Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias Rio

Banco de Sangue Serum inaugura unidade na Barra; saiba como doar

Já está em funcionamento o Banco de Sangue Serum Barra, localizado no Casa Shopping. A população do Rio de Janeiro, especialmente os moradores da região da Barra e Zona Oeste, passam a contar agora com mais uma unidade para atendimento aos doadores e pacientes.

A nova unidade dispõe de 10 cadeiras para doadores, sendo duas direcionadas para doações por aférese – processo que permite a separação de glóbulos, plasma e plaquetas – e que podem ser utilizadas para situações de grande demanda ou ocorrências urgentes.

O Banco de Sangue Serum Barra tem a expectativa de receber, inicialmente, uma média de 80 a 100 doadores por dia, com uma previsão de crescimento, ao longo dos meses, que deverá alcançar 150 doadores por dia, para que os estoques se mantenham em um nível confortável.

De acordo com Rodrigo Moreira, líder de captação do Banco de Sangue Serum Barra, a escolha da localização foi estratégica.

“Tendo em vista a demanda cada vez mais alta de pacientes atendidos nos mais de 80 hospitais em nosso escopo e o déficit no número de doações, pensamos em nos fixar em uma região mais próxima para os residentes da região da Barra e seus arredores”, afirma.

O líder de captação explica ainda que, com a nova unidade do Banco de Sangue Serum Barra, são beneficiados os pacientes dos hospitais atendidos e a população da localidade.

“Os pacientes dos hospitais que atendemos, por mais uma oportunidade de contarem com um número maior de doadores auxiliando na manutenção dos estoques, e os doadores da região que não terão dificuldade com deslocamentos até o Centro”, conclui.

O Banco de Sangue Serum Barra atende mais de 80 hospitais entre públicos e privados na região Central do Rio de Janeiro, Baixada Fluminense, Niterói e São Gonçalo. Está localizado no Casa Shopping – Bloco P, lado Península, Av. Ayrton Sena, 2.150, Barra da Tijuca – Rio de Janeiro – telefones (21) 3030-6761 / 6762 e (21) 99695-7470.

Requisitos básicos para doação de sangue

• Apresentar um documento oficial com foto (RG, CNH, etc.) em bom estado de conservação;

• Ter idade entre 16 e 69 anos desde que a primeira doação seja realizada até os 60 anos (menores de idade precisam de autorização e presença dos pais no momento da doação);

• Estar em boas condições de saúde;

• Pesar no mínimo 50 kg;

• Não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas 12 horas;

• Após o almoço ou ingestão de alimentos gordurosos, aguardar 3 horas. Não é necessário estar em jejum;

• Se fez tatuagem e/ou piercing, aguardar 12 meses. Exceto para região genital e língua (12 meses após a retirada);

• Se passou por endoscopia ou procedimento endoscópico, aguardar 6 meses;

• Não ter tido gripe ou resfriado nos últimos 30 dias;

• Não ter tido Sífilis, Doença de Chagas ou AIDS;

• Não ter diabetes em uso de insulina;

• Aguardar 48h para doar, caso tenha tomado a vacina da gripe, desde que não esteja com nenhum sintoma.

Critérios específicos para a Covid-19

• Candidatos que apresentaram sintomas de gripe e/ou resfriado devem aguardar 30 dias após cessarem os sintomas para realizar doação de sangue;

• Aguardar 48h para doar, caso tenham tomado a vacina Coronavac/Sinovac e 7 dias caso tenham tomado a Astrazeneca;

• Candidatos que viajaram para o exterior devem aguardar 30 dias após a data de retorno para realizar doação de sangue;

• Candidatos à doação de sangue que tiveram contato, nos últimos 30 dias, com pessoas que apresentaram diagnóstico clínico e/ou laboratorial de infecções pelos vírus SARS, MERS e/ou 2019-nCoV, bem como aqueles que tiveram contato com casos suspeitos em avaliação, deverão ser considerados inaptos pelo período de 30 dias após o último contato com essas pessoas;

• Candidatos à doação de sangue que foram infectados pelos SARS, ERS e/ou 2019-nCoV, após diagnóstico clínico e/ou laboratorial, deverão ser considerados inaptos por um período de 30 dias após a completa recuperação (assintomáticos e sem sequelas que contraindique a doação).

Serviço:

Banco de Sangue Serum Barra

Endereço: Casa Shopping – bloco P – lado Península – Av. Ayrton Senna, 2.150 – Barra da Tijuca

Telefones: (21) 3030-6761 / 6762 | WhatsApp: (21) 99695-7470

Atendimento: Diariamente, das 7h às 18h; incluindo finais de semana e feriados

Estacionamento: gratuito, conveniado no local, durante a doação – Usuários de tags de acesso rápido, devem retirar o ticket na cancela do estacionamento para isenção.

Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias Notícias do Jornal Saúde

Hemorio conclui parte de estudos que usam sangue com anticorpos para tratar covid-19

O Hemorio concluiu parte dos estudos para utilização do plasma convalescente no tratamento de pessoas com covid-19. Dados preliminares apontam que a técnica é eficiente nos pacientes em estágios iniciais de infecção, ao neutralizar o vírus. Até o momento, mais de 300 pessoas fizeram transfusão com plasmas doados no instituto, seja no âmbito de estudos clínicos ou em utilização compassiva (utilização em tratamento humanitário sem ser em um projeto de pesquisa).

O procedimento consiste em infundir o plasma, parte do sangue que contém anticorpos colhido de pacientes curados, em pacientes com Covid-19. O diretor do Hemorio, Luiz Amorim, explica que cada plasma coletado pode fornecer tratamento para até três pessoas. O plasma doado pelos pacientes curados fica na unidade e é distribuído mediante solicitação dos hospitais que tratam casos de covid-19.

“A expectativa é que haja melhora da evolução da doença e redução da mortalidade nos pacientes que recebam a terapia, desde não seja feita em fase avançada da doença, além de os riscos serem praticamente zero. Vamos continuar as pesquisas para tentar identificar os grupos nos quais o plasma estaria mais indicado”, disse Amorim.

Categorias
Destaque Diário do Rio Fazendo a Diferença Notícias Notícias do Jornal Social

Estudantes se unem em campanha solidária de doação de sangue para hospital

Estudantes da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) decidiram se unir para tentar amenizar um problema que se agravou durante a pandemia: a queda no número de doações de sangue. Um grupo de veteranos encampou a missão de convocar calouros e demais alunos da instituição para doar sangue ao Banco de Sangue Herbert de Souza, do Hospital Universitário Pedro Ernesto (Hupe/Uerj), ato solidário que pode salvar até quatro vidas com uma única iniciativa.

Com aulas remotas e diante das restrições pela pandemia, os alunos decidiram montar um site para organizar a lista de doadores e fazer agendamentos. A ideia é ter, diariamente, até 10 doadores de cada curso. A restrição tem como finalidade evitar aglomeração, porém, não limitará a ação, pois a campanha se estenderá até julho.

Integrantes dos centros acadêmicos, Diretório Central dos Estudantes e atléticas dos cursos de graduação decidiram aderir à campanha, que foi intitulada Juntos pela Vida. A iniciativa, lançada neste mês, pretende estimular a doação de sangue entre os discentes de todos os campi.

A campanha é inspirada no Projeto Sangue, atividade de extensão da Faculdade de Enfermagem que, no início de 2020, antes da pandemia, plantou a idéia de estimular os calouros à doarem sangue. O que seria um trote solidário acabou se expandindo para uma conscientização geral do corpo estudantil.

“Esta campanha tem a importância de salvar vidas e de podermos criar uma cultura de doação de sangue dentro da comunidade da Uerj; uma cultura de salvar vidas”, diz Caio Cler dos Santos, aluno do 8º período de Engenharia Química, presidente do Centro Acadêmico do Instituto de Química e um dos veteranos organizadores da campanha.

Na opinião da assistente social e e também organizadora Regina Rangel, a união gerada por todos já aponta o sucesso que a ação pretende alcançar. “A Campanha Juntos pela Vida é fundamental para unificar a comunidade acadêmica, por meio da organização dos estudantes em prol da importância da doação de sangue, principalmente neste momento de pandemia”.

Ecoar ações que unem a comunidade é um dos maiores ganhos, na opinião da chefe do setor de hemoterapia do Hupe e professora da Faculdade de Ciências Médicas Flávia Miranda Bandeira, responsável técnica pelo Banco de Sangue. “Uma campanha assim traz consciência de coletividade e sociedade, provoca a sensação de pertencimento e cidadania, além de mostrar a união de todos pelo bem maior que temos: a vida”.

Os interessados em doar precisam ter entre 16 e 69 anos, mais de 50 kg, estar em boas condições de saúde, não ser portador de doenças cardíacas ou diabetes, não ter tido hepatite após os 10 anos de idade, não estar grávida e/ou amamentando e não ter ingerido bebida alcoólica 12h antes da doação. Além disso, pessoas que tiveram covid-19 só poderão doar 30 dias após o desaparecimento dos sintomas. As doações são agendadas pelo site: https://doity.com.br/juntos-pela-vida.