Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo Notícias do Jornal

Tomaz Adour e o ingrediente que faltava (Parte 2)

Anteriormente, em entrevista com, Tomaz Adour, presidente da editora Vermelho Marinho, vimos um pouco das venturas e desventuras de empreender no ramo literário. Hoje, continuaremos descobrindo as diferentes formas de se empreender com a escrita dentro do métier das editoras, com grande oportunidade ao final. Então, vem comigo e descubra!

Se você ama ler, escrever, é analítico, paciente e tem certa disciplina; trabalhar para uma editora, pode ser uma oportunidade rentável e gratificante . Todavia, para quem pensa em começar como editor logo de “cara”, a realidade é que como tudo que é sério na vida, você não comerá o fruto no mesmo dia em que plantou a semente; por isso, dê o primeiro passo e confie no processo. Todavia, Adour, afirma que nesse ramo a pessoa inicia a carreira como revisor ou editor-assistente, ou seja, profissionais que corrigem, adaptam e deixam o texto enxuto. Entretanto, existem outros profissionais como o diagramador, que faz todo o projeto gráfico do livro e o tradutor que traduz as obras. Nesse ponto, Tomaz, explica que trabalha com tradutores iniciantes que traduzem livros e não tem como publicar, sendo assim, Adour, publica a obra para ele e oferece os direitos autorais, para que cada vez que o livro for vendido o tradutor receba o valor equivalente ao trabalho que foi realizado uma única vez, com ganhos que podem atingir valores conforme a sua produtividade. E isso gera uma das rendas mais queridas do mundo, qual seja, a renda passiva! Lembrando que atualmente rarisssímas editoras aderem essa prática, embora seja o justo.

Adour anunciou, em primeira mão sobre o seu mais novo projeto inclusivo; a Usina de Talentos, que oferecerá a oportunidade de trabalho
para pessoas jovens, idosas ou com alguma deficiência, que aspirem iniciar suas carreiras no mercado editorial e que possuem um bom conhecimento da língua portuguesa. Nesse projeto os contratados digitarão a edição original dos clássicos; no entanto ao concluir o trabalho o contratado ganhará uma parte do direito autoral do livro, a cada vez que o mesmo for vendido, para o resto da vida! Os envolvidos poderão também pleitear outros cargos. Segundo Adour, o projeto será sem restrições ou preconceitos, arregimentando homens e mulheres, até 99 anos de idade, que gostem principalmente de ler e escrever, sem a necessidade de um diploma como pré-requisito para cadastrar-se no projeto.

Acima de tudo, mesmo que você tenha os pré-requisitos mínimos citados , tenha sempre em mente que escrever é um ato de amor e como diz @tomazadour, de humildade, pois o mesmo que ensina, também deverá ser o mesmo que se permite aprender. Por fim, as grandes chances do projeto Usina de Talentos, estão na oportunidade de lucro a longo prazo, renda passiva e hereditária. Se você quer monetizar sua escrita, prepare-se para a seleção que acontecerá daqui a alguns meses.

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo Notícias do Jornal

Tomaz Adour e o ingrediente que faltava (parte 1)

Empreender nunca foi tão difundido. Atualmente, os convites acontecem com grande frequência para desenvolver um negócio na esfera digital; onde a base se apoia intrinsicamente nas técnicas de escrita. Em entrevista com o renomado Tomaz Adour, editor fundador da editora Vermelho Marinho e presidente da LIBRE – Liga Brasileira de editoras independentes que defende a bibliodiversidade; foi possível elencar para você diferentes formas de gerar renda, com a inseparável dupla: Leitura e escrita. Fica comigo até o final e descubra também quando escrever livros lhe proporcionara renda ou não. Até lá, você será capaz de descobrir o ingrediente que faltava.

