Categorias
Cidade Destaque Notícias Polícia Rio

Rio: Operação Estrada Segura combate crimes na BR-101, em São Gonçalo

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Policiais civis da 74ª delegacia de polícia (DP) de Alcântara e agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizam hoje (21), a segunda fase da Operação Estrada Segura, contra crimes cometidos na BR-101, na altura do município de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Riode Janeiro.

De acordo com a Secretaria de Estado da Polícia Civil do Rio de Janeiro (Sepol), os policiais foram para as ruas cumprir mandados de prisão contra suspeitos de roubos de cargas e outros criminosos “envolvidos em assaltos com privação de liberdade, roubos de veículos, crimes de extorsão, tráfico e associação ao tráfico de drogas”.

A Sepol informou que investigações da 74ª DP, com auxílio da PRF, determinaram os alvos dos mandados.

Um homem apontado como controlador do tráfico na comunidade de Guaxindiba, em São Gonçalo, está entre os procurados. Contra ele, há dois mandados. As investigações indicaram que o traficante faz loteamento de terrenos e expulsa moradores que não aceitam pagar a quantia imposta pela área, que pode variar de R$ 3 mil a R$ 5 mil. “Quem não aceita pagar por esses valores é expulso de sua casa ou tem seu terreno invadido”, completou a Sepol. Apurações mostraram ainda que o criminoso é um dos autores do duplo homicídio que vitimou a mulher que negociava os terrenos e seu marido.

Outro objetivo da operação é retirar veículos irregulares usados nos deslocamentos dos bandidos, reprimir a ação de mototaxistas associados ao tráfico de drogas e remover barricadas que possam impedir o direito de ir e vir dos moradores da região.

Categorias
Cidade Destaque Notícias Polícia Rio

Prefeitura do Rio demole terraço de prédio afetado por desabamento

Prédio de quatro andares desabou em Rio das Pedras. (Foto: Tomaz Silva/ABr)

Da Agência Brasil

Técnicos da Secretaria Municipal de Conservação (Seconserva) voltaram na manhã de hoje (7) a Rio das Pedras, na zona oeste do Rio de Janeiro, para fazer a demolição manual do terraço de um dos prédios na Rua das Uvas, que permanece interditado pela Defesa Civil, à direita do que desabou na quinta-feira (3).

A avaliação da Defesa Civil apontou que somente o terraço do prédio oferece risco estrutural e precisa ser demolido, pois apresentou danos nas paredes laterais, na estrutura de madeira do telhado e ruptura de um pilar.

Outros dois imóveis na Rua das Uvas continuam interditados. A Seconserva informa que terminou na sexta-feira (4) a retirada dos entulhos do imóvel que desabou, recolhendo mais de 300 toneladas.

Vítimas

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Kiara Abreu, de 26 anos, permanece no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Municipal Miguel Couto e apresenta quadro de saúde grave.

Ela foi uma das quatro vítimas retiradas dos escombros com vida e perdeu no acidente o marido, Natan Gomes, 30 anos, e a filha, Maitê Gomes Abreu, de 2 anos e 8 meses de idade.

A Polícia Civil montou uma força-tarefa para investigar o caso, integrada pelas delegacias distritais e especializadas 16ª DP (Barra da Tijuca), 32ª DP (Taquara), Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) e Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco).

A corporação informa que o dono do imóvel já foi identificado, localizado e levado a prestar depoimento. A construção foi feita entre 2006 a 2014 por Genivan Gomes, pai de Natan, e tinha situação irregular.

Categorias
Cidade Destaque Diário do Rio Notícias Rio

Prefeitura do Rio reinaugura o chafariz da Urca

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Conservação, reinaugurou no domingo (30) o chafariz da Praça General Tibúrcio, na Urca, que estava desativado desde 2017. Instalada na década de 1940, a peça foi projetada pelo arquiteto e paisagista Azevedo Neto, responsável pela criação de áreas de lazer importantes para os cariocas, como o Jardim de Alah e as praças Antero de Quental, Cardeal Arcoverde e General Osório.

A secretária Anna Laura Secco destacou a importância de zelar pelos monumentos e chafarizes que fazem parte da paisagem municipal.

“A Conservação é feita de grandes ações que melhoram avida na cidade e garantem um bom transcorrer do dia a dia dos cariocas. Mas também é feita dos pequenos cuidados e daqueles detalhes que trazem mais beleza à nossa rotina diária – afirmou.

