Categorias
Cultura Destaque Diário do Rio Música Notícias Rio

Jornal DR1 acompanha show presencial “Cláudia Amorim e as Mulheres do Brasil”

O Jornal DR1 acompanhou, na noite desta quinta-feira (23), o show presencial “Cláudia Amorim e as Mulheres do Brasil”, idealizado para dar foco à produção musical feminina no Brasil, destacando a diversidade e grandeza de suas compositoras. O evento aconteceu no Teatro Prudential, no Rio de Janeiro.

A cantora Cláudia Amorim, que tem mais de 20 anos de carreira, se apresentou ao lado das instrumentistas Samara Líbano (no violão/guitarra/7cordas) e Rapha Morret (percussão) e se emocionou com volta aos palcos. O show teve ainda a participação especial da também cantora Ilessi.

“Estou emocionada por estar no palco depois de quase dois anos de pandemia. A gente fez esse projeto em março desse ano, porque ele foi comtemplado perla Lei Aldir Blac, mas a gente fez live. Então essa resposta do público quando a gente acaba de cantar fazia tempo que eu não sentia. Obrigado pela presença de todos vocês”, disse Cláudia, sob aplausos do público reduzido no teatro, em função da pandemia.

Houve ainda distanciamento entre as mesas, obrigatoriedade de apresentação do comprovante de vacinação contra a Covid-19 e uso de mascara e álcool em gel.

Cantora Ilessi fez participação especial no show. (Foto: Alan Alves)

O show

Exibido pela primeira vez no dia 24 de março no YouTube de Claudia Amorim, direto do palco do Imperator – Centro Cultural João Nogueira, o show “As Mulheres do Brasil” busca fazer jus ao legado de grandes artistas da música popular brasileira.

As canções apresentadas no show possuem um recorte que vai da década de 1950 até os dias atuais, demonstrando a grandeza e a diversidade das autoras dentro do cancioneiro popular. De Dolores Duram à Pitty, o repertório vai encontrando as autoras mais expressivas de cada década, como Joyce, Sueli Costa, Rita Lee, Angela RoRo, Catia de França e outras.

Ao final da apresentação no Teatro Prudential, Claudia chamou ao palco todas as mulheres que estiveram envolvidas com a realização do evento, inclusive nas posições mais técnicas, e todas cantaram e foram também aplaudidas.

Categorias
Brasil Destaque Notícias Rio Saúde

Brasileiros são os que mais valorizam vacinação, mostra estudo

Da Agência Brasil

O Brasil é o país que mais valoriza a imunização entre oito nações estudadas em um levantamento global feito pelas empresas GSK e Kantar. Segundo o levantamento, o índice de brasileiros que consideram importante manter a vacinação em dia ficou em 83%.

A vacinação é valorizada por 67% dos canadenses; 65% dos italianos; e 64% dos japoneses.

A pandemia de covid-19 aumentou a valorização da vacinação entre os brasileiros. Antes da pandemia, 59% deles consideravam importante manter essa prática em dia, percentual que pulou para 83% após a chegada do novo coronavírus.

Entre os brasileiros ouvidos, 49% defendem mais informações sobre a imunização, com explicações sobre quais vacinas são recomendadas pelas autoridades de saúde, por quais razões e com quais benefícios.

O aumento da consideração do papel da vacinação também ocorreu em outros países com a pandemia. Na Itália, o percentual saiu de 32% para 65%, entre os período anterior e posterior à pandemia. No Japão, o índice foi de 30% para 64%.

No levantamento sobre imunização, foram entrevistadas em julho e agosto, 16 mil pessoas com mais de 50 anos no Brasil, Reino Unido, na Espanha, Itália, França, Alemanha, nos Estados Unidos e no Canadá.

Os brasileiros ouvidos também foram os que mais destacaram a importância da saúde e do bem-estar, com 85%. Em seguida, aparecem os italianos, com 84%, e os alemães, com 80%.

Entre os brasileiros consultados, 88% relataram ter feito exames de rotina nos últimos cinco anos.

O levantamento mostra uma diferença de gênero quanto ao reconhecimento da relevância da saúde. No conjunto dos entrevistados de todos os países, a preocupação foi mencionada por 81% das mulheres e por 71% dos homens.