Nesse sentido, Tomaz, afirma que para quem escolhe trabalhar escrevendo livros, a escrita deve ser encarada como uma carreira e não como algo esporádico, pois exige persistência. E se lhe servir de preparo, ele diz: “O Brasil é um país que lê pouco,.” Segundo o editor, atualmente o Brasil vende a mesma quantidade de livros que eram vendidos na década de 90, apesar da população ter dobrado. “A concorrência em ralação ao livro, hoje é muito grande, se compararmos o acesso ao celular e estreaming”, afirma Tomaz. No entanto, a variação dessa carreira funciona como base estratégica para gerar autoridade e relevância em um determinado assunto, ao mesmo passo que você exerce outra profissão. Ele explica que muitos autores fazem sucesso de primeira e depois não conseguem “repetir a dose”, porém, outros tentam de primeira e se deparam com a necessidade de persistir por mais alguns livros, até serem muito possivelmente, bem-sucedidos.

Muito generoso, Tomaz, conta alguns segredos para quem deseja se destacar ou até mesmo escrever um Best Seller; quais sejam: A definição do público alvo, originalidade e a capacidade de não se perder nas obras inspiracionais, assemelhando sem perceber ideias substanciais de outros autores, vindo a cair no mais do mesmo. O editor, ressalta que a comunicação dentro do mercado editorial também é muito efetiva quando se trata de escritores arrogantes, reclamões e que não valorizam a editora que lhes acolheram, por motivos superficiais. Todavia, nascida e criada para que escritores brasileiros conseguissem publicar o que eles não conseguiam nas demais editoras, a editora Vermelho Marinho veio para ampliar oportunidades e possuí o seu diferencial pautado em obras clássicas raras, da literatura brasileira e foi a primeira editora virtual do Brasil.

Dessa forma, escrever traz frutos que se regrados com base no amor e na persistência, lhe oferecerá mais de uma vertente rumo ao mesmo fim. Além disso, graças a editoras como a Vermelho Marinho, muitos sonhos podem se tornar realidade. Te conto na próxima coluna, sobre as diferentes formas de se empreender com a escrita dentro do métier fechado das editoras, com grande oportunidade.

 

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo Notícias do Jornal

Fazendo a coisa certa – “Anjos” também empreendem

“Eu também disse no meu coração que o verdadeiro Deus porá à prova os filhos dos homens e lhes mostrará que são como os animais, pois o que acontece com os humanos também acontece com os animais: Todos têm o mesmo fim.  Como morre um, assim morre o outro; e todos eles têm o mesmo espirito. De modo que o homem não tem nenhuma superioridade sobre os animais; tudo é vão.”  (Ecl: 3: 18-20)

Dona Dejanira, uma senhorinha extraordinária, de 85 anos de idade, moradora do bairro de Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro; sabe bem disso, pois para ela, empreender vai muito além de fazer algo somente por uma troca monetária. Significa também  fazer  a coisa certa. São mais de 30 anos, cuidando como poucos, de gatos e cachorros de rua, os quais já a reconhecem de longe, por serem alimentados e bem cuidados por ela todos os dias, nas ruas de Realengo. Em conversa, dona Dejanira, o anjo dos animais, deixa claro que tudo o que nós sentimos, os animais também sentem, como: Fome, sede, dor; incluindo sentimentos como: Alegria, tristeza, rejeição e desamparo. Todavia, indo ao ponto mais genuíno do termo empreender, que é descrito no dicionário Michaelis como: Pôr em execução, realizar, fazer, resolver –se a praticar; pode-se afirmar que a Dona Dejanira é uma verdadeira empreendedora; que assim como os demais, encontra muitos desafios. Como uma senhora de 85 anos de idade, suas limitações não têm se resumido apenas a sua própria saúde, mas também a falta de caridade e apoio por parte das pessoas. Muitos criticam a sua atitude em cuidar de animais feridos e na maioria das vezes em estado calamitoso. Nesse sentido, dona Dejanira diz ficar muito triste, pois inevitavelmente se envolva com a situação dos animais e sente profunda decepção em relação a alguns seres- humanos, que provocam tal realidade. Além disso, quando recebe alguma ajuda, ela castra e trata os animais mais vulneráveis, bem como os que possuem a saúde mais precária.

