Categorias
Brasil Destaque Esportes Notícias Saúde

CBF divulga protocolo para volta de público aos estádios

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) publicou uma versão do Protocolo de Recomendações para Retorno do Público aos Estádios. O documento prevê a volta das torcidas em partidas válidas pela fase de quartas de final da Copa do Brasil, além das séries A, B e C do Campeonato Brasileiro. Entretanto, para que a presença de público se consolide, o guia destaca que a decisão final dependerá da anuência das autoridades sanitárias locais.

Para ter acesso aos estádios, os torcedores terão que fazer um teste RT-PCR para detecção do vírus SARS-CoV-2 até três dias antes da data da partida. Como alternativa, também será aceito o teste ‘Pesquisa de Antígenos’, se realizado em até dois dias antes da partida. Neste caso, o teste obrigatoriamente precisa ter sido realizado em um laboratório de análises clínicas ou unidades de prestação de serviços de saúde devidamente autorizados pelas autoridades sanitárias.

Outra possibilidade é estar plenamente vacinado. Aqui, segundo a CBF, não será necessária a realização de testes dias antes dos jogos. O entendimento da CBF sobre o termo ‘plenamente vacinado’ é o torcedor ter sido imunizado com duas doses ou ter tomado a dose única da vacina contra a Covid-19.

Entre os protocolos definidos estão: aferição de temperatura corporal; uso obrigatório de máscaras nos ambientes internos do estádio durante todo o período de permanência; obrigatória a manutenção do distanciamento social nos assentos e setores do estádio e higienização das mãos com álcool a 70% ou lavagem com água e sabão.

Através de uma pontuação definida pela CBF, com base nos números destes pontos, é feito um cálculo da taxa de normalidade para determinar o limite de público recomendado para cada estádio.

Por exemplo: se o cálculo oferecer um resultado menor que 30%, a taxa de normalidade será baixa e estará liberado até 10% da capacidade de público. Se a taxa de normalidade for de 75% ou mais, a taxa de normalidade será considerada ideal e está permitido um percentual de público acima de 50% da capacidade do estádio.