 

Categorias
Destaque Diário do Rio Meio Ambiente Notícias Rio

Projeto prevê plantação de 1 milhão de árvores às margens do Rio Guandu em 5 anos

A Cedae lançou na terça-feira (21), Dia Mundial da Árvore, na Rodovia Presidente Dutra, altura de Engenheiro Pedreira, em Japeri, projeto para recuperação da mata ciliar do Rio Guandu. A iniciativa prevê o plantio de 1 milhão de árvores em até cinco anos numa faixa de 500 hectares, o que corresponde a mais de 700 gramados do Maracanã.

Integrantes do projeto Replantando Vida, egressos do sistema prisional plantaram as primeiras 2 mil mudas. Ações de reflorestamento como esta são importantes para combater a escassez de água, erosão e assoreamento, além de fazerem parte do compromisso da Cedae com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ONU).

Ao longo dos próximos cinco anos, a Cedae oferecerá capacitação técnica na área ambiental para mil apenados participantes do programa Replantando Vida, mobilizando, em média, 200 por ano. Os egressos do sistema penal vão atuar desde a coleta das sementes, germinação e produção das mudas florestais, plantio e manutenção até o monitoramento do reflorestamento. Além dos benefícios ambientais, o projeto proporciona oportunidade de trabalho, capacitação e inclusão social para pessoas em cumprimento de pena.

 “O nosso objetivo é atuar cada vez mais alinhados à agenda ESG (ambiental, social e governança). A Cedae já começou a trabalhar e continuará trabalhando para deixar um legado de sustentabilidade ao Rio de Janeiro. O Replantando Vida vem alcançando importantes marcas no que há de mais contemporâneo no cenário mundial referente às questões ambientais e sociais”, destacou o presidente da Cedae, Leonardo Soares.

A medida contribui ainda para a qualidade da água bruta do Rio Guandu, tratada na Estação Guandu, a maior do mundo em produção contínua, que processa 43 mil litros de água por segundo, conforme registro no Guinness Book. A ETA abastece mais de nove milhões de moradores da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Sobre o Replantando Vida

Unindo preservação ambiental e ressocialização de apenados do sistema prisional estadual, o programa Replantando Vida mantém viveiros florestais na Estação de Tratamento de Águas (ETA) do Guandu, na Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) de São Gonçalo, na ETE Alegria, no Reservatório Victor Konder, na Caixa Velha da Tijuca, no Complexo do Alemão e na Colônia Penal Agrícola de Magé. As unidades têm capacidade de produzir 1,8 milhão de mudas por ano de 254 espécies nativas da Mata Atlântica, das quais 40 estão ameaçadas de extinção.

As espécies cultivadas nos viveiros da Companhia são usadas na recuperação de matas ciliares e na preservação da Mata Atlântica. Somente em 2021, mais de 78 mil mudas foram distribuídas a projetos de reflorestamento em 41 municípios do Estado do Rio de Janeiro. Ao longo de 20 anos, mais de 4 milhões de mudas foram produzidas.

Todos os viveiros contam com a mão de obra de apenados dos regimes semiaberto, aberto e liberdade condicional que integram o programa, fruto do contrato entre a Cedae e a Fundação Santa Cabrini. Além dos trabalhos ligados à área ambiental, os participantes desempenham diversas atividades dentro da Cedae, como auxílio nos serviços gerais dos setores administrativos e operacionais; confecção de uniformes da companhia e máscaras de proteção contra a Covid-19; manutenção de áreas verdes e jardinagem; obras e reparos. Eles recebem remuneração pelo serviço prestado, auxílios transporte e alimentação, além do benefício de redução de um dia de pena a cada três trabalhados.

Desde sua criação, mais de 4 mil pessoas já passaram pelo Replantando Vida, que é o maior empregador de mão de obra apenada do país. O programa, contrato da Cedae com a Fundação Santa Cabrini, recebeu o reconhecimento pelo “Selo Resgata”, concedido pelo Ministério da Justiça em três edições, e foi contemplado com quatro premiações da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, o prêmio Firjan Ambiental.

Números

1 milhão de árvores em até 5 anos;

500 hectares = 700 campos de futebol = 3,47 Jardins Botânicos;

ETA Guandu – tratamento de 43 mil litros de água por segundo;

9 milhões de moradores abastecidos;

Replantando Vida

No projeto: 1.000 apenados, 200 por ano;

Hoje, 700 atuam em todas as áreas (limpeza, conservação, manutenção e serviços gerais) – 50 na área ambiental;

Sete Viveiros (ETA Guandu, Reservatório Vitor Konder, ETE Alegria, Caixa Velha da Tijuca, Complexo do Alemão, ETE São Gonçalo, Colônia Penal Agrícola de Magé);

Capacidade total de produção de mudas por ano: 1,8 milhão;

254 espécies;

40 espécies ameaçadas de extinção.

Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias Rio

Detran.RJ destina um dia de atendimento prioritário a pessoas com deficiência

O Detran.RJ realiza na próxima sexta-feira (24), mais uma edição do seu “Dia D”, que é destinado ao atendimento prioritário do público PCD. Neste dia, pessoas com deficiência poderão realizar os serviços de identificação civil e habilitação em qualquer unidade do departamento, sem a necessidade de agendamento.

Os serviços veiculares serão disponibilizados, também sem agendamento prévio, mas somente no posto Detran Acessível – PCD, que fica na Avenida Francisco Bicalho (entrada pela Rua Idalina Senra, 35), em São Cristóvão, na Zona Norte do Rio.

Também estará disponível para o público PCD, no Dia D, a inscrição para o programa Cidadania Sobre Rodas, que oferece aulas gratuitas de direção para pessoas que necessitam de carro adaptado. Para se inscrever, o candidato deverá comparecer ao Posto Detran Acessível – PCD, das 8h às 16h, ou procurar uma das 13 Ciretrans que receberão as inscrições neste dia. (As vagas são limitadas e a lista encontra-se abaixo.)

“Além de inaugurarmos, em maio, o primeiro posto específico para pessoas com deficiência no Brasil, destinamos três datas no ano para atendimento prioritário. A pedido do governador Cláudio Castro, estamos dando atenção especial ao público PCD”, destaca o presidente do Detran.RJ, Adolfo Konder.

Haverá, ainda, o curso “Oficina Sob Medida”, que ensina noções básicas de mecânica e elétrica de automóveis. O curso será ministrado no Posto Detran Acessível – PCD, das 9h30min às 15h. Já o curso específico para surdos será das 9h30min às 13h.

A próxima edição do Dia D acontecerá no dia 3 de dezembro (Dia Internacional da Pessoa com Deficiência).

Documentos necessários

A emissão de identidade será gratuita, assim como os serviços de primeira habilitação e renovação da carteira de motorista – sendo que os serviços de habilitação necessitam de abertura de processo administrativo. Os atendimentos serão feitos com a apresentação de laudo médico original, emitido nos últimos seis meses, informando o Código Internacional de Doenças (CID) e a descrição da deficiência.

Os interessados devem verificar no site do Detran (www.detran.rj.gov.br) quais os documentos obrigatórios para fazer cada serviço que desejam. Por exemplo, para tirar a identidade, é necessário apresentar original e cópia da certidão de nascimento ou casamento – dependendo do estado civil do requerente.

Os candidatos ao curso de direção Cidadania Sobre Rodas precisam levar original e cópia da carteira de identidade, original e cópia do CPF, original e cópia do comprovante de residência ou domicílio no Estado do Rio de Janeiro (conta de água, luz ou telefone). Caso não possa apresentar a referida documentação, o candidato deverá preencher a Declaração de Residência fornecida pelo Detran no ato de abertura do processo administrativo. Também é necessário estar com o laudo médico recente, emitido nos últimos seis meses, contendo o tipo e grau da deficiência, além do código da tabela CID-10.

Posto Detran Acessível – PCD

O Detran.RJ inaugurou, em maio, o primeiro posto do Brasil exclusivamente voltado para o atendimento a pessoas com deficiência e idosos. O espaço, localizado em São Cristóvão, passou por uma reforma e foi todo adaptado para receber este público. Na unidade, que se chama Posto de Atendimento Detran Acessível – PCD, estão sendo oferecidos os serviços de veículos, habilitação e identificação civil.

Para melhor atender quem vai ao posto, uma van do Detran.RJ fica disponível para os usuários todos os dias, de hora em hora, seguindo da Radial Oeste, próximo às estações de Metrô e de trem de São Cristóvão, até o posto. O primeiro transporte começa às 7h30min. O último retorna do posto para a parada na Radial Oeste às 16h30min. Há um pequeno intervalo no atendimento das 11h30min até as 12h30min.

