Categorias
Destaque Educação Rio

Com certificado internacional de Escola do Caráter, colégio carioca promove o ‘Mural da Gentileza’

 

 

O CEL Intercultural School se tornou, em 2021, a única entidade do país a conquistar o certificado internacional de Escola do Caráter. E uma das ações recentes nesse sentido foi a criação do ‘Mural da Gentileza’, em substituição ao tradicional ‘Correio do Amor’, por conta do distanciamento, na semana da festa junina.

Após reunião em sala sobre o assunto, os alunos (Ensino Fundamental II e do Ensino Médio) foram motivados a escrever mensagens de gentileza direcionadas aos funcionários, colegas, professores, enfim, a qualquer pessoa para qual se quisesse dedicar palavras gentis. Essas mensagens foram colocadas no Mural da Gentileza – conta Cristiane Félix, líder de Língua Portuguesa do CEL.

A certificação Escola do Caráter é entregue pela ONG Character.org, sediada em Washington, nos EUA. Há mais de 28 anos, a entidade é responsável por validar, credenciar e certificar as melhores iniciativas nesse sentido em todo o mundo.

O CEL já trabalhava com valores desde a sua fundação, há 50 anos, mas, no final de 2018, tivemos a oportunidade de conhecer a proposta da Educação do Caráter. A partir daí, tivemos o envolvimento de todos os nossos colaboradores, alunos e familiares – recorda May Chagas, diretora pedagógica do CEL.

Coordenadora geral do Ensino Fundamental 2 do CEL, Adriana Litaiff aponta os frutos do certificado Educação do Caráter:

Vai muito além de ganhar um documento oficial e um selo da Character.org. É o reconhecimento de tudo que nós fazemos desde o início do CEL, colocando ensino de excelência e caráter como nossos pilares.

Categorias
Brasil Destaque Meio Ambiente Notícias

Governo federal inaugura antena para fiscalização na Amazônia

Da Agência Brasil

O Ministério da Defesa, por meio do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), inaugurou hoje (22) uma antena de recepção multissatelital que deve auxiliar no combate ao desmatamento e outros crimes ambientais. A cerimônia ocorreu no Ministério da Defesa, em Brasília, e contou com a participação do presidente Jair Bolsonaro, do vice-presidente Hamilton Mourão e outras autoridades.

A nova antena foi adquirida nos Estados Unidos com recursos do Fundo Amazônia, gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Com diâmetro de 11,3 metros, o equipamento foi instalado no Campo de Instrução do Exército, em Formosa (GO), a cerca de 90 quilômetros de Brasília.

Abrangendo todo o território nacional, incluindo grande parte da área marítima, a antena pode receber dados de todos os satélites de observação da terra, ópticos e radares.

O equipamento será utilizado no âmbito do Sistema Integrado de Alerta de Desmatamento (SipamSar), projeto que monitora a supressão de vegetação na Amazônia e antecipa as intervenções em campo com a visualização do terreno, inclusive no período de alta cobertura de nuvens na na região.

Categorias
Brasil Destaque Economia Notícias

Caixa e Whatsapp fecham parceria para envio de mensagens sobre auxílio

Da Agência Brasil

Nos próximos dias, os beneficiários do auxílio emergencial passarão a receber de graça as informações sobre datas de depósito, de pagamento e de saque no celular. A Caixa Econômica Federal e o WhatsApp fecharam parceria, inédita no mundo, para o envio de mensagens sobre o benefício.

Uma conta oficial e verificada da Caixa passará a enviar as informações sobre o auxílio emergencial. Segundo o presidente do banco, Pedro Guimarães, cerca de 500 milhões de mensagens gratuitas deverão ser enviadas durante o pagamento das parcelas restantes do benefício.

Receberão os avisos os clientes do auxílio emergencial com celular cadastrado no aplicativo Caixa Tem. O usuário poderá habilitar ou desabilitar o recebimento dos avisos. Serão enviadas mensagens sobre o calendário de crédito na conta poupança digital, o calendário de pagamento ou de saque em dinheiro e demais informações e comunicados.

