Categorias
Brasil Destaque Notícias Turismo

Com abertura do Estados Unidos, ForFun Tours confirma saídas para Temporada de Janeiro de 2022 para a Disney

A ForFun Tours, agência de viagens que conta com mais de 4 mil passageiros embarcados e 360 dias viajando para destinos como Orlando, Nova York, Miami e Califórnia, confirma temporada de janeiro de 2022 para a Disney.
Serão 4 roteiros diferentes – Disney Emotion, Disney Star + NYC, Disney Magic e Disney Fun, com adolescentes saindo de São Paulo, Santa Catarina, Goiás, Bahia, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande do Sul e Tocantins.

“Com a abertura das fronteiras, a expectativa dos jovens ficou enorme. Esse momento é um marco para as temporadas, pois ficamos quase 2 anos sem poder realizar as viagens. E, agora estamos oficialmente na contagem regressiva para que possam conhecer a Disney e suas atrações, proporcionando a eles uma imersão em uma nova cultura, novas experiências e amizades com pessoas do Brasil inteiro. Retomaremos com toda a segurança e protocolos necessários para que possam viver uma experiência única”, afirma Nei Monsores, fundador da ForFun Tours.

A primeira saída da ForFun Tours está marcada para o dia 04 de janeiro de 2022, com grupos do roteiro Disney Emotion, que inclui Nova York, Orlando, Tampa e Miami e Disney Star + NYC com Nova York, Orlando e Tampa.

Roteiros

Para a temporada de janeiro de 2022, a ForFun Tours contará com 4 roteiros com duração de 10 a 21 dias. Sendo eles:

• Disney Fun: duração de 10 dias e as principais atrações os parques de Orlando, festas e tour de compras;

• Disney Magic: duração de 15 dias e as principais atrações os parques de Orlando, festas e tour de compras;

• Disney Star + NYC: duração de 18 dias e a magia de Orlando e a experiência em Nova York;

• Disney Emotion: duração de 21 dias, que além de todas as outras atrações mencionadas, inclui uma experiência em Miami Beach.

“Além das atrações, os primeiros grupos também estão muito empolgados com a possibilidade de ver neve em Nova York”, conta Nei Monsores, fundador da FORFUN Tours.

Atualmente, a agência ForFun Tours está presente em Goiânia (GO), São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Florianópolis (SC), Belo Horizonte (MG), Salvador (BA) e Porto Alegre (RS).

Sobre a ForFun Tours

Fundada em 2008 por Nei Monsores, que trabalha desde 1994 com roteiros de viagens internacionais para jovens de 15 anos, a ForFun Tours é uma agência que proporciona experiências que transformam o olhar de cada viajante para uma nova visão de mundo, por meio de viagens a lugares incríveis, sempre com o mesmo propósito de provocar sorrisos sinceros, com muita diversão e segurança. Com mais de 4 mil passageiros embarcados e 360 viagens para destinos como Orlando, Nova York, Miami e Califórnia, a ForFun Tours está presente em Goiânia (GO), São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Florianópolis (SC), Belo Horizonte (MG), Salvador (BA) e Porto Alegre (RS).
Categorias
Brasil Destaque Notícias Rio Turismo

Brasil quer ser destino de turistas no mundo pós-pandemia

Da Agência Brasil

O Ministério do Turismo quer tornar o Brasil um dos destinos mais procurados por turistas do mundo todo no pós-pandemia. Com esse objetivo, o país participa da Expo Dubai, primeiro evento mundial após o início da pandemia e que reúne 190 países nos Emirados Árabes Unidos.

Segundo o ministro do Turismo, Gilson Machado,  entrevistado desta segunda-feira (8) do programa A Voz do Brasil, o pavilhão brasileiro é um dos mais visitados e tem informações sobre diversos destinos turísticos brasileiros como Porto de Galinhas (PE), Jericoacoara (CE), Rio de Janeiro e a Amazônia. Machado diz que o país se destaca quando o assunto é Turismo Verde: “Preservação ambiental e turismo não dá pra dissociar”.

Machado falou também sobre a retomada de cruzeiros no Brasil, o potencial turístico do país e a recuperação do setor pós-pandemia. Segundo o ministro, dos cerca de 320 mil empregos gerados no mês de agosto, aproximadamente 180 mil estão relacionados ao setor de serviços ligados ao turismo.