Chafariz estava desativado desde 2017 – Divulgação/Prefeitura

“Nossa missão é atuar de forma efetiva e eficiente nas ações de manutenção, sem esquecer de olhar para as belezas – sejam elas naturais ou em forma de monumentos e chafarizes – que tornam o nosso Rio de Janeiro tão especial”, completou ela.

Anna Laura também ressaltou que o cuidado com o Rio deve ser uma preocupação de todos. – É preciso que as pessoas se conscientizem e entendam que os monumentos e chafarizes, além de tornarem a cidade ainda mais bonita e serem um respiro na paisagem urbana, pertencem à população. A Prefeitura faz a sua parte, mas o cuidado deve ser responsabilidade de todos os cidadãos. Conservar os monumentos é resgatar a história da nossa cidade – enfatizou.

Na reforma do chafariz, a Gerência de Monumentos e Chafarizes, vinculada à Secretaria Municipal de Conservação, contou com uma equipe especializada na manutenção de componentes hidráulicos e elétricos. Foram feitos os serviços de recuperação da casa de máquinas e de seu tampão, bem como a troca da tela de proteção; reconstrução de todo o comando elétrico; instalação e adequação da tubulação do jorro de água; conserto das bombas hidráulicas; pintura da borda do lago e limpeza do fundo; recuperação de tentos e calçadas.

Para as melhorias feitas na praça, como a revitalização da iluminação do chafariz e de seu entorno, a Conservação teve o apoio da Comlurb e da RioLuz.

O chafariz da Praça General Tibúrcio segue a programação de funcionamento dos demais chafarizes da cidade: é ligado três vezes ao dia, das 8h às 10h, das 12h às 14h e das 16h às 18h.

Categorias
Cidade Notícias Polícia Rio Social

Polícia prende no Rio acusado de estuprar crianças

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Da Agência Brasil

Um homem de 35 anos, acusado de crimes de estupro de menores e de armazenar vídeos de sexo com crianças, foi preso em flagrante por policiais civis da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima do Rio de Janeiro.

As investigações indicaram que o acusado atraía as vítimas, entre oito e dez anos, para o seu refúgio, na comunidade Dona Marta, em Botafogo, na zona sul do Rio. Lá, segundo a polícia, ele filmava os abusos com um celular e divulgava os vídeos.

A prisão ocorreu ontem (25) depois de um trabalho de inteligência e de compartilhamento de informações com a Polícia Federal. O homem, cuja identidade ainda não foi divulgada, confessou os abusos após ser capturado. 

As investigações da polícia apontaram ainda que o preso tinha um mandado de prisão em aberto em São Paulo por tentativa de feminicídio contra a sua ex-companheira. Segundo a Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), a partir daí ele passou a se esconder na comunidade Dona Marta, onde foi preso.

De acordo com a Sepol, “as vítimas identificadas serão encaminhadas a uma rede de proteção para receber os cuidados médicos e psicológicos”.

Categorias
Cidade Destaque Notícias Política Rio

Ex-prefeito de Saquarema e da CBV são alvos de operação do MPRJ

MPRJ vai averiguar irregularidades (Foto: Divulgação)

Da Agência Brasil

Uma operação deflagrada hoje (20) pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) tem como alvo o ex-prefeito de Saquarema Antonio Peres Alves, na região dos lagos fluminense, atual secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura da cidade, e o ex-presidente da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), Ary Graça Filho, atual presidente da Federação Internacional de Voleibol (FIVB).

Estão sendo cumpridos 14 mandados de busca e apreensão na capital e em Saquarema, em endereços ligados aos dez denunciados pelo MPRJ. Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara de Saquarema. Segundo as investigações, a organização criminosa praticava fraudes tributárias, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica no município de Saquarema.

A operação é feita pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MPRJ, com o apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência, e parceria com a Polícia Civil, por meio do Departamento Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro.

De acordo com a denúncia do Gaeco, as Leis Complementares 16/2004, 17/2005 e 20/2007, editadas durante o mandato de Antonio Peres (2000/2008), concediam benefícios fiscais abaixo do piso previsto na Constituição. Para o Gaeco, isso teria fomentado a criação de várias empresas fantasmas em Saquarema, promovendo um “aumento exponencial e irregular da arrecadação no Município”, além de uma grande evasão fiscal em outras cidades.

