Categorias
Cultura Destaque Diário do Rio Notícias Rio

Academia Brasileira de Belas Artes tem novo Espaço de Arte e Cultura e cria 1º Salão Virtual

A Academia Brasileira de Belas Artes (ABBA) está com um novo Espaço de Arte e Cultura, localizado na Ilha do Governador, e também acaba de inaugurar seu primeiro Salão Virtual, com um catálogo virtual elaborado pela acadêmica Flory Menezes.

O novo Espaço de Arte e Cultura fica localizado na Rua Capitão Barbosa, n.º 568, Lj B, em Cocotá, e tem como objetivo difundir a arte.

No próximo sábado (26), às 16h, o público poderá acompanhar, por meio de uma live, o evento de lançamento do novo espaço. A live será transmitida, via Google Meet, pelas redes sociais da Academia. Para os interessados em participar, o link de acesso é: https://meet.google.com/qkw-zsxa-vsd

No Espaço de Arte e Cultura, são oferecidos cursos de pintura em tela, em madeira, com a técnica Bauernmalerie, em porcelana, aulas de cerâmica e bijuteria em cerâmica, de locução, de desenho artístico e oficinas para crianças e adultos.

Os professores são qualificados e com larga experiência. O espaço funciona com turmas de até 5 alunos, de quarta à sexta-feira, de 9h às 16h, e aos sábados, de 9h às 12h, mantendo o distanciamento solicitado pelas autoridades sanitárias, por ocasião da Covid-19. A Academia informou que, aos sábados, a cada 15 dias, serão realizados workshop gratuitos com as crianças, ao ar livre.

A ABBA, que é uma entidade de 73 anos, sem fins lucrativos, que abriga artistas de renome nacional e internacional, informou que o espaço também está aberto para eventos como lançamento de livros e exposições para novos talentos artísticos.

“A Academia Brasileira de Belas Artes está a plenos pulmões. Nesta época de confinamento que convivemos com tantas perdas e tristezas, a Academia se reinventa. Com a pandemia, precisamos entregar a sede alugada em Copacabana, mas recebemos um generoso oferecimento de uma acadêmica Honoris Causa, Sylvia Roriz, que nos cedeu uma loja na Ilha do Governador, em Cocotá. Com esse gesto grandioso, permitiu que a academia continuasse seu trajeto”, afirmou Vera Gonzalez, presidente da Academia Brasileira de Belas Artes.

Salão Virtual

A mostra virtual lançada pela ABBA reúne 40 artistas, acadêmicos, atuantes, e apresenta estilos diversificados na perspectiva de inclusão das atividades da Academia no universo virtual.

A MOSTRA VIRTUAL está disponível:
– no blogdearte: https://blogdearte.art/

– na Galeria-Atelier Flory Menezes: https://galeria-atelierflorymenezes.com/

O CATÁLOGO VIRTUAL está disponível:
– no blogdearte: https://blogdearte.art/

Os artistas participantes são:

Amorelli | Altair Leal | Carlomagno | Cecilia Ribas | Cecconi | Celso Barbosa | Christina Motta | Ed Falcão | Eduardo Arguelles | Eduardo Bortk | Eliane Mourão | Flory Menezes | Gisa Machado | Joelma Pinheiro | Jorge Calfo | Lara Matana | Laerpe Motta | Lesiane Ogg | Lucia Hinz | Maria Alice Antunes | Matilde Toledo | Mauro Franco | Mirian Leonel | Nequitz | Osmar Boavista | Regina Guimmaraes | Rocha Maia | Roberto de Souza | Rose Assumpção | Romanelli | Ronaldo Rego | Samia Zaccour | Siberia Sperle | Sonja Asiwajo | Sylvia Roriz | Vera Gonzalez | Wanelycha Simonini | Yara Mochiaro | Zafira Nigri | Zulma Werneck.

“Outras conquistas também aconteceram como a criação do primeiro salão virtual da academia, por nossa talentosa acadêmica de grau Flory Menezes, que não mediu esforços para a realização desse grande salto visual, de visibilidade da Academia nas mídias”, disse Vera.

Foto: Divulgação

Livro 73 anos da ABBA e doação

A presidente a Academia também destacou que o livro 73 anos da ABBA é outra novidade e ela ainda falou da doação feita por integrantes da entidade ao Hospital Universitário Clementino Fraga, ligado à Universidade Federal do Rio de Janeiro.

