Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias

Placas de rua que leva o nome do ator Paulo Gustavo são instaladas em Niterói

A Prefeitura de Niterói instalou, na quarta-feira (19), as 46 placas da Rua Ator Paulo Gustavo, em Icaraí. A via, uma das mais importantes da Zona Sul da cidade, deixou de levar o nome do coronel Moreira César e passa a homenagear o artista niteroiense que morreu vítima de Covid-19 aos 42 anos.

A mudança no nome da rua foi aprovada por 90% dos niteroienses em consulta pública com mais de 34 mil participantes e teve mensagem executiva do prefeito Axel Grael aprovada pela Câmara de Vereadores. Na última sexta-feira (13), o projeto de lei sobre a alteração do nome foi sancionado. A cidade também prepara circuito cultural e estátua em homenagem ao artista no Campo de São Bento.

Nascido e criado em Niterói, Paulo Gustavo sempre exaltou a cidade e a usou como cenário em seus trabalhos. Belos locais como a Praia de Boa Viagem, o Campo de São Bento e Icaraí ganharam todo o País.

Placas

Placas de rua que homenageia Paulo Gustavo foram instaladas na quarta (19). (Foto: Divulgação/Prefeitura de Niterói)

As placas se dividem em dois tipos. Um no padrão que já se vê pelas ruas da cidade, com o nome Rua Ator Paulo Gustavo, seguida pelas informações sobre o artista e o CEP da via. O outro tipo, que vai integrar o Circuito Turístico Cultural Paulo Gustavo, tem o rosto do ator e uma das três frases: “Rir é um ato de resistência”, na esquina da Rua Presidente Backer com Rua Ator Paulo Gustavo; “Ame na prática, na ação. Amar é ação, amar é arte”, na esquina da Rua Otávio Carneiro; e “O humor salva, transforma, alivia, cura, traz esperança pra vida da gente”, na esquina da Rua Lopes Trovão.

Além do circuito, que vai incluir pontos da cidade que o ator frequentava e que foram cenários em seus filmes, uma estátua no Campo de São Bento, em Icaraí, também vai homenagear Paulo Gustavo.

Rua homenageia ator que morreu vítima da Covid-19. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Niterói)

O prefeito Axel Grael disse que, com esta homenagem, Niterói demonstra respeito pelo artista, que enalteceu a cidade com sua genialidade e talento.

“Niterói está homenageando, de várias formas, mais um de seus filhos. É muito justo que a cidade retribua e demonstre admiração pelo trabalho deste artista, que sempre retratou Niterói com carinho”, comenta.

A secretária municipal de conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa, destaca a paixão do ator pela cidade.

“Ao todo são 46 placas, sendo três esquinas com pontos especiais: a da Rua Presidente Backer, por conta da padaria Beira Mar, que ele frequentava, e as das ruas Lopes Trovão e Otávio Carneiro, que levam até o Campo de São Bento, nosso Central Park, como dizia o Paulo, local que ele tanto frequentou e o levou, nos seus filmes, a ser conhecido nacional e internacionalmente”, explica Dayse.

Rua Ator Paulo Gustavo fica em Icaraí. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Niterói)
Categorias
Cidade Cultura Destaque Música Notícias

Rua na zona oeste do Rio ganha nome do cantor e compositor Tunai

Uma rua do bairro Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro, ganhou o nome do cantor e compositor Tunai, como era conhecido José Antônio de Freitas Mucci.

A “Rua Compositor Tunai” foi oficializada por meio de decreto assinado pelo prefeito Eduardo Paes, publicado na edição de quarta-feira (24) do Diário Oficial do Município, pouco mais de um ano depois da morte do artista.

O logradouro agora batizado com o nome de Tunai antes era conhecido como Rua Projetada ou Rua Projetada 1. A via começa na Estrada Itá, lado ímpar(125 metros depois da Rua dos Jesuítas) e termina com 155 metros de extensão.

Carreira

Irmão do também cantor e compositor João Bosco, Tunai ficou famoso com o hit Frisson, lançado em em 1984, no LP “Em Cartaz”. O hit foi incluído na trilha da novela “Suave veneno”, da TV Globo.

Ele teve várias canções gravadas por Elis Regina, quem viu nele um potencial para a composição. De sua autoria, Elis Regina gravou as canções “As Aparências enganam”, do disco “Essa mulher” (1979), “Agora tá”, do disco “Saudade do Brasil” (1980), e “Lembre-se”, gravado no show de lançamento de “Essa mulher”, em setembro de 1979.

Além de Elis, outros grandes nomes da música brasileira interpretaram composições de Tunai, como Milton Nascimento, Gal Costa, Elba Ramalho, Fagner, Jane Duboc, Emílio Santiago, Fafá de Belém, Zizi Possi, Beto Guedes, Joanna, Sandra de Sá, Sérgio Mendes, Belchior, Ivete Sangalo e o grupo Roupa Nova.

Tunai morreu aos 69 anos após uma parada cardíaca, no dia 26 de janeiro de 2020, no Rio de Janeiro.