Categorias
Notícias do Jornal Tendências

Talento e criatividade que ditam moda

 

Por: Claudia Mastrange

Quem disse que, com a pandemia, está ‘tudo parado’? O estilista Guilherme Tavares ignora essa máxima e está a todo vapor, criando sua nova coleção e produzindo um novo programa. Ele gravou este mês, na Vila Romana e no Silk Beach Club, em Búzios, o piloto do “Na Passarela com GT”, que irá falar sobre sonhos, superação, moda, turismo, gastronomia e life style e deve estrear e março, em uma casa de show na Barra da Tijuca.

Vivi Fernandes,  Fernanda Blatt, Kezia Cardoso, Rafaela Blatt e Julia Costa foram algumas das entrevistadas desta primeira edição, que promete emocionar e arrancar suspiros. Tavares ficou famoso pela arte de transformar alimentos em verdadeiras obras de arte até chegar à alta costura.

O designer começou a carreira como ajudante de cozinha, aos 12 anos de idade, até chegar às grandes passarelas onde, esbanjando criatividade, confeccionou roupas com algodão doce, pipoca, hortaliças, donuts e grãos de café. Modelos simplesmente criativos e apetitosos!

Foto: Divulgação

Guilherme já vestiu mais de 200 celebridades entre eles Juliana Paes, Ingrid Guimarães, Preta Gil, Antônia Fontenelle e Luiza Brunet. Desfilou suas criações em três continentes passando por diversas cidades entre elas Angola, (África), Bergen, (Scandinavian) Toscana, Milão, Amsterdam (Europa) São Paulo e Punta Del Este (América do Sul. Este ano estará no Hong Kong Centrostage. “Um evento incrível! Quando as fronteiras forem liberadas vamos fazer um desfile presencial. E, na Itália, farei o festival de Spoleto e o Miss internacional, em Roma, a convite da apresentadora Márcia Sedoc”, adianta.

Em plena pandemia, ele lançou a ‘Moda Safe’, com uma releituras das golas altas, as clássicas ‘cacharrel’ para aumentar a segurança sem perder o estilo na hora de se vestir.

“Em dezembro, de 2019 recebi a notícia do coronavírus através do meu irmão, que mora na China. E sabemos que aqui no Brasil existia, desde o início, rejeição a máscara. Por isto tive a ideia de transformar essa necessidade em tendência criando uma coleção que trouxesse, além de segurança, consciência e ressignificação”, conta Guilherme ao Jornal DR1.

O estilista conta o que vem por aí, em sua próxima coleção: “Está sendo desenvolvida com base no novo momento, com sofisticação, cores, silhueta marcada…A proteção permanece em alta”, antecipa. E como a mulherada pode se manter na moda nos tempos atuas, ainda mais nesse momento de restrições e com mais reclusão? “A mulher é um ser contemporâneo e, ao longo da história, tem mostrado grande capacidade de se reinventar. É uma dádiva trabalhar para as mulheres”, enaltece Guilherme.

Categorias
Notícias do Jornal Tendências

Egili Oliveira: estilo e empoderamento através da arte

 

O ano de 2020 foi de total revolução na vida de Egili Oliveira. Aos 40 anos, a renomada professora de samba e rainha de bateria da Acadêmicos de Vigário Geral, viu na pandemia, uma oportunidade de dar novo foco à carreira.

Impossibilitada de viajar para realizar os workshops que promove ao redor do mundo, Egili aproveitou para tirar projetos da gaveta. “Este foi um ano muito difícil e onde a gente precisou se conectar com a nossa fé, nossa religiosidade, para entender os propósitos de Deus para nós. Eu tinha acabado de inaugurar um estúdio de dança e só consegui dar uma semana de aula antes dele fechar, ou seja, um investimento de tempo e de economias , que tive que parar”, conta.

Formada em teatro, Egili retomou os estudos e resolveu investir na carreira de atriz, fazendo reciclagens e aulas de canto e impostação de voz e se rendeu às aulas online. “Foi muito interessante. Tive que me reinventar. Sempre fui muito discreta e, de repente, estava todo mundo, literalmente, na minha casa. De certa forma, foi algo que me motivou e me ajudou a não entrar em um processo de depressão, já que eu moro sozinha”, comenta.