“E as boas notícias não pararam por ai. Chega finalmente nosso livro 73 anos da anos da ABBA, que faz um resumo dos últimos 73 anos de nossa entidade. E só temos boas notícias, recrutamos acadêmicos e artistas amigos e, juntos, colaboramos para a compra de 5.648 pares de luvas estéreis e de procedimento para o Hospital universitário clementino fraga, para o dia dia do ambiente hospitalar do CTI”, destacou.

“Com esse ambiente dinâmico em prol da Academia, só temos gratidão pela imprensa que nos divulga, pelos acadêmicos que nos emprestam seus valores artísticos, pela equipe de profissionais de trabalhadores da obra da loja, que ficou linda. Gratidão a Deus por estarmos vivenciando este momento de sucesso e de arte. Declaro meu amor incondicional à Academia”, completou Vera Gonzalez.

Categorias
Destaque Diário do Rio Educação Notícias Rio

Ensino híbrido retorna em 43 municípios do RJ nesta segunda-feira

Escolas estaduais de 43 municípios fluminenses terão nesta semana, de 21 a 25 de junho, aulas no modelo de ensino híbrido (presencial e remoto), informou o governo do Rio de Janeiro. Na capital, 259 unidades escolares têm autorização para o retorno.

As demais cidades são: Niterói, São Gonçalo, Duque de Caxias, Araruama, Areal, Armação de Búzios, Arraial do Cabo, Barra Mansa, Belford Roxo, Cabo Frio, Carmo, Comendador Levy Gasparian, Conceição de Macabu, Engenheiro Paulo de Frontin, Guapimirim, Itaboraí, Itaguaí, Japeri, Macaé, Magé, Mangaratiba, Maricá, Mendes, Nilópolis, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Paracambi, Paraíba do Sul, Petrópolis, Pinheiral, Quissamã, Resende, Rio Bonito, Rio das Ostras, Santa Maria Madalena, São João de Meriti, São Sebastião do Alto, Saquarema, Tanguá, Três Rios, Vassouras e Volta Redonda.

Nesses casos, as unidades escolares poderão oferecer atividades pedagógicas presenciais, conforme prevê a Resolução nº 5.930, publicada em Diário Oficial no dia 23 de abril, que estabeleceu protocolos e orientações complementares para o atendimento nas unidades escolares públicas e privadas do sistema estadual de ensino. Caberá aos responsáveis, ou alunos maiores de idade desses municípios, a opção pelo retorno presencial ou a permanência somente no ensino remoto.

As escolas deverão realizar as adequações necessárias ao seu plano de ação em vigor, de acordo com o planejamento alternativo previamente elaborado pelo estabelecimento de ensino. Caberá às direções a organização das atividades presenciais, observando a sua realidade, considerando o projeto pedagógico da unidade escolar, os docentes disponíveis, o distanciamento social e os protocolos sanitários.

As unidades das demais 49 cidades permanecerão com ensino exclusivamente remoto e funcionarão apenas para atividades administrativas, como a retirada de material pedagógico e do kit alimentação, além de entrega de documentos e matrícula de alunos.

De acordo com o documento, em caso de bandeiras vermelha e roxa, as unidades escolares da rede pública estadual funcionarão apenas para atividades administrativas, como a retirada de material pedagógico e do kit alimentação, além de entrega de documentos e matrícula de alunos. As aulas, nesses casos, acontecerão somente de forma remota.

Já a partir das bandeiras de risco laranja, amarela e verde, as escolas estaduais poderão desenvolver atividades pedagógicas com os estudantes que tenham interesse em frequentar aulas presenciais, mediante a capacidade física da unidade, em sistema de rodízio, respeitando as normas de distanciamento. Também deverá ser observado o seguinte percentual diário de funcionamento:

I – Ensino Fundamental:

  1. De até 50% (cinquenta por cento) da capacidade de atendimento da unidade escolar, no caso de bandeira laranja;
  1. De até 75% (setenta e cinco por cento) da capacidade de atendimento da unidade escolar, no caso de bandeira amarela;
  1. De até 100% (cem por cento) da capacidade de atendimento da unidade escolar, no caso de bandeira verde.

II – Ensino Médio:

  1. De até 40% (quarenta por cento) da capacidade de atendimento da unidade escolar, no caso de bandeira laranja;
  1. De até 60% (sessenta por cento) da capacidade de atendimento da unidade escolar, no caso de bandeira amarela;
  1. De até 100% (cem por cento) da capacidade de atendimento da unidade escolar, no caso de bandeira verde.