Segundo a revista Exame, o abandono de animais aumentou cerca de 61% durante a pandemia, chamando assim a atenção para a tutela responsável. Todavia, dona Dejanira, reivindica o retorno de lugares para castração de graça em cada bairro, punições ainda mais rígidas para quem abandona e maltrata os animais, incluindo os cavalos sob condições tirânicas; ela roga por mais apoio aos defensores, seja por parte de cada cidadão, bem como do poder público. No entanto, é válido ressaltar, que o presidente Bolsonaro sancionou desde 2020, a lei que aumenta a pena de maus-tratos a cães e gatos, a qual enquadra no art. 32 da Lei de Crimes Ambientais (9.605/98), com pena de detenção de 3 meses a 1 ano de reclusão e multa. A nova lei modifica a pena e passa para reclusão de dois a cinco anos, além de a proibição de o agressor ser tutor de animais. Prevê inclusive, punição a estabelecimentos comerciais que facilitarem o crime. E sancionou igualmente, a lei que proíbe a eliminação de cães e gatos por órgãos públicos, quando estes não possuírem doenças graves ou enfermidades contagiosas incuráveis.

Definitivamente, dona Dejanira empreende, presta um serviço à sociedade, dá um exemplo de vida, compaixão e abnegação em sua missão. Um viva as melhorias, nas leis! Se você cidadão, veterinário, instituto ou empresa, desejar realmente ajudar; é só entrar em contato comigo no Instagram descrito abaixo. Lembre-se, estamos todos conectados.

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo Notícias do Jornal

Info intoxicação – Feito é melhor que perfeito

Anteriormente, vimos pontos relacionados a imoderação no consumo de informações, que atualmente é uma realidade para todos nós viventes no século XXI. Em meio ao turbilhão pela falta de seletividade, ambição por informação, a pretensão em alcançar a perfeição, o comparar-se e no fim, a sensação de estar inacabado; poucos param para observar; mas feito é melhor que perfeito. Poucos notam, mas muitas vezes a qualidade não está na quantidade, mas no que é integro, simples e bem feito.

O sistema empresarial, muitas vezes instiga a nossa ambição por informação, dando-nos a impressão de estarmos obsoletos e interminados; com o tenaz sentimento de sempre estar faltando algo que nos faça ser capaz de suprir as demandas do negócio. Todavia, a cada minuto, irão surgir novas informações dispostas a lhe desafiar. Por isso, microempreendedores, estabeleçam no máximo 2 metas, cada qual com sua prioridade, de modo a pôr maior força no que precisa acontecer primeiro. Seja seletivo, Quer saber sobre algum assunto? Procure por conteúdos informativos que foram produzidos por pessoas ou empresas que são referência no assunto. Todavia, organize seu tempo, pois como cita a bíblia: “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.” Ecles-3:1 “Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora.” Ecles-3:6. Então, lance fora o que não faz parte do seu propósito e respeite o momento para cada etapa em sua jornada.

Consumir informações é importante! Então, reserve um tempo para fazer um curso, ou pesquisar um assunto de seu interesse. Repense o hábito de estar grande parte do tempo conectado ás redes sociais. Reduzir o tempo destinado a tal hábito, é uma atitude expressiva para reduzir a quantidade de informações acessadas no dia. Reduzir ruídos,
como notificações, pushes, e alertas de aplicativos, também ajuda a ter mais foco nas tarefas que realmente irão te levar adiante e ainda reduzirá gatilhos que podem gerar ansiedade. Pode até parecer improdutivo, mas momentos para não se fazer nada são precisos e preciosos, afinal, o cérebro precisa descansar para voltar com tudo. Mas fica ligado (a)! Ser produtivo, não é mesma coisa que estar consumindo informações sem filtro por aí! Entretanto; não se compare! Sempre vai existir alguém que sabe sobre algum assunto mais que você. Todavia, ainda que venha a fazer a mesma tarefa, você é único, com um jeito ímpar de se comunicar, ser e realizar.

Desse modo, vale a pena se reorganizar, higienizar a mente e buscar a calma. Dar um passo de cada vez, com a lembrança de que é impossível agradar a todos, de que a perfeição não passa de uma pretensão inalcançável e que desagradar também um é ato de sabedoria, liberdade e coragem.