Foto: Alex Curti

 

Representatividade preta e ações no Dona Marta

Atenta à importância de colocar a representatividade preta em destaque, Egili esbanja estilo e  prioriza sempre o uso de marcas de estilistas e empreendedores pretos, divulgando o trabalho desses profissionais em suas redes sociais. E foi justamente nesse ambiente digital , com essa atividade agora potencializada, que a carreira da atriz tomou novos rumos.

“Com os estudos e as reciclagens que fiz, fui me conectando a artistas de teatro, e dali foram nascendo projetos novos como o Tearteiros do Santa Marta, ( comunidade de Botafogo, bairro onde mora) que atualmente é meu xodó. Além de trocarmos experiências,  são amigos e parceiros que querem trazer para o Santa Marta intervenções culturais e outras ações ligadas à arte, algo que sempre me esforcei muito para trazer aqui para a região”, diz Egili, que estreou nas telas de tv, participando do filme de Luccas Neto ( em exibição nos canais fechados), e foia a estrela do clipe lançado pelo Batuk Digital em homenagem ao Dia da Consciência Negra.

Egili levanta a bandeira de mais equidade nas produções de televisão e teatro.

“É maravilhoso a gente ligar a televisão e se sentir representado de alguma forma,  mas ainda é pouco. Vivemos um ano de 2020 onde foi pujante e urgente essa discussão em torno da nossa representatividade e é isso que tento levar para os jovens do Santa Marta. Nós podemos e devemos ocupar todos os espaços com oportunidades iguais porque somos capazes disto”, finaliza a atriz.

 

Por: Claudia Mastrange

Categorias
Notícias do Jornal Tendências

Estilo de sobra para arrasar nas redes sociais

 

As redes sociais são ótimas alternativas para ganhar visibilidade criando conteúdos para se relacionar com os amigos e com o público em geral. O grande chamariz são os vídeos , com seu conteúdo criativo e visual apurado. Eles se tornaram a grande chave para o sucesso nessas plataformas.

E para impactar os seguidores, além da criatividade nas postagens, um look perfeito e com personalidade também faz a diferença, ainda mais entre a garotada.

Jacque Schreiber, coordenadora de estilo da BrandilliTêxtil dá cinco dicas com truques e detalhes para a turma que quer arrasar nos vídeos das redes sociais.

Foto: Peças Coleção Verão 2020 Brandilli, Young Class e Extreme

 

Cuidado com as listras

Se você não quiser causar ilusão de ótica, evite roupas com listras, ou as use com cautela. Conhecido como “efeito moiré”, esse tipo de roupa pode acabar criando essa impressão estranha aos olhos e confundir quem assiste, até mesmo tirando o principal foco do conteúdo criado. Uma boa alternativa são peças com detalhes nessa estampa. Você pode optar por peças mais lisas sem medo, ou também apostar em florais ou opções divertidas e interativas.

Evite cores que combinam com o cenário

Se a  ideia é fazer do look seja um dos destaques do vídeo, preste atenção ao cenário em volta antes de escolher o que irá usar. Se está em local ao ar livre com muito verde, evite um look com o verde no mesmo tomo. O ideal é sempre procurar um contraste, uma peça mais clara em um fundo mais escuro e vice-versa.

Seja ousado e crie seu próprio estilo

Estar atento às tendências faz toda a diferença. Mas, é preciso ter estilo próprio. Seja ele mais clássico e tradicional, esportivo, romântico ou moderno. Nesta estação, estão em alta peças tie-dye, estampas florais, geométricas, animal print, entre outros. Opções que combinam entre si e também com as cores em evidência no momento.

Foto: Peças Coleção Verão 2020 Brandilli, Young Class e Extreme

Fique de olho nas cores da estação

Cada estação tem as suas cores de destaque. Em 2021 os queridinhos são tons que inspiram a capacidade de invenção e a criatividade. São versões de azul, amarelo, verde, rosa, vermelho e, é claro, o neon. Tudo isso pode ser somado a muito brilho, strass, apliques e bordados que trazem originalidade.