A denúncia aponta que “as empresas que participaram do esquema de declarar falsamente o local de suas sedes, deixaram de recolher tributos nos municípios onde efetivamente eles eram devidos”, segundo nota do MPRJ.

O MPRJ afirma que o técnico em Planejamento e Tributação nomeado por Peres, Sergio Ricardo Lopes de Moraes, era seu sócio na empresa Saquarema Business Center e “participou ativamente da edição das leis”, além de administrar as “frentes de obtenção de vantagens econômicas pelo grupo criminoso”.

“O esquema de fraude tributária era orquestrado pela Saquarema Business Center, que também tinha como sócia a denunciada Livia Machado Cabral, e JOMI, cujo sócio majoritário é o denunciado João Miguel Lima Estephanio. As duas empresas sublocavam seus endereços para aqueles que quisessem obter os benefícios fiscais e, enquanto Antonio Peres angariava vantagens políticas ao aumentar de forma irregular a arrecadação municipal, o grupo obtinha vantagem econômica através do pagamento pelos contratos falsos de sublocação”, diz o MPRJ.

A denúncia aponta, ainda, que o ex-presidente da CBV Ary Graça Filho, manejava o patrocínio do Banco do Brasil à entidade em favor próprio e do grupo criminoso, “celebrando contratos com empresas recém-criadas, sem estrutura de pessoal e estabelecidas em sedes fictícias”.

“Desta forma, apesar de possuir sede na capital, a CBV celebrou contratos que não foram devidamente executados com empresas estabelecidas em Saquarema por meio do esquema ilegal de fraudes tributárias, de propriedade dos denunciados Fábio André Dias Azevedo e Marcos Antonio Pina Barbosa, então superintendentes da CBV e subordinados a Ary”.

Estariam envolvidas no esquema de fraude as empresas SMP Logística e Serviços, SMP Sports Marketing e Promotion, S4G Gestão de Negócios e S4G Planejamento e Marketing, todas de propriedade de Azevedo e Barbosa e suas respectivas esposas. Os quatro estão entre os denunciados no na investigação do MPRJ.

Outro denunciado pelo MPRJ é Antonio Cesar Alves, irmão do ex-prefeito e sócio da empresa de contabilidade Transit assessoria Contábil, que prestava serviços a outras empresas envolvidas no esquema e também à CBV. A função seria a de fazer a lavagem de dinheiro ilícito obtido com as fraudes.

CVB

Em nota, a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) confirma que recebeu na manhã de hoje a Polícia Civil em suas sedes na Barra da Tijuca, na zona norte do Rio de Janeiro, e em Saquarema, “por conta de uma investigação iniciada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro em 2013 sobre ex-dirigentes da entidade”.

A entidade informa que seus funcionários prestaram todo o auxílio às autoridades policiais, “que buscavam documentos relativos a um suposto esquema de fraude tributária que teria contado com o auxílio do ex-presidente da CBV Ary Graça Filho” para desviar dinheiro da instituição.

“A atual gestão da confederação cooperará integralmente com a investigação e, se forem comprovados prejuízos financeiros à CBV, tomará todas as medidas necessárias para que estes valores sejam integralmente ressarcidos à comunidade do voleibol”, diz a nota.

Categorias
Cidade Cultura Destaque Diário do Rio Notícias

Cidade das Artes reabre ao público com eventos de arte e conhecimento

Ainda fechada para grandes espetáculos de música, teatro, orquestras e musicais, a Cidade das Artes reabriu nesta terça-feira (18) com uma programação dentro da Sala de Leitura, voltada para a arte e o conhecimento.

No espaço, passam a ser promovidas atividades como debates, bate-papos, lançamentos de livros, contação de histórias, palestras, exposições e oficinas.

A Cidade das Artes também esta funcionando como um ponto de vacinação contra a Covid-19 na cidade do Rio e tem respeitado todas as regras sanitárias estabelecidas pela OMS.

Programação da Sala de Leitura

EXPOSIÇÃO MULHERES E MÚSICA

Data: 18/05 – 28/05

Dias e Horários: terça a sexta de 10h às 17h

Local: Sala de Leitura

A exposição de Arte Colagem Mulheres e Música, de Lili Rose, é inspirada na memória de algumas mulheres corajosas que se reinventaram, desafiaram, transgrediram, sobreviveram e tiveram momentos marcantes na história da música brasileira.