De acordo com ele, o setor de aviação também está se recuperando “Hoje nós temos mais de 85% da nossa malha aérea recuperada”, disse. Machado acredita que as restrições impostas por outros países nesse momento estão fazendo com que os brasileiros busquem mais os destinos dentro do país. “O turismo brasileiro está bombando”, comemorou.

Categorias
Notícias do Jornal Turismo

Turismo arqueológico na região metropolitana

O município de Itaboraí, a 51 quilômetros de distancia da capital, abriga um local repleto de história.

O espaço hoje conhecido como Parque Natural Municipal Paleontológico de São José de Itaboraí, foi descoberto em 1928, pelo engenheiro Carlos Euler.

O engenheiro foi até o local, atendo ao convite do dono da antiga Fazenda São José o fazendeiro Ernesto Coube que havia achado pedaços de rocha diferentes do normal e convidou Euler para analisar o material, que se descobriu ser calcário, havendo vasta quantidade do material no local.

Com a descoberta, a fazenda foi comprada pela Companhia Nacional de Cimento Mauá. O material extraído foi utilizado na construção da Ponte Presidente Costa e Silva (Rio-Niterói) e do Estádio Mário Filho (Maracanã).

A extração de Calcário durou até o ano de 1984, quando o material acabou na região. O resultado da extração foi uma depressão de 70 metros, que acabou sendo coberta por água da chuva e de lençóis subterrâneos. Formando uma grande lagoa, além da descoberta de vestígios arqueológicos no local.

Em 1990, a Prefeitura Municipal de Itaboraí declarou a área de utilidade pública, através de um processo de desapropriação. Cinco anos mais tarde, nascia o Parque Paleontológico de São José.

Eleito pela Comissão Brasileira de Sítios Geológicos e Paleobiológicos (Sigep), órgão ligado à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), um dos patrimônios da humanidade.

No Parque já foram descobertos fósseis de diversos mamíferos, gastrópodes, répteis e anfíbios.

Destaque para o fóssil do tatu mais antigo do mundo e o ancestral das emas. Ambos do Paleoceno, datados de cerca de 55 milhões de anos.

Foram achados, também, fósseis de preguiça gigante e mastodonte, da Idade Pleistocênica, aproximadamente 20 mil anos, além de restos arqueológicos, evidenciando a presença do homem pré-histórico no local.

 Visitações

Para agendar uma visita guiada ao parque, o interessado deve entrar em contato através do telefone da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo de Itaboraí, (21) 3639-1908.

Pelo e-mail visitas@ppsji.itaborai.rj.gov.br ou preenchendo o formulário no site do Parque www.ppsji.itaborai.rj.gov.br/.O Parque Fica localizado na Rua José Almeida, s/n (antiga Estrada São José) Cabuçu, Itaboraí – RJ.

Categorias
Destaque Turismo

Campos do Jordão, a Suíça no Brasil

Clima de aconchego, ruas arborizadas, limpas e uma arquitetura inconfundível, com casas construídas no estilo típico inspirado na arquitetura suíça e normanda, fazem de Campos do Jordão, São Paulo, uma das cidades mais bonitas e agradáveis para se visitar.

Localizada na linda Serra da Mantiqueira, a cidade também agrada por sua temperatura, baixas no inverno, com sensação térmica abaixo de 0°C,  e amenas no verão, com uma média de 23°C, já no outono as temperaturas variam de 5°C e 18°C, que deixam as árvores pintadas em tons de amarelo, marrom e vermelho.  Aliás, Campos do Jordão tem o privilégio de ter um dos ares mais puros do planeta, devido ao teor diferenciado de oxigenação e ozônio, o que deixa o ar livre de poluição.

Além de muito agradável, o clima de lá é tão romântico, que muitos casais apaixonados escolhem como destino preferido. Opções de passeios é o que não faltam na cidade. A Vila Capivari, que é o Centro Turístico de Campos do Jordão, é linda demais, com seus prédios construídos com arquitetura europeia e abriga os bares, cafés, restaurantes, lojas de roupas e artesanatos e ainda tem cantores se apresentando com show pelas ruas. Só ali já vale o passeio.

Outro passeio bastante concorrido também é o teleférico, que liga a Vila Capivari ao Morro do Elefante. Do alto, é possível avistar toda a cidade e suas maravilhas. Muito charmoso, o Parque da Estrada de Ferro é ideal para quem curte fazer caminhadas.

