Categorias
Aisha Raquel Ali | Tecnologia Notícias do Jornal

Você já ouviu falar em Clubhouse?

 

Por: Aisha Raquel

Em nossos últimos encontros, vimos uma série de redes sociais ganhando notoriedades após os deslizes das empresas de Zuckerberg. Deparamos-nos agora com uma rede social – um tanto quanto misteriosa – que tem instigado um frenesi na população: estamos falando do Clubhouse. Mas o que seria e como funcionaria de fato?

Disponível apenas para iPhone (iOS) e ainda em fase de testes, o novo app alcançou grande popularidade nas últimas semanas, chamando a atenção de nomes como Elon Musk – o fundador, CEO e CTO da SpaceX; CEO da Tesla Motors. Baseado em chats de voz e ainda sem previsão de lançamento para Android, o Clubhouse só permite o cadastro de membros que receberam convites, o que torna o app ainda mais exclusivo.

Novos aplicativos de mídia social rotineiramente alcançam um pico e fracassam. Alguns falham porque seus recursos são descaradamente copiados por empresas maiores. Outros são comprados apenas para serem mortos, como o aplicativo de vídeo Vine, adquirido pelo Twitter. Torna-se difícil prender a atenção das pessoas por tempo suficiente atualmente.

Mas o Clubhouse tem rompido essa barreira, pelo menos temporariamente, recebendo apoio de alguns dos maiores nomes do Vale do Silício e outros nomes, incluindo desenvolvedores, amantes do Bitcoin, magnatas em formação, da Geração Z, agentes musicais, gurus de autoajuda e amantes das linguagens.

A nova mídia enfrenta alguns problemas relacionados às suas políticas de moderação pouco claras, dando abertura a conteúdos indesejáveis. Os líderes da empresa foram criticados por não investirem recursos no policiamento de assédio ou discurso de ódio. O Clubhouse afirma que qualquer discurso de ódio e bullying vão contra as diretrizes da comunidade e já está trabalhando para combater tais atos.

De qualquer maneira, encontramos uma empresa com grande potencial de crescimento e que, com seus poucos meses de criação, já foi avaliada em mais de U$ 100 milhões de dólares. Esperemos por novidades!

 

 

Categorias
Brasil Destaque

Clientes de todo o Brasil podem contratar financiamento habitacional por app da Caixa

A partir desta segunda (19) está disponível para clientes de todo o Brasil a possibilidade de contratar seu financiamento habitacional pela CAIXA de forma digital. Pelo app Habitação CAIXA, o usuário terá acesso a um serviço interativo, que abrange todas as fases do financiamento, desde o cadastro, até a aprovação.

A alternativa traz comodidade ao cliente, que poderá acompanhar de perto todas as etapas do seu processo habitacional de forma simples e intuitiva e, se necessário, resolver pendências pelo próprio aplicativo. Com todas as etapas concluídas na plataforma digital, o usuário precisará ir até uma agência da CAIXA apenas uma vez, para a assinatura do contrato. A ideia principal é facilitar o processo de contratação para o cliente e trazer mais agilidade e segurança ao processo de financiamento habitacional.

 COMO CONTRATAR:

Para solicitar um financiamento, basta o cliente baixar o aplicativo, efetuar a simulação de crédito e escolher a melhor condição apresentada. Nesta etapa, ele pode ajustar os valores de entrada, o prazo, o indexador da taxa de juros, o sistema de amortização e a prestação máxima pretendida.

Na sequência, o usuário realiza seu cadastro e dos demais participantes da proposta, informa o município e o valor do imóvel. O envio de todos os documentos necessários à operação é feito pela plataforma, bem como a escolha do canal de atendimento, que poderá ser a Agência Digital ou um Correspondente Caixa Aqui. A agência física onde será assinado o contrato também é escolhida pelo cliente via app. Em seguida, o cliente envia sua proposta para a CAIXA e acompanha todo o processo no ambiente virtual.