Chiquinha Gonzaga, Tia Ciata, Carmem Miranda, Nara Leão, Clementina de Jesus, Zaíra de Oliveira e Clara Nunes são algumas das retratadas em colagens apresentadas em cavaletes

LILI ROSE é colagista e historiadora com especialização em Museologia pela University of Nevada- Reno.  Música Carioca Artur da Távola). Autora de vários livros também atua em comunidades com ações voluntárias


MULHERES IN RIO

( Neste evento, o público pode fazer doação de leite em pó ou Kit Higiene voltados para as comunidades Mulheres da Pedra em Guaratiba  e Quilombo do Camorim em Jacarepaguá)

Data: 21/05 – 18/06

Dias e Horários: sextas-feiras quinzenalmente, de 15h às 17h

Local: Sala de Leitura

Temáticas:
21/05 – O Feminino Atemporal
04/06 – Terapias Alternativas para Conexão e Felicitude
18/06 – Amor, Sexo e Idade

Mulheres In Rio retoma as atividades presenciais, respeitando todos os cuidados e recomendações da OMS. A cada quinzena, das 15 às 17hs, uma Roda de Conversa, sempre trazendo na programação mulheres que são referência ou potenciais influenciadores no impacto social de seus projetos. Dia 21 de maio já estão confirmadíssimas 3 mulheres incríveis para a Roda de Conversa Mulheres In Rio.

21/05 – Tema:  O Feminino Atemporal – a mulher ageless e sua contribuição ao mundo do trabalho. Temas como ciência e tecnologia serão abordados

Mesa 1

Horário: de 15 às 16 h

Assunto: Empreendedoras do agora (Renata Freire, Fátima Fernandes, Fábia de Carvalho, Karla Fassini e Sonia Garcia)


Mesa 2

Horário: de 16 às 17 h

Assunto: A Mulher do Futuro (Márcia Monteiro e Lindalia Junqueira Reis)

Mediadoras: Marcia Thimoteo e Veronique Sales

Inscrição: https://forms.gle/kf2YQLAuZQHYvzwM8

 04/06 Tema:  Terapias Alternativas para Conexão e Felicitude – Conexão com a terra, reequilíbrio de energias, saúde física e mental alternativas

 Mesa 01

Horário: de 15 às 16 h

Assunto:  Terapias Holísticas (Denise Garcia (meditação), Ana Hara Sorei (nutricao energia), Patricia Araujo (reiki), Rubia Diehl (terapia quântica), Alana Lucati ( yoga)

 Mesa 02

Horário: de 16 às 17 h

Assunto: Natureza e a Mulher: Mayte Piragibe (atriz) e Ariane Peixoto (bióloga)

Mediadoras: Marcia Thimoteo e Veronique Sales

Inscrição: https://forms.gle/R4CGXibHcZuobk9E7

18/06 Tema: Amor, sexo e a idade – Tudo junto e misturado num debate aberto e franco sobre o tema

Mesa 01

Horário: de 15 às 16 h

Assunto: Sexualidade, orientação, e identidade gênero: Dra Patricia Sanches, Erica Rambalde e Juliana Matos

 Mesa 02

Horário: de 16 às 17 h

Assunto: O amor começa por você: Ingrid Braune (psicóloga) e Palmira Margarida (perfumaria ancestral) e Georgia Pientz (consultora de imagem e estilo)

Mediadoras: Marcia Thimoteo e Veronique Sales

Inscrição: https://forms.gle/YczBAfFFoobkgE2n9

 

PROJETO INTERLOCUÇÕES – SIMONE DE BEAUVOIR E A REALIDADE DA MULHER CONTEMPORÂNEA – Uma visão sobre o feminino visto pela psicanálise e o feminino visto pelos movimentos feministas

Data: 28/05 até  dezembro

Dias e Horários: sextas-feiras quinzenalmente, de 16h às 18h

Local: Sala de Leitura

Sobre o Projeto Interlocuções: Há seis anos a psicanalista Gilda Pitombo Mesquita, desenvolve o projeto “Interlocuções: Psicanálise e Literatura”, dentro da Cidade das Artes com a finalidade de dialogar com os outros saberes e transmitir a Psicanálise para quem desejar.

Coordenação: Gilda Pitombo e Graça Soares

EXPOSIÇÃO DA ARTISTA PLÁSTICA OCÍ FERREIRA – nascida na periferia do Rio sua arte é visceral, impactante, cheia de emoções que nascem do desejo de libertar a mulher da pressão do machismo e do abuso psicológico

Telas que retratam o abstrato de “O FEMININO”.