Na lista de opções que você não pode deixar de conhecer em Campos do Jordão também estão: O Amantikir, um parque com jardins muito bem cuidados e que tem uma bela vista para as montanhas da região, tirar fotos na Vista Chinesa, conhecer o Museu Felícia Leiner, a Ducha de Prata, o Pico do Itapeva, fazer trilhas e passeios ecológicos, experimentar os deliciosos chocolates e chocolate quente da região e quem curte uma excelente cerveja artesanal não pode deixar de ir a fábrica da Baden Baden, para conhecer o processo de fabricação e ainda degustar as bebidas.

Localizado no interior de São Paulo, mais precisamente na Serra da Mantiqueira, Campos do Jordão fica a uma altitude 1628 metros, sendo o mais alto município brasileiro. Com uma população estimada de quase 60 mil habitantes, ela foi fundada no ano de 1874 por Mateus da Costa Pinto, que  adquiriu alguns lotes à beira do Rio Imbiri. A Cidade, que emancipou-se de São Bento do Sapucaí em 1934, faz parte dos quinze munícipios paulistas considerados estâncias climáticas pelo governo paulista.

Fotos Divulgação
Categorias
Brasil Destaque Notícias Rio Turismo

Movimento de passageiros em aeroportos e rodovias aumenta no feriado

Da Agência Brasil

O feriado prolongado do dia de Finados deve intensificar a movimentação de passageiros nos terminais rodoviários do país, fazendo com que o mês de outubro termine com 2,7 milhões de passageiros transportados. A estimativa é da Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros (Abrati).

De acordo com a associação, que reúne cerca de 100 empresas que operam serviços rodoviários regulares interestadual e internacional, caso a expectativa se confirme, o número representa um aumento de 157% em relação ao total de passageiros transportados no mesmo período do ano passado, quando foram computados 1,07 milhão de viajantes nas rodovias do país.

No Terminal Rodoviário Interestadual de Brasília, a estimativa do consórcio Novo Terminal, que administra a rodoviária, de sexta-feira (29) até o dia 3 de novembro, mais de 30,5 mil pessoas devem embarcar e desembarcar pelo terminal, tendo as cidades de São Paulo, Caldas Novas, Goiânia, Belo Horizonte, Fortaleza e Cuiabá como destinos mais procurados.

Medidas

A Abrati alerta para quem vai viajar neste feriado que, mesmo diante do arrefecimento da pandemia de covid-19, é preciso manter medidas sanitárias de proteção, como usar máscara, evitar aglomerações, lavar bem as mãos sempre que puder ou fazer uso constante de álcool em gel.

Caso algum passageiro apresente sintomas relacionado à covid-19 a recomendação é para que procure a empresa de ônibus para remarcar a viagem. A legislação diz que nesse caso o passageiro rodoviário tem prazo de até um ano para remarcar a data da passagem.

Aeroportos

Já em relação aos aeroportos, no período de hoje a quarta-feira (3) os voos comerciais regulares nos aeroportos administrados pela Infraero devem receber cerca de 776 mil passageiros, entre embarques e desembarques. O movimento representa aumento de 54% em relação ao registrado no mesmo feriado em 2020, quando receberam 503.629 passageiros.

A projeção foi elaborada a partir das programações informadas pelas empresas aéreas e comparou o estimado para 2021 com o mesmo feriado de 2020, quando houve redução nas atividades em função da pandemia.

Segundo a empresa, que administra 37 aeroportos no país, os dias de maior fluxo serão esta sexta-feira, com 147.446 viajantes, e a próxima quarta-feira, com 156.381. No período, também são esperadas 6.089 operações de pousos e decolagens.

A Infraero também lembra da necessidade de se adotar medidas sanitárias para conter a disseminação do vírus, como os uso obrigatório de máscara nos aeroportos e durante toda a viagem, higienização das mãos, manutenção do distanciamento social de pelo menos dois metros nos aeroportos.

Além disso, é recomendado que os passageiros cheguem ao aeroporto com antecedência mínima de uma hora e meia para voos domésticos e três horas para voos internacionais. Nos casos de cancelamentos de voos e remarcações, a orientação é para que os passageiros façam contato direto com as empresas aéreas.

Em razão da pandemia, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informa que para os voos realizados até 31 de dezembro de 2021, o prazo de reembolso é de 12 meses (contados da data do voo). Para os voos programados a partir de 1º de janeiro de 2022, o prazo de reembolso é de 7 dias, contados da solicitação do passageiro.

