Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo Notícias do Jornal

Estratégias que alavancam resultados (parte 3)

Anteriormente, vimos as estratégias e vantagens que comtemplam o marketing digital e o marketing de relacionamento. Agora, veremos as 2 últimas estratégias dessa nossa curta temporada: Marketing de produtos e Endomarketing. As quais são também indispensáveis para alavancar os seus resultados na venda de produtos e serviços bem como no capital humano relacionado ao seu negócio. Continue comigo e descubra!

O marketing de produto é uma via de possibilidades, capaz de instigar o consumidor a escolher a sua oferta ao invés de a oferta da concorrência. Todavia, o marketing de produto é o conjunto de técnicas e processos para lançar um produto no mercado com êxito, desde o seu desenvolvimento até o lançamento e promoção. No entanto, o primeiro passo para que o seu produto seja bem aceito no mercado, é que ele solucione um problema e atenda às motivações e necessidades do target, cumprindo o seu objetivo básico de conectar produtos a pessoas. Suas vantagens estão na possibilidade de aumento expressivo das vendas, fidelização do consumidor, conexão e entrosamento do cliente para com a marca, crescimento da empresa, a possibilidade de personalizar algo novo, agregando experiência ao cliente e a coleta de feedback da persona através de pesquisas baseadas nas compras; aumentando dessa forma o poder persuasivo da empresa.

No entanto, quem é esse tal de Endomarketing?  Esse aliado, é conhecido também como marketing interno, e deve ter suas ações executadas conjuntamente ao RH da empresa, para aprimorar o clima organizacional, elevar a produtividade da empresa e criar uma marca empregadora. Vantagens: Aumento da motivação dos colaboradores, redução do turnover, aumento de produtividade, fortalecimento da marca empregadora, melhora do clima organizacional, atração e retenção de talentos e qualidade de vida e bem-estar.

Em síntese, enquanto uma estratégia cuida da razão-missão de existir da empresa, a outra se encarrega de zelar pelos os que podem cuidar e manter essa engrenagem funcionando. Com isso, é possível perceber a importante correlação que procria o equilíbrio, fortalecendo assim a mola propulsora entre produtos e pessoas. Experimente  e pesquise um pouco mais sobre essas estratégias e veja a transformação do seu negócio.

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo Notícias do Jornal

Estratégias que alavancam resultados (parte 2)

Previamente, vimos estratégias de marketing distintas, porém muito eficazes. Em sequência, veremos as vantagens, do marketing digital, tal como às do marketing de relacionamento para o seu negócio. Vem comigo, e descubra agora onde você precisa focar para alavancar os seus resultados.

Nesse sentido, as vantagens para o empreendedor, estão em se destacar ao transmitir uma mensagem, não deixando dúvidas sobre o seu empreendimento e alcance colossal, de forma que não existem fronteiras para divulgar sua empresa na internet. Com isso, suas campanhas podem percorrer o mundo todo para chegar até os seus reais e potenciais consumidores de forma filtrada; Público-alvo :Eis aqui um dos grandes segredos do sucesso do marketing digital: Poder traçar perfis extremamente assertivos de seus clientes, antes de veicular e planejar suas campanhas. Ajustes em tempo real: Diferente de campanhas em TV e mídia impressa, por exemplo, no âmbito digital você acompanhará tudo de forma quase simultânea. Terá as métricas dos conteúdos publicados e, a partir delas, poderá efetuar os ajustes necessários para melhorar seus resultados & Informações do cliente : A cada ação de marketing realizada para captar clientes, mais informações você poderá reunir a seu respeito, o que lhe possibilitará oferecer os melhores produtos, serviços e soluções para o nicho.

Entretanto, toda estratégia é em vão se não há um esforço em prol do bom relacionamento com o cliente, pois suas vantagens estão na possibilidade de correção de erros. Os seus clientes são as pessoas que mais vão notar as mudanças e problemas no seu produto; ajudando assim no aperfeiçoamento do serviço ou mercadoria, mantendo clientes satisfeitos e conquistando novos. A fidelização de clientes e redução de custos, porque investir na retenção dos clientes sai mais em conta do que conquistar novos. Feedback: Com o Marketing de Conteúdo, sua empresa fica mais próxima dos clientes. E estar perto deles é importante para saber o que eles pensam e falam do seu negócio. Fãs da marca: Um dos resultados mais incríveis que a sua empresa pode conseguir com o marketing de relacionamento, é transformar seus clientes em verdadeiros fãs. Outras vantagens são: Credibilidade, autoridade e aumento das vendas.

