Categorias
Cinema Cultura Séries TV & Famosos

‘Viúva Negra’: Críticos elogiam filme tendo potencial de ser o melhor da Marvel Studios

*Por Fabiana Santoro

Foram divulgadas as primeiras reações dos críticos para ‘Viúva Negra‘ e os elogios não foram poucos.

A produção foi extremamente elogiada pelo roteiro, cenas de ação, clima de filme de espionagem, cenas tensas e humor refinado.  A atriz Florence Pugh conhecida por seu papel em ‘Midsommar’, foi um dos grandes destaques da produção de acordo com os críticos. Com uma atuação impecável, ela recebeu diversos elogios sendo chamada de “um ícone MCU instantâneo”.

Confira os reações dos críticos:

“Sequências de luta e perseguição bastante convincentes, uma performance de Florence Pugh arriscada e uma primeira metade que é íntima e cheia de diálogos, meio engraçada de uma nova maneira para o MCU; sim, eu gostei muito.”

“Viúva Negra parece um filme de Fase 1 da Marvel, pois é a história mais independente em algum tempo. Sem aquela baboseira de um filme da Marvel como você nunca viu. Florence Pugh ARRASA!”

“Misture os filmes de Jason Bourne, a série The Americans e o estilo da Marvel e você terá Viúva Negra (ou o que eu chamarei agora, “O momento que Florence Pugh dominou o mundo”) … Definitivamente, fique para a cena pós-créditos”

“É um dos melhores filmes solo da Marvel. Do começo ao fim, o filme é ótimo. Excelentes surpresas, momentos emocionais da personagem, ação violenta e Scarlett Johansson finalmente consegue colocar tudo no papel.”

Viúva Negra‘ estreia em 08 de julho nos cinemas simultaneamente com o lançamento na Disney+ por meio do Premier Access, custando R$69,60.

Categorias
Cinema Cultura Séries TV & Famosos

‘Modern Love’: 2ª temporada ganha sinopse e imagens oficiais

*Por Fabiana Santoro

A série antológica da Amazon Prime Video, ‘Modern Love‘ retorna em 13 de agosto na plataforma com sua 2ª temporada.

Em um material compartilhado exclusivamente pela revista EW, a próxima temporada da produção ganhou as primeiras imagens e sinopses oficiais. Confira:

Episódio 1

Episódio 1:

Atores: Zoë Chao & Gbenga Akinnagbe

Sinopse: Uma mulher com síndrome do sono atrasado conhece o amor da sua vida. O problema é que ele está acordado quando o dia está raiando e ela não.

Episódio 2

Episódio 2

Atores: Marquis Rodriguez & Zane Pais

Sinopse: Para dois jovens homens, se reencontrar na rua traz de volta a memória do seu primeiro e único encontro juntos. Mas será que suas lembranças dessa fatídica noite são as mesmas?

Episódio 3

Episódio 3

Atores: Grace Edwards & Lulu Wilson

Sinopse: Uma jovem estudante do Ensino Fundamental questiona sua sexualidade, quando ela descobre que possui sentimentos por outra garota. Ela decide fazer alguns quizzes nas redes sociais para obter sua resposta.

Episódio 4

Episódio 4

Atores: Dominique Fishback & Isaac Powell

Sinopse: A nova garota da escola se apaixonada por seu melhor e está convencida de que eles foram feitos um para o outro…Ainda que ela não consiga sair da famosa “friend zone”.

Episódio 5

Episódio 5

Atores: Anna Paquin & Garrett Hedlund

Sinopse: Após um encontro pelo acaso na sala de espera do consultório de um terapeuta, um ex militar do exército americano e uma dona de casa formam uma inesperada conexão, ao descobrirem que ambos os seus conjugues estão tendo um caso entre si.

Episódio 6

Episódio 6

Atores: Lucy Boynton & Kit Harington

Sinopse: Dois estranhos se conhecem em um trem de Galway para Dublin, em março de 2020, e decidem agir à moda antiga: Sem troca de celulares, apenas com a promessa de que eles se reencontrarão no trem, duas semana depois. No entanto, uma pandemia global acaba fechando as fronteiras da Irlanda.