Categorias
Arte Destaque Notícias Rio Turismo

Bondinho Pão de Açúcar inaugura painéis de artista carioca em suas estações

Com proposta de levar mais arte, conscientização ambiental aos visitantes, o Bondinho Pão de Açúcar inaugura, em outubro, próximo ao aniversário de 109 anos do parque os painéis Fauna e Flora. Desenvolvidos pelas mãos do artista Bruno Big, conhecido pelos seus traços únicos e famoso pelo intenso colorido de suas pinturas, as artes trazem uma homenagem do carioca às espécies presentes e preservadas no parque. Os painéis foram realizados em três das quatro estações de embarque e desembarque do teleférico, sendo duas no Morro da Urca e uma no Pão de Açúcar. São mais de 750 m² de paredes ao ar livre pintadas.

A sustentabilidade é um valor intrínseco aqui no Bondinho, por isso, sempre estamos ligados a ações e projetos desta causa tão importante. Inaugurar os painéis no aniversário do parque reafirma nosso compromisso com o meio ambiente e a sociedade e é um orgulho para nós poder proporcionar conscientização e educação ambiental através da arte. As pinturas com traços únicos e marcantes do Bruno Big ficarão de legado e nos inspiram ainda mais para atuarmos constantemente na construção de uma sociedade mais proativa na causa ambiental – explica Sandro Fernandes, CEO do Bondinho Pão de Açúcar.

Com a inauguração dessas obras, os cariocas e turistas poderão conhecer ainda mais sobre a diversidade de animais e plantas que habitam o Monumento Natural dos Morros do Pão de Açúcar e da Urca (Mona) e terão mais um legado de conscientização e arte para a cidade do Rio de Janeiro. Entre as espécies retratadas estão o pássaro tiê-sangue, a cobra coral, o tucano-de-bico preto, o imponente gavião, a beleza do ipê-amarelo, a aroeira, a pitangueira, entre outras. A natureza exposta nas pinturas foi selecionada através de uma pesquisa realizada pela área de meio ambiente do Bondinho Pão de Açúcar em conjunto com o artista, que depois elaborou o desenho e, em seguida, o projetou nas estações.

Fiquei muito honrado com esse convite e por ter a oportunidade de levar a minha arte para um local tão importante e amado da minha cidade. A natureza sempre foi a maior das minhas inspirações e poder retratar a natureza local com minha linguagem é uma grande responsabilidade, além de um grande prazer. O processo de pintura desses painéis foi com certeza o mais intenso que já vivi. Pintar em grande escala, com um clima extremo, em uma parede chapiscada e com uma logística desafiadora, daquelas que a gente ama fazer -conta Big.

O Bondinho Pão de Açúcar também realiza um importante trabalho em prol da sustentabilidade, como a gestão dos resíduos sólidos do parque, em que realizam a compostagem e reciclagem de 80 toneladas de resíduos anualmente. Além disso, atuam em diversas ações em prol da regeneração da Mata Atlântica, como o reflorestamento da flora nativa, que teve início na década de 80 e continua até hoje através de uma adoção, da pista Claudio Coutinho e da Trilha do Morro da Urca, que compõem o Monumento Natural dos Morros do Pão de Açúcar e da Urca (MoNa Pão de Açúcar) e a reintrodução de abelhas típicas deste bioma.

 Temos uma parceria sólida com o Bondinho Pão de Açúcar. E agora, ver os elementos da biodiversidade do MoNa representados nos painéis de uma forma tão viva me dá muita alegria. Eles trazem o conhecimento ambiental, retratando a fauna e flora da Mata Atlântica aqui preservada. Geram a reflexão nas pessoas sobre como é necessário conservando a natureza. – Fala Marcelo Andrade, Gestor do MoNa.

O projeto dos painéis Fauna e Flora é fruto de uma parceria com a marca Tintas Coral, com a realização da VMS Eventos, barizON Entretenimento, e tem sinergia com o trabalho de conclusão de curso dos alunos Bruna Moll e Kleiton Rigon, do IED Rio (Istituto Europeo di Design).Rio

Categorias
Destaque Rio Turismo

O Vale do Café Convention promove o turismo na região

O maior evento de cafés do Brasil dos dias atuais foi realizado naquela que já foi considerada a porta de entrada e saída dos principais negociadores de cafés durante o século XIX.

O evento, realizado na imponente Casa França-Brasil, nos os dois dias 23 e 24 de Outubro, contou com a participação de mais de 2 mil pessoas que circularam após rigoroso controle e monitoramento sanitário.

