Categorias
Destaque Mundo

Trump com covid-19: por que a saída do hospital não esclarece dúvidas sobre a saúde do presidente dos EUA

Diagnosticado com covid-19, o presidente americano Donald Trump deixou por volta de 19h30 (horário de Brasília) desta segunda-feira (05/10) o hospital militar Walter Reed, na região da capital, Washington D.C.

Ele agora seguirá tratamento na Casa Branca, de onde apareceu tirando sua máscara e acenando logo após a alta. Após a volta à Casa Branca, sua conta no Twitter postou um vídeo com trilha sonora impactante e imagens de seu helicóptero voltando do hospital.

Mais cedo na segunda-feira, ele escreveu: “Não sintam medo da covid-19. Não a deixem dominar suas vidas”.

Apesar da segurança com que Trump tenta anunciar sua saída do hospital, as reais condições de saúde do presidente Trump ainda são um mistério desde que anunciou o diagnóstico, na madrugada de sexta-feira (02/10).

Registros do momento em que ele tira a máscara na Casa Branca para posar para as câmeras, por exemplo, têm alimentado especulações entre profissionais de saúde sobre uma suposta dificuldade de respirar — nos últimos dias, Trump apresentou sintomas graves de covid-19, como febre alta e quedas de oxigenação no sangue que o obrigaram a receber oxigênio suplementar.

Outros dois episódios ao longo do período em que ele ficou internado ampliaram as suspeitas sobre o quadro de saúde dele.

Segundo o jornal The Washington Post, especialistas em edição de vídeo apontaram que a Casa Branca usou efeitos em um vídeo de Trump gravado no hospital para esconder uma tosse dele e simular que ele falou quatro minutos sem cortes. O veículo também afirmou que duas fotos divulgadas de Trump em salas e roupas diferentes do hospital foram feitas num intervalo de apenas dez minutos. Em uma delas, inclusive, o mandatário parece assinar apenas um papel em branco.

Além disso, diferentes fontes da Casa Branca deram versões conflitantes sobre o estado de saúde do mandatário ou afirmaram coisas que as imagens de Trump não corroboravam.

Ainda na sexta, quando ele foi levado ao hospital, a Casa Branca informou que a medida era resultado de uma “abundância de precauções”.

Conley, o médico do presidente, afirmou que Trump estava bem disposto. Os sintomas seriam leves. No entanto, em um vídeo em que falava à nação na sexta, minutos antes de tomar o helicóptero para o hospital, ele aparecia diante das câmeras visivelmente abatido, pálido e cansado, o que contrariava a narrativa oficial.

No sábado de manhã, Conley se recusou a informar sobre febre ou necessidade de oxigênio suplementar para Trump e afirmou que o presidente estava “indo muito bem”.

Em uma entrevista confusa e tensa, disse que o diagnóstico havia sido dado 72 horas antes daquele momento, adiantando em quase 36 horas a descoberta da enfermidade em relação ao anúncio do teste positivo de Trump para covid-19. Horas mais tarde, em nota, o médico afirmou que se confundiu nas datas e queria falar em “dia 3” e não em “72 horas”.

Diante das palavras dos profissionais médicos, Mark Meadows, chefe de gabinete da Casa Branca, procurou os repórteres para dizer exatamente o contrário do que tinha sido dito por Conley minutos antes.

Segundo Meadows, “os sinais vitais do presidente nas últimas 24 horas eram preocupantes” e o caminho para uma recuperação completa ainda não estava pavimentado, as próximas 48 horas “seriam críticas”. Meadows pretendia fazer as declarações à imprensa sem se identificar, para não enfurecer Trump, que havia orientado sua equipe a não abrir detalhes sobre seu real estado. Mas uma câmera de TV ligada transmitiu ao vivo as palavras de Meadows via internet.

Isso forçou o médico Conley a rever suas afirmações.

Na manhã de domingo, ele admitiu que o presidente teve “febre alta” e ao menos duas quedas de saturação, com necessidade de oxigênio extra. E anunciou que Trump havia iniciado o tratamento com o corticóide dexametasona, usado apenas em casos graves já que atua como um imunossupressor e pode piorar a condição de pacientes com sintomas leves.

De acordo com o médico, sua intenção inicial não era compartilhar informação falsa, mas disseminar uma atitude “otimista” em relação ao prognóstico de seu paciente. Ele, no entanto, se recusou a informar as condições dos pulmões do presidente e se ele teria desenvolvido pneumonia em decorrência do vírus.