Episódio 7

Episódio 7

Atores: Minnie Driver & Tom Burke

Sinopse: A única conexão existente de uma mulher com o seu falecido esposo é o seu carro vintage. Mas agora, 30 anos depois, ela será confrontada pela difícil decisão de ter que vendê-lo e dizer adeus ao seu antigo amor para sempre.

Episódio 8

Episódio 8

Atores: Sophie Okonedo & Tobias Menzies

Sinopse: Após anos divorciados criando seus filhos em parceria, um homem e uma mulher reascendem a sua antiga chama do amor. O reencontro do casal será marcado por um inesperado e transformador diagnóstico médico, que pode custar a vida de um deles.

Baseada em uma coluna do NyTimes, a série acompanha um compilado de histórias reais que exploram não só o amor em suas múltiplas formas – romântica, sexual, familiar, platônica -, mas também outros sentimentos comuns à experiência humana, como perda e redenção.

Categorias
Cultura Mundo Notícias

Mundo Diferente: carioca Fernando Pennafort fala de música escrita antes da pandemia que retrata atualidade

Uma música que começou a ser escrita há alguns anos e finalizada uma semana antes da Pandemia Mundial do Coronavírus, tem muito a ver com o momento atual. Escrita por Fernando Pennafort, “Mundo Diferente” retrata bem o momento difícil que todos estamos passando, mas se engana quem pensa que a letra foi escrita durante a quarentena.

“Já estava com a letra toda pronta quando vi que era uma mensagem positiva e perfeita para o momento”, explica o artista.

A música está disponível nas principais plataformas de streaming e tem videoclipe lançado no Youtube.

Nascido no Rio de Janeiro e com voz marcante, o carioca carrega em sua essência o rock dos anos 60 e 70.

Inclusive, como bom amante do gênero musical, considera a banda Beatles uma verdadeira inspiração. Mesmo nascido na cidade maravilhosa, foi em Brasília que desenvolveu sua carreira artística como músico e compositor.

“Compor é meu forte”, relata o artista que também toca guitarra e violão e já conta com 7 lançamentos em sua carreira, que variam entre álbuns e um EP lançado em 2016.

“São projetos que me fortalecem como pessoa e artista, cada um com um significado e importância diferente na minha trajetória. Começamos em 2001 e não paramos mais”, finaliza Fernando.

Categorias
Cultura Destaque Notícias Rio

Concertos na Sala Cecília Meireles passam a ser exibidos na TV Alerj

Os concertos musicais realizados na Sala Cecília Meireles, espaço da Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro (Funarj), passarão a ser exibidos na grade de programação da TV Alerj. As transmissões começaram com a série de concertos do Festival da Música Brasileira na Belle Époque Carioca, além de apresentações do compositor e ensaísta José Miguel Wisnik.

Alguns concertos são transmitidos ao vivo, enquanto outros serão gravados, para exibição posterior. O canal da Sala Cecília Meireles pode ser acessado pelo link youtube.com/c/SalaCec%C3%ADliaMeireles, a TV Alerj está no canal 12 da Net e no 10.2 do UHF.

A Sala Cecília Meireles fica na Lapa, bairro da região central da capital fluminense.

O presidente da Funarj, José Roberto Gifford, elogiou a iniciativa da TV Alerj de levar ao público a produção artística em cartaz no espaço cultural fluminense. Será a primeira emissora do estado do Rio de Janeiro a transmitir ao vivo as apresentações na Sala Cecília Meireles, que podem ser acessadas também por seu canal próprio do YouTube. A expectativa é de que mais pessoas assistam aos concertos, especialmente durante a pandemia.

“É muito importante saber o que está acontecendo no estado, não somente na agenda política. A Cultura é um espelho da realidade. No ano passado, as apresentações ao vivo pelo YouTube alcançaram 40 mil pessoas. Ou seja, existe uma grande demanda para essas apresentações. Em um canal aberto, certamente, esse número será muito maior”, complementou José Roberto.

