Categorias
Cidade Destaque Diário do Rio

Estagiários do Tribunal de Justiça reivindicam reajuste do auxílio transporte

*Por Giovanna Fraguito

Uma comissão de estagiários do Tribunal de Justiça do Rio reivindica o reajuste do auxílio transporte, que atualmente equivale a apenas R$5,64 por dia.

Segundo um representante: “Todos os outros órgãos de igual importância como a Defensoria e o Ministério Público oferecem auxílios dignos a seus estagiários (O MP, por exemplo, oferece 10 reais por dia trabalhado)”.

A comissão conseguiu uma Indicação Legislativa de n° 6262/2020 com a assinatura de 22 deputados estaduais para que fosse enviado ofício ao presidente do TJ explicando a situação e requerendo o reajuste.

De acordo com a Indicação: “Não é raro os estagiários comprometerem mais de R$14,00 de sua própria bolsa, todo dia, para exercer suas atividades. Considerando que a bolsa auferida pelos estagiários do Tribunal de Justiça é de R$706,00 mensais, isso significa reduzir quase pela metade o valor recebido”.

O valor solicitado é de R$11,60 e o grupo já angariou a assinatura de mais de 3.000 pessoas em uma petição online que pode ser acessada através do seguinte link:https://chng.it/SyRLDW54

Categorias
Cidade Destaque Diário do Rio Saúde

Decreto torna obrigatória a vacinação contra a Covid-19 de servidores municipais

Por Prefeitura do Rio de Janeiro

Em decreto publicado na edição do Diário Oficial do Município desta quarta-feira (18/08), o prefeito Eduardo Paes determina que a vacinação contra a Covid-19 é obrigatória para todos os servidores e empregados públicos municipais, assim como para os prestadores de serviços contratados pelos órgãos e entidades da Administração Pública Municipal, direta e indireta. De acordo com o texto, a recusa, sem justa causa, em submeter-se à vacinação caracteriza falta disciplinar, passível das sanções dispostas na Lei nº 94, de 14 de março de 1979 e no Decreto-lei n° 5.452, de 1º de maio de 1943.

A Subsecretaria de Gente e Gestão Compartilhada, da Secretaria Municipal de Fazenda e Planejamento, editará normas complementares para execução das disposições do decreto nº 49.286.

Categorias
Cidade Cultura Destaque Diário do Rio

Rock in Rio anuncia primeiro line-up do Palco Mundo

*Por Giovanna Fraguito

Justin Bieber e Demi Lovato foram os nomes anunciados essa semana para o Rock in Rio 2022, eles irão dividir o Palco Mundo na noite de 4 de setembro.

O headliner Justin Bieber está no topo das paradas no Spotify, é o artista mais jovem da história a atingir 100 entradas no Top 100 da Billboard e já acumula mais de 300 premiações na sua carreira, entre elas Grammy Awards, Billboard Music Awards, American Music Awards, Brit Awards e muitos outros.

Já Demi Lovato traz a turnê do álbum que marcou o seu retorno definitivo à música, e que também foi muito bem recebido pela crítica.

“Justice” e “Dancing with the devil… The art of starting over” são os novos álbuns de Bieber e Demi, mas, com certeza, os setlists vêm com hits que marcaram a história deles e de todos os fãs.

Segundo informações do site O Globo, os organizadores do evento realizaram uma ampla pesquisa para descobrir quais artistas o público gostaria de ver na próximo festival.

“Nas pesquisas que fizemos com o público do Rock in Rio, Justin Bieber figura no top 3 dos artistas mais pedidos. Se você olhar a lista de mais tocadas do Spotify hoje, ele tem a música mais ouvida no mundo e é um artista cada vez mais plural, supertransversal do ponto de vista musical”, explicou o CEO do evento, Luís Justo.

Em 2022 o evento está marcado para os dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro no Parque Olímpico da Barra.

Vale lembrar que as atrações anunciadas para 2021, ano que o evento foi cancelado devido à pandemia, não estão confirmadas. Incluindo o “Dia do Metal”, com Iron Maiden, Megadeth, Dream Theater e Sepultura não está confirmado para 2022. Caso mantidos, os shows ainda serão anunciados oficialmente.

