Categorias
Culinária Destaque Diário do Rio Fernanda Haddock Lobo | Comer Bem Notícias do Jornal

Comer Bem: Risoto de brie com damasco

Ingredientes

-1 xícara de arroz arbóreo

– 100g de queijo brie

– 50g de damasco cortado em pedaços

– 2 colheres (sopa) de azeite

– 2 colheres (sopa) de manteiga

– 1 cebola pequena picada

– 2 dentes de alho picados

– 1 xícara de vinho branco seco

– Caldo de legumes

– Sal a gosto

– 50g de parmesão ralado

Modo de preparo

Em uma panela, coloque o azeite, a cebola e o alho e deixe refogar. Acrescente o arroz e mexa bem. Coloque o vinho e mexa até que seja absorvido pelo arroz. Vá acrescentando o caldo de legumes aos poucos, sempre mexendo em fogo baixo. Assim que o arroz estiver cozido, acrescente o queijo brie e o damasco e mexa até incorporar. Desligue o fogo e coloque a manteiga e o parmesão ralado. Misture bem e sirva em seguida.

Categorias
Culinária Rio

Em busca de sonho, moradora da Rocinha se torna confeiteira

 

 

Filha de Antônio Souza, que trabalha com manutenção de refrigeração, e de Valdeci Paula, funcionária de uma sorveteria, Camila da Silva mora há 10 anos na Rocinha. Hoje, aos 23, ela se divide entre dois trabalhos: de segunda a sexta, se dedica à paixão pela confeitaria e, nos finais de semana, cuida de idosos.
Foi aos 17 anos que a filha de Antônio e Valdeci começou a fazer doces. Na época, trufas:

 

Mas, como não tinha estrutura suficiente para manter as vendas, sempre parava. Depois voltei a vender, mas era fatia de bolo e bolo de pote – explica a confeiteira.

Inicialmente, Camila também teve que interromper a produção de bolo de pote, por gastar muito gás. Quando comprou um forno elétrico, voltou a fazer bolo de pote.

Foi em maio deste ano, quando se tornou aluna do curso de Confeiteiro Profissional, do Instituto Gourmet de São Conrado, que a mãe do pequeno Davy, que completa 5 anos em agosto, deu uma guinada na cozinha:

A confeitaria é minha paixão e não vou desistir dela. Sempre gostei de fazer doces e bolos e depois que comecei o curso, surgiram mais encomendas para meus doces. Já é uma conquista, esse curso vai mudar a minha vida – acredita.

O início no curso do Instituto Gourmet motivou tanto Camila, que ela abriu uma conta no Instagram (@pedacinhodoceu544) para dar conta de todos os pedidos.

Eu sempre quis criar um nome, mas era tão difícil, confesso. Quando a gente não tem condições pra certas coisas, acabamos perdendo um pouco a esperança. Mas, quando comecei a fazer o curso, vi que meu sonho vai começar a se realizar e passei a colocar em prática o que planejava – agradece.

Aliás, a paixão da mãe de Davy pela gastronomia vem de berço:

Este sonho não é só meu, mas do meu pai também. Quero montar uma loja com os salgados dele e com meus bolos e doces. Ele sabe fazer todos os tipos de salgados.

Um sonho cada vez mais perto com o Instituto Gourmet.

Categorias
Culinária Entrevistas Rio

Transformação de vida: carioca cria delivery de comidas naturais

 

 

Há cerca de um ano, Beatriz Fernandes, moradora da Estrada das Canoas, em São Conrado, largou outras atividades para se dedicar integralmente a uma paixão: a culinária. Nascia ali o Tempero da Bia, um delivery de comida mais light.

 Costumo falar que faço comida de verdade. Não faço uso de embutidos e uso o mínimo de industrializados – conta a cozinheira, que, antes do negócio próprio, havia trabalhado como vendedora de loja, garçonete e atendente de site que comercializa roupa.