Para o subdiretor de Cultura da Alerj, Nelson Freitas, as transmissões ao vivo de concertos fortalecem a posição da emissora como instrumento de valorização da rica produção cultural no estado, especialmente, em se tratando de um espaço nobre como a Sala Cecília Meireles.

“O papel da Cultura, sobretudo apoiado pela gestão pública, é de chegar a todos e todas por meio da democratização do acesso às produções. Concertos eruditos e teatro não são acessíveis a uma grande parte da população. A parceria da TV Alerj com a Funarj amplia essa possibilidade”, afirma Freitas.

Categorias
Brasil Cultura Música

DJ Lud Prado é uma das sensações do mercado de música eletrônica

Uma das DJs femininas mais solicitadas do Brasil, Lud Prado domina as pistas de música eletrônica desde 2016. Amante do gênero, desde os 16 anos, quando ainda curtia as baladas teens, começou a se interessar por trocar a pista pelo palco. “Nessa época, tomei coragem de fazer o curso de DJ, vi que não era um bicho de sete cabeças como eu pensava, e me encontrei”, diz ela, que nasceu na cidade paulista de São José dos Campos, sempre trabalhou com moda, teve confecção de roupas, mas foi na música que resolveu trilhar o seu caminho.

Tocando do deep ao house, Lud foi considerada a revelação de 2019, pela revista Djane Mag Brasil. Em sua carreira, tocou nos principais clubes da elite paulista e em festas de famosos, como nos aniversários do apresentador Rodrigo Faro e do sertanejo Fernando Zor, parceiro de Sorocaba. Além disso, foi um dos destaques do camarote King, na Avenida Marquês de Sapucaí, no Rio, no desfile das campeãs, em 2019 e 2020.

A DJ produziu músicas que estouraram nas pistas, entre elas ´Giving up on love´, lançada com Blackout, ´Just like that´, em parceria com Mary Mesk, ´Alla Turca´, além da autoral ´Tô Solteira´, que lançou ao lado de Lu Archilla e Cris Proença. “Nesse período, decidi produzir com um vocal mais funkzinho no eletrônico que estava em alta e deu super certo”, relembra Lud Prado, que promete mais um lançamento até o final de julho.

Categorias
Cultura Fica a Dica Música

Dupla Fabricio & Henrique lança música com Japinha Conde

 

 

A dupla sertaneja Fabricio & Henrique acaba de lançar o seu mais novo trabalho. Estourado em todas as plataformas digitais, o clipe de “Adeus mundo cruel”, conta com a participação da cantora Japinha Conde, vocalista da banda Conde do Forró, e tem cerca de 700 mil visualizações no YouTube e o mesmo número de streams no Spotify.

Foto: Reprodução

“Amor Volta, Amor Volta! Se não eu vou beber leite com manga, eu vou chupar Mentos com Coca-Cola, cometo uma loucura se você não volta!” é daqueles refrões impossíveis de tirar da cabeça. “A música está dando o que falar e já é a mais baixada da nossa playlist”, diz Fabrício.

“Japinha é uma grande artista e amamos nossa parceria. Estamos com uma grande expectativa para esse trabalho”, afirma Henrique.

Os cantores Fabricio & Henrique já se conhecem há muito tempo, mas nunca tinham pensado em formar uma dupla, até que em 2019, por ideia de um amigo em comum, decidiram se juntar e iniciaram a carreira em alto estilo, apadrinhados pelo sertanejo Marrone, parceiro de Bruno. A estreia foi com a gravação do DVD ´Relógio de Saudade´, em janeiro de 2020, em Goiânia, berço do sertanejo, onde ambos nasceram.

Antes de brilhar no mundo da música, Fabrício trabalhou em várias áreas. Começou cedo, aos nove anos, como engraxate, não desistiu e virou um conceituado empresário do ramo da moda e da construção civil, em Goiás. Já Henrique sempre trilhou o caminho musical. Conhecido no meio como Ronny, ele foi a primeira voz da extinta dupla Ronny e Max, que durou por 14 anos e teve destaque no cenário sertanejo.

