Categorias
Destaque Esportes Notícias Rio

Cariocas vencem apenas uma partida no fim de semana

Vasco foi o único carioca a vencer no final de semana (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

O último fim de semana para o futebol carioca não foi bom. Apenas o Vasco, jogando pela Série B, deixou o campo com vitória. O Fluminense empatou, enquanto Flamengo e Botafogo foram derrotados.

Jogando em São Januário, no sábado, o Vasco não deu brecha para a zebra e finalmente venceu em casa na Série B do Brasileiro. Depois de perder paga Operário e Avaí, o Cruz-maltino bateu o CRB por 3 a 0 e chegou aos sete pontos em cinco jogos na competição.

Já o Botafogo, no domingo, encarou o Náutico valendo a liderança e foi derrotado por 3 a 1, ficando com oito pontos em cinco jogos. Essa foi a primeira derrota do Glorioso na Segundona.

No sábado, agora pela Série A, o Flamengo entrou em campo e foi surpreendido pelo Red Bull Bragantino. O Rubro-Negro saiu atrás do marcador, conseguiu a virada com dois gols do jovem Rodrigo Muniz, mas levou outra virada com direito a um gol as 52 do segundo tempo e perdeu por 3 a 2. O Fla soma seis pontos em três jogos.

No domingo, o Fluminense foi ate o Ceará e arrancou o empate contra o Fortaleza por 1 a 1. Caio Paulista foi o autor do gol. O Tricolor segue invicto na Série A com nove pontos em cinco jogos: são duas vitórias e três empates.

Categorias
Brasil Destaque Esportes Notícias Rio

Flamengo vence Coritiba e está nas oitavas da Copa do Brasil

Com gols de Vitinho e Bruno Henrique, o Flamengo garantiu a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil após derrotar o Coritiba por 2 a 0 na noite de quarta-feira (16) no estádio do Maracanã.

Mesmo com a vantagem alcançada na partida de ida (que venceu por 1 a 0), disputada na última quinta-feira (10) no Couto Pereira, o Rubro-Negro buscou a todo tempo a vitória, alcançando, na etapa inicial, 77% de posse de bola e 11 chutes a gol.

Diante de tamanha superioridade, o Flamengo conseguiu transformar seu domínio em gol aos 26 minutos do primeiro tempo, quando, após grande jogada individual na esquerda, Gerson levantou a bola na área para Vitinho marcar.

O 2 a 0 veio apenas aos 20 minutos da etapa final, quando, após troca de passes coletiva, Matheuzinho cruzou rasteira para dentro da área, onde Bruno Henrique apenas escorou para o fundo do gol defendido por Wilson.

Assim, o Flamengo se junta a ABC, Athletico-PR, Atlético-GO, Atlético-MG, Bahia, CRB, Criciúma, Fluminense, Fortaleza, Grêmio, Juazeirense, Santos, São Paulo, Vasco e Vitória nas oitavas de final da Copa do Brasil. O sorteio dos confrontos da próxima fase será na terça-feira (22).

Categorias
Brasil Destaque Esportes Giro Esportivo Notícias Notícias do Jornal

Opinião: Copa América sem audiência e que só atrapalha o bagunçado calendário do Brasil

Por Guilherme Abrahão

Acho que a ideia não é nem discutir se o momento era ideal ou não para a realização de uma Copa América, devido a quantidade de mortos pela Covid-19. Mas o debate que também deve ser feito é no âmbito esportivo. Em um calendário já apertado demais no país, ocorrer a competição – com jogos no Maracanã, inclusive a final – é o maior tiro que a CBF poderia dar em seus afiliados. Como fazer para continuar o Campeonato Brasileiro em meio a disputa da competição continental? E não só isso, nesse mesmo período correm mata-matas decisivos da Copa do Brasil e o retorno da Libertadores acontece logo após o fim da Copa América. Sendo assim, muitos clubes sofrerão um enorme prejuízo com esse torneio.16