A surpresa do evento foi evidenciar os cafés como experiência. Passando pelos métodos de produção agrícola, com ênfase nos pequenos lotes especiais, à diversidade varietal e questões de território, o café hoje é um produto de origem para aqueles que acreditam no café como gerador de valor para um país habituado a lidar com este precioso recurso como commodity há quase três séculos. Apesar de deter a primeira posição na produção e exportação, o Brasil ainda não é reconhecido como um país de apreciadores e produtores de cafés de excelência. Nesse cenário, esse perfil de evento demonstra um potencial quase inestimável para os próximos anos. O café passou a ser um ativo para o turismo pois ele se torna um importante elo na cadeia produtiva quando o tema é sustentabilidade ambiental, cultural e social.

Representamos a região que levão nome da segunda bebida mais consumida no mundo. O nome Vale do Café pode ser pronunciado e compreendido por qualquer ser humano e este é um grande ativo que precisa ser enaltecido a nível internacional. Até há poucos anos, o café na nossa região se resumia à história, hoje podemos mostrar o potencial da nossa cafeicultura no contexto turístico”, revela Luciana De Lamare, Diretora Executiva do Vale do Café Convention & Visitors Bureau.

Aqueles que visitaram o stand da entidade puderam sentir a força do reposicionamento da região enquanto destino sustentável, preocupado com a excelência dos produtos turísticos e com a valorização do território que já foi o maior produtor e exportador de cafés no século XIX, e responsável por 75% da produção mundial. Hoje, além da visita às fazendas históricas, a região conta com diversos atrativos que podem ser encontrados pelo site da entidade.

Uma grande parte do legado material e imaterial vivos do Vale do Café remonta ao ciclo econômico do café.Para compreender todas as consequências da monocultura cafeeira durante o século XIX, tanto as boas, quanto as ruins, o turismo surge como um grande ativo. Temos como responsabilidade a valorização desse patrimônio e o respeito à memória dos povos e culturas que aqui viveram”, complementa De Lamare.

Dentre as surpresas do evento, a premiação do Café Vale do Café, de Conservatória(município de Valença), ganhadora do terceiro lugar do Brasil, demonstrou que a região pode produzir um café de excelência dentro do contexto da animação turística. O Vale do Café Convention & Visitors Bureau ainda oferece uma palestra sobre o reposicionamento da região que será veiculada online no dia 31 de Outubro, às 17h, no site do evento: www.riocoffeenation.com.br

Imagens: Luciana De Lamare, Paulo Roberto dos Santos (Café Vale do Café- 3º lugar) e Wanderson Farias, Secretário de Turismo de Vassouras Palestra sobre o Vale do Café por Luciana De Lamare, Martina D´Ávila, o barista Paulo Rica e Luciana De Lamare Chef Fréderic Monnier e Luciana De Lamare Tânia Araújo no stand da entidade

Categorias
Destaque O Rio que o Carioca Não Conhece Turismo

Uma praia secreta no Rio de Janeiro

Se você é do tipo que adora descobrir uma praia nova e com uma paisagem privilegiada, uma boa opção é a Praia do Secreto, no Recreio, Rio de Janeiro. Totalmente fora do roteiro turístico carioca, mas com um visual exótico de deixar qualquer um maravilhado, a praia como o próprio nome já diz, ainda é secreta para alguns turistas. Para se chegar à piscina natural, que se forma entre rochas, você tem que ir até a Praia da Macumba, onde existe uma trilha de acesso até o local.

Na entrada tem uma placa com os dizeres: Perigo-Risco de Morte. Por isso, o ideal é ir com outras pessoas, olhar bem o tempo para ver se a maré não está cheia, mas se as condições não forem favoráveis, o ideal é não se aventurar. A trilha pela mata não é difícil, ela é até rápida de fazer, em 05 minutos caminhando já é possível avistar o visual. O paredão de descida é íngreme, então é aconselhado usar um sapato adequado para evitar acidentes. A Praia do Secreto tem 12 metros, com uma pequena faixa de areia e não tem nada para comer ou beber. É ir mesmo para tomar um banho na piscina natural que se forma e tirar uma foto!