Contudo, ao ter conhecido algumas das vantagens de ambos, é possível concluir que apesar do céu ser o limite com o MD, de nada vai adiantar aplicá-lo, se você senão souber gerir o simples relacionamento com o cliente. Então, que tal conversar com ele hoje mesmo?

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo Notícias do Jornal

Estratégias que alavancam resultados. (parte 1)

Você já utiliza alguma estratégia de marketing no seu modelo de negócio?

Saiba, essas estratégias estão concatenadas a um conjunto de ações, que tem como intuito gerar visibilidade e resultados expressivos a um empreendimento. Para te ajudar a escolher a estratégia mais apropriada para o seu negócio, destaquei as 6 principais, utilizadas pelas às empresas mais bem-sucedidas: Outbound Marketing, Inbound Marketing; Marketing Digital, Marketing de Relacionamento, Marketing de Produto; Endomarketing. Então, vem comigo até o final e conclua qual dessas estratégias o seu negócio tem a “fome” capaz de alavancar o resultado necessário.

1- Outbound Marketing – É a empresa que toma a iniciativa de ir até os seus clientes de maneira ativa, afim de oferecer os seus produtos e serviços. Os exemplos mais comuns dessa estratégia podem ser observados em veículos
impressos, rádio e TV. Mas existem também os patrocínios de eventos, onde o público seria o mesmo o qual a marca alveja, além de merchandisings, outdoors e ligações frias. As vantagens são: Retorno sobre o investimento (ROI), precisão e rapidez de solução, diversidade de canais e mídias, validação de persona.

2- Inboud Marketing – Ao contrário da estratégia anterior, esse tem o objetivo de fazer com o que o cliente procure a empresa espontaneamente. Também conhecido como marketing de atração, o IM tem como intuito atrair potenciais
clientes, nutri-los com conteúdos relevantes e conveniências diferenciadas, para convertê-los em clientes aptos. As vantagens dessa estratégia estão na economia de tempo, esforço e muitas vezes de capital. Inclusive, é possível aplicá-lo via internet.

Em síntese, O MO se trata do velho marketing, enquanto o MI dialoga com um modelo repaginado e bastante difundido atualmente. Entretanto, o recomendável é o equilíbrio entre ambos com a predominância de um. Qual dessas se ajusta mais ao seu negócio?

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo Notícias do Jornal

As 5 melhores formas de fazer renda extra, sem estoque e sem dinheiro. (parte 2)

Anteriormente, foram apresentadas algumas formas de renda extra as quais não são necessárias estoque ou dinheiro para começar. Oportunidades reais, as quais você pode se candidatar ao se cadastrar em sites como os já citados. Vem comigo agora e continue descobrindo os meios tangíveis das rendas extras, que podem se transformar em principal.

Nesse sentido, a quarta forma de renda, é como Tutor online, qual seja, ser um “professor” do seu próprio idioma. No entanto, nesse caso não é necessário ser um profissional, pois não haverá a necessidade de envolver gramática ou uma metodologia de ensino especifica. O tutor online é frequentemente procurado por pessoas de países diferentes que já conhecem o idioma, mas anseiam por maiores detalhes, com o intuito de aprenderem os sotaques do local onde passarão uma temporada. Nessa dinâmica, o tutor conversa com o cliente, para que o mesmo depure o idioma e vá se acostumando à forma como o mesmo é pronunciado na região em que deseja visitar. A plataforma mais indicada para quem deseja executar esse tipo de trabalho é o Italk. A aula pode ser precificada a 30,00 ou 50,00 por hora, todavia, esse aspecto dependerá da sua experiência e reputação na plataforma. Pulo do gato: Faça um vídeo bem alto-astral, bem interessante para que a pessoa veja e pense: É com essa pessoa aqui que eu quero conversar! Além disso, quando o tutor é bacana, a pessoa sempre tem vontade de fazer uma aula após a outra, gerando assim a recorrência na prestação desse serviço.