O Flamengo é o principal alvo. Possui atletas na seleção principal e na olímpica – vale lembrar que estão tendo amistoso visando as Olimpíadas de Tóquio, em julho. Por ora, conseguiu adiar alguns confrontos, que gerou reclamação de alguns outros clubes, mas não vai poder fazer isso durante todo o mês de junho. Além da Seleção Brasileira, o Fla cede jogadores para o Uruguai e Chile. O Fluminense possui atletas na seleção do Equador, e Nino na sub-24 nacional. Serão desfalques importantes para os próximos jogos dessas equipes

Fora do Rio possui mais clubes que serão prejudicados por essa Copa América absurda e pela negligência da CBF em não parar o Brasileiro. São Paulo, Palmeiras, Internacional, Grêmio, Atlético-MG, todos postulantes ao título, também não terá alguns de seus principais jogadores para os jogos seguintes. O clube mineiro, como efeito de comparação, tem os seus dois laterais titulares – Guga e Guilherme Arana – servindo a seleção olímpica. O São Paulo teria Daniel Alves na principal, mas acabou se lesionando, porém possui atletas no Equador e na seleção olímpica. O Palmeiras também vê os principais jogadores em todas as frentes, incluindo Paraguai e Uruguai.

Ou seja, em qualquer lugar do planeta, quando acontecem competições de seleções, o calendário está parado. Estamos em ano de Eurocopa e nenhum campeonato nacional está ocorrendo pela Europa. Aqui na América do Sul mesmo os campeonatos estarão de recesso durante a disputa. Mas para a CBF não precisa. Os clubes se tornam reféns de seleções. Não há problema em defender suas seleções, o problema é quem manda no futebol brasileiro não se importar nem um pouco com os clubes que lhe dão dinheiro ano após ano. Não é a primeira vez e, ao que tudo indica, não será a última. Quem perde é o torcedor!

importar nem um pouco com os clubes que lhe dão dinheiro ano após ano. Não é a primeira vez e, ao que tudo indica, não será a última. Quem perde é o torcedor!

Categorias
Brasil Destaque Esportes Notícias Política

Clubes anunciam a intenção de criar liga de futebol independente

Da Agência Brasil

Os principais clubes brasileiros de futebol anunciaram nesta terça-feira (15) que têm a intenção de criar uma liga independente para comandar o campeonato nacional do país, com 19 dos 20 clubes da Série A apoiando a decisão de formar uma liga que possa lhes garantir mais controle do esporte.

Diferentemente de países como Inglaterra, Espanha e Alemanha, onde a liga é comandada por um órgão separado da associação nacional de futebol, as ligas profissionais no Brasil são controladas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

“Há muito o que fazer, e isso começa já”, disse o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, no Twitter. “Por novo calendário, mais planejamento, investimentos e receitas. Por democracia, com equilíbrio, união e trabalho. Sem conflitos, sem ressentimentos”, afirmou.

Os 19 clubes brasileiros (o único que não assinou o documento foi o Sport Recife, que está sem presidente) entregaram uma carta à CBF expressando sua decisão pela “criação imediata de uma Liga de Futebol do Brasil” que será fundada assim que possível.

A carta diz que a decisão é “em razão de diversos acontecimentos que vêm se acumulando ao longo dos anos e revelam um distanciamento total e absoluto” entre os clubes e a CBF.

A decisão acontece em um momento de insatisfação generalizada com a CBF, que em 31 de maio aceitou sediar no Brasil a Copa América de 2021 com duas semanas de antecedência, enquanto o Campeonato Brasileiro está acontecendo.

Categorias
Brasil Destaque Esportes Notícias Rio

Cariocas tem um bom final de semana pelos campeonatos nacionais

O fim de semana para os clubes do Rio de Janeiro foi bom nas disputas das Série A e B do Campeonato Brasileiro. Pela Série B, Botafogo e Vasco venceram seus jogos, enquanto o Flamengo foi vitorioso na Série A e o Fluminense arrancou um empate heroico.

Jogando fora de casa, em Pelotas, no Rio Grande do Sul, o Vasco conseguiu sua primeira vitória na Série B. A equipe saiu perdendo para o Brasil de Pelotas, mas conseguiu a virada em cinco minutos e venceu o rival por 2 a 1, conquistando o primeiro triunfo em três jogos na competição. Agora, o Vasco soma quatro pontos e encara na quarta-feira (16), o Avaí, em casa.

