Categorias
Janaina Macedo Calvo | Desenvolvimento Pessoal & Finanças Notícias do Jornal

Planejamento estratégico e gestão financeira empresarial: por que implementar?

 

Por: Janaína Macedo Calvo

Quando se fala em administração de negócios, o planejamento estratégico é uma parte essencial. No entanto, nem sempre os profissionais compreendem a sua importância ou a relação com a gestão financeira. E muitos têm dificuldades para implementar essas práticas.

Isso é bastante comum. Afinal, o assunto pode ser mais complexo e exige atenção para que sejam tomadas as melhores decisões. Neste conteúdo, você aprenderá o que é planejamento estratégico e gestão financeira. Na próxima coluna falarei dos benefícios de implementá-los na empresa.

O que é planejamento estratégico?

 

Engloba um conjunto de processos desenvolvidos para atingir um objetivo. Trata dos recursos financeiros, esforços operacionais e outras medidas necessárias para as conquistas desejadas.

A prática não se limita apenas ao aspecto financeiro, trabalhando os diferentes setores da empresa. O objetivo é identificar quais são as metas da companhia em cada área e definir as ações que serão adotadas.

Antes, porém, é preciso entender a situação atual do negócio: compreender o ambiente de negócios, onde a empresa está e onde ela pretende chegar — os seus planos. Depois, é hora de definir como chegar ao patamar desejado. Que recursos devem ser aplicados e que ações  serão adotadas? Nesse momento é que começam a surgir as estratégias que serão implementadas.

Seguem- se as decisões e mobilizações voltadas a efetivar as ações delineadas. Você deve acompanhar resultados e trabalhar com feedbacks para entender como melhorar as ações.

Não existem limites sobre quais são as metas e objetivos desse planejamento. Tudo depende da análise interna e externa feita por cada empresa, buscando identificar os pontos fortes e fracos, ameaças e oportunidades.

Outro ponto importante é estudar o mercado e as tendências. Muitas vezes, é possível prever crises e problemas que podem ser trabalhados de maneira antecipada, reduzindo os impactos. O mesmo acontece em relação às oportunidades de investimento.

E o que é gestão financeira empresarial?

Ela trata do controle feito sobre as finanças do negócio. Ela envolve os gastos e os ganhos, prejuízos, lucros e demais dados financeiros da empresa. A prática é essencial para o bom desempenho da organização.

Para tanto, é preciso desenvolver ações que tentem melhorar os resultados econômicos e financeiros. Isso é feito com o desenvolvimento e controle de diferentes processos ou documentos empresariais, por exemplo:

  • Controle do fluxo de caixa;
  • Acompanhamento e gestão do capital de giro;
  • Análises de crédito e práticas de cobrança;
  • Apuração de resultados do negócio;
  • Relatórios e indicadores financeiros.

Tão importante quanto o planejamento, a gestão financeira deve fazer parte da rotina do negócio, pois relaciona diversos pontos essenciais para a saúde dele. Por exemplo, as contas a pagar e a receber, realização de investimentos ou busca por capital.

As falhas na gestão financeira podem causar grandes problemas, especialmente uma visão distorcida da realidade da empresa. Por consequência, as decisões tomadas com base nisso podem causar grandes prejuízos e, no longo prazo, levar à inviabilidade das atividades.