Entretanto, a quinta forma de fazer renda extra, trata-se de vendas sem estoque, com fornecedores brasileiros, ou seja, o dropshipping nacional. Essa modalidade se dá quando você vende um produto sem ter estoque próprio e o fornecedor é quem faz a postagem diretamente para o consumidor final. O diferencial é conceituado no modelo nacional, para evitar problemas como: Taxação alfandegaria, extravio ou atraso na entrega. Acontece da seguinte forma: Você coloca os produtos do fornecedor a venda, o sistema gera a etiqueta de postagem e você paga aquele item vendido para o fornecedor despachar para o cliente final. Posteriormente o seu lucro será liberado pela plataforma a qual você realizou a venda. Atenção, você só paga a parte do fornecedor, após a venda ter sido concluída. Considere trabalhar com produtos que você se identifica, mas não deixe de ver as tendências de vendas em fontes como: tendencias.mercadolivre.com.br (pulo do gato). Nesse endereço, você encontrará o ranking do maior e-commerce da América Latina.

Como resultado, a renda extra ou mesmo um trabalho principal, serão consequências inevitáveis, por serem modelos de rendas recorrentes, os quais você poderá iniciar modestamente, de casa e sem maiores investimentos envolvidos. Escolha a sua área, pesquise mais a fundo e empreenda, agora!

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo Notícias do Jornal

As 5 melhores formas de fazer renda extra, sem estoque e sem dinheiro. (parte 1)

Senão te sobra grana no fim do mês, devido a renda principal desaparecer por conta dos boletos e das faturas de cartão; eu lhe digo: Você precisa criar uma janela de tempo e fazê-la produtiva, porque é bem provável que não esteja lhe sobrando nada no final do mês. Mas calma! Para você fazer uma renda extra, nem sempre precisará se tornar 100% um especialista, no entanto sim, precisará conhecer as oportunidades que mais que o celular, já estão ao seu alcance; bem como as necessidades do mercado e as fontes certas para deixar as suas habilidades fluírem. Vem comigo!

Nesse sentido, a primeira forma é: Vendendo produtos usados – Nesse caso, trata-se de produtos que você não usa mais. Todavia, esse tipo de venda tem um giro mais veloz no Facebook Marketplace, pois ele tem uma área de compra e venda, a qual o mesmo oferece destaque, possibilitando qualquer pessoa física vender os seus itens por lá, sejam eles novos ou usados. O alcance do FM é mais local e apesar da grande imigração para o Instagram, o Facebook segue fortalecido quanto a existência diferencial dos grupos de compras, vendas e usados. Além de a sua publicação ser exibida diretamente no FM, você também consegue direcionar esse anúncio para outros grupos de compra e venda, afim de aumentar ainda mais o alcance. Se liga! Os objetos sem uso que você possui em casa são dinheiro que você pode usar novamente, fomentando a partir disso um capital para iniciar o seu negócio.

Segunda: Os assistentes virtuais são nesse caso, profissionais altamente capacitados e especializados em determinadas atividades. Por isso, são capazes de entregar os melhores resultados para seus clientes, sem a necessidade de supervisão constante de gestores. Esses profissionais, com frequência atuam nas áreas administrativa, financeira, comercial, secretariado, comunicação, RH, Marketing Digital, Mídias Sociais e até mesmo cotações (curadoria local) de algo que só o assistente tenha o devido conhecimento e acesso. As plataformas para contratação desses profissionais são: Fiverr, Workana e Freelancer. Terceira: Renda extra como transcritor – O transcritor é diferente do tradutor, pois ele pode pegar textos em português e transformá-los em palavras para entregar

ao prestador de serviços, para que o mesmo possa reaproveitar o mesmo conteúdo em outras plataformas. Apesar da tecnologia oferecer esse serviço, muitos contratantes ainda preferem admitir pessoas reais para que o serviço tenha menos erros e melhor análise interpretativa. As plataformas de contratação para esses, são: Workana, Freelancer, Italki.

Em suma, é possível afirmar que ganhar uma renda a mais, não é algo que precise irremissivelmente de dinheiro, ou estoque, mas sim de iniciativa e disposição. Na próxima coluna veremos as próximas rendas extras para você que quer ampliar ainda mais as oportunidades.

Que tal começar agora?

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo Notícias do Jornal

Tomaz Adour e o ingrediente que faltava (Parte 2)

Anteriormente, em entrevista com, Tomaz Adour, presidente da editora Vermelho Marinho, vimos um pouco das venturas e desventuras de empreender no ramo literário. Hoje, continuaremos descobrindo as diferentes formas de se empreender com a escrita dentro do métier das editoras, com grande oportunidade ao final. Então, vem comigo e descubra!

