para aprofundar as investigações. A Agência Brasil entrou em contato com a UniRio e aguarda um posicionamento da universidade.

Categorias
Brasil Destaque Política Rio

Polícia Federal combate fraudes em universidade federal do Rio

Da Agência Brasil

Policiais federais cumprem hoje (20) nove mandados de busca e apreensão contra suspeitos de fraudar contratos na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio). Os mandados foram expedidos pela 8ª Vara Federal Criminal do Rio, nas cidades do Rio, Saquarema e Rio Bonito.

Segundo a Polícia Federal (PF), investigações constataram indícios da prática de direcionamento e superfaturamento em contrato firmado com empresa especializada na prestação de serviços continuados de operação, manutenção preventiva, corretiva e emergencial.

O material apreendido na Operação Predestinado será periciado e usado para aprofundar as investigações. A Agência Brasil entrou em contato com a UniRio e aguarda um posicionamento da universidade.

Categorias
Brasil Destaque Política Rio

Polícia Federal combate fraudes em universidade federal do Rio

Da Agência Brasil

Policiais federais cumprem hoje (20) nove mandados de busca e apreensão contra suspeitos de fraudar contratos na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio). Os mandados foram expedidos pela 8ª Vara Federal Criminal do Rio, nas cidades do Rio, Saquarema e Rio Bonito.

Segundo a Polícia Federal (PF), investigações constataram indícios da prática de direcionamento e superfaturamento em contrato firmado com empresa especializada na prestação de serviços continuados de operação, manutenção preventiva, corretiva e emergencial.

O material apreendido na Operação Predestinado será periciado e usado para aprofundar as investigações. A Agência Brasil entrou em contato com a UniRio e aguarda um posicionamento da universidade.

Categorias
Brasil Destaque Política Rio

Polícia Federal combate fraudes em universidade federal do Rio

Da Agência Brasil

Policiais federais cumprem hoje (20) nove mandados de busca e apreensão contra suspeitos de fraudar contratos na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio). Os mandados foram expedidos pela 8ª Vara Federal Criminal do Rio, nas cidades do Rio, Saquarema e Rio Bonito.

Segundo a Polícia Federal (PF), investigações constataram indícios da prática de direcionamento e superfaturamento em contrato firmado com empresa especializada na prestação de serviços continuados de operação, manutenção preventiva, corretiva e emergencial.

O material apreendido na Operação Predestinado será periciado e usado para aprofundar as investigações. A Agência Brasil entrou em contato com a UniRio e aguarda um posicionamento da universidade.

Categorias
Brasil Destaque Notícias Política Rio Saúde

Rio distribui medicamentos do kit intubação para municípios do estado

Da Agência Brasil

A secretaria de estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES) faz hoje (19) a distribuição de 279 mil unidades de sedativos e de bloqueadores, que compõem o chamado kit intubação, enviadas pelo Ministério da Saúde, para uso em 70 hospitais do estado. Com a entrega desta segunda-feira, a SES completa a distribuição de 373 mil unidades dos medicamentos, que começou na quinta-feira passada (15). A previsão da secretaria é de que a quantidade enviada pelo Ministério da Saúde seja suficiente para o período de até dez dias de atendimento. De acordo com SES, o lote é composto por cisatracúrio, besilato 10mg; fentanila, citrato 0,05 mg/ml; midazolam 5 mg/ml; e propofol 10 mg/ml.

A operação logística de hoje inclui helicópteros da SES, do governo do estado, que decolam desde as 7h, do Grupamento Aeromóvel da Polícia Militar e do 12º BPM, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. As aeronaves levam medicamentos para 34 municípios. Outra parte dos insumos é retirada por hospitais do Rio, Niterói, São Gonçalo e Maricá diretamente na Coordenação Geral de Armazenagem (CGA) do estado, também em Niterói.