Rede privada

As escolas particulares, vinculadas ao sistema estadual de Educação, deverão funcionar seguindo as normativas dos municípios em que estão localizadas, em respeito à autonomia federativa dos entes municipais para fins de instituir protocolos que visem evitar a propagação da Covid-19, conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal. Caberá às autoridades de saúde e de Vigilância Sanitária municipais fazer o acompanhamento e a fiscalização do cumprimento dos protocolos sanitários.

Categorias
Cultura Destaque Diário do Rio Notícias Rio

Carnaval: Secretaria de Cultura divulga resultado de editais com 85 habilitados

A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa divulgou nesta segunda-feira (21), no Diário Oficial e no sistema Desenvolve Cultura o resultado final dos editais #CarnavalNasRedesRJ. Foram inscritos 120 projetos na premiação, dos quais 85 foram aprovados. Com isso, serão transferidos para as agremiações e entidades representativas R$ 3,8 milhões para apoiar a economia criativa do Carnaval.

“Os editais são fruto de uma demanda mais do que reconhecida dos fazedores de cultura que atuam no setor. Por conta do cancelamento dos desfiles deste ano, toda uma cadeia produtiva foi prejudicada, e nos sentimos no dever de ajudar a recuperar essa atividade, que traz tantas alegrias e movimenta a economia do estado. Assim, também ajudamos a concretizar o Carnaval de 2022, que marcará a retomada”, afirmou a secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa, Danielle Barros.

Os recursos que serão destinados às escolas de samba e às associações de blocos de rua são oriundos do Fundo Estadual de Cultura (FEC). Para assegurar que os profissionais que atuam na linha de frente do Carnaval sejam beneficiados, as agremiações precisam utilizar pelo menos 25% deles no pagamento de pessoal.

Nova etapa dos editais de Carnaval

Na chamada #NãoDeixaOSambaMorrer, foram incluídas as escolas de samba. Entre as integrantes do Grupo Especial, oito vão receber R$ 150 mil cada para a realização da escolha do samba-enredo de forma virtual. As demais já tinham sido contempladas pela Lei Aldir Blanc com o mesmo valor.

Foram também habilitados nove projetos de escolas vinculadas à Lierj, que receberão R$ 40 mil cada uma. Outras 55 agremiações ligadas à Liesb também tiveram suas propostas aprovadas e vão ser contempladas com R$ 20 mil cada uma.

Para concorrer, os blocos precisavam ser filiados a instituições representativas, que se inscreveram de acordo com o número de associados na chamada pública #BlocoNasRedesRJ. Foram habilitadas no total 13 entidades representativas, sendo que dessas 6 são da capital e 7 do interior, somando R$ 1,2 milhão para realizarem atividades carnavalescas virtuais.

Prazo para abertura de contas

Todos os habilitados receberão uma comunicação oficial da Secretaria de Cultura por e-mail, que lhes permitirá a abertura de conta para o recebimento dos recursos. O passo seguinte será a abertura de contas e em seguida deve ser feito o envio de documentos previstos nos anexos 5, 6 e 8 dos editais, que devem ser inseridos no sistema Desenvolve Cultura. O prazo para a realização de todo procedimento é de 20 dias corridos a contar a partir desta terça-feira, dia 22.

Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias Rio

Crianças e adolescentes do Alemão participam do Projeto Bombeirinhos

Da Agência Brasil

Crianças e adolescentes do Complexo do Alemão participam do Projeto Bombeirinhos, que transforma os menores daquela comunidade da zona norte carioca em bombeiros por um dia. O projeto é resultado de parceria entre o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) e a organização não-governamental (ONG) Voz das Comunidades, fundada pelo influenciador digital e ativista Renê Silva.

Durante um dia, as crianças e adolescentes são levadas para o Quartel Central da corporação, onde passam uma manhã conhecendo a rotina dos militares, descobrem a história do Corpo de Bombeiros, suas viaturas, os equipamentos operacionais e recebem dicas de prevenção a acidentes.

Segundo informou o coronel Leandro Monteiro, secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, a iniciativa visa “estimular a cultura preventiva e gerar mudanças comportamentais por meio da promoção de atividades operacionais e ações educativas sobre riscos de acidentes domésticos, de trânsito, de afogamentos, incêndios e noções de primeiros-socorros”.