O Botafogo manteve a invencibilidade e não deu chances para o Remo. Jogando no Nilton Santos, o Glorioso aplicou 3 a 0 e chegou aos sete pontos, em três jogos, ficando na zona de acesso para a Série A. Brusque e Náutico lideram com nove pontos. Próximo rival é o Londrina, no Paraná, na quinta-feira (17).

Pela Série A, o Flamengo manteve os 100% de aproveitamento. No segundo jogo disputado – o Rubro-Negro tem uma partida a menos que todos os outros rivais – venceu o América/MG no Maracanã por 2 a 0 e chegou aos seis pontos. O Fla volta às atenções para a Copa do Braisl, nesta quarta-feira, contra o Coritiba, em casa.

O Fluminense foi o único dos quatro grandes cariocas que não venceu, mas arrancou um ótimo empate. Enfrentando o Red Bull Bragantino, em Bragança Paulista, O Tricolor chegou a estar perdendo por 2 a 0, mas com gols de Caio Paulista e Abel Hernández, de pênalti no último minuto, o Flu empatou por 2 a 2 e chegou aos cinco pontos em três jogos no Brasileiro.

 

 

Categorias
Destaque Esportes Notícias Rio

Fluminense e Vasco avançam de fase na Copa do Brasil

Fluminense e Vasco estão classificados para às oitavas de finais da Copa do Brasil. As duas equipes aproveitarma a vantagem construída no primeiro jogo de seus confrontos e, mesmo sem vítoría, carimbaram a vaga. O Tricolor foi derrotado pelo Red Bull Bragantino por 2 a 1, enquanto o Cruz-maltino só empatou com o Boavista por 1 a 1.

Jogando em casa, o Vasco entrou em campo com a vantagem de ter vencido o primeiro jogo, em Saquerema, por 1 a 0. A equipe saiu perdendo, mas chegou ao empate com gol de Germán Cano e confirmando a vaga. Michel Douglas foi o autor do gol do Boavista.

Já o Fluminense tinha uma vatagem ainda maior – havia vencido por 2 a 0 na ida – mas tomou muita pressão do Red Bull Bragantino. Porém, no segundo tempo, Nenê cobrou uma falta com perfeição e abriu o marcador para o Tricolor. Mesmo assim, os paulistas foram para cima e viraram a partida com dois gols de Jan Hurtado, que não foi suficiente, classificando o Fluminense e encerrando o jogo em 2 a 1 para os donos da casa.

Com a vaga confirmada, as duas equipes faturam R$ 2,7 milhões em premiações. O outro carioca na competição, o Flamengo, estreia nesta quinta-feira a seré de mata-mata contra o Coritiba, no Paraná.

Categorias
Brasil Destaque Esportes Notícias Política Saúde

Ministro da Saúde garante que Copa América não traz risco ao Brasil

Da Agência Brasil

Em depoimento nesta terça-feira (8) à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia no Senado, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que a realização da Copa América de Futebol no país não gera risco adicional de contaminação pelo novo coronavírus. De acordo com o ministro, a competição não vai gerar aglomeração de pessoas, e os protocolos de segurança, se seguidos, não vão colocar a saúde dos jogadores e das comissões técnicas em risco.

Após ser questionado pelo relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), sobre as orientações da pasta para autorizar a realização do evento no Brasil, Queiroga disse que a prática de esportes está liberada no país e que até o momento a realização de competições, como o Campeonato Brasileiro de Futebol, não tem gerado risco de contaminação. O início da competição está previsto para o próximo dia 13.

“Não consta que essa prática [futebol] aumente o risco de circulação do vírus e que possa colocar em risco a vida dos jogadores ou das comissões técnicas”, disse Queiroga. “Esse evento [Copa América] não é de grande proporções, é um evento pequeno, sem um grande número de pessoas. Se os protocolos de segurança apresentados pelo ministério forem cumpridos, não teremos riscos adicionais aos jogadores dessa competição. Essa é a posição do Ministério da Saúde neste momento”, afirmou.