Na semana passada, 94 mil unidades de medicamentos já tinham sido liberadas a 75 hospitais. Segundo a SES, esses remédios são para uso específico do tratamento de pacientes com covid-19 em leitos Sistema Único de Saúde (SUS).

Na visão do governo do estado, as ações da SES para manter o abastecimento dos sedativos e bloqueadores nos hospitais públicos e privados com leitos covid-19 inseridos no Plano de Contingência do estado têm surtido efeito. Segundo o secretário de Estado de Saúde, Carlos Alberto Chaves, todos os esforços estão voltados para salvar vidas e o momento depende de muito planejamento e uso consciente dos medicamentos.

Chaves garantiu que a SES tem se empenhado para que as unidades não fiquem desabastecidas e, para isso, fez inclusive a aquisição dos medicamentos, que devem ser comprados pelas próprias gestões das unidades. O secretário também destacou que os gestores dos hospitais precisam destinar o uso desses medicamentos de forma prioritária aos pacientes que necessitam de intubação dentro do protocolo do tratamento da covid-19. “O cenário é preocupante, não só no Estado do Rio de Janeiro, como em todo o país, mas estamos trabalhando diuturnamente para solucionar esta questão com legalidade e agilidade necessária”, completou.

Conforme a secretaria, a entrega da última semana foi composta por medicamentos comprados pela própria pasta, por meio da adesão a uma ata do Ministério da Saúde, que incluía um aditivo de 50% do quantitativo. A SES informou ainda que também realiza um processo de compra para suprir a necessidade do estado para os próximos três meses. “Todas as etapas dos processos serão compartilhadas com o Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual e Defensoria Pública, visando dar transparência às aquisições”.

“Ressaltamos que os medicamentos entregues complementam os estoques dos hospitais, que também são compostos por medicamentos adquiridos pela gestão da própria unidade e/ou município”.

Capital

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que retirou, na quinta-feira (15) e no sábado (17), lotes de sedativos e bloqueadores neuromusculares na central de distribuição da Secretaria de Estado de Saúde. “Todas as unidades encontram-se abastecidas, com estoque para os próximos dias. Novas entregas pelo Ministério da Saúde estão previstas para ocorrer, mantendo o abastecimento”, disse, sem revelar para quantos dias o estoque é suficiente.

O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, disse na sexta-feira (16), que com a escassez de medicamentos foi feito remanejamento de insumos, inclusive os que estavam no Centro de Controle de Zoonoses. “Todas as cirurgias eletivas estão suspensas na cidade do Rio de Janeiro. A medida inclui as cirurgias no centro de veterinária. Não faz o menor sentido continuar consumindo itens essenciais de intubação para a saúde humana nas unidades veterinárias, então, a gente está utilizando todo esse material relativo a sedativos e intrabloqueadores neuromusculares nas unidades em que têm um alto atendimento de pessoas com covid-19 ou outras doenças que são necessárias a intubação”, informou durante a apresentação do 15º Boletim Epidemiológico da Prefeitura do Rio.

Soranz explicou que o Ministério da Saúde centralizou a compra desses medicamentos e faz as entregas, por meio do governo do estado, que é responsável pela logística da distribuição às unidades municipais, federais e universitárias e também para o remanejamento da rede privada. “A gente insiste que nenhum hospital deve ter estoques muito longos para não faltar em outro e para que a gente possa fazer o remanejamento e manter a rede abastecida”.

Categorias
Brasil Destaque Notícias Política Rio

Anvisa autoriza novo ensaio clínico de vacina contra covid-19

Da Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou hoje (19) que aprovou na última sexta-feira (16), um novo ensaio clínico de vacina contra a covid-19.

A vacina candidata terá duas doses com intervalo de 22 dias entre elas. O desenvolvimento clínico está sendo patrocinado pela empresa Sichuan Clover Biopharmaceuticals, sediada na China.

O ensaio clínico aprovado é controlado por placebo, para avaliar a eficácia, imunogenicidade e segurança da vacina, em participantes a partir de 18 anos de idade.