Multiplicadores

Com idades entre 10 a 16 anos, os jovens são participantes de projetos sociais atendidos pela ONG e vão se tornar multiplicadores de informações úteis entre as famílias e a comunidade. Leandro Monteiro destacou ainda que a iniciativa pretende também despertar vocações ao apresentar detalhadamente o trabalho realizado pelo Corpo de Bombeiros e seus profissionais.

Um dos menores que participaram da ação foi Lucas Matheus da Silva, de 14 anos. Para ele, o dia foi bastante produtivo. “Aprendemos coisas aqui que levaremos para a vida. Já pensei várias vezes em ser bombeiro e agora tenho ainda mais incentivo”, declarou.

Kathelen Vitoria dos Santos, também de 14 anos, qualificou a experiência de “maravilhosa”: “Conhecemos muitas pessoas legais e fizemos um monte de coisas interessantes. Nunca tinha pensado em ser bombeira, mas agora já vejo como uma possibilidade”.

O projeto já recebeu participantes das ações sociais Na Ponta dos Pés, Espaço Democrático de União, Convivência, Aprendizagem e Prevenção (Educap) e do projeto de luta Abraço Campeão. A programação é quinzenal e a próxima visita está prevista para julho, informou o CBMERJ, por meio de sua assessoria de imprensa.

Categorias
Brasil Destaque Notícias Saúde

Especialistas recomendam vacinas contra doenças mais comuns no inverno

Da Agência Brasil

O efeito do clima frio e seco nas mucosas do sistema respiratório e a convivência em ambientes mais fechados estão entre as razões que fazem do inverno um período mais propício para doenças de transmissão respiratória. Além de se agasalhar, usar máscara e redobrar os cuidados de higiene, especialistas ouvidos pela Agência Brasil recomendam vacinas já disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) e em clínicas privadas para reforçar as defesas do organismo.

A lista de enfermidades que se propagam na estação mais fria do ano vai desde as tradicionais gripes, causadas pelo vírus Influenza, até a covid-19, contra a qual todo o grupo de risco já pode se vacinar. Há ainda as infecções bacterianas, que causam doenças como a meningite e a pneumonia.

Influenza

As vacinas contra o vírus Influenza estão disponíveis no SUS e em clínicas privadas. Na rede pública, a vacina protege contra três tipos do vírus: duas cepas do tipo A e um dos tipos de Influenza B. Já na rede privada, a vacina é quadrivalente, por proteger também contra um segundo tipo B do Influenza.

Segundo a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), a vacina contra a gripe é recomendada para toda pessoa a partir de 6 meses de vida, principalmente aquelas de maior risco para infecções respiratórias, que podem ter complicações e a forma grave da doença. No SUS, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe está na terceira etapa, com foco em nove públicos alvos LINK 1 .

Nas duas primeiras etapas da campanha nacional, foram vacinados pessoas acima dos 60 anos de idade, professores, crianças de seis meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias); gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto); povos indígenas e trabalhadores da saúde. As pessoas que ainda não se vacinaram podem ir a um posto de saúde.

Covid-19

Como a campanha de vacinação contra a gripe ocorre ao mesmo tempo que a imunização contra a covid-19, a orientação do Ministério da Saúde é priorizar a vacina contra a covid-19 e só receber a dose do imunizante contra o Influenza 14 dias depois de vacinado contra a covid-19.

A diretora da Regional Espírito Santo da SBIm, Ana Paula Burian, lembra que tanto a gripe quanto a covid-19 são mais facilmente transmitidas em ambientes fechados e sem o uso de máscara. Sobre a covid-19, ela destaca que as medidas de prevenção não podem ser suspensas com a vacinação.

“O CDC [Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos] recomenda quatro passos para evitar a covid-19: uso de máscara, distanciamento, hábitos de higiene e vacina. Um único mecanismo desses não é suficiente para proteger ninguém contra a covid”, alerta. “É importante que, tomando ou não a vacina, e o ideal é que todos tomem as duas doses, mantenha o uso de máscara, o distanciamento social e a higiene das mãos”.

A diretora da SBIm explica que, como o mundo vive uma pandemia, não é possível atribuir uma sazonalidade à covid-19, já que sua incidência se dá em todos os locais e em todas as épocas do ano. Mesmo assim, o agravamento da pandemia no último inverno do Hemisfério Norte e os hábitos da população diante do frio preocupam e requerem uma vacinação mais rápida e com ampla adesão da população.