Além de Marrone e Japinha, a dupla também fez parceria com as irmãs Maiara e Maraísa, na canção “Pra Quê Namorar?”. O clipe foi visto por quase um milhão e trezentas mil pessoas.

Categorias
Brasil Cultura Destaque Notícias Política

Brasil adere a acordo dos EUA para exploração pacífica do espaço

Da Agência Brasil

O Brasil assinou nesta terça-feira (15), em uma cerimônia no Palácio do Planalto, o acordo de adesão ao programa Artemis, liderado pelos Estados Unidos (EUA) e que planeja enviar a primeira mulher e a primeira pessoa negra à Lua em 2024.

Além da cooperação técnico-científica, o acordo traz um conjunto de princípios, diretrizes e boas práticas para a cooperação internacional na exploração do espaço, incluindo do território lunar.

Até o momento, o Brasil é o único país da América Latina a assinar o documento e o 12º do mundo. São signatários: Austrália, Canadá, Coreia do Sul, EUA, Itália, Japão, Luxemburgo, Emirados Árabes Unidos, Nova Zelândia, Reino Unido e Ucrânia.

Na cerimônia, o presidente Jair Bolsonaro disse que, além do objetivo de levar a primeira mulher à Lua, o acordo servirá para impulsionar o desenvolvimento tecnológico. Bolsonaro acrescentou que o acordo é mais um feito da diplomacia brasileira. Outro feito foi a eleição do Brasil, na última sexta-feira (11), para um dos assentos não permanentes no Conselho de Segurança da ONU, afirmou o presidente. “Isso é uma prova irrefutável do bom relacionamento que o Brasil tem com o mundo todo”, disse.

Em sua fala, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes, destacou ações recentes na área espacial, entre as quais o acordo firmado em 2019 entre Brasil e EUA para o uso militar e comercial da base de lançamentos de Alcântara, no Maranhão.

Pontes disse que, com isso, o programa espacial brasileiro deve se fortalecer e formar uma nova geração de especialistas. “Temos caminhos abertos para futuros cientistas, futuros engenheiros, futuros técnicos e futuros astronautas, por que não?”, disse o ministro.

Aviação

Ao discursar na cerimônia, o embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, reconheceu o pioneirismo de Santos Dumont no desenvolvimento da aviação mundial. O diplomata lembrou que o inventor, no início do século XX, deu à norte-americana Aída de Acosta a oportunidade de pilotar um de seus dirigíveis, o que garantiu a ela o título de primeira mulher a comandar uma aeronave motorizada.

O ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto França, agradeceu o embaixador por “evocar a memória de Santos Dumont”, fazendo alusão à controvérsia entre os dois países em torno da invenção do avião. Até hoje, enquanto a maior parte dos brasileiros considera Dumont o inventor do primeiro avião, os norte-americanos afirmam que o título cabe aos irmãos Wright.

Categorias
Cultura Destaque Notícias Política Rio

Governo do RJ divulga resultado preliminar da classificação nos editais de Carnaval; confira

A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa divulgou nesta quarta-feira (9) a lista das entidades habilitadas e inabilitadas que se inscreveram no edital #CarnavalNasRedesRJ, criado pelo Governo do Estado para auxiliar ligas, escolas de samba e profissionais do setor durante a pandemia.

O resultado preliminar dos 120 projetos inscritos foi divulgado no Diário Oficial, no site da Secretaria e no sistema Desenvolve Cultura.

Confira a lista aqui

“O cancelamento dos desfiles foi uma lástima, mas algo necessário para evitarmos um agravamento da pandemia. Blocos e escolas de samba fizeram sua parte. Agora, temos a responsabilidade de ajudá-los a manterem atividades virtuais, que os foliões vão amar, e assim já contribuir com os preparativos do Carnaval do ano que vem. Estamos realizando o processo com total transparência e participação democrática dos grupos envolvidos na atividade carnavalesca, tão vital para a cultura e a economia do estado”, afirma a secretária Danielle Barros.