Segundo Guimarães, o uso do WhatsApp para enviar avisos é importante para garantir o acesso à informação a beneficiários muitas vezes sem acesso à internet. Essas pessoas, destacou o presidente da Caixa, não têm condições de entrar no site para tirarem dúvidas e fazerem consultas.

“Muitas das pessoas que vão receber essas mensagens de graça são pessoas mais humildes, que não teriam condições normalmente [de receber os avisos]. A parceria vem de ter o WhatsApp, que é o maior programa de comunicação por celular do mundo e a Caixa, um banco com 146 milhões de contas ativas”, explicou Guimarães.

A parceria foi anunciada em transmissão ao vivo na internet na presença do diretor de Políticas Públicas para o WhatsApp no Facebook Brasil, Dario Durigan. Segundo ele, o aplicativo está à disposição para colaborar com o banco no envio das informações gratuitas. “Num momento tão delicado como esse, é importante que os usuários evitem aglomerações e estejam bem informados sobre o auxílio”, destacou.

Durigan ressaltou que as mensagens serão enviadas de uma conta oficial da Caixa, verificada no WhatsApp, e pediu que os usuários fiquem atentos para evitarem cair em golpes. “Não haverá pedido de senha nem de dados pessoais. Apenas informações sobre o auxílio serão enviadas”, disse o diretor do aplicativo.

Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias Política

Câmara aprova medidas de proteção para crianças vítimas de violência

Da Agência Brasil

A Câmara aprovou, na quarta-feira (14), um projeto de lei em que constam uma proposta que cria mecanismos para a prevenção e o enfrentamento da violência doméstica e familiar contra a criança e o adolescente.

Entre as medidas protetivas previstas no texto estão o afastamento do agressor; assistência às vítimas em centros de atendimento ou espaços de acolhimento e o aumento de penas. O texto agora segue para análise do Senado.

A relatora do projeto, deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC), disse que a proposta cria uma engenharia de combate à violência doméstica e familiar semelhante à Lei Maria da Penha (11.340/06), mas adaptada às crianças e adolescentes.

Ela afirmou que a aprovação da proposta é uma resposta a situações que chocaram o país, como a morte do menino Henry Borel, no Rio de Janeiro.

Categorias
Carlos Augusto | Opinião Notícias do Jornal Política

Opinião: Cargo vitalício do STF produziu 11 déspotas!

Sem sombra de dúvidas, temos que pressionar o Poder Legislativo (deputados e senadores) para, através de Emenda Constitucional ou lei complementar, mudar as regras que regulam a indicação e o tempo dos ministros ao STF. É inadmissível que, em pleno século 21, num País com 50 milhões de miseráveis, com 15 milhões de desempregados, atravessando uma pandemia que já levou a óbito mais de 500 mil pessoas, tenhamos encastelados do STF, ministros com cargos vitalícios.

Podemos citar como exemplo o ministro Dias Tóffoli, indicado pelo ex-presidente Lula em 2009. Com 42 anos de idade, ficará 33 anos exercendo o cargo até aposentadoria compulsória aos 75 anos. Outro exemplo é o ministro Alexandre de Moraes, indicado pelo ex-presidente Temer, em 2017: com a idade de 41 anos, vai permanecer por 34 anos no cargo.

Temos 11 ministros cometendo uma série de irregularidades em suas decisões políticas e não jurídicas, rasgando literalmente nossa Carta Magna, praticando “abuso de autoridade” no uso de suas funções, atentando contra a liberdade de locomoção, contra a inviolabilidade do domicílio, contra o sigilo da correspondência, contra a liberdade de consciência e de crença, contra o livre exercício do culto religioso, contra a liberdade de associação, do direito de ir e vir, contra a liberdade de expressão, resgatando Atos Institucionais criados durante os anos de chumbo da ditadura militar, quando cerceiam os direitos e garantias fundamentais assegurados na Constituição.

Atuando como verdadeiros déspotas, os 11 ministros, embora NÃO eleitos para o cargo, atuam livremente com a certeza da impunidade e de seus cargos vitalícios. Repita-se: sabedores de que, acima deles, há somente Deus, e assim se comportam como verdadeiros imperadores diante de senadores submissos. Não me reservo a dizer que esses senhores atuam com verdadeiros tiranos, transformando a entidade STF em uma forma de governar pela via do absolutismo.

