Categorias
Diário do Rio Jonathan Oliveira | E-Sports Jonathan Oliveira | eSports Notícias do Jornal Tecnologia

League of Pain

Pain Gaming é uma organização de eSports brasileira fundada pelo ex pro-player Arthur “Paada”, com foco inicial em campeonatos de Dota, que se iniciaram em 2010. Hoje, a equipe atua em vários cenários do esporte eletrônico, como Counter-Strike, Global Offensive, Rainbow Six Siege, Hearthstone, Free Fire e, nosso foco de hoje, League of Legends.

A Pain foi a primeira equipe profissional de LoL no Brasil, sendo iniciada no final de 2011, quando ainda não tinha nenhum servidor no país. A história de campeão do Brasil começou mesmo em 2013, com o elenco de Fábio “Venom”, Thúlio “SirT”, Gabriel “Kami”, Felipe “brTT” e Martin “Espeon”. Antes até dessa formação, foram dispensados “MiT” e “Tittu”.

Nesse mesmo ano, a equipe participou do Campeonato Brasileiro de League of Legends e venceu a CNB eSports em uma MD5 (melhor de 5) em 3 a 1, conquistando o seu primeiro titulo brasileiro. Depois, o grupo se tornou a primeira equipe brasileira a jogar no exterior.

Em 2015, afirmamos que foi o ano que ninguém conseguia mais parar a Pain Gaming. Eram os imbatíveis, e o próprio time era o tão sonhado “Dream Team”. Quem não vibrava com os jogos clássicos da Pain naquele ano? Parecia que ninguém mais iria conseguir pará-los.

Foi um ano de glória. Conquistaram o bi-campeonato brasileiro e foram para o Desafio Internacional, se classificando para o Mundial de League of Legends. Não foram campeões do mundo, mas pode ter certeza que aquele foi o ano de orgulho para o cenário brasileiro. A equipe não passou da fase de grupo, mas ver aquele time chegando e derrotando um time forte no mundial foi o suspiro de alivio.

A queda e a redenção

Em 2016, houve reformulações no time e o tão esperado Dream Team não se manteve. Em 2017, teve outra reformulação e, mesmo chegando à final dos campeonatos, a equipe não conseguiu vencer, ficando assim em vice.

Em 2018, o coração do torcedor apertou: a Pain Gaming foi rebaixada para o Circuito Brasileiro, que é a segunda divisão do campeonato. Com lutas e lutas, a equipe conseguiu se recuperar.

Finalmente de volta a primeira divisão, 2020 foi um ano em que os torcedores acreditavam que a Pain, a qualquer momento, poderia voltar a ser a grande do Brasil novamente.

Mesmo não tendo títulos em 2020, a equipe respirou e trouxe emoção aos nossos corações em 2021. O desempenho maravilhoso de Thiago “Tinowns” foi o suspiro, a redenção. Outro jogador, brTT, com sangue de ter mais um titulo na sua conta, enfrentando criticas e usando isso como combustível, chegou lá finalmente. Com vocês, a campeã da primeira etapa do Campeonato Brasileiro de League of Legends de 2021: PAIN GAMING!

Jonathan Oliveira
Designer gráfico, fotógrafo e diagramador do Jornal DR1
jonathanoliveira@jornaldr1.com.br