Por: Cláudia Mastrange

Categorias
Brasil Tecnologia Tendências

Ecommerce deve manter até 30% do espaço conquistado durante a pandemia

Dados divulgados pela Mastercard, por meio do relatório Global Outlook 2021, estimam que entre as lojas virtuais devem manter entre 20% e 30% de todos os novos clientes conquistados durante os meses de pandemia. O levantamento aponta que 46% dos brasileiros aumentaram o consumo online, enquanto que 7% da população realizaram um pedido pela primeira vez.

“O brasileiro é muito receptivo a novas tecnologias. A tendência é que o e-commerce continue crescendo. A adoção pelas gerações mais antigas, a maior conveniência e os custos mais baixos para os consumidores, provavelmente, manterão a demanda digital sólida em 2021”, afirmou João Pedro Paro Neto, presidente da Mastercard Brasil e Cone Sul, à Folha de S. Paulo.

Além disso, a implementação de novas tecnologias, como são os casos dos usos de cardápios em QR Code, agilidade no processo de logística e entregas aos finais de semana são fatores que pesam para que novos consumidores se interessem por este tipo de ação.

O prolongamento da pandemia da Covid-19, as medidas de isolamento social, as facilidades de parcelamento e uso de cupons de descontos são alguns dos motivos que vão manter diversos clientes interessados nas lojas online durante todo o ano de 2021.

Outra pesquisa da Mastercard, desta vez feita pelo Economic Institute, revela que 36% dos brasileiros disseram que vão priorizar as compras online, enquanto que 27% devem seguir com a opção de delivery sempre que estiverem interessados em provar alguma refeição diferente.

Por causa dessa mudança de comportamento, os empresários devem avaliar a capacidade de atendimento dos pedidos online, o nível de satisfação dos consumidores, elaborar um planejamento comercial eficiente baseado em um calendário sazonal que seja ajustado à área de atuação, investindo assim em decisões baseadas em dados coletados.

Categorias
Aisha Raquel Ali | Tecnologia Notícias do Jornal Tendências

BLOCKCHAIN: Protocolo da confiança

 

De forma resumida, blockchain é um sistema que permite rastrear o envio e recebimento de alguns tipos de informação pela internet. São pedaços de código gerados online que carregam informações conectadas – como blocos de dados que formam uma corrente – daí o nome.

Sua principal característica é o registro distribuído, que visa a descentralização como medida de segurança. São bases de dados compartilhados, que têm a função de criar um índice global para todas as transações que ocorrem em um determinado mercado.

Funciona como um livro-razão, só que de forma pública, compartilhada e universal, que cria consenso e confiança na comunicação direta entre duas partes, ou seja, sem o intermédio de terceiros. Está constantemente crescendo à medida que novos blocos completos são adicionados a ela por um novo conjunto de registros.

Os blocos são adicionados ao sistema de modo linear e cronológico. Cada nó – qualquer computador que conectado a essa rede tem a tarefa de validar e repassar transações – obtém uma cópia após o ingresso na rede. O blockchain possui as informações completas sobre endereços e saldos diretamente do bloco inicial até o bloco mais recentemente concluído.

Esse sistema é visto como a principal inovação tecnológica do bitcoin, visto que é a prova de todas as transações na rede. Seu projeto original tem servido de inspiração para o surgimento de novas criptomoedas e de bancos de dados distribuídos.

Impedir a fraude na Internet é um grande desafio, principalmente para as empresas do setor financeiro. Esta é uma tecnologia que promete bastante novidades para o próximo ano. Até 2021, as instituições estão desenvolvendo o blockchain para impedir a fraude na Internet e o vazamento de informações em uma escala muito alta. O blockchain tem seu próprio lugar nas últimas tendências tecnológicas.

Por: Aisha Raquel 

Categorias
Tendências

Brasileiros afirmam que levarão novos hábitos pós isolamento

Por Alessandro Monteiro

 O que era para ser apenas uma “quarentena”, já passou dos seus 60 dias. A Covid-19 não nos trouxe somente um vírus indesejado, mas também, a possibilidade de mudança. Tivemos que nos reinventar, mudar ou adaptar nossos hábitos diários, nossa vida profissional, nossa rotina de vida.

Segundo uma pesquisa realizada pela empresa de tecnologia Toluna, parte dos Brasileiros já se identificou com essa mudança, achando “normal” essa nova maneira de trabalhar, de interagir, de viver.