A função institucional do STF é servir como guardião da Constituição Federal. Entretanto, essa função está longe de ser cumprida pelos 11 déspotas, motivo pelo qual se faz necessário e urgente buscarmos alternativas, como de termos no STF ministros, mesmo que indicados, com mandato de 4 anos. Somente assim poderemos tornar esse País livre.

A hipocrisia da imprensa

Tenho acompanhado as entrevistas dos senadores da CPI pelos jornalistas de diversos meios de comunicação. É visível a tendenciosa atuação dos repórteres e jornalistas quando o assunto é favorável ao Executivo. Um senador que atua na CPI, ao ser entrevistado, afirma que tanto o presidente Omar Aziz quanto o relator Renan Calheiros (ambos envolvidos em corrupção) relutam em convocar os governadores Antônio Garcia (RR), Carlos Moisés (SC), Coronel Marcos Rocha (RO), Hélder Barbalho (PA), Ibaneis Rocha (DF), Mauro Carlesse (TO), Waldez Góes (AP), Wellington Dias (PI) e Wilson Lima (AM), comprometidos com a corrupção e desvio de recursos públicos da saúde.

Relutam também em convocar o secretário-executivo do Consórcio Nordeste, Carlos Gabas, responsável pela compra frustrada de 300 respiradores da empresa Hempcare no valor de R$ 48,7 milhões, sendo que não houve entrega dos aparelhos e nem a devolução do dinheiro.

A hipocrisia dos jornalistas é tamanha que se a matéria não for do interesse dos partidos ditos de esquerda, desviam do assunto para não comentar. Aliás, as decisões proferidas pelos 11 déspotas do STF vão pelo mesmo caminho. Conclusão: Está na hora de mudanças.

Categorias
Brasil Destaque Diário do Rio Notícias Rio

Concurso do Banco do Brasil tem 4.480 vagas e inscrições podem ser feitas até 28 de julho

O Banco do Brasil está com inscrições abertas para concurso com 4.480 vagas para todo o país, sendo 71 delas para o Estado do Rio de Janeiro. A seleção é para o cargo de escriturário, nas áreas de agente de tecnologia e agente comercial. As vagas estão divididas entre 26 estados brasileiros, sendo 2.240 para contratação imediata e 2.240 para a formação de cadastro de reserva — no Rio, são 35 vagas imediatas e outras 36 para reserva.

O edital foi divulgado em junho (confira aqui o edital). As inscrições vão até 23h59 de 28 de julho, custam R$ 38 e são feitas no site da Cesgranrio (https://www.cesgranrio.org.br/).

No Rio, há vagas para 85 dos 92 municípios, e as provas serão realizadas na capital e em Campos dos Goytacazes.

A remuneração inicial é de R$ 3.022,37, para jornada de 30h semanais. Os selecionados ainda terão benefícios como:

  • Participação nos lucros/resultados;
  • Previdência privada
  • Vale-refeição/alimentação de R$ 831,16;
  • Vale-transporte
  • Auxílio-creche;
  • Auxílio a filho com deficiência.

O banco ainda promete a possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional aos funcionários.

Pré-requisitos e provas

Para participar da seleção, é necessário ter idade mínima de 18 anos até a contratação, além de certificado de conclusão ou diploma de curso de nível médio. Os candidatos que se inscreverem para o cargo de agente comercial poderão escolher trabalhar na rede de agências do BB, em todo o país. Já os que optarem pelo cargo de agente de tecnologia atuarão em Brasília. Do total de vagas disponíveis, 5% das são reservados para pessoas com deficiência e 20% para candidatos que se autodeclararem pretos ou pardos.

O concurso terá provas objetivas e redação, previstas para o dia 26 de setembro, e seguirá os protocolos de prevenção à Covid-19. As provas objetivas terão questões de Conhecimentos Básicos (25 questões): Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Matemática e Atualidades do Mercado Financeiro; e Conhecimentos Específicos (45 questões), de acordo com a vaga pretendida.