Data: 
04/06 – 18/06

Local: Sala de Leitura

Dias e horário: terça a sexta 10h às 17h

LANÇAMENTO DE LIVRO – #TARJAPRETA DE BRUNO BLACK

Data: 09/06

Dias e horários: quarta-feira de 15h às 16h30

Local: Sala de Leitura

Inscrição: https://forms.gle/Z21zLHX3pF6aWBNw8

Release: Bruno Black é um jovem morador da Comunidade do Fumacê em Realengo na Zona Oeste do RJ. Tem 9 livros publicados e em 2021 vem mais 7.

Fala sobre Saúde mental. É um jovem periférico e favelado transbordando de sentimentos, sensações em suas escrevivências únicas, dos seus ou das suas mais sublimes imaginações!

Ele se oferece como um remédio social!

Morador da Comunidade do Fumacê em Realengo – RJ Zona Oeste

LANÇAMENTO DO LIVRO AS SETE NOTAS DO ARCO-ÍRIS

Data: 10/07

Dias e horário: sábado das 15h às 17h

Local: Sala de Leitura

Inscrição: https://forms.gle/rv7H1Vtcv4NojNtGA

Release: Venha cantar, dançar e se divertir no lançamento do livro infantil ‘As Sete Notas do Arco-íris’.

A cantora e professora de musicalização, Tia Gê, apresenta esse projeto literário com um show para crianças de todas as idades.

Sobre o livro: Que tal aprender um instrumento musical? Ou mesmo desafiar-se a compor uma música?

SERVIÇO:

CIDADE DAS ARTES

Sala de leitura – Funcionamento de terça a sexta feira, das 10h às 17 h

Avenida das Américas, 5300 – Barra da Tijuca CEP: 22793-080 Rio de Janeiro

Tel: 21- 2088 0090

Categorias
Brasil Cidade Cultura Destaque Diário do Rio Música

Mc Kevin morre após queda acidental em varanda de hotel

Segundo o corpo de bombeiros, o funkeiro Mc Kevin faleceu nesta madrugada ao cair acidentalmente do 11º andar da varanda de um hotel de luxo, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, no início da noite deste domingo (16).

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio informou a morte agora a pouco : “Infelizmente, o paciente kevin Bueno não resistiu e faleceu”.

Mc Kevin tinha 23 anos e foi socorrido às pressas para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, Zona Sul do Rio.

Categorias
Cidade Destaque Diário do Rio Notícias Rio

Rio prorroga medidas restritivas até 10 de maio

O município do Rio de Janeiro decidiu prorrogar até 10 de maio as medidas restritivas contra a covid-19. As regras de funcionamento e permanência em lugares públicos permanecem as mesmas do decreto de sexta-feira passada (23).

A permanência das pessoas na areia das praias e o comércio nesses locais, por exemplo, continuam proibidos nos fins de semana e feriados, sendo permitidos apenas nos dias úteis. Também segue proibida a permanência nas ruas das 23h às 5h todos os dias.

A prefeitura manteve ainda a proibição do funcionamento de boates, danceterias e casas de espetáculos.

Comércio e serviços não essenciais, além de bares, lanchonetes e restaurantes, poderão funcionar com atendimento presencial ao público até as 22h.

Estabelecimentos localizados no interior de shopping centers, centros comerciais e galerias de lojas, assim como as atividades culturais e de entretenimento como museus, cinemas, teatros, casas de festa e parques de diversões, deverão funcionar com no máximo 40% da capacidade, se localizadas em locais fechados, e 60% se em locais abertos.

Categorias
Cidade Destaque Diário do Rio Notícias Rio Saúde

Prefeitura do Rio libera praias nos dias úteis e flexibiliza outras restrições; veja o que muda

A prefeitura do Rio de Janeiro liberou as praias nos dias úteis e flexibilizou outras medidas restritivas. As novas regras constam em decreto do prefeito Eduardo Paes (DEM), publicado na sexta-feira (23) no Diário Oficial, e foram anunciadas durante apresentação do 16° Boletim Epidemiológico sobre a situação da Covid-19 na cidade.

As novas regras entraram em vigor no primeiro minuto deste sábado (24) e vão até o dia 3 de maio.

O Decreto nº 48.767 traz algumas liberações, como a ampliação do horário de funcionamento de algumas atividades. No período do novo decreto, as atividades não-essenciais, como restaurantes, museus, cinema, teatro, clubes esportivos, casas de festas e outros, já poderão funcionar até as 22h. Após este horário, para restaurantes e afins, funcionamento apenas nas modalidades de drive-thu e take away, sem atendimento presencial.