“Em lugares muito frios, as pessoas tendem a se reunir em ambientes pequenos e fechados para se aquecer e acabam se alimentando nesse ambiente. Se eu estou em um restaurante em que todo mundo tira a máscara, e está tudo fechado porque está frio, a chance de disseminar a doença ali é maior”, disse.

Meningite e pneumonia

Ambientes fechados também podem facilitar a circulação de bactérias que causam doenças graves como a meningite e a pneumonia. Infectologista e gerente médica de vacinas da GSK, Lessandra Michelin explica que, além do comportamento das pessoas no frio, o próprio clima facilita a disseminação das doenças respiratórias.

“Quando a gente se expõe ao ar frio, muitas vezes a nossa mucosa fica seca, fica mais machucada e fica mais propensa à infecção”, destaca a infectologista, que defende a combinação da vacinação com hábitos saudáveis para uma proteção completa. “Estar bem agasalhado, bem hidratado e bem alimentado nessa época de frio também ajuda a prevenir infecção”, recomenda.

No caso das pneumonias e meningites, o calendário de vacinação da criança do Programa Nacional de Imunizações prevê a vacina Pneumocócica 10 valente, que, segundo a SBIm, previne cerca de 70% das doenças graves (pneumonia, meningite, otite) causadas por dez sorotipos de pneumococos. Já a vacina pneumocócica conjugada 13-valente, que previne contra 13 sorotipos da bactéria, pode ser encontrada nos Centro de Referências para Imunobiológicos Especiais (Crie), para pacientes com condições específicas de saúde, e em serviços privados de vacinação. Há ainda a vacina pneumocócica polissacarídica 23-valente, para crianças, adolescentes e adultos de grupos de risco para doença pneumocócica e para pessoas com mais de 60 anos de idade.

Outra doença bacteriana de transmissão respiratória que pode ser prevenida com vacinas é a coqueluche. A imunização contra a doença é feita pela vacina dTpa, que protege também contra o tétano e a difteria. O imunizante pode ser encontrado em clínicas privadas e, no SUS, está disponível para gestantes, puérperas e profissionais de saúde que atuam em maternidades e serviços de atendimento a recém-nascidos.

“Vacina não é só para criança, é um programa de família. Todo mundo pode ser protegido, a criança, o bebê, o adolescente, adultos, idosos, gestantes”, disse Lessandra Michelin, acrescentando que dúvidas em relação a quais vacinas tomar também podem ser tiradas em consultas médicas. “O médico vai revisar quais são as vacinas recomendadas para a faixa etária e vai indicar”.

Categorias
Cidade Destaque Notícias Polícia Rio

Rio: Operação Estrada Segura combate crimes na BR-101, em São Gonçalo

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Policiais civis da 74ª delegacia de polícia (DP) de Alcântara e agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizam hoje (21), a segunda fase da Operação Estrada Segura, contra crimes cometidos na BR-101, na altura do município de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Riode Janeiro.

De acordo com a Secretaria de Estado da Polícia Civil do Rio de Janeiro (Sepol), os policiais foram para as ruas cumprir mandados de prisão contra suspeitos de roubos de cargas e outros criminosos “envolvidos em assaltos com privação de liberdade, roubos de veículos, crimes de extorsão, tráfico e associação ao tráfico de drogas”.

A Sepol informou que investigações da 74ª DP, com auxílio da PRF, determinaram os alvos dos mandados.

Um homem apontado como controlador do tráfico na comunidade de Guaxindiba, em São Gonçalo, está entre os procurados. Contra ele, há dois mandados. As investigações indicaram que o traficante faz loteamento de terrenos e expulsa moradores que não aceitam pagar a quantia imposta pela área, que pode variar de R$ 3 mil a R$ 5 mil. “Quem não aceita pagar por esses valores é expulso de sua casa ou tem seu terreno invadido”, completou a Sepol. Apurações mostraram ainda que o criminoso é um dos autores do duplo homicídio que vitimou a mulher que negociava os terrenos e seu marido.

Outro objetivo da operação é retirar veículos irregulares usados nos deslocamentos dos bandidos, reprimir a ação de mototaxistas associados ao tráfico de drogas e remover barricadas que possam impedir o direito de ir e vir dos moradores da região.