O Sistema Desenvolve Cultura recebeu 120 inscrições, que foram avaliadas pela Comissão Técnica Permanente de Elaboração de Editais e Análise de Projetos Culturais do Fundo Estadual de Cultura. Os proponentes que não tiveram seus projetos aprovados têm prazo até a próxima segunda-feira, dia 14, às 18h, para recorrer.

O detalhamento das razões de inabilitação das escolas de samba e entidades representativas de blocos pode ser acessado através do sistema, na página Proposta. O proponente que fizer a contestação precisa utilizar o mesmo endereço apresentado na inscrição da proposta, com login e senha já cadastrados no sistema. A Secretaria esclarece que não serão aceitos documentos encaminhados por e-mail e/ou protocolados na sede do órgão.

Socorro ao Carnaval do Estado

A chamada pública #CanarnalNasRedesRJ destinou R$ 4,3 milhões para financiar apresentações com transmissão pela internet, com o objetivo de fomentar essa atividade cultural, estimular a cadeia produtiva do setor e gerar renda para profissionais da área. Como forma de gerar renda, é necessário que os projetos beneficiados destinem pelo menos 25% da verba para o pagamento dos profissionais do setor.

Na chamada #NãoDeixaOSambaMorrer, as escolas de samba do Grupo Especial, vinculadas à Liesa, terão direito a R$ 150 mil cada uma e podem, a partir do pagamento, realizar a escolha dos sambas-enredo e outros eventos virtuais. As agremiações filiadas à Lierj podem ser premiadas com R$ 40 mil, enquanto a verba para as escolas filiadas a outras ligas, incluindo escolas mirins, é de R$ 20 mil para cada uma.

No edital #BlocoNasRedesRJ, a chamada pública atende a entidades que representem agremiações. No caso de dez ou mais agremiações a premiação é de R$ 100 mil. O valor para quem reúne entre cinco e nove blocos é de R$ 50 mil. Já as entidades com até quatro blocos têm direito a R$ 25 mil pelo edital. Pelas regras de distribuição das vagas do edital, 60% dos prêmios vão para organizações do Interior e 40% para a capital.

Categorias
Cultura Destaque Diário do Rio Notícias Rio

Cidade das Artes apresenta série de espetáculos em seu Teatro de Câmara

Com curadoria de Sofia Ceccato, flautista, solista de Teatro Municipal do Rio de Janeiro e da Orquestra Sinfônica de Mulheres, a Série de Câmara Cidade das Artes apresenta trabalhos de destaque nos dias 12, 13, 19, 20, 26 e 27 deste mês, sempre sábados (18h) e domingos (11h), no Teatro de Câmara.

Montados aos poucos, com artistas de uma mesma família, casais e amigos em atividade constante, os shows tiveram essa preocupação por causa da pandemia.

“Era necessário ter pessoas morando sob o mesmo teto ou trabalhando diariamente, sempre sendo testadas contra a Covid, para que não houvesse proliferação do vírus”, comenta Sofia.

Talento, acesso, diversidade e pluralidade foram os requisitos para a escolha do repertório. E, para quem não conhece bem as séries de câmara, elas são feitas para apresentação em espaços pequenos como salas, pequenos salões ou em recepções íntimas.

Confira a programação

JUNHO

  • Dias 12 e 13 – Fernando Portari e Carla Rizzi

Fernando Portari e Carla Rizzi são um casal pop lírico e vão apresentar o show ENDLESS LOVE no fim de semana do Dia dos Namorados. Da canção americana à música latina, passando também pela música brasileira o casal mostra toda a sua versatilidade sobre o tema do romance. O show é bastante eclético. Standarts americanos: When I Fall in love, Moolinght Serenate, Night and Day, duetos famosos de musicais como Fantasma da Opera e músicas brasileiras, citando: Como é Grande o Meu Amor por você, Bem que se quis, Linda Demais, e árias da ópera, Nessun Dorma de Giacomo Puccini e Habanera da Opera Carmem de Bizet, a cigana mais conhecida do mundo clássico. No piano, acompanhando tudo, estará Eduardo Henrique Santos e uma participação especial do violinista Wiliam Isaac

