Categorias
Beleza Diário do Rio Notícias Notícias do Jornal

Fios de PDO: conheça técnica que busca retardar envelhecimento da pele

A indução de colágeno e a sustentação de tecidos faciais por meio de fios de polidioxanona (PDO) é um procedimento que vem ganhando cada vez mais importância dentro da prática da Harmonização Orofacial. Mas você já ouviu falar em fios de PDO (polidioxanona)? O nome parece complexo mas nada mais são do que fios de sustentação, usados para garantir mais firmeza para a pele. É o chamado efeito lifting, sem cirurgia. Eles promovem o estímulo de colágeno e elastina, reduzindo a flacidez e melhorando a qualidade da pele.

Os fios são 100% biodegradáveis, com aplicação minimamente invasiva. Essa combinação permite a inserção do fio nos locais desejados, de forma imperceptível pela derme. “Seu resultado é praticamente imediato e, a partir da terceira semana após a aplicação, os efeitos reais começam a ser mais visíveis”, garante Manoela Fassina, dermatologista da Clínica Leger.

A médica explica que os fios são absorvidos pela pele entre seis e oito meses e, durante este período, os fios inseridos estimulam a ação dos fibroblastos e a circulação sanguínea, aumentando a produção de colágeno e retardando o processo de envelhecimento da pele.

“Os efeitos estéticos deste procedimento são duradouros, conferindo uma melhoria significativa na aparência, textura e firmeza da pele. Se necessário, o procedimento de implementação de novos fios pode ser repetido até a obtenção do efeito desejado, com refinamentos que podem ser realizados a qualquer momento”, explica a dermatologista, que costuma atender diariamente pacientes em busca deste procedimento.

A especialista explica, no entanto, que é preciso um estudo detalhado feito por um dermatologista antes do procedimento. “O profissional vai avaliar minuciosamente os pontos onde os fios devem ser inseridos e a eventual necessidade de associação a outros procedimentos, de acordo com a necessidade de cada paciente”.