Categorias
Cultura Destaque Notícias Rio Social

Prefeitura de Niterói confirma subsídio para escolas de samba e ajuda para trabalhadores no Carnaval

A prefeitura de Niterói confirmou o subsídio às escolas de samba da cidade que desfilarão na Rua da Conceição e na Marquês de Sapucaí em 2022. Segundo a Niterói Empresa de Lazer e Turismo (Neltur) diz que serão repassados R$ 5,3 milhões em subvenção para as agremiações que participam do carnaval no Rio. A Unidos do Viradouro receberá R$ 3 milhões; a Acadêmicos do Cubango ficará com R$ 1,5 milhão; e a Acadêmicos do Sossego, com R$ 800 mil.

Além disso, a Prefeitura vai lançar, em março, duas iniciativas de apoio financeiro aos trabalhadores e agremiações carnavalescas que tiveram suas atividades interrompidas em função da Covid-19. Juntos, os projetos somarão R$ 500 mil em subsídios. Para evitar aglomerações durante a pandemia do novo coronavírus, eventos relacionados ao carnaval em Niterói estão proibidos por decreto.

Uma das iniciativas será a realização de transmissões ao vivo, através das redes sociais, com apresentações de agremiações da cidade. As lives terão 20 minutos e serão realizadas pelas escolas que desfilam na Rua da Conceição, com participação de integrantes, como compositores, baianas e passistas. O vice-prefeito de Niterói, Paulo Bagueira, destacou os esforços da Prefeitura para amparar o setor.

“A Prefeitura de Niterói precisa priorizar a pandemia e cuidar da segurança sanitária do município, mas também entendemos que é fundamental abraçar os profissionais do carnaval. Nós vamos fazer um trabalho muito bonito com as pessoas que têm compromisso com o carnaval de Niterói, é um apoio àqueles que fazem a festa acontecer nos outros anos”, defendeu.

A segunda iniciativa é um reconhecimento da trajetória de 100 trabalhadores da cadeia produtiva do carnaval da cidade. O secretário municipal das Culturas, Leonardo Giordano, explicou que os selecionados serão premiados com o valor de R$ 1.500.

“A seleção desses trabalhadores premiados será feita por uma banca formada por um acadêmico, um nome representativo do carnaval fora de Niterói e um integrante indicado pelas ligas do carnaval da cidade. Além disso, todos aqueles que comprovarem que são trabalhadores do carnaval vão receber um certificado da Prefeitura de Niterói. Essa valorização simbólica é muito importante para celebrar a contribuição dessas pessoas para a história do nosso município”, pontuou.

Poderão ser contemplados aqueles profissionais que são remunerados por realizar atividades associadas às diversas etapas que compõem as atividades do carnaval, como costureiras/os carpinteiras/os, aderecistas, pintoras/es, escultoras/es, instrumentistas, ritmistas e outros. Os candidatos proponentes deverão comprovar trabalhos realizados na cadeia produtiva do carnaval por meio do envio de registros (fotos, vídeos etc.), depoimentos e material de divulgação. Após o processo de seleção, a Secretaria de Culturas irá produzir uma publicação de registro de memória com todos os trabalhadores reconhecidos.