Categorias
Brasil Destaque Notícias Política

Câmara aprova PL que obriga cobertura de tratamento de câncer em casa

Da Agência Brasil

A Câmara dos Deputados aprovou projeto que torna obrigatória a cobertura, pelos planos privados de saúde, de tratamentos domiciliares de uso oral contra o câncer, inclusive medicamentos para o controle de efeitos adversos relacionados ao tratamento. A matéria segue para sanção presidencial.

Oriundo do Senado, o projeto não inclui o Sistema Único de Saúde (SUS). Houve um movimento de senadores para incluí-lo durante a votação, mas, por uma questão regimental que poderia prejudicar o projeto como um todo, a inclusão não ocorreu.

O texto trata dos antineoplásicos, medicamentos utilizados para destruir neoplasmas (massa anormal de tecido) ou células malignas, como câncer. Esses remédios são usados para evitar ou inibir o crescimento e a disseminação de tumores.

A obrigatoriedade se aplica também aos procedimentos radioterápicos e de hemoterapia. De acordo com o texto, os medicamentos devem ser fornecidos em até 48 horas após a prescrição médica e estarem registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O mesmo prazo será aplicado aos tratamentos, sendo obrigatória a comprovação de que o paciente ou seu representante legal recebeu orientações sobre o uso, a conservação e o eventual descarte do medicamento, que pode ser fornecido de maneira fracionada conforme o ciclo de tratamento.

Categorias
Brasil Destaque Notícias Política

Aprovada inclusão de famílias do CadÚnico na Tarifa Social de Energia

Da Agência Brasil

O Senado aprovou na quarta (30) um projeto de lei (PL) que facilita a inclusão de famílias de baixa renda entre os beneficiários da Tarifa Social de Energia Elétrica. Atualmente, os interessados devem procurar as concessionárias de energia elétrica para pedir o benefício. O projeto propõe a inclusão automática na Tarifa Social dos inscritos no CadÚnico, o cadastro único para programas sociais do governo federal. O projeto vai agora à Câmara.

A Tarifa Social de Energia Elétrica concede descontos de até 65% no pagamento das contas de energia, dependendo da faixa de consumo. Quem consome até 30 kilowatt-hora (kWh) têm 65% de desconto. As residências que consomem entre 31 kWh/mês e 100 kWh/mês recebem desconto de 40% na conta. Já quando o consumo fica entre 101 kWh/mês e 220 kWh/mês, o desconto concedido é de 10%.

Para o autor do projeto, o deputado André Ferreira (PSC-PE), famílias com direito garantido ao desconto acabam não tendo acesso ao benefício por falta de informação. O relator do texto no Senado, Zequinha Marinho (PSC-PA), entendeu que a administração pública precisa de tempo para aplicar a medida, por isso ela só entra em vigor 120 após sua aprovação no Congresso Nacional. Segundo o relator, 11 milhões de residências são beneficiadas pela Tarifa Social de Energia Elétrica.

Os senadores aprovaram uma emenda que estende o benefício àqueles que residem em empreendimentos habitacionais de interesse social, caracterizados como tal pelos Governos municipais, estaduais ou do Distrito Federal ou pelo Governo Federal. Incluem-se nesse grupo as moradias do Programa Minha Casa, Minha Vida e do Programa Casa Verde e Amarela. Por causa da aprovação dessa emenda, o projeto, originado na Câmara, teve que voltar para nova apreciação dos deputados.

Categorias
Brasil Destaque Diário do Rio Notícias Política

Alistamento militar é prorrogado até 31 de agosto

O presidente Jair Bolsonaro assinou decreto prorrogando até 31 de agosto o prazo para alistamento militar este ano. O prazo final original era hoje (30). No caso de brasileiros naturalizados ou por opção, o prazo para apresentação obrigatória para o alistamento será de 60 dias, informou, em nota, o Ministério da Defesa.

De acordo com o ministério, a medida é necessária “considerando que, em função da pandemia da covid-19, vários municípios seguem com suspensão de atendimento ao público nas juntas de Serviço Militar”.

A pasta disse que a suspensão no atendimento público dificulta o alistamento de diversos jovens carentes que não possuem acesso à plataforma digital. “Prorrogação semelhante foi feita no ano passado, trazendo benefícios aos conscritos e garantindo a qualidade da seleção geral”, disse o ministério.