Nesta fase, devem ser incluídos até 22 mil voluntários distribuídos entre países da América Latina, além da África do Sul, Bélgica, China, Espanha, Polônia e Reino Unido.

No Brasil, serão 12,1 mil voluntários, distribuídos nos estados do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro.

Análise

Para a aprovação do ensaio clínico, a Anvisa informou que realizou reuniões com a equipe da farmacêutica, a fim de alinhar todos os requisitos técnicos necessários para os testes.

Segundo a Anvisa, desde o reconhecimento de calamidade pública no Brasil em virtude da pandemia do novo coronavírus, a agência tem adotado estratégias para dar celeridade às análises e às decisões sobre qualquer demanda que tenha como objetivo o enfrentamento da covid-19.

“Uma dessas estratégias foi a criação de um comitê de avaliação de estudos clínicos, registros e mudanças pós-registros de medicamentos para prevenção ou tratamento da doença. O grupo também atua em ações para reduzir o risco de desabastecimento de medicamentos com impacto para a saúde pública devido à pandemia”, acrescentou.

Autorização

Para esta autorização, a Anvisa analisou os dados das etapas anteriores de desenvolvimento do produto, incluindo estudos in vitro e em animais, bem como dados preliminares de estudos clínicos em andamento. Os resultados obtidos até o momento demonstraram um perfil de segurança aceitável das vacinas candidatas.

Este é o sexto estudo de vacina contra o novo coronavírus autorizado pela Anvisa. As últimas autorizações foram: no dia 2 de junho de 2020, para o ensaio clínico da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e a empresa Astrazeneca; em 3 de julho, para a vacina da Sinovac Research & Development, em parceria com o Instituto Butantan; em 21 de julho para a vacina da Pfizer/Wyeth; em 18 de agosto para a vacina da Janssen-Cilag; e em 8 de abril para a vacina da Medicago R&D.

Categorias
Brasil Destaque Diário do Rio Notícias Notícias do Jornal

Cidade no Sul do Brasil terá estátua de Cristo maior que a do Rio de Janeiro

Da Agência Brasil

A cidade de Encantado, no Rio Grande do Sul, terá uma estátua de Cristo com 43 metros de altura, incluindo o pedestal, maior do que o Cristo Redentor, do Rio de Janeiro, e o terceiro maior do mundo.

O Cristo Redentor do Rio de Janeiro, no Corcovado, é um dos cartões-postais mais famosos do Brasil, mede 38 metros, incluindo o pedestal, e foi inaugurado em outubro de 1931.

A obra do Cristo de Encantado ganhou destaque na semana passada, quando os promotores do projeto concluíram o içamento dos braços e da cabeça da estátua.

Segundo informações divulgadas no site da Associação Amigos do Cristo Encantado, entidade responsável pela administração da obra, o Cristo Protetor de Encantado é fruto da união e dos esforços de famílias, líderes políticos, religiosos e empresários da cidade, que visam a transmitir “a fé do povo e alavancar o turismo da região”.

O projeto pretende ampliar a visibilidade e auxiliar na construção de uma identidade turística para a cidade, localizada na região da serra gaúcha.

A cidade de Encantado tem cerca de 22 mil habitantes e está localizada a 144 quilômetros de Porto Alegre, a capital gaúcha.

Com orçamento de R$ 2 milhões (cerca de 300 mil euros na cotação atual), o Cristo de Encantado está sendo erguido no Morro das Antenas, na Lagoa da Garibaldi.

A obra do novo Cristo começou em 2019 e deverá estar concluída no final deste ano.

Categorias
Brasil Destaque Diário do Rio Economia Notícias Notícias do Jornal

Prazo final para entrega da Declaração de Imposto de Renda é adiado

A Receita Federal adiou para 31 de maio o prazo final para entrega da declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física 2021 (ano-base 2020). O período de ajuste anual, que começou em 1º de março, terminaria no dia 30 de abril, mas foi prorrogado pela Instrução Normativa nº 2.020/2021, publicada na última segunda (12) no Diário Oficial da União.