Categorias
Destaque Esportes Notícias Rio

Cariocas vencem apenas uma partida no fim de semana

Vasco foi o único carioca a vencer no final de semana (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

O último fim de semana para o futebol carioca não foi bom. Apenas o Vasco, jogando pela Série B, deixou o campo com vitória. O Fluminense empatou, enquanto Flamengo e Botafogo foram derrotados.

Jogando em São Januário, no sábado, o Vasco não deu brecha para a zebra e finalmente venceu em casa na Série B do Brasileiro. Depois de perder paga Operário e Avaí, o Cruz-maltino bateu o CRB por 3 a 0 e chegou aos sete pontos em cinco jogos na competição.

Já o Botafogo, no domingo, encarou o Náutico valendo a liderança e foi derrotado por 3 a 1, ficando com oito pontos em cinco jogos. Essa foi a primeira derrota do Glorioso na Segundona.

No sábado, agora pela Série A, o Flamengo entrou em campo e foi surpreendido pelo Red Bull Bragantino. O Rubro-Negro saiu atrás do marcador, conseguiu a virada com dois gols do jovem Rodrigo Muniz, mas levou outra virada com direito a um gol as 52 do segundo tempo e perdeu por 3 a 2. O Fla soma seis pontos em três jogos.

No domingo, o Fluminense foi ate o Ceará e arrancou o empate contra o Fortaleza por 1 a 1. Caio Paulista foi o autor do gol. O Tricolor segue invicto na Série A com nove pontos em cinco jogos: são duas vitórias e três empates.

Categorias
Brasil Destaque Notícias Rio Saúde

Brasil recebe lote de vacinas da Pfizer pelo consórcio Covax Facility

(Foto: REUTERS/Dado Ruvic/ABr)

Da Agência Brasil

Uma remessa com 842,4 mil doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech desembarcou no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), neste domingo (20), pelo consórcio Covax Facility.

Esse é o primeiro lote da farmacêutica que desembarca no país correspondente à aliança liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e outros parceiros.

Segundo o Ministério da Saúde, o contrato do Brasil com a Covax prevê 42,5 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 de diferentes laboratórios até o fim de 2021. Até agora, a pasta informou que já recebeu e distribuiu mais de 5 milhões de doses adquiridas via consórcio global.

Categorias
Brasil Destaque Notícias Política Rio

Manifestantes fazem novo ato contra o governo Bolsonaro no RJ e outros estados

Com informações da Agência Brasil

Manifestantes fizeram novo protesto contra o governo do presidente Jair Bolsonaro neste sábado (19) no Rio de Janeiro e outros estados do país. O ato reuniu grupos ligados a centrais sindicais, entidades estudantis, partidos de oposição, grupos indígenas, dentre outros.

No Rio de Janeiro, as manifestações ocorreram na Avenida Presidente Vargas.

O novo ato foi marcado após os protestos realizados no dia 29 de maio deste ano.

Os manifestantes levaram bandeiras com pedidos de extensão do auxílio emergencial de R$ 600, ampliação da vacinação contra a covid-19, com a inclusão de outros grupos entre os prioritários, aumento das verbas para universidades públicas, ampliação dos subsídios para alimentação da população carente, críticas às políticas ambientais e de apoio a partidos políticos de oposição.

Em Brasília, a concentração foi em frente ao Museu da República e reuniu manifestantes com cartazes e usando máscaras que seguiram para a Esplanada dos Ministérios. Em São Paulo, os protestos ocorreram na Avenida Paulista.

Categorias
Brasil Destaque Diário do Rio Notícias Rio Saúde

Brasil atinge marca de 500 mil mortos pela covid-19

O Brasil atingiu neste sábado (19) a marca de 500 mil pessoas mortas em decorrência da Covid-19.

O total exato é de 500.022, e o número de casos confirmados é 17.822.659, segundo dados levantados pelo consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia no Brasil. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, divulgou, via redes sociais, uma nota na qual lamenta a morte de meio milhão de brasileiros.

Em sua conta no Twitter, Queiroga diz prestar solidariedade a cada pai, mãe, amigos e parentes, que perderam seus entes queridos.

“500 mil vidas perdidas pela pandemia que afeta o nosso Brasil e todo o mundo. Trabalho incansavelmente para vacinar todos os brasileiros no menor tempo possível e mudar esse cenário que nos assola há mais de um ano”, postou o ministro.