Categorias
Notícias Notícias do Jornal Pascal Coppens | Novo Normal da China

Novo Normal da China: 5G

As redes 5G contam com o uso de feixes mais compactos de muitas antenas menores, o que permite melhorar a velocidade de dados em comparação com 4G entre 50 e 200 vezes. Isso significa que será possível baixar um filme full HD em segundos. Ou que um cirurgião em Nova York possa realizar uma operação de longa distância em Bruxelas. Das quatro empresas com as melhores infraestruturas de telecomunicações 5G, duas são chinesas: Huawei e ZTE. As outras duas são Ericsson e Nokia, cujo faturamento mundial em ambos os casos é inferior a um quarto do da Huawei. Não surpreendentemente, é a Huawei que até agora concluiu o maior número de acordos 5G na Europa e Ásia.

5G faz muito mais do que simplesmente oferecer internet mais rápida. Acima de tudo, é um fator importante para tornar o mundo da IoT uma realidade, um mundo no qual a China é o maior produtor e usuário de sensores. Sensores do tipo que estão contidos em seu telefone celular (provavelmente há pelo menos uma dúzia deles, variando de temperatura a detecção de movimento) estão constantemente reunindo todos os tipos de dados e informações. Em um mundo IoT ideal, sensores e 5G possibilitam que cada pessoa, cada dispositivo, cada produto e até mesmo alguns animais enviem dados úteis uns aos outros sem a necessidade de interação humana.

5G abre a possibilidade de um espectro móvel mais amplo, mas o número de frequências de sinal também aumentará em comparação com 4G.

Essas frequências 5G extremamente altas serão capazes de transferir mais dados do que no passado, mas esses dados chegarão menos longe e podem ser bloqueados mais facilmente por obstáculos intermediários, de modo que mais transmissores e antenas são necessários para garantir o funcionamento eficaz. Como resultado, a rede 5G será mais descentralizada e mais complexa. Isso oferece o potencial para se mover entre as diferentes frequências quase não detectadas, o que obviamente tem implicações para a segurança nacional.

Trecho do livro: O Novo Normal da China.
Contato e informações sobre as palestras de Pascal Coppens: +55(84) 999833497

Categorias
Destaque Política

Bolsonaro diz que vai decidir pessoalmente sobre adoção do 5G no país

O presidente Jair Bolsonaro afirmou em sua live semanal nas redes sociais, que decidirá pessoalmente sobre os parâmetros para adoção da tecnologia 5G no Brasil. A previsão atual é que o leilão de licenças do padrão 5G seja realizado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) no primeiro semestre de 2021.

“Nós somos uma potência. Nós temos que ter um sistema de inteligência robusto para poder trabalhar ali na frente”, disse. “Vou deixar bem claro: quem vai decidir sobre o 5G sou eu. Não é terceiro, ninguém dando palpite por aí não”, reforçou.

A tecnologia 5G, em sua máxima potência, deverá oferecer altíssimas velocidades de internet no Brasil – até 20 vezes maiores que no 4G, além de maior confiabilidade e disponibilidade. O padrão 5G também terá capacidade para conectar massivamente um número significativo de aparelhos ao mesmo tempo.

Categorias
Notícias

Tecnologia 5G deve chegar ao Brasil em 2021

O leilão da tecnologia 5G está marcado para 2021 no Brasil. Bem mais rápida que a 4G, que é usada atualmente, a novidade promete também alavancar os negócios com a possibilidade de gerar até 300 mil empregos em dez anos