  • Dias 19 e 20 – Camerata da Esquina

Camerata de Esquina é um grupo de cordas da UFRJ e UNIRIO. É como uma conversa entre amigos numa mesa de bar através de jovens músicos que buscam elaborar um programa que abrange diversos tipos e dialetos da música brasileira

O programa terá Tico Tico no Fubá de Zequinha de Abreu ( imortalizado na voz de Carmem Miranda), Sonata para Cordas de Carlos Gomes, Corta-Jaca da Chiquinha Gonzaga, Brava Candura em homenagem a Radamés Gnatalli além de um arranjo original de Jura, samba cantado por Zeca Pagodinho

  • Dia 26 – Duo Querubim

Duo Querubim é composta por Camila Marliere e Tibor Fittel, casal multi-instrumentista e traz o repertório de música de concerto com transcrições e arranjos de árias e canções de câmara para acordeon.

Mozart, Handel, Kurt Weill, Lorenzo Fernández serão apresentados num mix de óperas e outras peças clássicas em uma conversa com a presença forte da sanfona

  • Dia 27 – Quinteto Rio

Quinteto Rio é formado por instrumentistas renomados do cenário musical carioca, o grupo traz os instrumentos de metal não somente pelos teatros e salas de câmaras, mas também pelas plataformas digitais.

Programa leve com Bach, Ernesto Nazaré, Puccini valorizando o melhor da música renascentista e barroca – ambas românticas – sempre em interpretações inovadoras, ousadas e cativantes.

SERVIÇO

CIDADE DAS ARTES – Avenida das Américas 5.300, Barra da Tijuca

Tel: 21 3328-5300

SITE: www.cidadedasartes.rio

INSTAGRAM: @cidadedasartes_

FACEBOOK @cidadedasartes

DATAS

Dias 12, 13, 19 e 20 e 26 e 27 de junho – sempre sábados (18 horas) e domingos (11 horas) no Teatro de Câmara da fundação.

PREÇOS

INGRESSOS – MEIA: R$30,00 E INTEIRA R$60,00

VENDAS PELO SYMPLA

ESTACIONAMENTO GRÁTIS ou ACESSO VIA BRT ESTAÇÃO ALVORADA

REGRAS ANTI-COVID – Uso obrigatório de máscaras em todos os espaços do teatro; aferição de temperatura na entrada; capacidade reduzida de publico à 40% , distanciamento necessário, desinfecção e limpeza de todas as áreas

Categorias
Brasil Cultura Destaque Música Notícias do Jornal TV & Famosos

Marcus Menna retoma carreira, lança singles com grandes nomes e conta: “Aprendi a encurtar caminhos e a tomar boas decisões na minha carreira”

Por Guilherme Abrahão

Um dos maiores sucessos dos anos 2000, o cantor Marcus Menna, de 44 anos, ex-vocalista da banda LS Jack, está retomando sua carreira e espera que muito sucesso venha nessa nova caminhada. Mesmo na pandemia, o artista aproveitou para desenvolver e lançar músicas com grandes nomes do cenário nacional. Entre eles, o sucesso ao lado de Marcos & Belutti, chamado “Quem Você é” – que foi ao ar no dia 5 de março –  e agora um novo trabalho com uma das grandes vozes do Brasil: Paula Fernandes. O novo single chama-se “Amor em Excesso”, e será lançado pelo selo Bazuca, o mesmo do primeiro com a dupla sertaneja. O novo sucesso já pode ser acompanhado desde o último dia 28.

Após se recuperar de um acidente, Marcus está preparado para essa nova caminhada e contou ao Jornal DR1 alguns de seus planos e seus aprendizados que se seguiram durante todo o sucesso que fez na música. 