Os entrevistados afirmam que pretendem levar os novos hábitos adquiridos, para a vida toda. 59,5% prometem higienizar tudo que entra em casa, já 49,6% continuarão a cozinhar, 43% juram que os cursos online permanecerão em sua rotina.

A Fonoaudióloga e professora de Oratória no Clube da Fala, Laila Wajntraub viu o número de participantes aumentar absurdamente nas suas aulas experimentais online.

Com a pandemia você sentiu um aumento na procura por cursos de oratória?

Antes no presencial, tínhamos uma média de 30 pessoas mensalmente. Em abril esse número saltou para 300, um aumento de 900%.

Há procura de Brasileiros que estão em outros Estados ou Países para essas aulas online?

Sim, tivemos que criar um curso on-line ao vivo e estamos tendo a oportunidade de atender brasileiros de outros estados ou que morem em outros países. Já tivemos alunos Brasileiros que moram na Índia, França, Estados Unidos.

O que você tirou de positivo nesse período de crise, isolamento e pandemia?

Conseguimos alcançar o máximo de pessoas que presencialmente, nunca tinha chegado ou ouvido falar no Clube da Fala. Dei palestras para empresas, atingi mais de 1000 pessoas no mês de abril. Fiz 2 palestras in company (com 30 participantes).

Quais as carreiras, faixa etária, público que mais procuraram por vocês?

O número de consultas aumentou 100%. Houve muita procura de estudantes, advogados, engenheiros, médicos, empresários, professores, profissionais e gestores que precisavam passar seus conhecimentos por videoconferências e gravarem vídeos para seus colaboradores.

“Por conta da crise mundial estamos revolucionando o Clube da Fala. Tudo on-line e ao vivo. Criando a todo tempo, novas formas de expandir a força e ajudar. Mas com certeza, estamos aprendendo e crescendo com tudo isso”. – Finaliza a fundadora do Clube da Fala, Laila Wajntraub.

Categorias
Tendências

Está em alta vestir camisa de time

Por Franciane Miranda

Peça que não pode faltar no guarda-roupa de todo brasileiro é uma camisa de time. No país do futebol, é regra ter uma blusa, não importa quantos títulos ele tenha, ou, em que divisão encontra-se, pois o amor é incondicional. A onda positiva que agita o futebol brasileiro tem favorecido ainda mais esta tendência.

Elas deixaram de ser um item que se usa apenas para ir ao estádio ver seu time do coração jogar. A peça virou um acessório fashion, despojado e atemporal, a cara do brasileiro! Para você que busca estilo, praticidade e bem estar, a blusa é perfeita, além de excelente para sair no dia a dia.

O flamenguista Ricarte Marques (foto acima) conta, com muito orgulho, que sua camisa não é uma simples blusa, mas sim seu “manto sagrado”, diz, contando que tem vários modelos no armário, pois usa para trabalhar, passear e praticar atividades físicas, já que a malha é leve e confortável.

Ana Victorio

Quem curte um look casual e cheio de estilo, pode usar com uma clássica calça jeans. Nos dias mais quentes, tanto mulheres quanto homens, podem aproveitar para vestir com shorts ou saias, deixando o look fresh e descolado. Elas são tão versáteis que combinam com tudo!

Usar a camisa do time está mais que na moda: ela virou um artigo de estilo, fazendo parte dos visuais de street style. É uma tendência pop e muito bem vinda. A vendedora Ana Victorio usa no dia a dia: “Adoro vestir nos dias de folga para ir a um barzinho com amigos”, afirma.

O botafoguense Thiago Lima já aderiu: “Uso sempre, mesmo quando o time vai mal. Ser “zoado” pelos amigos faz parte, mas tenho muito orgulho de andar com ela por aí”. Ele tem uma coleção de camisas que veste para sair em eventos com a família e passeios e ressalta que gosta de usar no verão carioca, pois o tecido é fino e suave.

Thiago Lima

Gerente da loja Nação Rubro Negra, no shopping Rio Sul, Beto Souza explica que a ótima fase do Flamengo melhorou a venda das camisas: “Em novembro vendemos cerca de 1120 camisas entre os modelos OF1, OF2, e OF3 masculino, feminino, infantil e comemorativas”, conta.

E se você tem orgulho do seu time e quer apostar nesta tendência, aproveite a vibe!