Queiroga disse ainda que não há exigência obrigatória de vacinação contra a covid-19 dos atletas para a realização de competições esportivas no país e que, por isso, não poderia cobrar a vacinação das seleções de outros países. Ainda de acordo com o ministro, a circulação dos jogadores será restrita, com exigência do uso de equipamentos de proteção individual e testagem das delegações.

Esta é a segunda vez que Queiroga depõe à CPI. Ele foi reconvocado pelos senadores, um mês após dar seu primeiro depoimento à comissão.

“O ministro retorna a essa comissão após uma depoimento repleto de omissões e algumas tentativas de obviamente não responder ao que nos havíamos perguntado, o que tornou a sua volta à CPI inevitável”, afirmou o relator.

Ao falar aos senadores, o ministro disse que a sua prioridade no comando da pasta é aumentar a vacinação no país e voltou a repetir que o país vai vacinar a população adulta até o final do ano.

“Acredito fortemente que o caráter pandêmico dessa doença só será cessado com uma campanha forte de vacinação. Por isso que trabalho todos os dias fortemente para acelerar essa campanha”, disse o ministro. “Já ultrapassamos a marca de 105 milhões de doses entregues a estados e municípios, o que coloca o Brasil em uma posição de estar entre os cinco países que mais doses de vacina distribuiu à sua população”, acrescentou.

Queiroga também foi perguntando sobre o comportamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, durante a pandemia. Durante a reunião, Renan Calheiros mostrou vídeos em que o presidente aparece em aglomerações com apoiadores, sem máscara.

O ministro disse que sua função é aconselhar o presidente, mas que não poderia fazer juízo de valor a respeito do comportamento dele. “As imagens falam por si só. Eu estou aqui como ministro da Saúde para ajudar o meu país e não vou fazer juízo de valor a respeito do presidente da República”, disse.

No início da sessão, o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), informou que o colegiado adiou a deliberação sobre requerimentos de convocação de testemunhas e de quebra dos sigilos telefônico e telemático. Segundo Aziz, a comissão deve votar os requerimentos até a próxima quinta-feira (10).

Categorias
Destaque Esportes Notícias Rio

Fluminense e Botafogo vencem no fim de semana e Vasco só empata

O fim de semana dos times cariocas no Brasileiro reservou invencibilidade. Fluminense, Botafogo e Vasco entraram em campo e nenhum deles saiu derrotado. Pela Série A, o Flu recebeu o Cuiabá e venceu o rival por 1 a 0, com gol marcado pelo jovem Gabriel Teixeira. O Tricolor soma quatro pontos em duas partidas.

Também no Rio de Janeiro, o Botafogo venceu o Coritiba, mas pela Série B do campeonato nacional. O Alvinegro teve uma boa atuação e bateu o rivel por 2 a 0, com gols de Marcos Vinícius e Chay. O triunfo colocou a equipe no G-4, após duas rodadas disputadas, com quatro pontos.

Apesar de também não ter perdido, o Vasco foi o único que não venceu no fim de semana. Jogando em Campinas, também pela Série B, o Cruz-maltino só empatou por 1 a 1 com a Ponte Preta. Cano, de pênalti, marcou para o Vasco e Renatinho igualou a partida. Com o revés, o Vasco está na zona de rebaixamento com um pontos em dois jogos até aqui.

O Flamengo, por sua vez, com muitos jogadores servindo as seleções nacionais, teve seu confronto diante do Grêmio, pela Série A, adiado e só descansou no último fim de semana. O Rubro-Negro entra em campo nesta quinta-feira (10), contra o Coritiba, mas pela Copa do Brasil.

Flu e Vasco também jogam pela Copa do Brasil neste meio de semana, ambos na quarta-feira (9). O Tricolor vai à Bragança enfrente o Red Bull Bragantino, enquanto o Vasco recebe em São Januário, o Boavista. O Botafogo só atua pela Série B, no dia 13, contra o Remo.

Categorias
Brasil Destaque Esportes Notícias Política

Rogério Caboclo é afastado por 30 dias da presidência da CBF

Rogério Caboclo, momentaneamente, não é mais presidente da CBF. O dirigente foi afastado por 30 dias, neste domingo, por uma determinação da Comissão de Ética do Futebol Brasileiro. Ele é acusado por uma funcionária, sua secretária particular, de assédio sexual e moral. Alguns trechos da conversa gravadas pela secretária foram divulgadas pelo Fantástico, da TV Globo.

