Categorias
Brasil Cultura Destaque Música Saúde TV & Famosos

Zeca Pagodinho recebe a primeira dose da vacina e declara: “Vai vacinar, vai vacinar!”

O cantor e compositor Zeca Pagodinho recebeu, nesta sexta-feira (16/04), a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Com uma máscara da Portela no rosto, o consagrado artista, de 62 anos, chegou animado ao posto drive-thru do Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade.

Zeca Pagodinho sendo vacinado na Barra da Tijuca. (Foto: Reprodução Prefeitura do Rio)

O cantor não escondeu que está ansioso para voltar a fazer shows assim que a pandemia acabar e aproveitou para deixar um aviso:

Vou fazer como o meu médico falou, o doutor Marcelo: “Vai vacinar, vai vacinar!” E não esquece a segunda dose – cantarolou Zeca, numa adaptação de “Vai vadiar”, um dos seus grandes sucessos.

Nesta sexta, a vacina é destinada a homens de 62 anos e profissionais de saúde de 50 anos. De acordo com a última atualização do painel Rio Covid-19, às 12h15, já foram vacinadas com a primeira dose 1.192.152 pessoas, o que representa 17,7% da população carioca. Se for levado em consideração somente quem tem 60 anos ou mais, esse percentual sobe para 81,8%.

Categorias
Cultura Eventos Mulher Música Sociedade

Ganhadora do Grammy, H.E.R lança campanha em combate a Pandemia

*Por Fabiana Santoro

Atual ganhadora do Grammy, H.E.R se juntou ao Global Citizen – organização internacional de educação e defesa que trabalha para cessar a pobreza extrema – em uma campanha sem fins lucrativos que visa facilitar o acesso a vacina e tratamento da Covid-19. O projeto World Recovery Plan também arrecada fundos para cuidados com meio ambiente, educação e alimentação mundial.

World Recovery Plan. (Foto: Divulgação)

Em abril de 2020, a cantora disponibilizou seu Instagram e criou uma sessão de live´s semanais, intituladas “Girls With Guitars”. Durante a performance, H.E.R se juntou a sua vasta e renomada coleção de guitarras cantando musicas autorais e atendendo pedidos de covers de seus fãs. A ativista também convidou guitarristas mulheres entre elas, Tori Kelly, Lianne La Havas, Kiana Ledé, Chloe x Halle, para se envolver em debates sobre musica e vida. O objetivo das séries era arrecadar dinheiro para famílias de baixa renda no combate a pandemia, nos Estados Unidos. A cada apresentação um patrocinador diferente fazia doações e sorteios.

Abaixo alguns sorteios e doações que foram feitos durante o GWG:

  • Guitarras da coleção da H.E.R. com a Fender para 5 fãs.
  • Curso gratuito de instrumentos de corda para 1 milhão de pessoas durante 3 meses.
  • 5 Mil máscaras para hospitais dos Estados Unidos.
  • 30 MIL dólares para ajudar no combate à pandemia (mil dólares por visualizações na live do dia).
  • Insumos para os médicos que estavam na linha de frente.
  • Vale compras em algumas lojas e brindes personalizados pela H.E.R.

Durante cada live também era disponibilizado um link onde as pessoas poderiam doar dinheiro para ajudar famílias carentes com alimentos, máscaras e álcool em gel.

H.E.R no Grammy 2021. (Foto: Divulgação)

H.E.R se destacou atualmente sendo a primeira mulher negra em mais de uma década a ganhar a estatueta de “Música do ano” no Grammy, uma das categorias mais importantes da premiação. O título da música ganhadora remete as últimas palavras de George Floyd e Eric Garner, dois homens negros e mortos pela brutalidade policial nos Estados Unidos.

Na época de lançamento, a cantora relatou o quanto foi difícil escrever a música: “Essa letra foi muito difícil de escrever, pois veio de uma conversa sobre o que está acontecendo no momento e sobre a mudança que precisamos ver”. Em seu discurso no Grammy, ela agradeceu por poder utilizar sua voz para provocar transformações, e explicou como a musica é poderosa quando se trata de mudança e cura.

*Com supervisão de Alan Alves

Categorias
Rio

Rio registra 3 mortes por coronavírus

Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro atualiza o número de casos confirmados pelo Covid-19. De acordo com o boletim liberado neste sábado 21/03, foram registrados 3 mortes por coronavírus e 119 infectados no  Estado do Rio de Janeiro. Segundo a SES, as mortes ocorreram em Miguel Pereira, Niterói e Petrópolis. A Secretaria informa que todas as vítimas eram idosos, que apresentavam outras doenças e estavam classificadas no grupo de risco. O Governo convida especialistas na área da saúde, estudantes ou formados para serem voluntários no combate ao coronavírus. As inscrições podem ser feitas pelo site disponível no final da matéria.

Confira a lista dos bairros com os casos confirmados do (Covid-19).
Rio de Janeiro – 99
Niterói – 10
Petrópolis – 3
Barra Mansa – 1
Guapimirim – 1
Miguel Pereira – 1
Exterior – 4

Fique atento as medidas de prevenção:
– Proteger nariz e boca ao espirrar ou tossir;
– Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres e copos;
– Lavar frequentemente as mãos, especialmente após espirrar ou tossir;
– Utilizar álcool em gel nas mãos;
– Evitar tocar o rosto após a higienização das mãos.

Seja um voluntário e ajude no combate ao vírus acesse:
www.voluntarioscoronavirus.rj.gov.br.

Se estiver com alguma dúvida acesse:
Para mais informações, acesse www.saude.rj.gov.br e www.coronavirusrj.com.br.