Visivelmente mais disposto pelos vídeos que compartilhou e pela frequência com que fazia postagens em suas redes sociais, Trump chegou a dar uma volta de carro no entorno do hospital no fim da tarde de domingo, para acenar para seus apoiadores que faziam vigília no local.

A melhora do presidente veio acompanhada da pressão dele para ser liberado do hospital e retomar sua campanha à reeleição, a 29 dias do pleito. Além de um alegado tédio, Trump viu surgirem duas pesquisas nacionais no domingo que mostravam uma ampliação da margem de vantagem de seu rival Joe Biden sobre ele, de sete para dez pontos percentuais.

É nesse contexto que a alta acontece nesta segunda. Segundo Conley, Trump pode voltar para a Casa Branca porque não apresentou febre nas últimas 72 horas e estava mantendo bons níveis de oxigenação.

Mas o médico afirmou que o presidente será acompanhado 24 horas por dia por uma equipe de saúde em sua residência oficial. E apelou para uma lei de proteção de informações dos pacientes para não comentar outros detalhes sobre a situação do presidente. Para os americanos, ficam as palavras de Trump (“me sinto melhor do que há 20 anos”), e a expectativa do que verão nos próximos dias.

“Não sintam medo da covid-19. Não a deixem dominar suas vidas.”

Alvo de severas críticas de especialistas em saúde, esse post publicado pelo presidente no Twitter é enviado a uma população severamente atingida pela pandemia e que já perdeu quase 210 mil pessoas para o novo coronavírus, quatro vezes mais mortes do que a Guerra do Vietnã provocou.

“Ou… não sinta medo do coronavírus se você é o presidente dos Estados Unidos com acesso aos melhores cuidados, remédios e tratamentos experimentais”, comentou Dana Bash, correspondente de política da CNN em Washington D.C.

Em seu tratamento até o momento, Trump recebeu dois tipos de anticorpos monoclonais experimentais, o antiviral remdesivir e o corticoide dexametasona, usado apenas em casos graves de covid-19. Ele também precisou de oxigênio suplementar.

O time de profissionais da saúde responsáveis pela atenção a Trump contava com 13 médicos e enfermeiros, liderados por Sean Conley, um médico oficial da Marinha responsável pela atenção primária ao presidente.

Além das drogas experimentais a que teve acesso e da possibilidade de ser levado de helicóptero ao hospital depois de dois incidentes de queda de saturação sanguínea na sexta-feira (02/10), Trump ficou instalado em um espaçoso apartamento do hospital, com vários ambientes, e equipado com cama de casal, mesa de jantar, poltronas de couro e escrivaninha para trabalho.

Nada parecido com o leito composto por maca e aparador, apartado dos demais por paredes de lençóis, em grandes enfermarias hospitalares, que boa parte dos 7,3 milhões de pacientes com covid-19 nos EUA precisou enfrentar.

Ao jornal The Washington Post, Jeanne Marrazzo, especialista em doenças infecciosas da Universidade do Alabama, afirmou que a situação privilegiada do presidente e de outros pacientes com alto status social “refletem as desigualdades inerentes ao nosso sistema de saúde”.

“Sabemos que os VIPs (Very Important People, ou Pessoas Muito Importantes, na sigla em inglês) recebem atendimento extraordinário — nosso sistema de saúde já distingue as pessoas consideradas merecedoras do mais alto nível de atendimento, e esse é o fato e a realidade em nossa sociedade”, afirmou.

Mais de 10 pessoas próximas infectadas

A primeira-dama, Melania Trump, também recebeu diagnóstico positivo na última quinta.

Ela continua na Casa Branca e, segundo os médicos do casal, está “indo muito bem”.

Nos últimos dias, mais de 10 pessoas próximas ao presidente foram diagnosticadas com covid-19. Entre elas estão o assistente pessoal de Trump, Nick Luna, seu coordenador de campanha, Bill Stepien, e seu conselheiro de campanha, o ex-governador Chris Christie.

Nesta segunda (05/10), a secretária de imprensa da Casa Branca, Kayleigh McEnany, informou pelo Twitter também ter testado positivo para a doença.

O candidato democrata à presidência dos EUA, Joe Biden, foi testado duas vezes desde o anúncio de Trump, com diagnóstico negativo em ambas as ocasiões. Eles estiveram juntos na última terça (29/09), no primeiro debate da corrida presidencial.