 

Categorias
Brasil Cidade Notícias Rio Social

MPRJ recorre de sentença de envolvidos no caso Marielle

Vereadora Marielle Franco foi morta em 2018 (Foto: Reprodução/Youtube)

Da Agência Brasil

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) recorreu da sentença do caso Marielle Franco e Anderson Gomes contra o sargento reformado da PM Ronnie Lessa e outros quatro denunciados por obstrução das investigações. A finalidade do recurso é aumentar as penas e modificar os regimes de cumprimento de prisão estabelecidos pela Justiça.

Elaine Pereira Lessa, Bruno Pereira Figueiredo, José Márcio Mantovano, vulgo Márcio Gordo, e Josinaldo Lucas Freiras, vulgo Djaca, foram condenados pelo Juízo da 19ª Vara Criminal da Capital a quatro anos de prisão, em regime inicial aberto, com a substituição do cárcere por medidas restritivas de direitos (prestação de serviço à comunidade e limitação de final de semana). Contra Ronnie Lessa, foi imposta prisão de quatro anos e seis meses de reclusão, em regime inicialmente fechado.

Categorias
Cidade Destaque Notícias Polícia Política

MP cria força-tarefa para apurar maus-tratos a jovens infratores no RJ

Da Agência Brasil

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) criou uma força-tarefa para investigar maus-tratos cometidos contra jovens infratores em unidades do Departamento Geral de Ações Socioeducativas do estado (Degase). O grupo foi criado depois de denúncias de que internas teriam sofrido abusos sexuais cometidos por agentes do Degase.

O MPRJ informou que, além deste caso, tem recebido, nos últimos anos, notícias de violência institucional ocorrida dentro das unidades socioeducativas, onde são internados os adolescentes em conflito com a lei. Um grande problema enfrentado pelas fiscalizações é a falta de dados disponíveis para consulta e de indicadores de monitoramento relativos à violência.

A força-tarefa é formada por três promotoras de Justiça e tem um prazo de duração inicial de quatro meses. A ideia é que, ao fim deste período, possa ser adotado, junto com o estado do Rio regras e normas para a gestão dessas unidades.

Por meio de nota, o Degase informou que trabalha de forma integrada com o MPRJ e que está “dando todo o suporte para as ações relacionadas às denúncias”.

Categorias
Brasil Cidade Cultura Destaque Diário do Rio Rio Turismo

Planetário do Rio inaugura exposição “Do Gênese ao Apocalipse” e passa a abrir para o público durante a semana

A Fundação Planetário do Rio inaugura, no próximo sábado, dia 03 de julho, a exposição: “Da Gênese ao Apocalipse”, que apresenta 38 meteoritos no Museu do Universo, que integra o Planetário. O conjunto conta com parte da coleção do Museu Nacional / UFRJ, entre eles o meteorito Santa Luzia, o segundo maior já encontrado no país.

O evento marca também o reinício das atividades do Planetário e Museu do Universo durante a semana, que passam a abrir de *terça a domingo para visitas e sessões de cúpula, com gratuidade para o público em geral todas as terças-feiras. A Fundação Planetário é ligada à Secretaria de Governo e Integridade Pública (SEGOVI) da Prefeitura do Rio de Janeiro.

A exposição será aberta por um evento especial: a primeira edição do “Papo com o Extraterrestre”, ciclo de encontros mensais sobre astronomia e meteorítica, a ser realizado na manhã do primeiro sábado de cada mês. O evento conta com as “Meteoríticas”, time de mulheres cientistas que desenvolve pesquisas e realiza atividades de campo, viajando pelo país caçando esses objetos extraterrestres. Maria Elizabeth Zucolotto, curadora do Museu Nacional e maior autoridade em meteoritos no Brasil, é a líder da equipe, que ainda conta com a química Amanda Tosi e a astrônoma Diana Andrade.

“Da Gênese ao Apocalipse”

Gledson Machado, presidente da Fundação Planetário, ressalta a importância de oferecer o acesso a esse acervo, resgatado do trágico incêndio do Museu Nacional, em 2018. “É a chance de tocar e conhecer objetos extraterrestres mais antigos que a própria Terra. Essa exposição é mais um motivo para o carioca vivenciar a experiência Planetário”, afirma Gledson

Leandro Guedes, diretor da Astronomia da Fundação Planetário, explica o nome da exposição: “A ‘Gênese’ é uma alusão ao fato de os meteoritos carregarem, em sua química, informações primordiais sobre a formação do sistema solar, muito parecida com a que havia na nebulosa que deu origem aos planetas. E o ‘Apocalipse’ lembra a relação entre asteroides e grandes extinções, como a dos dinossauros”.

