Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias Saúde

Posto de vacinação com drive-thru será inaugurado nesta quarta-feira em Campo Grande

Mais um ponto de vacinação contra a covid-19, com atendimento para pedestres e no sistema drive-thru, será inaugurado nesta quarta-feira (28) pela prefeitura no Centro de Instrução Milcíades Portela Alves (CIAMPA), da Marinha, em Campo Grande.

Inicialmente, o novo posto atenderá apenas para oferta da primeira dose. O ponto funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, de 8h ao meio-dia. Nesta quarta-feira, a vacinação é voltada para mulheres dos grupos prioritários com 58 anos e para profissionais de saúde de 42.

Calendário

Nesta semana, o Município do Rio iniciou um novo calendário de vacinação contra a covid-19 voltado aos seguintes grupos prioritários:

  • Trabalhadores de serviços essenciais (limpeza urbana, guardas municipais, motoristas e cobradores de ônibus e condutores do transporte escolar, saúde)
  • Profissionais de educação
  • Pessoas com comorbidades (incluídas na lista do Programa Nacional de Imunizações/PNI)
  • Gestantes com comorbidades
  • Pessoas com deficiência
  • Profissionais das forças de segurança

A imunização acontece sempre com escalonamento por idade, conforme calendário anunciado. As gestantes com comorbidades são as únicas que não precisam seguir o escalonamento de idade.

Mais informações sobre calendário de vacinação, grupos prioritários, comorbidades incluídas na lista do PNI, documentação exigida e locais de vacinação estão disponíveis em coronavirus.rio/vacina.

Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias

Fiscais interrompem festa com cerca de 500 pessoas e multam responsável em Campo Grande

Fiscais da prefeitura do Rio interromperam, na tarde de domingo (25), uma festa que reunia cerca de 500 pessoas na Rua Filismino de Moura, em Campo Grande, Zona Oeste. O responsável foi multado por violação de medida sanitária.

O evento foi realizado sem autorização e, quando a equipe de fiscalização chegou ao local, teve o acesso impedido por seguranças do evento. Com apoio da Polícia Militar e da Guarda Municipal, a fiscalização acessou o espaço do evento e constatou aglomeração de pessoas sem uso de máscara de proteção facial.  O público presente foi dispersado pelos agentes.

Restrições e autuações

A realização de eventos de qualquer natureza, festas, rodas de samba, em áreas públicas e particulares; bem como o funcionamento de boates, danceterias, salões de dança e casas de espetáculo seguem proibidos na cidade.

No primeiro fim de semana de vigência das medidas determinadas pelo decreto nº 48.787, a Prefeitura do Rio registrou 2.416 autuações – entre multas e interdições a estabelecimentos, infrações sanitárias, multas de trânsito, reboques e apreensões de mercadorias. Ao todo, os fiscais multaram 145 bares, restaurantes e ambulantes e fecharam 34 estabelecimentos flagrados descumprindo o decreto.

No domingo, as ações de fiscalização da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) registraram 1.190 autuações, com 58 multas aplicadas a bares, restaurantes e ambulantes e oito estabelecimentos por desrespeitarem as medidas previstas em decreto municipal. Os comboios de fiscalização formados por agentes da Secretaria de Ordem Pública, Guarda Municipal, Vigilância Sanitária e apoio da Polícia Militar, atuaram em diversos pontos da Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Campo Grande, Ipanema, Leblon, Flamengo, Botafogo, Laranjeiras, Itanhangá, entre outros bairros do Rio.

Durante todo o dia, os agentes municipais atuaram para coibir aglomerações, verificar o horário correto de fechamento de estabelecimentos e a capacidade máxima de pessoas estabelecida pela legislação, além de atender denúncias de festas e eventos clandestinos. Em outra frente de fiscalização, as forças-tarefa da Guarda Municipal realizaram rondas em todas as regiões da cidade e checaram denúncias enviadas por cidadãos via Central 1746 da Prefeitura.

Categorias
Rio

Prefeitura faz lockdown parcial em Campo Grande

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou ontem (6) que, a partir desta quinta-feira, (7), iniciará um lockdown parcial em Campo Grande, bairro onde há os maiores registros de aglomeração, principalmente no calçadão onde há um comércio muito forte no município.

Lockdown é o bloqueio de todas as atividades que não são consideradas essenciais. No caso da ação em Campo Grande, a medida será apenas no calçadão do bairro.

Crivella vinha insistindo nos apelos à conscientização das pessoas, mas como não surtiu o efeito desejado, determinou à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) gradear os cinco acessos do calçadão de Campo Grande, onde fica o centro comercial local.

A Guarda Municipal colocará efetivos para ocupar esse espaço durante 24 horas. A medida vai vigorar por sete dias seguidos, prazo este que pode se estender, caso haja necessidade. O lockdown parcial significa que as pessoas não poderão circular dentro desse corredor.

O prefeito disse que a medida entrará em vigor a partir das 5 horas da madrugada de amanhã. “Isso depois de recebermos diversas ligações no Disk Denúncia Aglomeração e tentarmos de todas as formas evitarmos as aglomerações. Então, a partir de amanhã e por sete dias o calçadão de Campo Grande ficará interditado. E eu peço a colaboração de todas as pessoas”, reforçou Crivella.

Somente funcionários de atividades essenciais como farmácias, agências bancárias e supermercados terão a entrada autorizada, mediante apresentação de documento.

Com informações e foto da Agência Brasil