Com informações: BBC

Categorias
Fica a Dica Rio

BAR DO ZECA PAGODINHO REABRE COM MUITO SAMBA E SEGURANÇA

Após ficar alguns meses fechado devido à pandemia, o Bar do Zeca Pagodinho reabre nesta quinta-feira (08/10), a partir das 17h, seguindo todas as orientações e normas de saúde dos órgãos competentes para que funcionários, artistas e clientes tenham total segurança.

A reabertura faz parte da fase 6B do cronograma de flexibilização autorizado pela prefeitura que permite a música ao vivo e limita em 50% a capacidade de público, sem pista de dança.

No local, só será permitida a entrada com máscaras, todos terão a temperatura medida. A casa disponibilizará álcool em gel na recepção, nas mesas, nos toilettes e os pedidos serão feitos apenas nas mesas para que seja mantido o distanciamento social.

Para quem estava com saudade de uma boa música, uma deliciosa comida de ‘boteco’ preparada pelo chef de gastronomia, Toninho do Momo, e de um bom drink feito pelo chefe de coquetelaria, Dom Colômbia, é hora de se alegrar, o Bar do Zeca Pagodinho está de volta.

Confira abaixo as próximas atrações:

Quinta-feira: 08/10

Baile do Pato:  O cantor mostra ao público um repertório repleto de sucessos de pagodes que marcaram os anos 90 até os atuais.

Show: 20h30min

Couvert Artístico: R$ 25,00

Sexta-feira: 09/10

JP Silva: Cantor e compositor, considerado uma das vozes mais potentes da nova geração de sambista, JP apresenta clássicos do samba, MPB, choros e canções autorais.

Paulão 7 Cordas e Júlio Estrela:  Produtor musical, arranjador e violonista se apresenta com o cantor Júlio Estrela, cantando os grandes clássicos de Candeia, Nelson Cavaquinho, Cartola, além de diversos sucessos de Zeca Pagodinho, Martinho da Vila, Jorge Aragão, Wilson Moreira, Zé Keti e muitos outros.

Shows: 18h30min/ 20h30min

Couvert Artístico: R$ 25,00

Sábado: 10/10

Juninho Thybau:  Considerado um dos maiores cantores e compositores da geração nobre do gênero, Juninho Thybau traz no sangue o amor pela música, em especial, pelo samba com uma trajetória respeitável dentro dos lugares mais conceituados. Ele apresenta sambas autorais e sucessos de artistas consagrados como, Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz , Fundo de Quintal, entre outros.

Grupo Arruda: Com 15 anos de carreira, o grupo apresenta ao público um repertório com uma mistura de clássicos e músicas autorais, além de releituras de grandes pérolas do samba e da MPB.

 Roberta Espinosa: Nascida e criada no Méier, Roberta Espinosa é uma das mais novas vozes ligadas ao samba. A cantora apresenta um repertório com o melhor do pagode gravados por grupos como, Só Pra Contrariar, Molejo, Os Travessos, Revelação e sambas atuais conhecidos nas vozes de grandes cantores entre eles, Mumuzinho, Péricles, Ferrugem entre outros

Shows: 12h30min/ 16h30min / 20h30min

Couvert Artístico: R$ 25,00

Domingo: 11/10

Feijoada do Sapucahy:  O cantor, compositor e produtor foi influenciado pelos pais que eram apaixonados pela Música Popular Brasileira. Leandro Sapucahy cresceu ouvindo Roberto Ribeiro, João Nogueira, Moreira da Silva.  No show, apresenta sucessos da carreira como, Favela Fashion Week, Efeito Amor, Cuca Quente entre outros.

Abertura/ Samba do Gota: Da paixão pelo samba e de uma enorme vontade de levar alegria através da música, nasceu o Samba do Gota, que vem ganhando destaques por suas apresentações marcantes, carismáticas e com músicos talentosos. Além de muito samba de raiz, pagode retrô e sucessos da atualidade.

 Shows: a partir das 14h

Couvert Artísitico:R$ 25,00

SERVIÇO:

BAR DO ZECA PAGODINHO

Endereço:Av. das Américas, 8585 – Shop. Vogue Square –Barra  da Tijuca

Telefone: (21) 3030-9097

Couvert Artístico: R$ 25,00

Horários de Funcionamento:

Terça à Quinta: 17h às 0h30min

Sexta: 17h às 0h30min

Sábado: 12h às 0h30min

Domingo:12h às 0h

Capacidade: 50% do público

Faixa etária: 18 anos

Aceita todos os cartões de débito e crédito

OBS: *Não fazemos reservas de mesas

         * Entrada somente com máscaras

Categorias
Destaque Notícias

PF faz ação contra suposta fraude em compra de respiradores em Japeri

Policiais federais cumpriram hoje (6) cinco mandados de busca e apreensão em uma operação que investiga irregularidades na compra de respiradores para tratamento de covid-19 pela Secretaria Municipal de Saúde de Japeri, no estado do Rio de Janeiro. A operação Apneuse também cumpriu um mandado de afastamento de função pública.