Se você ama ler, escrever, é analítico, paciente e tem certa disciplina; trabalhar para uma editora, pode ser uma oportunidade rentável e gratificante . Todavia, para quem pensa em começar como editor logo de “cara”, a realidade é que como tudo que é sério na vida, você não comerá o fruto no mesmo dia em que plantou a semente; por isso, dê o primeiro passo e confie no processo. Todavia, Adour, afirma que nesse ramo a pessoa inicia a carreira como revisor ou editor-assistente, ou seja, profissionais que corrigem, adaptam e deixam o texto enxuto. Entretanto, existem outros profissionais como o diagramador, que faz todo o projeto gráfico do livro e o tradutor que traduz as obras. Nesse ponto, Tomaz, explica que trabalha com tradutores iniciantes que traduzem livros e não tem como publicar, sendo assim, Adour, publica a obra para ele e oferece os direitos autorais, para que cada vez que o livro for vendido o tradutor receba o valor equivalente ao trabalho que foi realizado uma única vez, com ganhos que podem atingir valores conforme a sua produtividade. E isso gera uma das rendas mais queridas do mundo, qual seja, a renda passiva! Lembrando que atualmente rarisssímas editoras aderem essa prática, embora seja o justo.

Adour anunciou, em primeira mão sobre o seu mais novo projeto inclusivo; a Usina de Talentos, que oferecerá a oportunidade de trabalho
para pessoas jovens, idosas ou com alguma deficiência, que aspirem iniciar suas carreiras no mercado editorial e que possuem um bom conhecimento da língua portuguesa. Nesse projeto os contratados digitarão a edição original dos clássicos; no entanto ao concluir o trabalho o contratado ganhará uma parte do direito autoral do livro, a cada vez que o mesmo for vendido, para o resto da vida! Os envolvidos poderão também pleitear outros cargos. Segundo Adour, o projeto será sem restrições ou preconceitos, arregimentando homens e mulheres, até 99 anos de idade, que gostem principalmente de ler e escrever, sem a necessidade de um diploma como pré-requisito para cadastrar-se no projeto.

Acima de tudo, mesmo que você tenha os pré-requisitos mínimos citados , tenha sempre em mente que escrever é um ato de amor e como diz @tomazadour, de humildade, pois o mesmo que ensina, também deverá ser o mesmo que se permite aprender. Por fim, as grandes chances do projeto Usina de Talentos, estão na oportunidade de lucro a longo prazo, renda passiva e hereditária. Se você quer monetizar sua escrita, prepare-se para a seleção que acontecerá daqui a alguns meses.

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo Notícias do Jornal

Tomaz Adour e o ingrediente que faltava (parte 1)

Empreender nunca foi tão difundido. Atualmente, os convites acontecem com grande frequência para desenvolver um negócio na esfera digital; onde a base se apoia intrinsicamente nas técnicas de escrita. Em entrevista com o renomado Tomaz Adour, editor fundador da editora Vermelho Marinho e presidente da LIBRE – Liga Brasileira de editoras independentes que defende a bibliodiversidade; foi possível elencar para você diferentes formas de gerar renda, com a inseparável dupla: Leitura e escrita. Fica comigo até o final e descubra também quando escrever livros lhe proporcionara renda ou não. Até lá, você será capaz de descobrir o ingrediente que faltava.

Nesse sentido, Tomaz, afirma que para quem escolhe trabalhar escrevendo livros, a escrita deve ser encarada como uma carreira e não como algo esporádico, pois exige persistência. E se lhe servir de preparo, ele diz: “O Brasil é um país que lê pouco,.” Segundo o editor, atualmente o Brasil vende a mesma quantidade de livros que eram vendidos na década de 90, apesar da população ter dobrado. “A concorrência em ralação ao livro, hoje é muito grande, se compararmos o acesso ao celular e estreaming”, afirma Tomaz. No entanto, a variação dessa carreira funciona como base estratégica para gerar autoridade e relevância em um determinado assunto, ao mesmo passo que você exerce outra profissão. Ele explica que muitos autores fazem sucesso de primeira e depois não conseguem “repetir a dose”, porém, outros tentam de primeira e se deparam com a necessidade de persistir por mais alguns livros, até serem muito possivelmente, bem-sucedidos.

Muito generoso, Tomaz, conta alguns segredos para quem deseja se destacar ou até mesmo escrever um Best Seller; quais sejam: A definição do público alvo, originalidade e a capacidade de não se perder nas obras inspiracionais, assemelhando sem perceber ideias substanciais de outros autores, vindo a cair no mais do mesmo. O editor, ressalta que a comunicação dentro do mercado editorial também é muito efetiva quando se trata de escritores arrogantes, reclamões e que não valorizam a editora que lhes acolheram, por motivos superficiais. Todavia, nascida e criada para que escritores brasileiros conseguissem publicar o que eles não conseguiam nas demais editoras, a editora Vermelho Marinho veio para ampliar oportunidades e possuí o seu diferencial pautado em obras clássicas raras, da literatura brasileira e foi a primeira editora virtual do Brasil.