DE OLHO NO PROCESSO:

No aplicativo, o cliente pode verificar se a sua proposta foi recebida, a ocorrência de pendências documentais e o resultado de sua avaliação de crédito. Também é possível acessar o boleto para pagamento da tarifa inicial de avaliação do imóvel pretendido e conferir o resultado do laudo.

O usuário pode acompanhar de forma online a liberação dos recursos da sua conta vinculada do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) em caso de utilização como entrada no financiamento, bem como a data prevista para assinatura do contrato. O App Habitação CAIXA está disponível para os sistemas operacionais Android e IOS, pode ser baixado gratuitamente nas lojas GooglePlay ou AppStore.

OUTROS SERVIÇOS PARA SEU CONTRATO HABITACIONAL NO APP:

* Emissão de boleto

* Alteração de dados do contrato

* Amortização do financiamento

* Inclusão de débito automático

* Liquidação antecipada

* Uso do FGTS

* Declaração de quitação anual de débitos

* Demonstrativo de valores pagos

* Extrato para Imposto de Renda

Categorias
Brasil Destaque

Aplicativos da justiça eleitoral facilitam eleitores e mesários

Os aplicativos móveis criados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tornam a vida dos eleitores e dos mesários mais fácil, a cada eleição, oferecendo diversas informações sobre o pleito, com rapidez e segurança.

Para as Eleições 2020, estão disponíveis cinco apps, que possibilitam a utilização de serviços por eleitores, mesários e candidatos, dando maior transparência ao processo eleitoral e praticidade. São eles: Boletim de Mão, Mesário, e-Título, Pardal e Resultados. Todos estão disponíveis nas plataformas Android e IOS, podendo ser obtidos gratuitamente nas lojas virtuais Google Play e App Store. Confira como funciona cada um deles.

Boletim na Mão

Por meio do aplicativo Boletim na Mão, qualquer cidadão pode obter os resultados apurados nas urnas diretamente do seu celular. Desenvolvido pela Justiça Eleitoral, o app fornece ao eleitor, de forma rápida e segura, todo o conteúdo dos Boletins de Urna (BU) impressos ao final dos trabalhos da seção eleitoral. O BU é o documento que contém o total dos votos recebidos pelos candidatos em cada seção.

Resultados

O aplicativo Resultados permite aos cidadãos acompanharem o andamento do processo total das eleições. Com a ferramenta, é possível seguir a contagem dos votos em todo o Brasil e visualizá-la a partir de consulta nominal, conferindo o quantitativo de votos computados para cada candidato, com a indicação dos eleitos ou dos que foram para o segundo turno.

A nova versão lançada pelo TSE traz algumas novidades em relação à anterior. Entre as mudanças, está o aprimoramento do layout do sistema, que aparece completamente renovado com a apresentação das fotos de todos os candidatos que disputam a eleição e a funcionalidade de exibição do BU de todas as seções eleitorais.

Mesário

O aplicativo Mesário, que reúne informações para quem foi convocado ou se voluntariou para atuar como colaborador nas eleições existe desde 2016. O app contém instruções gerais sobre a atividade do mesário na seção eleitoral e tem como função principal, treinar o cidadão que vai prestar esse serviço no dia do pleito, de forma simples e rápida.

Para as Eleições 2020, com foco na prevenção, o TSE disponibilizou um treinamento oficial no aplicativo, possibilitando a capacitação remota dos voluntários em todo o país.

Foto: Pixabay

e-Título

O e-Título consiste na via digital do título eleitoral. O app informa o endereço do local de votação e fornece informações sobre a situação eleitoral.

Entre as vantagens de utilizar o aplicativo estão também as de emitir certidões de quitação eleitoral e de crimes eleitorais, o que pode ser obtido a qualquer momento, até mesmo no dia da eleição.

Os eleitores que estiverem fora do seu domicílio eleitoral no dia da eleição poderão utilizar o e-Título para justificar sua ausência. O TSE liberou, no último dia 30 de setembro, uma atualização do aplicativo que permite realizar justificativa pelo celular ou tablet e, com isso, poderão ser resolvidas pendências existentes com a Justiça Eleitoral.