Segundo a Polícia Federal, os respiradores comprados pela secretaria eram obsoletos e foram adquiridos a preços superfaturados. O prejuízo estimado das supostas fraudes aos cofres públicos é de R$ 2 milhões.

As investigações começaram em junho deste ano, com o apoio do Ministério Público Federal, da Controladoria Geral da União (CGU) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Federal de São João de Meriti e estão sendo cumpridos nos municípios de Japeri e Nova Iguaçu.

Com informações Agência Brasil

Categorias
Destaque Notícias

Renda do curso será revertida para produção de e-books gratuitos para crianças com deficiência’

A MultiDom Educação Inclusiva promove de 19 a 23 de outubro curso intensivo on-line para o aprendizado básico da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). Serão dez horas de carga horária, divididas em duas horas por dia. As aulas vão iniciar sempre, às 19h. A oportunidade tem como público-alvo profissionais de educação, mas está aberto para pessoas de todas as áreas. Os interessados podem fazer a inscrição até o dia 16 no e-mail contatomultidom@gmail.com. A taxa simbólica de participação é de R$ 40,00.

Rosiane de Mello, que viabiliza o ensino de LIBRAS para crianças que estão nos primeiros anos de vida escolar, comenta que o curso foi pensado para oferecer aos profissionais de educação ou qualquer pessoa interessada, um primeiro contato com a Língua Brasileira de Sinais, proporcionando um conhecimento básico para construção de uma comunicação em LIBRAS.

Segundo a fundadora da MultiDom, a empreendedora social Rosiane de Mello, o curso tem foco na prática. “Ao final do curso o participante deverá produzir um vídeo de até 45 segundos se apresentando e formando um texto com os sinais ensinados ao longo do curso. O certificado somente será entrega ao participante que concluir todas as aulas e enviar o vídeo para avaliação”, explica.

“A renda obtida com o curso intensivo on-line de LIBRAS vai ser revertida para a produção dos e-books para alfabetização e letramento das crianças com deficiência que serão disponibilizados de forma gratuita em nosso site www.soumultidom.wordpress.com”, finaliza Rosiane de Mello.

Categorias
Cultura Destaque

E as lives do teatro Rival Refit no Instagram continuam a todo vaopor

As lives de terça-feira, comandadas pelo produtor musical Marcos Salles, vai entrar no clima do pagode dos anos 1990, com a presença de artistas que participaram de grupos que se destacaram na época. O primeiro a participar é o cantor e compositor Charlles André, que emplacou sucessos do grupo Os Morenos, como “Mina de fé” e “Amor singular”. Ele é o convidado do dia 6.

E outubro ainda tem muito mais, além do samba. Tem live com sabor burlesco, comandado por Delirous Fenix, que recebe, no dia 7 (quarta-feira), a ex-vedete Eloína Ferraz, que fez muito sucesso nas décadas de 1940 e 1950 em espetáculos do teatro de revista.

No dia seguinte, dia 8, a cantora e compositora Patrícia Mellodi comemora a marca de 100 artistas convidados em seu Sarau da Mellodi, com uma superlive de duas horas com participação de um time animado: Rita Benneditto, Ana Costa, Daniel Gonzaga, Júlia Vargas, João Pinheiro, Fhernanda Fernandes, Honey, Valéria Barcellos, Teófilo Lima e Soraya Castello Branco.

Todas as lives rolam às cinco da tarde. Teatro Rival Refit, 86 anos de resistência cultural.

No Instagram @teatro.rival.refit

Horário: 17horas

Categorias
Notícias Rio

CInema do Bangu Shopping reabre nesta terça

A saudade de ir ao cinema está enorme! Mas a vontade de voltar a degustar uma pipoca quentinha e curtir as estreias da semana já tem data pra acabar para o público de Bangu, no Rio de Janeiro. A Cinesystem, que figura entre as cinco maiores exibidoras do país, acaba de anunciar a reabertura das salas do complexo do Bangu Shopping para esta terça, 06 de outubro. Com estreia de “O Segredo: Ouse Sonhar”, o cinema abre ao público com toda segurança e ingressos promocionais: todas as entradas estarão já com 50% de desconto! Estão também na grade de estreia os filmes: Scooby!, A Maldição do Espelho e O Roubo do Século.

