Categorias
Diário do Rio eSports Jonathan Oliveira | E-Sports Jonathan Oliveira | eSports Notícias Tecnologia

Ninjas in Pyjamas é a campeã do Six Invitational

Neste domingo (23) a equipe brasileira de Rainbow Six Siege Ninjas in Pyjamas foi a campeã do principal torneio da Ubisoft de nível mundial, denominado Six Invitational. Com elenco de Murilo “Muzi”, Gustavo “Psycho”, João “Kamikaze”, Gabriel “Pino”, Julio “Julio” e o técnico Dyjair “Mity” foram os encarregados de levantar o grande martelo.

Inicio de tudo

Essa história começou lá trás, quando o campeonato foi adiado por conta da pandemia do Covid-19, impossibilitando a entrada de outros países na sede do campeonato, que foi em Paris, na França. Alguns meses depois, a Ubisoft lançou uma nota em que deixava dúvidas sobre a participação dos brasileiros no campeonato, já que o governo da França não permitia voos do Brasil para o país.

Em meio ao campeonato Elite Six, um torneio continental de Rainbows Six, a Ubisoft lançou outra nota, só que dessa vez com a notícia boa de que os brasileiros iriam embarcar no campeonato. Até que chegou o dia do campeonato e os brasileiros se preparavam para o grande triunfo do cenário para o mundo.

Fase de grupos e fase eliminatória

Iniciou a fase de grupos com as equipes europeias e norte americanas dando bastante trabalho para os brasileiros, mas não foi motivo para derruba-los. As equipes Team Liquid, Faze Clan, Team One, Furia, NiP (Ninjas in Pyjamas) e MIBR, conseguiram se classificar para os Playoffs. Agora, com as chaves divididas em “Upper” e “Lower” em um modelo MD3 (melhor de três), apenas quatro organizações brasileiras iniciaram na chave Upper, sendo elas Team Liquid, Faze Clan, MIBR e NiP (Ninjas in Pyjamas).

Na chave de cima, tivemos as principais equipes do campeonato sendo rastejadas pelos brasileiros e a equipe norte americana Oxygen eliminando a equipe europeia Empire, da chave de cima, e a jogando para a repescagem.

Na primeira rodada da repescagem, tivemos também grandes equipes sendo eliminadas. A Team One tirou a atual campeã Spacestation Gaming do campeonato, por 2 a 1, e a Parabellum eliminou a campeã do Six Invitational de 2019, a equipe G2, por 2 a 0.

Não dá  para negar o quanto esse campeonato foi emocionante para o cenário do Rainbow Six Siege e para o cenário brasileiro, tendo desempenhos incríveis em equipes que ninguém dava nada fazendo um ótimo trabalho no torneio.

Infelizmente, na segunda rodada do campeonato, Team One e a Furia se despediram da França, deixando quatro equipes brasileiras para representar. Team Liquid sendo eliminada da chave de cima indo para repescagem logo na primeira rodada da fase eliminatória para a MIBR, por 2 a 0, enfrentou uma longa jornada para chegar até a final.

A cavalaria enfrentou a Parabellum, Empire, Faze Clan, TSM e a MIBR. Tem que se dizer que a Team Liquid fez uma bela performance no Six Invitational deixando os brasileiros com o coração quentinho e cheio de emoções.

Foto: Ubisoft – Kirill Bashkirov

Já na chave dos vencedores, temos que falar da nossa campeã do torneio de 2021, a Ninjas in Pyjamas, demonstrando para o que veio e sendo campeã invicta da fase eliminatória. Em sua primeira rodada, os ninjas enfrentaram logo de cara a BDS, principal time da França que era favorita para vencer o campeonato. Em um confronto acirrado, os franceses perdem de 2 a 1 para os ninjas. Depois, os ninjas enfrentaram os brasileiros. Sem muitas dores de cabeça e sem dar muitas chances para o seu rival, a NiP derrotou a Faze Clan por 2 a 0.