Caboclo nega todas as acusações. A CBF emitiu uma nota oficial confirmando o afastamento do presidente.

“A CBF informa que recebeu na tarde deste domingo, 6, decisão da Comissão de Ética do Futebol Brasileiro suspendendo temporariamente (pelo prazo inicial de 30 dias) o Presidente Rogério Caboclo do exercício de suas funções. Seguindo o Estatuto da entidade, toma posse interinamente, por critério de idade, o vice-presidente Antônio Carlos Nunes de Lima. A decisão é sigilosa e o processo tramitará perante a referida Comissão, com a finalidade de apurar a denúncia apresentada.”

O vice-presidente mais velho, Antônio Carlos Nunes, assume durante o período de afastamento. Uma reunião extraordinária entre os diretores da CBF e os oito vice-presidentes eleitos foi convocada para a manhã de segunda-feira, no Rio de Janeiro. A decisao em apenas dois dias foi possível pela gravidade das acusações. Isto porque o artigo 143 do estatuto da CBF prevê que a diretoria pode afastar.

Categorias
Destaque Esportes Giro Esportivo Notícias Notícias do Jornal

Opinião: Premiação milionária da Copa do Brasil praticamente afasta ‘zebras’ do título

Por Guilherme Abrahão

A Copa do Brasil sempre foi o torneio do futebol brasileiro que mais trouxe zebras até o título. Basta lembrar conquistas de clubes como Santo André, Paulista de Jundiaí – que hoje está na 4ª divisão do estadual – até mesmo o Criciúma e o Juventude. Porém, antigamente, e com gol qualificado, clubes de menor expressão tinham mais condições de chegar à conquista e automaticamente uma vaga na Copa Libertadores. Entretanto, a nova ordem do futebol afastou essas zebras e além disso, a premiação milionária colocou os principais clubes do Brasil em rota para conquistar o torneio.

Basta ver os campeões dos últimos anos. Talvez o mais inesperado tenha sido o Athlético-PR, campeão em 2019. Contudo, o Furacão já vive um momento em que ele compete com os gigantes do Brasil. O clube paranaense, inclusive, antes da conquista, levou o título da Copa Sul-Americana. Além disso, já foi campeão brasileiro em 2001. Por isso, qualquer conquista atualmente que o Athlético venha a chegar não pode ser considerada um azarão.

Se for aceito o Athlético como zebra, não se pode dizer o mesmo de Palmeiras, Cruzeiro, Grêmio, Corinthians, Flamengo, Santos, Vasco, Fluminense…Os campeões após a última zebra de todas, que foi o Paulista. Certo, que apesar do clichê que diz que o “futebol é uma caixinha de surpresas”, a Copa do Brasil mudou. Virou cobiçado pelos grandes e ainda mais desde 2017, quando o Cruzeiro faturou a bolada de cerca de R$ 67 milhões em premiações pela conquista. Este ano, o torneio vai chegar até R$ 72 milhões, valores que poderiam mudar um clube médio de patamar. Mas com esses números em disputa, dificilmente os grandes vão abrir mão dessa taça.

Além disso, a entrada dos principais clubes – os que estão na Copa Libertadores – já na terceira fase mudam também o que os pequenos podem aspirar. A ideia é chegar o mais longe possível e quem sabe ganhar uma alta premiação fase por fase. Nada é impossível, porém a cada ano que passa e com a diferença discrepante entre o orçamento de cada equipe, a tendência é que os gigantes do Brasil sigam vencendo ano após ano.

A Copa do Brasil deixou de ser mais um título. A competição virou uma verdadeira mina de ouro. O que motiva ainda mais quem tem dinheiro a ficar mais rico. E quem não tem a celebrar qualquer classificação de fase. A vaga na Libertadores, no fundo, é apenas um bônus extra. Afinal, para os clubes, o que é melhor: a vaga direta ou mais de R$ 70 milhões para dentro do cofres? É um exercício fácil de lógica e raciocínio.