Ciretrans

Confira as unidades onde o público PCD poderá se inscrever para o programa “Cidadania Sobre Rodas”, das 8h às 17h, no Dia D (24/09):

21ª CIRETRAN – ANGRA DOS REIS

– Rua Poeta Brasil dos Reis, s/nº

 

 8ª CIRETRAN – ARARUAMA

– Av. Getúlio Vargas s/n – Parque Hotel – ao lado da UPA

 

23ª CIRETRAN – BARRA DO PIRAÍ

– Av. Prefeito Iago José Castro Valério, 452 – Oficinas Velhas

 

20ª CIRETRAN – CABO FRIO

– Rua Meira Junior, s/nº – Centro

 

2ª CIRETRAN – CAMPOS DOS GOYTACAZES

– Rua Barão de Miracema, 246 – Centro

 

7ª CIRETRAN – DUQUE DE CAXIAS

– Av. Brigadeiro Lima e Silva, 23 – 25 de agosto

 

26ª CIRETRAN – ITABORAÍ

– Avenida 22 de Maio, s/n – Terminal CODERTE – Venda das Pedras

 

27ª CIRETRAN – MESQUITA

– Rua Juliana, 478 – Santo Elias

 

25ª CIRETRAN – MIRACEMA

– Praça Ary Parreiras, 171 – Centro

 

1ª CIRETRAN – NITEROI

– Rua Desidério de Oliveira, s/nº – Centro

 

4ª CIRETRAN – NOVA IGUAÇU

– Av. Abílio Augusto Távora, nº 1111, Sl 4080/81- Shopping Nova Iguaçu – Bairro Luz

 

5ª CIRETRAN – PETRÓPOLIS

– Condomínio Shopping ABC / Rua: Tereza, 1.515 – Alto da Serra

 

22ª CIRETRAN – RIO BONITO

– Rua Desembargador Itabaiana de Oliveira, 39

Categorias
Destaque Notícias Rio Saúde

Rede de laboratórios é ampliada para jogo Flamengo e Barcelona (EQU)

Rio de Janeiro terá 45 laboratórios e mais de 200 pontos de
atendimento credenciados pelo Flamengo para a partida; Ação acontece após da operação da operação de segurança sanitária no primeiro evento-teste;

Após o sucesso da ação de segurança sanitária do primeiro Flamengo x Grêmio pela Copa do Brasil (15/09) -, a Veus Saúde amplia a rede de laboratórios e pontos de atendimento no Rio de Janeiro para testagem de torcedores contra a Covid-19. A iniciativa tem oobjetivodea expectativa de aumento da demanda de público no Maracanã para acompanhar o jogo Flamengo x Barcelona de Guaya quil pela semifinal da Libertadores, que acontecerá na próxima quarta-feira (22/09), às 21h30.

A partida já acontece em linha com o decreto municipal publicado na última sexta-feira (19/07), que permite a ampliação da ocupação de torcedores nos estádios da cidade de 30% para 50% da capacidade.

Para a disputa da próxima quarta-feira, foram credenciados 45
laboratórios e mais de 200 pontos de atendimento, que estarão aptos a

Foto : Divulgaçãotestar os torcedores.  No primeiro jogo, foram disponibilizados 33

laboratórios, com cerca de 150 pontos de atendimento na cidade, que
testaram pouco mais de seis mil torcedores que queriam acompanhar o jogo presencialmente.

A operação foi bem sucedida e muito organizada. Todos os protocolos foram atendidos
e a dinâmica foi aprovada, com as informações certificadas e enviadas digitalmente pelos laboratórios para a plataforma integrada de validação Veus e acessadas diretamente pelos operadores dos ingressos para a liberação do público. Menosde1% dos torcedores testaram  positivo e não foram habilitados a comparecer ao jogo – diz Marcelo Botelho, CEO da Veus.

Os protocolos para os próximos jogos continuam os mesmos: só será
permitida a entrada de pessoas vacinadas – com a primeira ou segunda
dose, de acordo com a idade – e testadas, exclusivamente em
laboratórios credenciados pela rede Veus Saúde, com até 48h antes da
realização da partida. Os testes utilizados serão o MedTeste
Coronavírus Antígeno AG, que oferecem sensibilidade de 95% e
especificidade de 99,2% de eficácia, além de resultados em 10 minutos.

A gestão da saúde é uma nova camada de segurança e deve ser
adotada daqui pra frente durante o plano de retomada em todo o país. Toda essa operação foi desenvolvida para que um monitoramento rigoroso de acesso permita a realização de grandes eventos de forma segura”,completa Botelho. A previsão é de que sejam realizadas mais 19 operações em jogos do Flamengo até o fim do ano.