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo Notícias do Jornal

Info intoxicação – feito é melhor que perfeito (parte 1)

WhatsApp, Facebook, Twiter, Instagram, YouTube, e-mails, site de notícias, Podcasts, mentorias e um zilhão de eventos empresariais. Empreendedor, como você lhe dá com o volume de informações que tem a sua disposição? Diariamente, somos expostos a uma quantidade gigantesca de informações e com isso frequentemente temos a sensação de estarmos sempre confusos, esquecidos, sem foco e seletividade, ansiosos por atualizações, perfeccionistas, nos comparando e com um inexorável sentimento de nunca estarmos prontos. Info intoxicação; a nova pandemia que não precisa fazer parte da sua vida. Se você concorda, vem comigo e descubra como você pode escapar dessa, agora.

Para se ter uma ideia, o Digital Jornal fez um comentário sobre a teoria da curva de duplicação/dobra de conhecimento, que acontece no decorrer do tempo. A teoria destaca que até o início do século XIX, o conhecimento humano se dobrou aproximadamente a cada 100 anos. Então do início da história da humanidade até 1.900 (período da segunda revolução industrial) o conhecimento se multiplicava. No entanto, partir dos anos de 1950, a teoria da história econômica de Londres diz que a cada 25 anos o conhecimento se duplicava. Nos anos 2000, essa mesma teoria, evidencia que a partir dos anos 2000 isso mudou, ou seja, a cada ano a humanidade duplica o conhecimento. Por isso, hoje mais do que nunca, antes do conhecimento, é preciso ter sabedoria para administra-lo.

Você se sente confuso, esquecido e sem foco? Assim como todo bom conteúdo deve ser organizado, antes de ser promovido, o consumo de
informações também deve ser organizado de maneira selecionada. Parece básico / dispensável, mas quais são os seus objetivos e metas profissionais? (isso é foco), O que você precisa aprender ou saber de verdade? (isso é seleção) E em quanto tempo? (isso também é organização). A obesidade mental tem se tornado uma realidade, pois muitas pessoas consomem conteúdo de forma demasiadamente abrangente, sem se preocuparem em praticar o que aprendem. Entretanto, quando você praticar o que aprender, o seu cérebro criará memórias de longa duração, possibilitando que você aplique e reaplique o conhecimento em variadas situações e reaja aos diferentes estímulos, com o mesmo conhecimento. E aí, já era! Você aprendeu.

Assim, como por falta de água a planta morre, o excesso de água também a elimina. A mente é um organismo vivo que gerencia todo o nosso corpo. Por isso, beba, beba até sem vontade, mas não se afogue, porque ademais, depois eu te conto!

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo Notícias do Jornal

Dois lados, uma pessoa (Parte 2)

Anteriormente, revelei previamente algumas das condições envolvidas, quando a questão é trabalhar fora e empreender ao mesmo tempo. Conduzi você a ponderar e encontrar suas próprias respostas; além
de tomar consciência de questões que quase ninguém considera, mas que acima de tudo fazem toda a diferença. Agora, continue lendo e descubra as táticas e estratégias cruciais, que irão lhe deixar mais preparado (a), para o próximo nível, ao ritmo dessa marcante transformação em sua vida.

Se organização é pré-requisito básico para os empreendedores,
imagina para aqueles que tentam equilibrar o trabalho convencional com o empreendimento? Por isso, use e abuse do modelo digital para arquivar as informações do seu negócio, pois ficará mais fácil para você checar os seus arquivos; sobretudo, aquele documento especifico. Nomeie pastas no computador para cada tipo de arquivo, escaneie, envie-os e receba-os por e-mail, salve em nuvem por segurança. Reduzir ao máximo a quantidade de papel em cima da mesa lhe trará também mais agilidade entre as etapas do seu trabalho e com isso mais tempo para você. Separe suas redes sociais pessoais das redes sociais de trabalho, estabeleça e cumpra prazos, tenha a sua conta bancaria pessoal, totalmente independente da conta do seu negócio.