As Meteoríticas e os meteoritos

Maria Elizabeth Zucolotto, Amanda Araújo Tosi e Diana Paula de Pinho Andrade estão juntas como grupo organizado há quatro anos e, além de conduzirem suas pesquisas e aulas na UFRJ, trabalham na caça, pesquisa e divulgação de meteoritos pelo país.

O trio esteve em missão de campo durante o mês de junho, no Sul do país. No Paraná, investigaram a queda do meteorito de Rio Negro, que tem seus fragmentos preservados no Observatório do Vaticano. Na ilha de São Francisco do Sul, Santa Catarina, usaram mapas centenários para investigar o local do achado do meteorito Santa Catharina, um famoso episódio da astronomia brasileira.

“Ele foi vendido como uma mina de níquel para a Inglaterra no século XIX e virou trilho de trem. Porém, o Museu Nacional/UFRJ ainda possui um fragmento do meteorito metálico Santa Catharina no seu acervo”, relata Elizabeth Zucolloto.

O “Papo com o Extraterrestre” está marcado para as 09h do sábado, dia 03 de julho, no Parque do Planetário (área externa), em volta do meteorito Santa Luzia. O Planetário fica na rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100, Gávea.

Categorias
Cidade Destaque Notícias Polícia Rio

Rio: Operação Estrada Segura combate crimes na BR-101, em São Gonçalo

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Policiais civis da 74ª delegacia de polícia (DP) de Alcântara e agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizam hoje (21), a segunda fase da Operação Estrada Segura, contra crimes cometidos na BR-101, na altura do município de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Riode Janeiro.

De acordo com a Secretaria de Estado da Polícia Civil do Rio de Janeiro (Sepol), os policiais foram para as ruas cumprir mandados de prisão contra suspeitos de roubos de cargas e outros criminosos “envolvidos em assaltos com privação de liberdade, roubos de veículos, crimes de extorsão, tráfico e associação ao tráfico de drogas”.

A Sepol informou que investigações da 74ª DP, com auxílio da PRF, determinaram os alvos dos mandados.

Um homem apontado como controlador do tráfico na comunidade de Guaxindiba, em São Gonçalo, está entre os procurados. Contra ele, há dois mandados. As investigações indicaram que o traficante faz loteamento de terrenos e expulsa moradores que não aceitam pagar a quantia imposta pela área, que pode variar de R$ 3 mil a R$ 5 mil. “Quem não aceita pagar por esses valores é expulso de sua casa ou tem seu terreno invadido”, completou a Sepol. Apurações mostraram ainda que o criminoso é um dos autores do duplo homicídio que vitimou a mulher que negociava os terrenos e seu marido.

Outro objetivo da operação é retirar veículos irregulares usados nos deslocamentos dos bandidos, reprimir a ação de mototaxistas associados ao tráfico de drogas e remover barricadas que possam impedir o direito de ir e vir dos moradores da região.

Categorias
Cidade Destaque Notícias Polícia Rio

Prefeitura do Rio demole terraço de prédio afetado por desabamento

Prédio de quatro andares desabou em Rio das Pedras. (Foto: Tomaz Silva/ABr)

Da Agência Brasil

Técnicos da Secretaria Municipal de Conservação (Seconserva) voltaram na manhã de hoje (7) a Rio das Pedras, na zona oeste do Rio de Janeiro, para fazer a demolição manual do terraço de um dos prédios na Rua das Uvas, que permanece interditado pela Defesa Civil, à direita do que desabou na quinta-feira (3).

A avaliação da Defesa Civil apontou que somente o terraço do prédio oferece risco estrutural e precisa ser demolido, pois apresentou danos nas paredes laterais, na estrutura de madeira do telhado e ruptura de um pilar.

Outros dois imóveis na Rua das Uvas continuam interditados. A Seconserva informa que terminou na sexta-feira (4) a retirada dos entulhos do imóvel que desabou, recolhendo mais de 300 toneladas.

Vítimas

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Kiara Abreu, de 26 anos, permanece no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Municipal Miguel Couto e apresenta quadro de saúde grave.

Ela foi uma das quatro vítimas retiradas dos escombros com vida e perdeu no acidente o marido, Natan Gomes, 30 anos, e a filha, Maitê Gomes Abreu, de 2 anos e 8 meses de idade.