Pardal

O objetivo do Pardal é incentivar os cidadãos a atuarem como fiscais da eleição no combate à propaganda eleitoral irregular. O aplicativo possibilita informar tais irregularidades em tempo real. Após baixar a ferramenta, o cidadão poderá fazer fotos ou vídeos e enviá-los para a Justiça Eleitoral. O estado informado pelo denunciante como local da ocorrência ficará encarregado de analisar as denúncias.

Além do aplicativo móvel, a ferramenta tem uma interface web, que é disponibilizada nos sites dos tribunais regionais eleitorais para acompanhamento das notícias de irregularidades.

Entre as situações que podem ser denunciadas, estão o registro de uma propaganda irregular, como a existência de um outdoor de candidato, o que é proibido pela legislação e a participação de algum funcionário público em um ato de campanha durante o horário de expediente.

Categorias
Ana Cristina Campelo | Seus Direitos Colunas

Ligações telefônicas de robôs se tornam um problema com solução!

Umas das operadoras de telefonias foi condenada a  indenizar idoso por ligações publicitárias abusivas com ofertas de produtos e serviços, posto que o idoso recebeu, no segundo semestre do ano passado, ligações e mensagens de texto que nos meses de maio e junho se intensificaram e passaram a ser, em média, de 15 a 20 por dia. As mensagens eram todas robotizadas e ofereciam serviços ou propaganda. A insistência das chamadas perturbaram o consumidor que ajuizou ação contra a operadora e ganhou.

Mas saiba que existe mecanismo para bloquear estas chamadas indesejadas, que em excesso caracteriza ato ilícito, passível de indenização por danos morais e a obrigação da operadora de se abster de fazer outras ligações, ficando caracterizado sim, abusivas as incansáveis ligações publicitárias.

E a operadora  apesar de ciente de que o consumidor não tinha interesse no serviço oferecido continuou realizando inúmeras ligações publicitárias, por diversos meios, o que caracteriza violação de direito da personalidade da ensejando indenização por dano moral .

Para se proteger contra estas aborrecidas ligações há maneiras que a própria internet ensina, vai umas dicas: Evite atender as ligações; não se relacione,  se atender acidentalmente a uma ligação automática, melhor não dizer nenhuma palavra.

Também evite responder a qualquer questão principalmente usando a palavra “sim”, porque os golpistas podem gravar sua voz e usá-la mais tarde na aprovação de alguma coisa, como uma compra ou um novo cartão de crédito; Não pressione números: mesmo que a gravação diga algo como “aperte a tecla tal para remover seu número desta lista”, não faça isso! Prefira tirar o seu número do cadastro, pois se  estaria dizendo ao robô que seu número funciona e que ele pode continuar te ligando.

Desligue a ligação automática: não deixe que eles desperdicem em mesmo um segundo do seu tempo. Apenas desligue imediatamente. Não forneça nenhuma informação pessoal, não se deixe enganar dando ou confirmando qualquer informação pessoal para alguém pelo telefone. Verifique você mesmo qualquer suposto “problema”: se você receber uma ligação de alguém se passando por uma agência ou empresa com quem faz negócios, não confie.

Muitas informações pessoais estão disponíveis na web. Então, mesmo que alguém saiba de detalhes sobre você, como seu endereço ou o nome dos membros da sua família, isso não significa que são legítimos. Desligue e descubra o número por você mesmo (confira uma conta – online ou em papel – daquela companhia) e ligue diretamente para verificar se há realmente algum problema para resolver. Não responda a ligações de números desconhecidos. Bloqueie ligações automáticas no seu telefone fixo

Bloqueie robocalls no iPhone ou Android bloqueando números conhecidos em fraudes, e usar o modo “não perturbe” , colocando os seus contatos na “lista de permissões” .

Mas saiba que estas ligações inoportunas, podem e deve acabar. Mas para isto você tem que, exercendo seus direitos, reclamar junto as operadoras, as agências telefônicas e a Justiça. Fique de olho!