Bia, há pouco mais de um mês, passou a oferecer comida ainda mais saborosa aos clientes, desde que começou o curso Cozinheiro Profissional, do Instituto Gourmet, em São Conrado. Ter feito a matrícula foi uma verdadeira guinada:

 O instituto entrou como um presente na minha vida, está mudando muito minha visão sobre cozinhar, meus clientes já estão notando a diferença. Eu mesmo sou crítica, mas percebi que a comida está mais gostosa – elogia a aluna.

Casada e com uma filha de 19 anos, Beatriz conheceu o Instituto Gourmet ao passar em frente enquanto ia para a academia:

Malho ali perto e, passando um dia, vi o instituto, mas não entrei. Fui ao Instagram e descobri o que era. Pensei em fazer um curso, mas imaginei ser caro.

Logo após enviar mensagem pelas redes sociais, Bia foi atendida por Geyse Ferreira, gerente comercial do instituto:

 Ela é um ser humano diferenciado, me incentivou a fazer o curso, me deu o workshop e uma aula experimental. Quando fiz a aula, pensei: preciso estar nesta cozinha (risos).

Com o sonho de se tornar chef e abrir um restaurante, Bia termina em maio de 2022 o curso atual, mas outros do Instituto Gourmet estão no seu radar:

 Já estou de olho em outros, pois temos salas muito bem estruturadas, os professores são nota mil. Também fiz um workshop de comida de boteco e os professores são excelentes.

A motivação da criadora do Tempero da Bia foi renovada ao conhecer o Instituto Gourmet:

 Sinto que iniciei uma caminhada que nunca mais vou parar de andar. Afinal, a gastronomia é um mundo infinito.

Categorias
Culinária Destaque Diário do Rio Fernanda Haddock Lobo | Comer Bem Notícias Notícias do Jornal

Comer Bem: Bolo de fubá

Ingredientes

– 3 ovos
– 1 1\2 xícara de fubá
– 1 xícara (chá) de farinha de trigo
– 1 xícara (chá) de açúcar
– 1 xícara (chá) de óleo
– 1 colher (sopa) de fermento em pó
– 1 xícara (chá) de goiabada cremosa (opcional)

Modo de preparo

Bata no liquidificador os ovos, leite, óleo e açúcar. Em uma vasilha, coloque os ingredientes secos e acrescente a esta mistura o conteúdo do liquidificador. Misture bem e coloque em uma forma untada e polvilhada com fubá. Leve ao forno por aproximadamente 30 minutos. Assim que tirar do forno, acrescente a goiabada por cima.

Fernanda Haddock Lobo
@fernandahlobo

Categorias
Culinária Diário do Rio Fernanda Haddock Lobo | Comer Bem Notícias do Jornal

Comer Bem: Palitinhos de cebola e salsa

Ingredientes

– 1 pacote de creme de cebola

– 2 xícaras de farinha de trigo

– 150g de cream cheese

– 100g de manteiga

– Salsa desidratada a gosto

– Sal (se achar necessário)

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes até obter uma massa homogênea. Leve a massa coberta por um plástico à geladeira por 30 minutos. Faça rolinhos e disponha em uma assadeira forrada com papel manteiga. Em seguida, leve ao forno pré-aquecido por aproximadamente 20 minutos.

Categorias
Culinária Fernanda Haddock Lobo | Comer Bem Notícias do Jornal

Comer Bem: Rocambole de abobrinha

Ingredientes

– 2 abobrinhas
– 5 ovos
– 50g de parmesão ralado
– Sal, pimenta do reino e noz moscada a gosto
– Recheio de sua preferência

Modo de preparo

Corte as abobrinhas em rodelas bem finas, salpique sal e deixe em uma peneira. Em uma tigela, bata os ovos até encorpar e acrescente o sal, pimenta, noz moscada e parmesão e misture bem. Em uma forma retangular forrada com papel manteiga e untada com azeite, distribua as rodelas de abobrinhas. Em seguida, acrescente os ovos por cima e leve ao forno por 20 minutos. Desenforme em cima de um filme plástico, coloque o recheio de sua preferência e enrole delicadamente.