Confira aqui a lista dos laboratórios credenciados e pontos de
atendimento aos torcedores no Rio: Veus Drive Thru Bangu Shopping: Rua Fonseca 240 – Bangu; Veus Drive Thru Barra Shopping: Av. Luís Carlos Prestes acesso nível 5 Lagoa – Barra da Tijuca; Veus Drive Thru Via Parque Shopping: Av. Ayrton Senna, 3000 – Barra da Tijuca; Veus Drive Thru Américas Medical City: Av. Jorge Curi, 550 – Barra da Tijuca;Veus Drive Thru Recreio Shopping: Av. das Américas, 19019 – Recreiodos Bandeirantes; Veus Drive Thru Park Shopping: Estrada do Monteiro,1200 – Campo Grande; Veus Drive Thru Fashion Mall: Estrada da Gávea,899,Loja111 – São Conrado; Veus Drive Thru AABB: Av. Borgesde Medeiros,829-Lagoa; Veus Drive Thru Shopping Tijuca: Av. Maracanã, 987 – Tijuca; Veus Drive Thru Norte Shopping: Av. Dom Helder Câmara, 5474 – Cachambi; Veus Drive Thru Carrefour Caxias: Rodovia Washington Luiz, 4735 – Duque de Caxias.

Sobre a Veus Saúde

Há mais de 25 anos, a Veus desenvolve tecnologias inovadoras para a
área da saúde, criando soluções ágeis e integradas, de fácil
implementação e utilização, prontas para aperfeiçoar e acelerar
processos, bem como reduzir custos e riscos, aumentando o retorno sobre os investimentos. A empresa acredita na tecnologia como veículo e em pessoas como combustível para realizar. Sua equipe é formada por apaixonados por inovação e pelo bem-estar que ela proporciona para o mundo.

Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias Rio Tecnologia

TRE-RJ já aceita pagamento de multa eleitoral por PIX ou cartão

Da Agência Brasil

As multas eleitorais por ausência de comparecimento às urnas já podem ser pagas via Pix ou cartão de crédito. A medida constitui mais uma opção de serviços virtuais do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ). As duas modalidades de pagamento serão realizadas diretamente no site da Justiça Eleitoral, por meio do PagTesouro, plataforma digital de recolhimento de valores à Conta Única do Tesouro Nacional, que funciona como uma Guia de Recolhimento à União (GRU) digital. O TRE-RJ informou, entretanto, que não é possível a emissão de GRU ou o pagamento por meio do PagTesouro da multa decorrente do alistamento eleitoral tardio.

As novas modalidades de quitação eleitoral permitem que eleitores que não tenham conta no Banco do Brasil possam quitar suas multas de forma simples e prática, sem necessidade de deslocamento a uma agência bancária. Continua disponível no site do TRE-RJ a emissão de GRU simples para pagamento de multa no Banco do Brasil.

Com a adoção do PagTesouro, o TRE-RJ amplia sua lista de opções de serviços virtuais ao eleitor, que já inclui o Título Net, para emissão de título e alteração de informações cadastrais, e a emissão de certidões pela internet ou pelo aplicativo e-Título.

Funcionamento

Caso o eleitor tenha débito a ser quitado, ao utilizar o canal de atendimento remoto disponível no site do TRE-RJ, tanto pelo Título Net quanto pela consulta de débitos, o sistema disponibilizará, além da opção “Emitir GRU”, para impressão da GRU simples e pagamento exclusivo no Banco do Brasil, a opção “Pagar”. Quem clicar na última opção, será direcionado para o fluxo de pagamento instantâneo via Pix ou cartão de crédito. Bastará seguir as orientações que aparecem na tela para realizar o pagamento.

O eleitor que optar pagar por Pix poderá escolher entre receber a chave de pagamento por meio de QR Code com validade de 24 horas ou copiar o código disponibilizado e colar no aplicativo bancário. O pagamento por cartão de crédito será intermediado pelos aplicativos PicPay ou Mercado Pago. Quem escolher pagar por essa modalidade deve ficar atento à cobrança da taxa de intermediação, de 2,99%.

O TRE-RJ informou, ainda, que após o pagamento em qualquer das modalidades disponíveis, o eleitor terá a baixa do débito no sistema da Justiça Eleitoral no prazo de até 48 horas a partir do recolhimento.