Categorias
Brasil Destaque

Governo Federal anuncia liberação de R$ 34 milhões para obras de saneamento básico em 12 unidades federativas

Recursos vão possibilitar a continuidade de 20 empreendimentos na Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, São Paulo e Sergipe
 O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, anunciou nesta segunda-feira (28) a autorização de pagamentos que somam R$ 34 milhões para a continuidade de 20 obras e projetos de saneamento básico em 12 unidades da Federação durante visita a uma obra de saneamento integrado em Natal (RN). Os repasses vão atender empreendimentos na Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, São Paulo e Sergipe.

“As obras que foram iniciadas em diversos estados brasileiros não podem ser paralisadas. Hoje, estamos liberando mais de R$ 34 milhões para a continuidade desses empreendimentos. Isso é uma reafirmação do nosso compromisso com a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos brasileiros, que passam a ter maior qualidade de vida e melhor acesso a serviços ligados à área de saúde”, apontou Rogério Marinho.

As obras de saneamento integrado nos bairros Nossa Senhora da Apresentação e Lagoa Azul, em Natal (RN), receberão aporte de R$ 5 milhões. Em Sergipe, a cidade de Lagarto vai receber R$ 10,2 milhões para a ampliação do sistema integrado de abastecimento de água da Adutora do Piuaitinga.

Na Bahia, três municípios receberão aporte de R$ 7,3 milhões. Desse total, R$ 6,8 milhões serão destinados à ampliação do sistema de abastecimento de água Machadinho Sul, em Camaçari. Por sua vez, Salvador contará com R$ 407,1 mil para melhorias no sistema de abastecimento de água, enquanto Lauro de Freitas terá acesso a R$ 460,1 mil para as obras de saneamento integrado no bairro Quintas do Picuaia.

Outro R$ 1,1 milhão será voltado à ampliação da estação de tratamento de água Gramame, em João Pessoa (PB), além do reforço no sistema de distribuição em áreas atendidas por quatro reservatórios da capital paraibana.

Já o repasse de R$ 397,3 mil para o estado do Ceará beneficiará Fortaleza e Cascavel. A capital terá R$ 41,7 mil para as obras no sistema adutor e de reservação do Taquarão. Já o município do interior cearense contará com R$ 355,6 mil para a implantação de uma estação de tratamento de água, além da readequação da captação no Açude Mal Cozinhado e da adução de água bruta e tratada.

Centro-Oeste

O Distrito Federal receberá R$ 2,7 milhões do MDR. O valor será destinado à implantação de um centro de reservação no sistema de abastecimento de água do Descoberto.

Empreendimentos no estado de Goiás receberão R$ 2 milhões para obras de saneamento básico. A ampliação do sistema de abastecimento de água de Aparecida de Goiânia terá acesso a R$ 1,9 milhão. Para Luziânia, serão destinados R$ 72,9 mil para intervenções de saneamento integrado e urbanização nos bairros Parque Alvorada I, II e III e Parque JK.

A cidade de Rondonópolis, em Mato Grosso, contará com R$ 1,4 milhão. O montante será voltado à ampliação do sistema de abastecimento de água local.

Outras regiões

O estado do Pará contará com repasse de R$ 1,6 milhões para quatro cidades. Santarém terá acesso a R$ 1,3 milhão para a ampliação do sistema de abastecimento de água dos bairros Setor Nova República e Livramento, além do mesmo tipo de empreendimento no distrito de Alter do Chão. As ampliações desses serviços em Breves e Monte Alegre receberão R$ 187,5 mil e R$ 73,6 mil, respectivamente.

No Rio de Janeiro, a cidade de Belford Roxo vai receber R$ 937,2 mil para as obras de saneamento integrado dos bairros Pauline e São Leopoldo. Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, receberá aporte de R$ 836 mil, que será voltado às intervenções de saneamento integrado na Bacia do Córrego Bonsucesso.

Por fim, duas cidades de São Paulo serão contempladas com R$ 39,6 mil. Americana receberá R$ 21,9 mil para a ampliação do sistema de abastecimento de água do município, enquanto Santo André terá R$ 17,7 mil para obras de saneamento integrado e urbanização do Complexo Jardim Irene.