Categorias
Culinária Diário do Rio Fernanda Haddock Lobo | Comer Bem Notícias do Jornal

Comer Bem: Risoto de abóbora japonesa

Ingredientes

– 1 xícara de arroz arbóreo
– 300g de abóbora cozida no caldo de legumes
– 1 cebola pequena picada
– 1 dente de alho picado
– 1 xícara de vinho branco seco
– 1 litro de caldo de legumes
– Azeite a gosto
– 2 colheres (sopa) de manteiga
– Sal a gosto
– 50g de queijo parmesão ralado

Modo de preparo

Em uma panela, coloque o azeite e refogue a cebola, o alho e o sal. Acrescente o arroz e mexa bem. Coloque o vinho e deixe em fogo baixo até evaporar. Adicione a abóbora e vá colocando o caldo de legumes aos poucos, sempre mexendo em fogo baixo, até o arroz estar cozido e com uma textura cremosa. Por último, adicione a manteiga e o parmesão ralado. Sirva em seguida.

Fernanda Haddock Lobo
@fernandahlobo

Categorias
Culinária Diário do Rio Fernanda Haddock Lobo | Comer Bem Notícias Notícias do Jornal

Comer bem: Bolo de pamonha com coco

Ingredientes

– 4 ovos
– 1/2 xícara de leite
– 2 latas de milho verde
– 1 lata de leite condensado
– 100g de coco ralado
– 1 colher (sopa) de fermento

Modo de preparo

Bata no liquidificador todos os ingredientes, exceto o fermento, até ficar um creme homogêneo. Em seguida, adicione o fermento e bata rapidamente. Despeje em uma forma untada e leve ao forno pré-aquecido por aproximadamente 40 minutos.

Fernanda Haddock Lobo
@fernandahlobo

Categorias
Culinária Fernanda Haddock Lobo | Comer Bem Notícias do Jornal

Comer bem: Petisco de polenta

Ingredientes da polenta

– 250g de polenta instantânea

– 800ml de água

– 2 dentes de alho picados

– 2 colheres (sopa) de manteiga

– 50g de parmesão ralado

– Sal a gosto

– Pimenta do reino a gosto

– Ervas desidratadas a gosto (opcional)

– Azeite

– Parmesão ralado para salpicão

Modo de preparo

Doure o alho na manteiga, acrescente a água e a polenta instantânea e mexa bem com um fouet para não empelotar. Cozinhe em fogo baixo por 10 minutos, mexendo. Depois, em uma travessa untada, disponha a polenta e cubra com um filme plástico. Deixe esfriar e leve à geladeira por 1h. Corte em quadrados, faça um buraquinho raso no meio. Passe azeite nos quadradinhos e salpique o parmesão. Em uma assadeira, disponha os quadradinhos e leve ao forno para assar por aproximadamente 40 minutos. Na metade do tempo, vire-as para dourar por igual. Deixe esfriar e recheie com o que desejar. Esse foi recheado com shimeji.

Fernanda Haddock Lobo
@fernandahlobo

Categorias
Culinária Saúde

Nutróloga dá dicas de prevenção a Covid-19 e aumento da imunidade

A pandemia da covid-19 mudou o mundo e as formas de nos relacionarmos. Os cuidados com a higienização pessoal e com os ambientes precisam ser reforçados a todo o momento, principalmente quando se trata do convívio em espaços coletivos. Mas, além disso, cuidar da nossa imunidade é algo muito importante e essencial.