Dessa forma, escrever traz frutos que se regrados com base no amor e na persistência, lhe oferecerá mais de uma vertente rumo ao mesmo fim. Além disso, graças a editoras como a Vermelho Marinho, muitos sonhos podem se tornar realidade. Te conto na próxima coluna, sobre as diferentes formas de se empreender com a escrita dentro do métier fechado das editoras, com grande oportunidade.

 

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo Notícias do Jornal

Fazendo a coisa certa – “Anjos” também empreendem

“Eu também disse no meu coração que o verdadeiro Deus porá à prova os filhos dos homens e lhes mostrará que são como os animais, pois o que acontece com os humanos também acontece com os animais: Todos têm o mesmo fim.  Como morre um, assim morre o outro; e todos eles têm o mesmo espirito. De modo que o homem não tem nenhuma superioridade sobre os animais; tudo é vão.”  (Ecl: 3: 18-20)

Dona Dejanira, uma senhorinha extraordinária, de 85 anos de idade, moradora do bairro de Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro; sabe bem disso, pois para ela, empreender vai muito além de fazer algo somente por uma troca monetária. Significa também  fazer  a coisa certa. São mais de 30 anos, cuidando como poucos, de gatos e cachorros de rua, os quais já a reconhecem de longe, por serem alimentados e bem cuidados por ela todos os dias, nas ruas de Realengo. Em conversa, dona Dejanira, o anjo dos animais, deixa claro que tudo o que nós sentimos, os animais também sentem, como: Fome, sede, dor; incluindo sentimentos como: Alegria, tristeza, rejeição e desamparo. Todavia, indo ao ponto mais genuíno do termo empreender, que é descrito no dicionário Michaelis como: Pôr em execução, realizar, fazer, resolver –se a praticar; pode-se afirmar que a Dona Dejanira é uma verdadeira empreendedora; que assim como os demais, encontra muitos desafios. Como uma senhora de 85 anos de idade, suas limitações não têm se resumido apenas a sua própria saúde, mas também a falta de caridade e apoio por parte das pessoas. Muitos criticam a sua atitude em cuidar de animais feridos e na maioria das vezes em estado calamitoso. Nesse sentido, dona Dejanira diz ficar muito triste, pois inevitavelmente se envolva com a situação dos animais e sente profunda decepção em relação a alguns seres- humanos, que provocam tal realidade. Além disso, quando recebe alguma ajuda, ela castra e trata os animais mais vulneráveis, bem como os que possuem a saúde mais precária.

Segundo a revista Exame, o abandono de animais aumentou cerca de 61% durante a pandemia, chamando assim a atenção para a tutela responsável. Todavia, dona Dejanira, reivindica o retorno de lugares para castração de graça em cada bairro, punições ainda mais rígidas para quem abandona e maltrata os animais, incluindo os cavalos sob condições tirânicas; ela roga por mais apoio aos defensores, seja por parte de cada cidadão, bem como do poder público. No entanto, é válido ressaltar, que o presidente Bolsonaro sancionou desde 2020, a lei que aumenta a pena de maus-tratos a cães e gatos, a qual enquadra no art. 32 da Lei de Crimes Ambientais (9.605/98), com pena de detenção de 3 meses a 1 ano de reclusão e multa. A nova lei modifica a pena e passa para reclusão de dois a cinco anos, além de a proibição de o agressor ser tutor de animais. Prevê inclusive, punição a estabelecimentos comerciais que facilitarem o crime. E sancionou igualmente, a lei que proíbe a eliminação de cães e gatos por órgãos públicos, quando estes não possuírem doenças graves ou enfermidades contagiosas incuráveis.

Definitivamente, dona Dejanira empreende, presta um serviço à sociedade, dá um exemplo de vida, compaixão e abnegação em sua missão. Um viva as melhorias, nas leis! Se você cidadão, veterinário, instituto ou empresa, desejar realmente ajudar; é só entrar em contato comigo no Instagram descrito abaixo. Lembre-se, estamos todos conectados.