Categorias
Destaque Diário do Rio Esportes Notícias Rio

CET-Rio monta esquema de trânsito para jogo do Flamengo pela Libertadores no Maracanã

A CET-Rio montou um esquema especial de tráfego para o jogo do Flamengo, pela Taça Libertadores, que ocorrerá nesta quarta-feira (22), no Maracanã. Para atender ao evento-teste, diversas vias no entorno do estádio serão interditadas, a partir das 17h30:

– Rua Prof. Eurico Rabelo;

– Rua Visconde de Itamarati, entre as ruas São Francisco Xavier e Prof. Eurico Rabelo;

– Rua Isidro de Figueiredo;

– Rua Conselheiro Olegário;

– Rua Artur Menezes;

– Av. Professor Manoel de Abreu, sentido Centro, entre a Rua São Francisco Xavier e a Av. Pres. Castelo Branco;

– Av. Maracanã, ambos os sentidos, entre a Rua São Francisco Xavier e a Rua Mata Machado;

– Viaduto Oduvaldo Cozzi, nos acessos à Avenida Maracanã;

– Av. Presidente Castelo Branco (Radial Oeste), sentido centro, entre a Rua São Francisco Xavier e a Av. Maracanã;

– Rua Mata Machado.

A CET-Rio informou que as condições do trânsito serão monitoradas quanto a eventuais impactos e os tempos semafóricos serão ajustados para melhorar a fluidez nas rotas alternativas e nos principais corredores de tráfego da região. As equipes da CET-Rio atuarão com 55 pessoas, oito veículos operacionais e 15 motocicletas. Também serão utilizados 10 painéis de mensagens variáveis que informarão sobre os horários dos fechamentos e as rotas alternativas.

Proibição de estacionamento

O estacionamento de veículos será proibido no dia 22/09 (quarta-feira), das 8h à 1h do dia subsequente, em ambos os lados, das seguintes vias:

– Rua Professor Eurico Rabelo;

– Rua Visconde de Itamarati, entre as ruas São Francisco Xavier e Professor Eurico Rabelo;

– Rua Isidro de Figueiredo;

– Rua Conselheiro Olegário;

– Rua Artur Menezes.

Rotas alternativas

Os veículos deverão utilizar as seguintes rotas alternativas:

Provenientes do Centro e Zona Sul

– Para a Tijuca: utilizar rota da Paulo de Frontin e Satamini ou seguir pela Praça da Bandeira, Rua Pará/ Rua Paraíba e Rua Mariz e Barros;

– Para Vila Isabel e Grajaú: utilizar rotas acima e em seguida Rua Major Ávila e Rua Felipe Camarão;

– Para a região do Grande Méier: utilizar a rota da Rua Visconde de Niterói.

Provenientes da Tijuca, Grajaú, Vila Isabel e entorno

-Para o Centro e a Zona Sul: utilizar a rota Conde de Bonfim – Haddock Lobo.

Provenientes do Grande Méier

-Para o Centro e a Zona Sul: utilizar a rota da Rua Visconde de Niterói.

Moradores do entorno

O acesso de veículos de moradores do entorno imediato ao Maracanã (ruas Professor Eurico Rabelo, Visconde de Itamarati, Isidro de Figueiredo, Artur Menezes e Conselheiro Olegário) será feito, exclusivamente, pela pista da esquerda da Avenida Paula Sousa e Rua Prof. Eurico Rabelo, mediante apresentação de comprovante de residência.

Recomendação

É recomendado aos motoristas que evitem passar pela região nos horários das interdições, procurando antecipar o horário de seus deslocamentos ou utilizar as rotas.

Categorias
Destaque Notícias Polícia Rio

Policia Civil do Rio recebe novos equipamentos de análise científica

Da Agência Brasil

A Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol) entregou ao Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) novos equipamentos que devem possibilitar laudos com técnica mais modernas, seguindo a classificação da Organização das Nações Unidas (ONU).

Um dos equipamentos é responsável por cromatografia gasosa acoplada, que em conjunto com o espectrômetro Raman, vai poder desvendar a estrutura de substâncias químicas e vai auxiliar a esclarecer a autoria e a materialidade de diversos crimes, entre outras aplicações. Segundo a assessora técnica especial da Sepol para assuntos de perícia Denise Rivera, o ICCE passa a ter um parque analítico, que permite fazer exames muito mais robustos, que possibilitarão identificar, por exemplo, uma droga com técnica avançada e descobrir drogas novas colocadas no mercado.