A área de lazer do Aterro do Flamengo estará aberta. Já as atividades essenciais, como supermercados, farmácias, hospitais e outros, podem funcionar sem horários definidos. Os estabelecimentos devem seguir limite de público e demais medidas de proteção à vida para a faixa de risco muito alto, estabelecidas na Resolução Conjunta SES/SMS nº 871, tais como capacidade de lotação máxima de 40% em locais fechados e 60% em locais abertos, garantia do distanciamento mínimo de 1,5 metro entre as pessoas, não permitir formação de aglomerações em filas de espera.

Segue vetada a permanência nas vias, áreas e praças públicas do município no horário das 23h às 5h. Continuam proibidos, aos sábados, domingos e feriados, a permanência em praias, parques e cachoeiras; além das atividades econômicas na areia das praias, incluindo o comércio ambulante fixo e itinerante. Também seguem suspensos o funcionamento de boates, danceterias, salões de dança e casas de espetáculo; a realização de eventos, tais como shows, festas e rodas de samba, em áreas públicas e particulares; a entrada de ônibus e demais veículos de fretamento no município, exceto aqueles que prestem serviços regulares para funcionários de empresas ou para hotéis; a utlização das pistas de rolamento das avenidas Delfim Moreira, Vieira Souto e Atlântica como áreas de lazer.

Situação da Covid-19 na cidade

Prefeitura divulgou o 16º Boletim Epidemiológico. (Foto: Edu Kapps/Prefeitura do Rio)

A prefeitura informou que as médias móveis de atendimentos de síndromes gripal e respiratória aguda grave (SRAG) nas unidades de urgência e emergência e de casos confirmados de Covid-19 mantêm a tendência de queda. E a de óbitos começa a apresentar estabilidade. Mesmo assim, o município segue em alerta, mantendo a faixa de risco muito alto e as medidas de proteção à vida.

Desde março de 2020, como mostra a nova edição do Boletim Epidemiológico, o município do Rio soma 250.160 casos de Covid-19, com 22.923 óbitos.

Na última semana, 25 casos de variantes do vírus foram identificados na cidade, 14 deles de moradores locais. Desde a identificação do primeiro caso de novas cepas, são 256 casos no município, sendo 197 residentes. São 189 casos da variante brasileira (P.1) e oito da britânica (B.1.1.7). Dos moradores infectados por essas cepas, 22 faleceram, 15 permanecem internados e 160 já foram considerados curados. Dos não moradores do Rio infectados pelas variantes, 24 vieram de Manaus, quatro de Rondônia e 31 de outros municípios.

Vacinação

Até a manhã de sexta (23), 1.333.223 pessoas haviam sido vacinadas com pelo menos a primeira dose. (Foto: Divulgação)

Até a manhã de sexta (23), 1.333.223 pessoas haviam sido vacinadas com pelo menos a primeira dose das vacinas contra o coronavírus, o que representa 19,8% da população. Somente idosos eram 1.101.459. As primeiras pessoas que tomaram a D1 da Oxford/AstraZeneca ainda em janeiro começaram a receber a D2 no dia 19 de abril, conforme prazo indicado pelo fabricante, que é de 12 semanas.

No momento, a vacina disponível para D1 na cidade ainda é a Oxford/AstraZeneca. A D2 para quem tomou a CoronaVac, segundo a prefeitura, está garantida na data indicada no comprovante de vacinação. As pessoas devem retornar para a segunda dose preferencialmente nos mesmos postos onde tomaram a primeira dose e obrigatoriamente no mesmo município.

Os idosos que por algum motivo ainda não tenham se vacinado ou pessoas que completem 60 anos poderão comparecer a qualquer unidade de saúde para serem imunizados. É importante que quem tomou a primeira dose volte no dia marcado no comprovante de vacinação para receber a segunda dose, completando a proteção. Após a vacinação, as notificações de surtos de Covid-19 nas instituições de longa permanência, como os asilos de idosos, zeraram até agora no mês abril.

A partir de segunda-feira (26), começam a ser vacinados novos grupos prioritários. As mulheres desses grupos com 59 anos; na terça, 27, os homens desses grupos com 59; na quarta as mulheres de 58 e na quinta os homens da mesma idade. E assim por diante. Apenas para o grupo de profissionais de saúde as faixas etárias serão diferentes, de 44 anos para baixo, uma idade a cada dia, para ambos os sexos.