“As telonas fazem parte da história de todos nós, assim como aquela pipoca com sabor único, que é impossível de fazer igual em casa. Quem não se lembra de um momento feliz no cinema que atire a primeira pedra. E é por isso que estamos muito felizes de confirmar essa retomada de atividade depois desse período longo de fechamento e seguros em dizer que estamos preparados para que saúde e diversão caminhem de mãos dadas nesse novo momento”, conta Sherlon Adley, diretor Comercial e de Marketing da Cinesystem.

Com cuidados que englobam toda a jornada do cliente dentro do multiplex, desde a compra de ingressos até a saída, a exibidora reforçou o treinamento da equipe, detalhando os protocolos e orientando sobre os processos internos e externos. O objetivo é que o cliente se sinta orientado, seguro e bem atendido.

“A experiência no cinema vai muito além do filme. Envolve nostalgia, emoção, diversão. Todo aquele mix de sentimentos que faz com esse seja um dos entretenimentos que o público mais sentiu falta durante os últimos meses. Nós estamos preparados para continuar proporcionando momentos incríveis aos nossos clientes, com bem-estar em primeiro lugar”, finaliza adley

Confira abaixo como vai funcionar:

  • Antes da abertura do multiplex, diariamente, uma equipe fará um processo rigoroso de higienização e sanitização, que engloba salas, poltronas, banheiros e pontos de contato. A recomendação é que a compra de ingressos seja realizada pelo site ou terminais de autoatendimento nos cinemas.
  • Os ATMs, como são chamados, estarão posicionados respeitando a distância mínima obrigatória. Esse distanciamento vale também para os banheiros, que contarão com boxes e pias intercalados e demais pontos de atendimento. Os guichês contarão com barreiras de acrílico para proteção e os locais na fila serão sinalizado no chão.
  • A entrega de produtos de bomboniere seguirá o alto padrão de higienização já utilizado em todos os cinemas da Rede desde a inauguração.
  • O uso de máscara é obrigatório em todos os ambientes.
  • A oferta de álcool gel nos pontos de circulação, que já era um padrão da empresa, seguirá com ainda mais rigidez, inclusive em torres de desinfecção. Tapete químico para limpeza dos sapatos também estará instalado.
  • As poltronas seguirão um controle de distanciamento e funcionários estarão de prontidão para garantir que o espaçamento seja cumprido. Somente pessoas de convívio próximo poderão sentar lado a lado.
  • Ao término da sessão, a equipe de colaboradores fará a organização da saída, seguindo ordem de fileiras e patamares, evitando assim aglomerações.
  • Informativos espalhados por todo o multiplex reforçarão para os clientes o protocolo seguido pela exibidora.
  • Aumento de intervalo entre as sessões para que as salas, poltronas e pontos de contato sejam novamente sanitizados,
  • Maior rigor da manutenção dos aparelhos de ar condicionado. O processo, que sempre foi bastante criterioso, será ainda mais detalhado, visando um ar mais seguro e renovado para os clientes.

PROGRAMAÇÃO DE ESTREIA – 06 e 07 DE OUTUBRO

O SEGREDO: OUSE SONHAR 2D (DUB) –  15h30, 17h50, 20h15

SCOOBY! – O FILME 2D (DUB) – 16h10, 16h40, 18h20, 20h30

MAGNATAS DO CRIME 2D (DUB) – 18h35, 21h00

A MALDIÇÃO DO ESPELHO 2D (DUB)  – 18h50, 20h45

Categorias
Destaque Política

Bolsonaro diz que indicará pastor para próxima vaga do STF

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na noite desta segunda-feira (5), em culto da Assembleia de Deus Ministério do Belém, em São Paulo, que indicará para a próxima vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) um pastor evangélico. A promessa se refere ao assento que ficará vago com a aposentadoria compulsória do ministro Marco Aurélio Mello, que em julho do ano que vem completa 75 anos.

“A segunda vaga […], com toda certeza, mais que um terrivelmente evangélico, se Deus quiser nós teremos lá dentro um pastor”, declarou o presidente. Em seguida, convidou os fiéis a imaginarem as sessões “daquele Supremo Tribunal Federal” começarem com uma oração.

Na quinta-feira (1º), Bolsonaro oficializou a indicação do desembargador Kassio Nunes Marques, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), para a vaga a ser aberta pela aposentadoria do ministro Celso de Mello, prevista para 13 de outubro.