“Esses dois equipamentos juntos pegam uma série de exames, porque um complementa o outro. Há drogas ilícitas, mas que por serem novas, muitas delas sintéticas, não são conhecidas da Anvisa. Com esse aprimoramento, nós podemos identificar a droga que está sendo criada e informar à Anvisa, para que ela possa intervir na legislação e essa droga nova, também possa ser proibida. Se não está na lei não tem como coibir”, completou a assessora em entrevista à Agência Brasil.

De acordo com Denise Rivera, entre as aplicações na parte química é possível verificar medicamentos adulterados ou falsificados e também podem ser feitos exames em alimentos, documentos, em tintas, para saber a composição para chegar a conclusão se o documento é autêntico ou foi falsificado. Além disso, os equipamentos permitem a verificação da composição de cabelo e de pelo. “Tem uma gama muito grande de aplicações desses equipamentos, não apenas na química, mas utilizando a química como suporte para outras áreas da criminalísitca”, relatou.

Elucidação

A assessora técnica especial da Sepol disse acreditar que casos como a morte do menino Henry, de 4 anos, vão poder ser elucidados de forma mais rápida. No fim do inquérito sobre o assassinato da criança, em abril, o diretor do Departamento Geral de Polícia da Capital (DGPC), delegado Antenor Lopes, destacou a importância da perícia técnica para o rumo das investigações que apontaram as participações do então vereador conhecido como Dr Jairinho, que perdeu o mandato, e da mãe do menino, Monique Medeiros da Costa e Silva.

“Nós conseguimos com essas análises, se a pessoa foi envenenada, que tipo de droga foi utilizada. Isso tudo vai dar subsídios para a investigação para que a gente tenha um índice de efetividade muito maior. Nós conseguimos agora determinar muito mais coisas do que antigamente, porque os equipamentos têm essa capacidade muito mais robusta”, contou.

Denise Rivera destacou, no entanto, que no caso do menino Henry, além da perícia técnica foi muito importante o trabalho de equipe das perícias médico legal e criminal, aliado à investigação. “Nós fizemos uma força tarefa que permitiu que tudo fosse feito com mais agilidade”, revelou, acrescentando que essa é uma tendência nas investigações a partir de agora.

“Sempre que possível a gente vai trabalhar dessa forma. O único problema é ter disponibilidade de equipe. A gente tem cada vez um número mais reduzido de peritos. A Polícia Civil está muito desfalcada. Pela lei deveria ter 25 mil policiais civis e hoje está um pouco acima dos 8 mil”, afirmou.

Espera

Ainda de acordo com a assessora, os equipamentos estavam encaixotados há três anos, desde que foram adquiridos pelo Gabinete de Intervenção Federal, nas ações com emprego das Forças Armadas na área da segurança do estado do Rio de Janeiro, em 2019. Conforme Denise Rivera, os equipamentos só podem ser utilizados agora porque houve obras no Instituto de Criminalística Carlos Éboli para adequar o Laboratório Geral de Perícias Químicas.

“Comprar o equipamento só não era a solução, porque nós tivemos que fazer toda uma obra para que eles pudessem ser instalados. Toda parte elétrica, de encanamento de gás, a climatização porque eles não podem trabalhar com temperaturas altas, uma vez que queimam, uma mesa anti vibração porque o Raman não pode trabalhar com nenhum movimento, um ar que entra causa diferença na análise. Então, tudo isso foi feito e foi reformulado todo o laboratório”, explicou.

Categorias
Destaque Notícias Rio

Reunião do Conselho Comunitário de Segurança Pública da 2ª AISP

Lideranças comunitárias e representantes da Polícia Militar, da Guarda Municipal e da Prefeitura participaram, na manhã desta quinta-feira, da reunião do Conselho Comunitário de Segurança Pública da 2ª AISP (Área Integrada de Segurança Pública). Pela primeira vez, o encontro aconteceu no Colégio Franco-Brasileiro, em Laranjeiras.

Queria fazer um agradecimento especial à diretora da escola, Celuta Reissmann. Tivemos a grata satisfação de ser tão bem recebidos, que carinho, que empatia essa escola nos recebeu. Em nome do conselho e do comandante queríamos agradecer. Ficamos comovidos com a gentileza e delicadeza com as quais fomos recebidos – agradeceu a socióloga Regina Chiaradia, presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública da 2ª AISP.