A disciplina assim como a organização, lhe trará resultados incríveis! Por isso, simplesmente termine o que começou; pois deixando as suas tarefas no meio do caminho para dar início a outra atividade, você possivelmente comprometerá o seu fluxo de produção. Tenha uma agenda para o seu empreendimento, planeje a sua semana com antecedência, marcando as atividades mais importantes de cada dia da semana, crie e respeite os seus horários, a rotina é um trunfo e você é capaz; pois como cita Charles Duhigg, em seu livro o poder do hábito, “ “Transformar um hábito não é necessariamente fácil nem rápido. Nem sempre é simples. Mas é possível.”

Bem como os antes citados, as regras, farão toda diferença para o equilíbrio da sua dupla jornada. E para começar aqui; quem manda no seu negócio é você! Traga à luz ao seu cliente, limites como: Dias, horários de atendimentos presencial, online ou telefônico, formas de pagamento, incluindo as próprias regras necessárias que o seu tipo de negócio exigirá. Isso parece básico, mas tem muito empreendedor perdendo os freios do próprio negócio, por falta de essencialidades como essas. E finalmente, escolha um fornecedor em quem você possa confiar.

Como resultado, perceba que a organização, a disciplina e a regra,
andarão facilmente juntas, quando você se comprometer a fazer tudo o que deve ser feito, independente da sua motivação ou vontade própria, mas porque estará comprometido em fazer dar certo. E agora, que tal começar?

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo Notícias do Jornal

Dois lados, uma pessoa (Parte 1)

Abandonar o emprego sem dúvida é uma das maiores temeridades de quem almeja abrir o seu próprio negócio. Mas será possível haver um equilíbrio entre os dois polos? Empreender e trabalhar de carteira assinada ao mesmo tempo, com frequência é uma questão que pode permear a sua mente, seja porque não sabe como se organizar, ter disciplina, ou por não saber como valer-se das regras que devem fazer parte de todo empreendimento. Tenha certeza, assumi-los como “um norte” ajudarão na saúde do seu negócio, mas principalmente na sua. Continue lendo e vislumbre comigo a importância de lhe dá com os dois lados dessa pessoa importante, você.

Empreender nos soa muito mais contemporâneo do que trabalhar no prosaico regime CLT. Mas lhe sugiro, não pense em usar essa afirmativa como prerrogativa para decidir o seu futuro profissional, pois como você sabe, essa questão nem sempre irá versar sobre escolher entre um e o outro, mas sim pela harmonia entre ambos. Acredite, empreender e trabalhar ao mesmo tempo, deve ser algo equacionado mediante ao perfil de cada profissional, não havendo uma resposta exata. Por isso, inicialmente irei lhe responder essa questão lhe fazendo uma pergunta a qual você deverá responder a si mesmo. Você já se perguntou se terá o mesmo rendimento para desenvolver o negócio pretendido? Avaliar a própria capacidade de execução dos dois âmbitos em questão como: Horários disponíveis ao conjugar uma atividade com a outra, se existem demandas anteriormente assumidas no trabalho convencional, e se a sua nova área de atuação pretendida está 100% relacionada com a do trabalho em regime CLT.

Atenção! Caso as suas áreas de atuação não estejam correlacionadas, esse aspecto poderá representar uma possível dificuldade de crescimento, ao passo que se aprimorar em uma área completamente diferente, demandaria mais tempo e energia, ao mesmo passo que a outra ainda exigiria continuo aprimoramento; além disso, não seria honesto ou mesmo seguro subestima-la. No entanto, manter o equilíbrio entre as duas jornadas, é igualmente possível com o desenvolvimento dos aspectos: Espiritual, físico e mental; pelos quais todo ser humano é naturalmente composto. Por isso não desconsidere o fato de buscar ajuda em uma fonte espiritual, praticar exercício físico, passear, meditar e passar um tempo junto a família. Acima de tudo, essa dupla jornada dependerá muito da sua disposição para equilibrar os pontos que irão lhe ser cobrados, a partir dos limites que os seus próprios corpo, mente e intelecto irão lhe impor, caso você não os avalie a tempo. Por hora, lhe convido a ponderar, porque as próximas dicas, depois eu te conto!