A Dra. Fernanda Cortez, Médica Nutróloga reservou algumas dicas extras para aumentar a imunidade e ajudar com a recuperação da covid 19:

A imunidade, também conhecida como Sistema Imunológico, é o processo de proteção do nosso corpo. É através dela que somos capazes de eliminar moléculas instáveis como os radicais livres, causadores de doenças e inflamações. Quando estamos com baixa imunidade tendemos a ficar fracos, com dores de cabeça e mais suscetíveis a pegar doenças, principalmente as virais como gripe e viroses.

A queda do desempenho do sistema imunológico é causada principalmente pela má alimentação, um dos principais pilares da nossa saúde. A falta de ingestão de água, vitaminas, nutrientes e antioxidantes, atrelados ao sedentarismo, estresse e a má qualidade do sono, geram inflamações em nossos corpos, causando doenças e problemas intestinais como a disbiose, que é a proliferação desequilibrada das bactérias ruins do nosso intestino, que geram a constipação ou diarreia.

Para melhorar nossa saúde, aumentar a nossa imunidade e nos prevenir de doenças, o ideal é buscar ajuda de um médico especialista, para que possa ser realizado exames que apontem quais são as deficiências do organismo de cada paciente e realizar uma suplementação específica para a sua necessidade. Ainda assim, hábitos que trazem benefícios à saúde devem fazer parte de nossas rotinas, como a prática de atividade física, mesmo que dentro de casa, investir em técnicas para melhorar o nosso sono, como meditação, por exemplo, e evitar o consumo em excesso de café, açúcares, glúten, lactose e frituras que são alimentos que atrapalham na absolvição das vitaminas minerais e antioxidantes.

A ingestão de cúrcuma, castanhas, laranja, limão e abacate, que são alimentos ricos em anti-inflamatórios e antioxidantes é importantíssima, além do consumo de legumes e folhas de cor verde escuro. Também é interessante investir no shot da imunidade todos os dias pela manhã ainda em jejum. O shot consiste na junção de ¼ de água, 3 gotas de própolis, meio limão e uma colher de café de cúrcuma em pó – comenta a médica.

E por último e não menos importante, dar bastante atenção à vitamina D e Zinco. Estudos realizados recentemente indicaram que a Vitamina D e o Zinco são grandes aliados no combate e prevenção ao coronavírus. A vitamina D tem um grande impacto na saúde, e pacientes com maior nível possuem menos chances de ser contaminado pelo vírus ou tem uma recuperação mais rápida. Tomar sol por cinco minutos e/ou suplementar com comprimido ajuda a regular o nível de insulina, previne a osteoporose, tumores, depressão, ansiedade.

Os estudos mais recentes já apontam também que o Zinco teria um efeito protetor na proliferação do COVID nas células humanas, ou seja, baixos níveis de Zinco levam a sintomas mais graves porque leva à uma inflamação maior no corpo.  Neste momento é indispensável tornar mais rápida a recuperação dos pacientes, sobretudo, porque não há leitos tanto na rede pública como na rede privada de saúde. Os níveis melhores de Zinco ajudam na sobrevida da doença, diminui a inflamação, faz com que você tenha sintomas mais leves e melhoram muito a resposta inflamatória do paciente.

Até o momento há uma compreensão de que o Zinco é um elemento fundamental para controlar a produção de radicais livres e sua deficiência eleva o risco de infecções e complicações secundárias, provoca a redução da cicatrização de feridas e torna mais vulneráveis os danos celulares da resposta de fase aguda. O mineral também é essencial para que os órgãos reprodutivos masculinos e femininos funcionem de forma saudável, pois favorece a complementação da meiose e cria blastocistos de boa qualidade.

A Dra. Fernanda reforça que a suplementação dessas vitaminas tanto de maneira oral, endovenosa ou intramuscular (mediante acompanhamento médico) é válida e pode ser feita através da soroterapia, que funciona muito bem, mas alerta que nada substitui a boa alimentação acompanhada de outras práticas de prevenção e vida saudável como: atividades físicas, uso de máscara e álcool gel.