Categorias
Brasil Destaque Notícias Notícias do Jornal Rio Turismo

Restrições mundiais para brasileiros segue grande pelo; Veja destinos possíveis para viajar

Da Redação

No momento em que o Brasil está passando pela sua pior fase da Covid-19, o país ainda segue com enormes restrições para o turismo exterior. Se para entrar por aqui não há dificuldade, nós brasileiros passamos por diversos problemas, normas e regras para serem admitidos nos principais lugares do mundo, como nos Estados Unidos.

Embora os Estados Unidos e algumas nações da Europa tenham suspendido temporariamente a entrada de brasileiros e/ou passageiros com estadia recente pelo Brasil, outros países estão passando por um processo lento de reabertura de fronteiras e retomada de voos internacionais. Para curtir férias no exterior, os brasileiros ou precisam passar por longas quarentenas em hotéis, como é o caso de Inglaterra e Portugal, e procurar destinos pouco usuais, que dificilmente conseguirá chegar devido à escassez de voos internacionais para estes locais, como a Croácia.

Com efeito de comparação, o brasileiro pode entrar na Croácia, apresentando o resultado do RT-PCR negativo, feito nas últimas 48h. Contudo, para chegar até lá, voos oriundos do Brasil precisam fazer escalas e em sua maioria troca de naves, em países que não estão autorizando pessoas que estiveram recentemente no país, sem ter feito as quarentenas e regras exigidas por essas nações.

Um bom destino que sobra para os brasileiros são a República Dominicana e o México. Esses países apenas exigem exames de RT-PCR recente para admitir a entrada. Por isso, quem está com a agenda mais folgada e quer ir à Europa, ficar 10 a 14 dias nesses paraísos curtindo sol e praia, comprovar estadia com exames em dia, e pode entrar na Europa sem restrição, apenas seguindo as normas exigidas por lá.

Países vizinhos do Brasil, como a Argentina criaram barreiras intensas, deixando que apenas familiares de nativos possam entrar – após um teste negativo para o coronavírus. Bolívia e Paraguai não se fecharam completamente, mas exigem uma quarentena ao visitante e testes com resultados negativos de RT-PCR, feitos recentemente.

Do outro lado do mundo, uma boa opção são África do Sul e Tailândia. As duas nações estão admitindo a entrada de pessoas que estiveram no Brasil, em situação semelhante a da República Dominicana. Na Tailândia é preciso apresentar o exame feito em até 72h, em inglês assim como o da língua de origem e preencher o formulário “Travel Registration Form” 7 dias antes da chegada, que deve ser levado impresso para apresentar na imigração. Para a África, que possui voo direto de São Paulo para as principais cidades, como Joanesburgo e Cidade do Cabo, é preciso também do teste negativo de Covid-19 obtido no máximo 72 horas antes da viagem  Um questionário online deve ser preenchido até 2 dias antes da chegada.