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo

Atualizando – 4 cursos gratuitos por 0 desculpas, em 2022…

No Brasil do século XXI, dispor de dinheiro, é fator determinante para conseguir empreender? Se te sobra desculpas para não desenvolver os potenciais, que pode acreditar, já existem em você; conheça alguns dos antídotos que irão lhe mostrar o porquê empreender vai muito além do seu poder aquisitivo. Pode-se afirmar que vai além do que o senso comum conhece, a partir do uso de ferramentas que nem sempre se pode apalpar. Continue lendo e descubra junto comigo, quais são os 4 grandes cursos gratuitos de 2022 e onde encontra-los por 0 desculpas.

Empreender vai muito além, ao passo que o mesmo se conecta essencialmente com a sua postura, atitude, visão, estratégia, dedicação e
capacidade de projeção. Virtudes essas que todos nós podemos construir com a definição de propósitos e de uma jornada rumo onde se deseja chegar ao longo do tempo. Pensando nisso, selecionei para você alguns dos cursos da plataforma Rock Content, que atualmente se encontra engajada em um programa especial de capacitação on-line, o Rock ‘n’ Grow Program, que oferece bolsas de 100% em seus cursos. Os mesmos são voltados para o desenvolvimento de habilidades relevantes e atualmente valorizadas no mercado, com foco em áreas essenciais para se obter sucesso no mesmo. E pode se animar ainda mais, porque você não irá precisar de nenhum requerimento acadêmico ou profissional para cursa-los. Inclusive, o programa tem como compromisso o intuito de promover o aumento das oportunidades oferecidas, para todas as pessoas economicamente vulneráveis que tenham uma renda mensal de até R$ 4.000,00.

No entanto, quem realmente decidir ter a atitude necessária para promover a mudança que deseja ver em 2022, irá contar com os seguintes
cursos on-line:
– Marketing Digital;
– Mídias sociais;
– Vendas;
– Sucesso do cliente.

Com o programa você irá conseguir aprender importantes habilidades focadas no mercado, lograra os certificados que enriquecerão a sua jornada profissional e também terá meios para se conectar e formar a sua própria network com outros estudantes; além de claro, vislumbrar visões mais extensivas durante a jornada.

Contudo, é possível afirmar que empreender entrelaça-se entre os universos palpável e intocável. A mudança que se deseja ver por fora é
aquela que primeiramente precisa acontecer a partir de uma perspectiva e mentalidade dentro de nós, através das escolhas que fazemos. É um elo forte entre desejo e atitude, porque só querer não basta. Agora, decida o seu curso e cresça!

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo

Importantes – Inseparáveis

No cenário empresarial todos precisam escolher: Ou vende, ou se apaga, ou se abraça a batalha. Será não ser mesmo possível separar as vendas da tecnologia? Com a presença da internet no mundo a partir do século XX, a tecnologia afetou definitivamente a infraestrutura de
qualquer negócio. Pense: Você pode até negligenciar a tecnologia, caso queira perder mercado para quem prontamente já está se empenhando em sair na frente e agregar mais valor. Então, conheça a importância e seus meandros.

A bem da verdade, podemos esperar o dia em que não haverá mais se quer uma empresa no mundo que não esteja, de alguma forma atuante na esfera digital, pois nunca foi tão fácil e barato colocar em execução novos negócios. Existe um casamento perfeito entre tecnologia e vendas. E um exemplo mais tenro disso, diz respeito a estrutura de abordagem nesse setor, pois se antes as pessoas estavam acostumadas a serem abordadas pelo vendedor, afim de que ele mesmo falasse sobre o produto ou serviço (modelo off-line); atualmente as pessoas se sentem mais à vontade e tentadas a comprarem quando acreditam que elas mesmas tomaram a decisão de compra. É aí que a tecnologia entra, com suas propagandas online, edificando os atributos dos seus produtos, onde quer que a pessoa esteja, em um vasto universo chamado internet (modelo Online).