Nós, do Franco-Brasileiro, ficamos muito felizes em ceder nosso espaço para reunião do Conselho Comunitário. Acreditamos que a solidariedade, o respeito, a vivência colaborativa e parceira podem efetivamente contribuir para a melhoria da qualidade de vida em nossa sociedade – destacou Celuta

Durante o evento, moradores e lideranças comunitárias apresentaram demandas às autoridades presentes.

É fundamental este diálogo com os moradores. Fui voluntário ao entrar na PM. Sou servidor público, estou aqui para servir a população, sete dias por semana. Contem sempre com o 2º BPM. O que for possível vamos resolver. E o que for impossível vamos demorar um pouco mais, mas, também, vamos resolver – contou o tenente coronel Heitor Henrique Pereira, comandante do 2º BPM.

Com 34 anos de PM, ex-comandante de diversas unidades e chefe do Estado Maior por três vezes, algo inédito na corporação, o coronel Lima Freire, Superintendente dos Projetos da SEGOV, foi uma das autoridades presentes:

Os projetos da SEGOV englobam o Segurança Presente, a Operação Lei Seca e a Operação Marcha da Cidadania, que teve o nome renovado para RJ Para Todos, um programa social de assistencialismo, com envolvimento da população de rua, com várias ações sociais e inclusivas.

Coordenador do projeto Laranjeiras Presente, o major Hora foi homenageado com uma placa pelos moradores do bairro.

O evento no Franco-Brasileiro também marcou a posse da nova diretoria do Conselho Comunitário de Segurança Pública da 2ª AISP, formada por Regina Chiaradia (presidente), Sônia Maria Leite (vice), Cárin D’Ornellas (1ª secretária), Celinéia Paradela Ferreira (2ª secretária) e Cristiano de Oliveira Melo (diretoria de Assuntos Comunitários).

Categorias
Destaque Rio

Shoppings promovem campanha de arrecadação de brinquedos

Em comemoração ao Dia das Crianças, visitantes podem doar
brinquedos novos ou em bom estado de conservação, que serão
destinados a instituições no entorno dos empreendimentos.

Com o propósito de contribuir para o desenvolvimento sustentável das

Foto : Divulgação

cidades onde atua, a Aliansce Sonae Shopping Centers promove, até 3 de outubro, campanha de arrecadação de brinquedos, nos seus shoppings do Rio de Janeiro, para distribuição no Dia das Crianças. A campanha vai arrecadar brinquedos novos ou em bom estado, que serão distribuídos às instituições cadastradas pelo Instituto da Criança, em comunidades próximas aos empreendimentos.

A maior administradora de shoppings do país tem uma agenda social,
cultural e educacional muito estruturada ao longo do ano. A rede realiza campanhas de arrecadação também em datas como Natal, períodos de volta às aulas e até durante o inverno, para doação de agasalhos. Para Ana Paula Niemeyer, head de marketing da companhia, a ação reforça o importante papel dos empreendimentos nas comunidades onde estão localizados.

Ações com este viés são parte do nosso calendário. Em parceria como Instituto da Criança, já tivemos a oportunidade de ajudar centenas de pessoas. Criamos um movimento de solidariedade que incentiva a adesão do nosso público. É uma corrente do bem que faz a diferença para as comunidades locais – completa.

Os shoppings que participam da iniciativa estão em diferentes regiões
do município e também na metropolitana do Rio de Janeiro. São eles:
Bangu Shopping (Bangu), Carioca Shopping (Vila da Penha), Caxias
Shopping (Duque de Caxias), Passeio Shopping (Campo Grande), Pátio Alcântara (São Gonçalo), Santa Cruz Shopping (Santa Cruz), Shopping Grande Rio (São João de Meriti), Shopping Leblon (Leblon), São Gonçalo Shopping (São Gonçalo), Via Parque Shopping (Barra da Tijuca)e Recreio Shopping (Recreio).

Os brinquedos serão distribuídos para as seguintes instituições
filantrópicas: Cultura na Cesta (Santa Cruz), Centro Educacional Anne
Sullivan (Bangu), NEAC – Núcleo Especial de Atenção à Criança
(Campo Grande), Creche Mães Trabalhadoras (São Gonçalo), Projeto
Craque do Amanhã (Alcântara), Gasco (Leblon), Ação Social do Recreio(Recreio dos Bandeirantes), ASVI – Associação Semente da Vida da Cidade de Deus (Barra da Tijuca), Centro Cultural Liga do Bem (Vicentede Carvalho), ONG Mão Amiga Lutando Pela Vida e ASPA  – Ação Paulo VI(Caxias).