De acordo com a Receita, a prorrogação foi estabelecida como forma de suavizar as dificuldades impostas pela pandemia de covid-19. No ano passado, também houve adiamento do prazo, estendido na ocasião em dois meses, até 30 de junho.

“A medida visa proteger a sociedade, evitando que sejam formadas aglomerações nas unidades de atendimento e demais estabelecimentos procurados pelos cidadãos para obter documentos ou ajuda profissional”, diz trecho de nota divulgada pela Receita.

A Receita espera receber este ano 32.619.749 declarações — no ano passado, foram enviadas 31.980.146. A multa por atraso na entrega é de, no mínimo, R$165,74 e, no máximo, 20% do imposto devido.

Deve declarar quem, em 2020, teve rendimentos acima de R$ 28.559,70. O mesmo vale para quem ganhou mais de R$ 40 mil isentos, não tributáveis ou tributados na fonte (como indenização trabalhista ou rendimento de poupança) e para donos de veículos ou imóveis que somam mais de R$ 300 mil.

Entre as principais novidades em 2021 está a obrigatoriedade de declarar o auxílio emergencial para quem recebeu mais de R$ 22.847,76 em outros rendimentos tributáveis. Os contribuintes nessas condições (cerca de cerca de 3 milhões de pessoas, segundo a Receita) deverão devolver todo o benefício. O auxílio deve ser declarado por ser considerado rendimentos tributáveis de pessoa jurídica. Quem ganhou menos que R$ 22.847,76 em rendimentos tributáveis e recebeu o auxílio está isento da declaração e não precisa se preocupar.

Outra novidade é que o programa preenchedor do IR desse ano está com espaço para os contribuintes declararem criptomoedas e outros ativos eletrônicos.

Categorias
Brasil Destaque Economia Notícias Notícias do Jornal Rio

Gestão de finanças pessoais: um guia rápido e prático para aprender a poupar

É possível poupar uma parte do salário mensalmente? Quanto devemos investir ou reservar? Falar sobre finanças pessoais ainda gera muitas dúvidas nos brasileiros, e o primeiro passo é ter um conhecimento básico. Para ajudar nessa missão, o aplicativo 12min, em parceria com a Mobills, startup de gestão de finanças pessoais, prepararam o “Guia 12min de finanças pessoais”, com informações rápidas e relevantes para lidar melhor com o dinheiro.

O 12min é um aplicativo que condensa os pontos mais importantes de livros de não-ficção em leituras rápidas de áudio e texto. “Elaboramos esse guia para aqueles que desejam aprender sobre como lidar com o seu próprio dinheiro e mudar hábitos financeiros. Com os especialistas da Mobills, conseguimos abordar as principais dúvidas, dicas e ferramentas para um controle financeiro pessoal”, explica Guilherme Mendes, CEO do aplicativo.

Para começar, segundo Larissa Brioso, educadora financeira da startup, é preciso controlar todos os gastos. “A dica é registrar todos os valores recebidos, as contas pagas, as despesas inesperadas, toda a movimentação financeira. É comum usar uma planilha de gastos ou até mesmo um caderninho. Mas também temos o nosso aplicativo onde é possível administrar as finanças de um jeito fácil e automatizado”.

Há também a regra 50-15-35, em que 50% do orçamento precisa ser reservado para os gastos básicos, 15% da renda mensal deve ser poupada e 35% utilizada para outros gastos. “Reorganizar a vida financeira não é um bicho de sete cabeças, mas é preciso se comprometer com esse objetivo e dar um passo de cada vez”, afirma Larissa.

O “Guia 12min de finanças pessoais” está disponível em formato de áudio e texto, também para não assinantes do aplicativo. Basta baixar o app 12min em iOS ou Android.