Em outro contexto, a tecnologia ampara com eficiência o controle dos processos, acompanha indicadores e detecta a demanda de ajustes para encontrar um resultado mais efetivo, diminuindo os riscos. Todavia, elimina as limitações geográficas e faz com que a sua empresa possa
atuar em um modelo 24/7. Confira agora algumas das principais inovações tecnológicas para elevar as vendas da sua empresa. O CRM que é um software de gestão de relacionamento com o cliente é implementado para oferecer uma visão ampla do consumidor e da relação que pode ser estabelecida com ele. Em suma trata-se de um banco de dados onde profissionais das áreas de vendas e marketing, utilizam para inserir dados relevantes sobre o consumidor ou potencial cliente. Ele gera: Redução de custos, visão mais ampla da experiência do cliente, diminuição dos processos manuais, evitando erros, e desperdício de tempo e dinheiro e gerenciamento das informações que passam a ser centralizadas e estruturadas.

Entretanto, O site de vendas também é indispensável para: Ser encontrado no Google, ganhar autoridade no mercado, expandir os seus negócios, se relacionar com sua audiência, aumentar as vendas, restringir o limite geográfico e deixar a sua loja aberta no ritmo 24/7. Em síntese, você conheceu a importância que a temática teve ao longo dos anos. Visto que há maiores possiblidades no modelo de comunicação online. A tecnologia aproxima, acompanha as dinamicidades, simplifica os processos, otimiza tempo e faturamento e possibilita estar um passo à frente. Você ainda pretende ficar de fora?

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Economia Luciana Marques | Empreendedorismo

5 negócios infalíveis para você

Anteriormente conhecemos alguns negócios infalíveis que, além de possuírem uma característica muito importante chamada recorrência;  podem ser aderidos em quaisquer regiões do país com enormes chances de sucesso.

No 3º negócio, é importante destacar que 98% dos brasileiros consomem todos os dias. Se você pensou em pão, acertou! As padarias são excelentes negócios, pois não há nada mais recorrente que esse negócio, onde as pessoas chegam a comprar pão pelo menos, duas vezes por dia. No entanto, se você ainda tiver planos de crescer ainda mais; esse negócio com facilidade lhe permite aumentar o seu ticket médio, ao montar uma delicatessen, se abrir para o café da manhã, se vender outros tipos de salgados ou gerenciar deliverys para a comodidade da clientela. Uma outra vantagem é que as concorrentes
das padarias geralmente não são de altíssimo nível, como no caso
de um supermercado em comparação a um minimercado. Por isso, qualquer tipo de inovação e diferencial que você criar, estará se posicionando dentro desse mercado, com um diferencial competitivo enorme. Outro aspecto positivo, é que esse negócio tem baixa barreira
de entrada e um potencial de diferenciação significativo.

O nosso 4º negócio, são as barbearias. Com elas, além do quesito: Voltar por necessidade, existe fato de que o mundo está cada vez mais vaidoso, quando o capital visual e a imagem nunca foram tão valorizados. Então, para um homem que antes precisava dividir o espaço com mulheres fazendo maquiagem e outras feminilidades;
ter um ambiente personalizado, é muito mais atrativo para ele. E
por último, vem os produtos em nível essencial, como as farmácias, que inclusive, durante a pandemia não parou de crescer. Como todos já sabem, as farmácias hoje em dia não comercializam apenas remédios,
mas sim conveniências como: Sabonetes, cremes dentais, fraldas e
até mesmo refrigerantes e sorvetes. É um negócio que agrega muito à sociedade, que se encontra em qualquer esquina e ainda assim continua crescendo. As grandes redes enxergam tanto potencial que atualmente estão apostando fortunas para que elas estejam em cada esquina. Trabalhando a conveniência e a comodidade; esse setor tem a convicção de que irão conseguir reter, atrair e fidelizar a clientela; mas vale ressaltar que a cortesia e a seriedade no atendimento muitas vezes trarão todo o diferencial.

Em suma, se atente aos cálculos e faça uma simulação (Payback) do quanto retornaria para suas mãos com cada negócio. Isso irá te ajudar a reduzir os riscos na hora do investimento. E sobre todos os negócios, tenha um marketing bem feito para que você atraia clientes, retenha-os e construa um negócio solido, que eventualmente possa vir a crescer com outras unidades, gerando assim uma rede de franquias.