A final brasileira do Six Invitational

Foto: Ubisoft/Kirill Bashkirov

Com a Ninjas in Pyjamas eliminando todos a sua frente, chegou seu momento de disputar para chegar na final do campeonato e, assim, garantindo o seu segundo lugar e ainda um ponto de vantagem.

Seu confronto foi com a MIBR, podendo se dizer assim que foi um confronto e tanto. Ambas focadas, as duas equipes foram bastante determinadas para esse duelo, mas só uma poderia sair como vencedora da chave dos vencedores. Não sendo diferente e com bastantes emoções, a Ninjas in Pyjamas vence a MIBR por 2 a 1.

Na quinta rodada da fase eliminatória, o confronto poderia definir uma final entre brasileiros e essa responsabilidade ficou nos ombros da Team Liquid, enfrentando a TSM, uma equipe que mesmo indo para a chave de repescagem logo de inicio também mostrou resistência eliminando a Mkers e a BDS do torneio. Agora no jogo que poderia provar a força da região brasileira, a TSM enfrenta a cavalaria. Em uma luta emocionante, a Team Liquid se mostrou forte e consistente, virando o jogo a seu favor, e acabou eliminando a TSM do campeonato por 2 a 1, assim trazendo independente do time, o prêmio mundial da ubisoft para o Brasil.

Por conta da repescagem, a MIBR enfrentaria na final da Lower a equipe Team Liquid e, com um espírito de poder retribuir o que tomou no inicio dos Playoffs, a Liquid massacrou a MIBR na final de repescagem por 2 a 0, sendo assim definitivo o jogo da Team Liquid contra a Ninjas in Pyjamas.

Campeonato com alegrias e tristezas

Durante a fase eliminatória, o Brasil recebeu a triste notícia de que o pai do jogador brasileiro Luccas “Paluh” Molina veio a falecer. O jogador relatou em meio a rede social do Twitter. Paluh chegou a conversar com seu pai e sabia que foi internado, mas não sabia que o caso dele estava grave. O pai demonstrou ser forte para filho não desistir.

Morre pai de Luccas “Paluh” Molina. (Foto: Ubisoft)

Jonathan Oliveira
Designer gráfico, fotógrafo e diagramador do Jornal DR1
jonathanoliveira@jornaldr1.com.br

Categorias
Diário do Rio Notícias Notícias do Jornal Tecnologia

Miranda: FALA DELA!

Rafaela “Miranda” foi a primeira mulher a disputar o Campeonato Brasileiro de Rainbow Six Siege. Devido a problemas de saúde do jogador Vinícius “Vnx” Mello, a jogadora acabou se tornando titular do time da INTZ. Com a sua estreia no BR6, em um jogo contra o time da Fúria, conseguiu demostrar que não estava para bobeira. Mesmo com a derrota, provou que estava lá para evoluir e não foi diferente em seu segundo jogo contra a Faze Clan, que era o atual líder do campeonato. Com um belo destaque, a jogadora e seu companheiro de equipe Victor “Hornetão” fizeram um bom trabalho de equipe e deram a primeira vitória do campeonato para a INTZ.

Miranda também defende o time feminino da INTZ, ao lado de Danielle “Cherna”, Gabriella “Skadi”, Leticia ”Cristalz7”, Bruna “Maligna” e a ex-Caster do Rainbow Six Latam “Luli”. Juntas, conquistaram o terceiro lugar no primeiro estágio do Circuito Feminino de Rainbow Six.

A representação da jogadora no cenário brasileiro traz e mostra a importância de tornar o campeonato mais misto e colocar mais jogadoras para a competição, em nível Séria A. Mesmo com dificuldades de apresentar as mulheres no mundo do eSports, essas representações dão cada vez mais força para tornar o ambiente mais diversificado e mais representativo.

Jonathan Oliveira 
Designer gráfico, fotógrafo e diagramador do Jornal DR1
jonathanoliveira@jornaldr1.com.br