Categorias
Destaque Notícias Tecnologia

Naves do Conhecimento oferecem mais de 10 mil vagas em cursos gratuitos

A Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia (SMCT), por meio das Naves do Conhecimento, está com inscrições abertas para mais de 10 mil vagas em diversos cursos gratuitos nas áreas de tecnologia, informática e empreendedorismo. Os cursos serão realizados no formato presencial e online. Palestras e oficinas gratuitas também estão disponíveis na programação oferecida para o mês de abril.

Inscrições presenciais acontecem somente nas naves do Engenhão, Madureira, Triagem, Vila Aliança e Nova Brasília, na Zona Norte. As vagas são limitadas. Para ter acesso ao cronograma e fazer a inscrição, basta acessar o site

Fotos: Divulgação/SMCT

As Naves são espaços essenciais que promovem várias atividades com o objetivo de potencializar a experiência digital, além de contribuir para o ingresso de jovens no mercado de trabalho através dos cursos de capacitação em novas tecnologias – afirmou Willian Coelho, secretário municipal de Ciência e Tecnologia.

Entre os temas oferecidos pelas Naves estão: Desenvolvimento de Games, Edite Imagens com Photoshop, Tecnologia e Trabalho: Gestão de Pessoas, Marketing Digital para Empreendedores, Conhecendo o NFT, Ferramentas Digitais, Manutenção de Computadores, Produção de Storyboard, Capacitação 5S, Aplicativos para Windows 11, Edição de Vídeo com Lightworks, Canva, Introdução ao Design Gráfico: Inkscape, Bancos de Dados: Linguagem SQL, Linux Essentials, Fundamentos de Excel ao VBA, Introdução ao Audiovisual, Redes Sociais para Empreendedores, Office Essencial, Introdução à Impressão 3D, entre outros.

Categorias
Colunas Destaque Diário do Rio Luciana Marques | Empreendedorismo Notícias do Jornal

Info intoxicação – Feito é melhor que perfeito

Anteriormente, vimos pontos relacionados a imoderação no consumo de informações, que atualmente é uma realidade para todos nós viventes no século XXI. Em meio ao turbilhão pela falta de seletividade, ambição por informação, a pretensão em alcançar a perfeição, o comparar-se e no fim, a sensação de estar inacabado; poucos param para observar; mas feito é melhor que perfeito. Poucos notam, mas muitas vezes a qualidade não está na quantidade, mas no que é integro, simples e bem feito.

O sistema empresarial, muitas vezes instiga a nossa ambição por informação, dando-nos a impressão de estarmos obsoletos e interminados; com o tenaz sentimento de sempre estar faltando algo que nos faça ser capaz de suprir as demandas do negócio. Todavia, a cada minuto, irão surgir novas informações dispostas a lhe desafiar. Por isso, microempreendedores, estabeleçam no máximo 2 metas, cada qual com sua prioridade, de modo a pôr maior força no que precisa acontecer primeiro. Seja seletivo, Quer saber sobre algum assunto? Procure por conteúdos informativos que foram produzidos por pessoas ou empresas que são referência no assunto. Todavia, organize seu tempo, pois como cita a bíblia: “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.” Ecles-3:1 “Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora.” Ecles-3:6. Então, lance fora o que não faz parte do seu propósito e respeite o momento para cada etapa em sua jornada.

Consumir informações é importante! Então, reserve um tempo para fazer um curso, ou pesquisar um assunto de seu interesse. Repense o hábito de estar grande parte do tempo conectado ás redes sociais. Reduzir o tempo destinado a tal hábito, é uma atitude expressiva para reduzir a quantidade de informações acessadas no dia. Reduzir ruídos,
como notificações, pushes, e alertas de aplicativos, também ajuda a ter mais foco nas tarefas que realmente irão te levar adiante e ainda reduzirá gatilhos que podem gerar ansiedade. Pode até parecer improdutivo, mas momentos para não se fazer nada são precisos e preciosos, afinal, o cérebro precisa descansar para voltar com tudo. Mas fica ligado (a)! Ser produtivo, não é mesma coisa que estar consumindo informações sem filtro por aí! Entretanto; não se compare! Sempre vai existir alguém que sabe sobre algum assunto mais que você. Todavia, ainda que venha a fazer a mesma tarefa, você é único, com um jeito ímpar de se comunicar, ser e realizar.

Desse modo, vale a pena se reorganizar, higienizar a mente e buscar a calma. Dar um passo de cada vez, com a lembrança de que é impossível agradar a todos, de que a perfeição não passa de uma pretensão inalcançável e que desagradar também um é ato de sabedoria, liberdade e coragem.