A Polícia Civil montou uma força-tarefa para investigar o caso, integrada pelas delegacias distritais e especializadas 16ª DP (Barra da Tijuca), 32ª DP (Taquara), Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) e Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco).

A corporação informa que o dono do imóvel já foi identificado, localizado e levado a prestar depoimento. A construção foi feita entre 2006 a 2014 por Genivan Gomes, pai de Natan, e tinha situação irregular.

Categorias
Cidade Destaque Diário do Rio Notícias Rio

Prefeitura do Rio reinaugura o chafariz da Urca

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Conservação, reinaugurou no domingo (30) o chafariz da Praça General Tibúrcio, na Urca, que estava desativado desde 2017. Instalada na década de 1940, a peça foi projetada pelo arquiteto e paisagista Azevedo Neto, responsável pela criação de áreas de lazer importantes para os cariocas, como o Jardim de Alah e as praças Antero de Quental, Cardeal Arcoverde e General Osório.

A secretária Anna Laura Secco destacou a importância de zelar pelos monumentos e chafarizes que fazem parte da paisagem municipal.

“A Conservação é feita de grandes ações que melhoram avida na cidade e garantem um bom transcorrer do dia a dia dos cariocas. Mas também é feita dos pequenos cuidados e daqueles detalhes que trazem mais beleza à nossa rotina diária – afirmou.

Chafariz estava desativado desde 2017 – Divulgação/Prefeitura

“Nossa missão é atuar de forma efetiva e eficiente nas ações de manutenção, sem esquecer de olhar para as belezas – sejam elas naturais ou em forma de monumentos e chafarizes – que tornam o nosso Rio de Janeiro tão especial”, completou ela.

Anna Laura também ressaltou que o cuidado com o Rio deve ser uma preocupação de todos. – É preciso que as pessoas se conscientizem e entendam que os monumentos e chafarizes, além de tornarem a cidade ainda mais bonita e serem um respiro na paisagem urbana, pertencem à população. A Prefeitura faz a sua parte, mas o cuidado deve ser responsabilidade de todos os cidadãos. Conservar os monumentos é resgatar a história da nossa cidade – enfatizou.

Na reforma do chafariz, a Gerência de Monumentos e Chafarizes, vinculada à Secretaria Municipal de Conservação, contou com uma equipe especializada na manutenção de componentes hidráulicos e elétricos. Foram feitos os serviços de recuperação da casa de máquinas e de seu tampão, bem como a troca da tela de proteção; reconstrução de todo o comando elétrico; instalação e adequação da tubulação do jorro de água; conserto das bombas hidráulicas; pintura da borda do lago e limpeza do fundo; recuperação de tentos e calçadas.

Para as melhorias feitas na praça, como a revitalização da iluminação do chafariz e de seu entorno, a Conservação teve o apoio da Comlurb e da RioLuz.

O chafariz da Praça General Tibúrcio segue a programação de funcionamento dos demais chafarizes da cidade: é ligado três vezes ao dia, das 8h às 10h, das 12h às 14h e das 16h às 18h.

Categorias
Cidade Notícias Polícia Rio Social

Polícia prende no Rio acusado de estuprar crianças

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Da Agência Brasil

Um homem de 35 anos, acusado de crimes de estupro de menores e de armazenar vídeos de sexo com crianças, foi preso em flagrante por policiais civis da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima do Rio de Janeiro.

As investigações indicaram que o acusado atraía as vítimas, entre oito e dez anos, para o seu refúgio, na comunidade Dona Marta, em Botafogo, na zona sul do Rio. Lá, segundo a polícia, ele filmava os abusos com um celular e divulgava os vídeos.

A prisão ocorreu ontem (25) depois de um trabalho de inteligência e de compartilhamento de informações com a Polícia Federal. O homem, cuja identidade ainda não foi divulgada, confessou os abusos após ser capturado. 

As investigações da polícia apontaram ainda que o preso tinha um mandado de prisão em aberto em São Paulo por tentativa de feminicídio contra a sua ex-companheira. Segundo a Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), a partir daí ele passou a se esconder na comunidade Dona Marta, onde foi preso.

De acordo com a Sepol, “as vítimas identificadas serão encaminhadas a uma rede de proteção para receber os cuidados médicos e psicológicos”.