Locais de vacinação

A Secretaria Municipal de Saúde conta com 236 unidades de Atenção Primária (Clínicas da Família e Centros Municipais de Saúde), além postos extras espalhados pela cidade. A lista está em coronavirus.rio/vacina.

 

Categorias
Cidade Destaque Notícias Política Rio Saúde

Covid-19: Rio mantém calendário de vacinação nos feriados

Da Agência Brasil

A vacinação contra a covid-19 vai continuar sem interrupção esta semana no município do Rio, mesmo com os feriados de Tiradentes, hoje (21), e de São Jorge, na sexta-feira (23). Esses feriados foram antecipados para compor o período da parada emergencial, que ocorreu entre 26 de março e 4 de abril, como uma das medidas restritivas de combate à evolução da doença na cidade

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que os centros municipais de saúde e as clínicas da família funcionarão das 8h às 17h, exclusivamente para a vacinação contra a covid-19, obedecendo ao calendário divulgado. Essas unidades vão fazer também o atendimento a casos suspeitos da doença. Ontem (20), a SMS inaugurou mais um ponto de imunização, dessa vez na quadra da Portela, em Madureira, na zona norte do Rio. A unidade ficará aberta de segunda a sexta, entre 8h e 17h.

Conforme o calendário da secretaria, hoje a vacinação é para homens e mulheres de 61 anos e profissionais de saúde com 47 anos. A semana vai terminar com a imunização, no sábado (24), para pessoas com 60 anos ou mais, completando a faixa de idosos. Já para os profissionais de saúde, o sábado foi destinado à repescagem com a vacinação de quem tem 45 anos ou mais. Na semana que vem, o calendário para os trabalhadores da saúde continua na segunda-feira (26) para os que têm 44 anos e termina no sábado (30) para a faixa de 40 anos.

Para a vacinação, os profissionais de saúde precisam levar documento original com foto e comprovante dos conselhos de classe. “Trabalhadores lotados em hospitais e unidades de urgência e emergência ou que trabalham na campanha de vacinação deverão se vacinar nas unidades em que atuam, ao longo do mês de abril”, orientou a secretaria.

Nos feriados de hoje e de sexta-feira também vão funcionar as unidades 24 horas da rede municipal de saúde, que são as UPAs, hospitais e centros de emergência regional (CERs).

Segurança

O estado do Rio de Janeiro informou que 4.843 agentes de segurança e salvamento da ativa já receberam a vacina contra a covid-19. A imunização de policiais civis do Grande Rio, militares, penais e rodoviários federais, além de bombeiros de diversas unidades do Rio de Janeiro, com idades acima de 49 anos, começou há uma semana.

O governador em exercício do Rio, Cláudio Castro, destacou que esses servidores seguem nas ruas nas respectivas atuações e que o governo do estado reconhece a essencialidade das atividades dos agentes das forças de segurança e salvamento. Por esse motivo, os incluiu nos grupos prioritários, seguindo a nota técnica do Ministério da Saúde. “Estamos avançando na imunização em todo o Rio de Janeiro”, disse.

Entre agentes e policiais penais já há 243 vacinados com a primeira dose. No grupo que reúne policiais militares, policiais civis e policiais rodoviários federais, somam-se 3.739 pessoas vacinadas até ontem à noite. De acordo com o governo do estado, os nove locais de vacinação disponibilizados pela Secretaria de Polícia Militar na região metropolitana do Rio, serão reabertos amanhã (22) para vacinar os agentes com 48 anos e os com idade de 49 anos ou mais que não se vacinaram nessa primeira fase do programa de imunização das forças de segurança.

Bombeiros

O governo do estado informou ainda que desde a última semana, 861 bombeiros militares foram imunizados em todo o estado. Para esta semana, a expectativa é vacinar outros 1.114 agentes do Corpo de Bombeiros. Até amanhã novas doses serão aplicadas em dois polos de vacinação montados pela corporação. Um em Campo Grande (13° GBM) e o outro em Nova Iguaçu, onde funciona a 2ª Policlínica do CBMERJ. Além disso, haverá imunização em quartéis localizados no interior do estado nos polos das regiões serrana (CBA II), sul (CBA III), norte/noroeste (CBA IV), baixada litorânea (CBA V) e Costa Verde (VII).