Nunca pensei em parar. A música é o sentido da minha vida. A música me deu tudo e eu ainda tenho muito para dar à ela”, comentou o cantor.

O novo single, segundo ele, presenteia a todos com aquilo que ele sabe fazer de melhor: música de qualidade. Além disso, a voz impactante de Paula Fernandes é um diferencial para o novo sucesso. O clipe foi gravado em Angra dos Reis.

Marcus é formado em música pelo Conservatório Brasileiro de Música, o cantor foi líder e fundador da banda LS Jack nos anos 2000, onde emplacou inúmeros hits nacionais como “Carla” e “Sem radar”, vendendo milhões de CDs. Sua carreira teve uma breve pausa após passar por uma interferência cirúrgica, que acabou o deixando dois meses em coma, devido a gravidade da situação. Assunto já superado pelo cantor e por sua família, assim como o fim da banda. 

Ao todo, já são 30 anos de carreira e mais de cem canções gravadas. Menna garante que “sua pegada” ainda é o rock, mesmo tendo gravado com nomes conhecidos no cenário nacional pela música sertaneja.  E ele garante que essa parceria ficou mais próxima do seu estilo do que de qualquer outro.

Para os novos trabalhos, Menna se mostra totalmente pronto e preparado para os desafios que vão vir pela frente no meio musical. Mas sem esquecer das coisas boas que lhe fazem sorrir todos os dias.

Meu grande projeto pessoal hoje é viver meu casamento, seguir na criação das minhas filhas e, sobretudo, viver a vida e ser feliz”, afirmou o cantor casado com Renata Menna, que hoje assessora a carreira do artista.

Confira o bate-papo de Marcus Menna, e seus planos na grande retomada de carreira, abaixo.

Marcus Menna lançou single também com Marcos e Bellutti (Foto: Divulgação)

Jornal DR1: Após um período longe dos palcos, como está encarando esse retorno?

Marcus Menna: Estou muito empolgado. Trabalho com o que mais amo e isso me enche de energia.

Jornal DR1: Como está se virando nessa pandemia? 

MM: Tenho procurado trabalhar no meu projeto e isso já toma a maior parte do tempo. Tenho me cuidado bastante e lamento muito pelas vidas perdidas.

Jornal DR1: O que pode falar do novo projeto musical?

MM: Lançamos um dueto com Marcos & Belutti e agora vamos lançar essa canção com a Paula Fernandes. Posso adiantar que até o final do ano vamos lançar mais 2 feats com  artistas gigantes. Aguardem que vem coisa boa por aí.

Jornal DR1:  Qual a diferença do Marcos que estourou no Brasil para o de hoje?

MM: A experiência com certeza é o que mais acrescentou na minha vida nesse período todo. É sempre bom se desenvolver dessa maneira, através do que a experiência te oferece.

Jornal DR1: Qual foram os grandes aprendizados na carreira?

MM: A sequência de shows, gravações e eventos nos permite aprender muitas coisas sobre a profissão. Foram muitas “ horas de voo” … Aprendemos a encurtar caminhos e a tomar boas decisões.

Jornal DR1: Como foi essa escolha em fazer música com pessoas de todos os gêneros?
MM: Pensamos em grandes artistas, sem classificá-los por gêneros. Tanto Marcos & Belutti como Paula Fernandes são artistas com pegada muito pop… encaixaram perfeitamente comigo. Prefiro sempre inovar, tentar algo inusitado . 

Jornal DR1:  Nesse ponto, como é a escolha das pessoas que vão fazer música com você?

MM: Como disse, procuro olhar a qualidade artística e a possibilidade de podermos surpreender. 

Jornal DR1: Além dos projetos profissionais, quais são os projetos pessoais?

MM: Meu grande projeto pessoal hoje é viver meu casamento, seguir na criação das minhas filhas e , sobretudo, viver a vida e ser feliz

Jornal DR1:  Qual conselho daria para quem quer começar na música?

MM: Invista na sua verdade, acredite sempre, tenha foco e trabalhe para que as coisas aconteçam. No mais, nunca deixe de sonhar.