Categorias
Destaque Doação Notícias Rio

Comemorando 25 anos, Boulevard promete arrecadar 25 toneladas de alimentos

E as comemorações vão mais além, pois o shopping tem como aliada a
Legião da Boa Vontade e o apoio do Sated-RJ.

O Shopping Boulevard está comemorando suas bodas de prata com um pensamento de esperança e otimismo, no futuro. O Boulevard conta com a parceria da Legião da Boa Vontade, da Ação da Cidadania

Fotos: Clilton Paz

e também com os artistas associados do Sated/RJ (Sindicato dos Artistas e Técnicosem Espetáculos de Diversões do Estado  do Rio de Janeiro).

Com 7 décadas de dedicação e amor ao próximo, a LBV se tornou uma
das mais tradicionais entidades filantrópicas do país e do mundo. E
desta vez, ela se uniu ao Sated/RJ, conhecido como a casa dos artistas
que assume sua ação, exclusivamente, assistencial. O Sindicato dos
Artistas e Técnicos em Espetáculos do Rio de Janeiro foi criado em
1918 para defender a classe, escrevendo uma rica historia artística
social e assistencial, hoje sob a gestão do Ator Hugo Gross.

O Objetivo da Campanha é apoiar famílias previamente cadastradas no
entorno do bairro de Vila Isabel e adjacências.

Uma das inúmeras preocupações da campanha é de promover ações para arrecadar mantimentos e minimizar os efeitos da pandemia sobre os artistas e técnicos locais. Ambas as instituições se preocupam com
teatros e casas de espetáculos fechados, onde muitos desses artistas e
técnicos estão em situação de vulnerabilidade e dificuldades.

Segundo o Shopping Boulevard, toda arrecadação será encaminhada para as comunidades do entorno, que ficam na região de Vila Isabel.

A campanha de arrecadação do Shopping Boulevard, pelos seus 25 anos de existência foi lançada com as presenças dos artistas: o

Fotos: Clilton Paz

Presidente do Sated/RJ Ator Hugo Gross; Diretor do Sated/RJ Cosme dos Santos; o Coordenador da campanha Sated/RJ Alimenta a Arte e Diretor Henrique Sathler; O diretor do Sated/RJ Paulo Martinelli; Diretor do Sated/RJ,neto da lendária atriz Bibi Ferreira, João Procópio Neto; a atriz global no ar com edição especial da novela Império, Luciana Malcher; o Ator e cantor Marcello Faustini; o Ator Apollo Costa e o produtor cultural Carlos Conceição.

Para quem for doar virtualmente, basta acessar o link

As doações serão recebidas até o dia 26 de setembro.

Categorias
Educação Rio Social

CEL Solidário arrecada alimentos e produtos de higiene

O dicionário define a palavra solidariedade de várias formas. Uma delas é: disposição para ajudar. Pois, há anos, o CEL Intercultural School abraça as causas sociais e estimula doações. Em tempos de pandemia e ciente dos danos econômicos que a Covid-19 tem causado, o colégio, novamente, estende a mão ao próximo. E o projeto CEL Solidário arrecada alimentos e produtos de higiene.

Uma turma do Pré-I colocou no planejamento o vídeo da Turma da Mônica sobre solidariedade, que termina com os personagens convidando quem está assistindo a fazer doações. Pensando em tudo o que estamos vivendo, com tantas pessoas sofrendo e passando fome, ao ver o vídeo, tive a ideia de usá-lo como disparador do assunto com todas as turmas do Infantil e Fundamental I para fazermos a proposta das doações – explica May Chagas, diretora pedagógica do CEL.

Pais e alunos logo abraçaram o projeto:

Na semana passada, o meu filho chegou da escola muito entusiasmado com a campanha de solidariedade do CEL. Antes que eu tomasse conhecimento do CEL Solidário através da circular, ele já queria comprar os alimentos. Ele me explicou a importância de ajudar aos que estão necessitando deste gesto de amor e queria incentivar os amigos a terem o mesmo empenho. Estipulamos juntos um valor que poderíamos gastar e compramos vários alimentos para esta tão importante campanha. Sua importância vai além da ajuda ao próximo, pois ensina na prática às crianças o que é a solidariedade e que juntos podemos fazer um mundo muito melhor, mesmo em tempos tão difíceis – destacou Juliana de Oliveira Moll, mãe do aluno Rafael Moll Lopes, do 1º ano.

Na casa de Vívian Barcellos Veillard, mãe de Henrique Veillard Rufino, aluno do 1º ano do Ensino Fundamental, o sentimento é o mesmo:

 

 

 

 

Me sinto honrada ao ver que está sendo apresentado ao meu filho de forma tão humana e lúdica o que é ser solidário e sobre a empatia, princípios desenvolvidos em sua formação humana. Mesmo sendo ele uma criança de 6 anos, está tendo a compreensão da realidade, sendo envolvido na contribuição de alimentos que serão doados, no trabalho que foi feito em sala de aula, e ele ter ficado animado em ajudar o próximo, consciente do seu papel solidário. Realmente é motivo de muito orgulho ver o CEL incluir o aluno nesse assunto tão importante, principalmente agora nesta pandemia, em que muitas famílias precisam ainda mais de ajuda.

Definitivamente, a solidariedade está no ar. E no CEL.