Categorias
Brasil Destaque Notícias Rio Turismo

Média de ocupação para o feriado no estado do Rio de Janeiro é de 78%

Da Agência Brasil

Pesquisa da Associação de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ) e do Sindicato dos Meios de Hospedagem do Rio de Janeiro (HotéisRio) revela que a média de ocupação da rede hoteleira no estado para o feriado de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, é de 78%. De acordo com as duas entidades, isso significa aumento de 21,53% em relação a 2020, quando o número atingiu 64,18%.

Para o secretário de estado de Turismo do Rio de Janeiro, Gustavo Tutuca, o estudo fortalece o trabalho desenvolvido pela Setur-RJ que visa o aumento de fluxo de turistas para o território fluminense. Segundo o secretário, a cada pesquisa apresentada fica mais evidente que o Rio de Janeiro está sendo um dos destinos nacionais mais procurados pelos viajantes. “Temos municípios batendo percentuais extremamente altos, como Teresópolis, na região turística Serra Verde Imperial, e Arraial do Cabo, na Costa do Sol, que marcaram, 94% e 92%, respectivamente”.

A pesquisa da ABIH-RJ e do HotéisRio mostra que além de Teresópolis, na Serra Verde Imperial, o município de Petrópolis registra, até o momento, 90% de ocupação, enquanto Nova Friburgo tem 78%. Na região das Agulhas Negras, Itatiaia/Penedo são destaque com 80%. No Vale do Café, no centro-sul do estado, Valença/Conservatória registra 78%; Vassouras, 75%; e Miguel Pereira, 65%.

Na Costa Verde, Angra dos Reis está com 85% de ocupação e Paraty, com 81% de quartos reservados. Na Costa do Sol, Macaé se destaca com percentual de 85%, seguida por Armação dos Búzios (75%), Cabo Frio (70%) e Rio das Ostras (45%).

Capital

A capital fluminense registra, até o momento, 86,70% dos quartos reservados, contra 51,30% no feriado do ano passado. O aumento foi de 69% de 2020 para 2021. Entre as regiões mais procuradas pelos turistas, destacam-se os bairros de Ipanema/ Leblon (94%), Flamengo/ Botafogo (89%), Leme/ Copacabana (87%), Barra da Tijuca/ São Conrado (86%) e centro (80%).

A pesquisa mostra ainda que os visitantes da cidade do Rio de Janeiro são originários, em sua grande maioria, do próprio Brasil (96%), liderados pelos turistas de São Paulo, seguidos de Minas Gerais, interior do estado e Espírito Santo. A sondagem apontou ainda que a maior parte dos visitantes é formada por por casais, famílias, visitantes individuais e grupos. Em relação à faixa etária, a maioria está entre 41 a 50 anos de idade. Os 4% restantes são de hóspedes estrangeiros vindos, principalmente, dos Estados Unidos, Argentina, Colômbia e Chile.

Categorias
Destaque Rio Turismo

Pomerode: Um pedacinho da Europa no Brasil

Se você é do tipo que adora viajar, ama conhecer lugares novos e gosta da cultura alemã, você precisa conhecer Pomerode. Localizada no Médio Vale do Rio Itajaí-Açu, munícipio do estado de Santa Catarina, a cidade tem uma população de cerca de 34 mil habitantes e é conhecida como a cidade mais alemã do Brasil, por preservar há mais de meio século os traços culturais herdados de seus colonizadores.

A origem do nome vem da Pomerânia, no norte da Alemanha e da Polônia, de onde vieram os primeiros imigrantes. A chegada foi por volta de 1861, formando como uma colônia: o distrito de Blumenau.

Pomerode oferece uma excelente qualidade de vida, a educação e a economia são os atuais grandes destaques do município, emancipado de Blumenau desde 1959. A cidade também se destaca por sua arquitetura. Tranquila e muito charmosa, Pomerode encanta com suas casas enxaimel (técnica construtiva em que as paredes são feitas de vigas de madeira posicionada na vertical, horizontal e diagonal formando uma espécie de treliça), jardins muito bem cuidados e floridos, muita área verde, ruas limpas, e, claro, com a cultura alemã presente por toda parte.

A língua alemã e a pomerana são muito faladas na cidade, que oferece atrações para toda a família como zoológico, passeios de carro de mola, de trem, vôo de balão, tour pela cidade, entre outros passeios. A gastronomia e as festas tradicionais são outros grandes atrativos de Pomerode. A mais famosa delas é a Festa Pomerana, que acontece em janeiro, e é voltada para a cultura alemã, muito parecida com a Oktoberfest. Uma viagem com muita cultura e diversão!