Categorias
Aconteceu Cidade Destaque Meio Ambiente Rio

Praia do Sossego, em Niterói, ganha Bandeira Azul

 

Considerada um dos cartões postais de Niterói, a Praia do Sossego, que está localizada entre Piratininga e Camboinhas, é a primeira praia da cidade a receber o certificado internacional de sustentabilidade Bandeira Azul.

O prêmio é para praias, marinas ou embarcações que unam qualidade, beleza e preservação ambiental e do ecossistema como um todo.   O certificado internacional é um programa credenciado pelas Organizações das Nações Unidas (ONU) e pela Unesco.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, comemorou a premiação e revelou que é muito importante para o crescimento do turismo na cidade. “Essa é a maior premiação global dedicada à gestão de praias, marinas e embarcações de turismo! A Bandeira Azul é o reconhecimento de que uma das mais belas áreas de Niterói também tem gestão ambiental e possui o selo dentre as melhores do Brasil. Isso é uma forma de atrair o turismo, sobretudo na retomada econômica. Queremos promover o turismo consciente e sustentável e seguimos trabalhando para adequar cada vez mais o manejo da região para garantir que a Praia do Sossego siga sempre preservada”. 

 

 

Categorias
Arte Cultura Destaque Diário do Rio

Exposições comemoram 25 anos do Museu de Arte Contemporânea de Niterói

Por Agência Brasil

O Museu de Arte Contemporânea (MAC) de Niterói vai comemorar o seu aniversário de 25 anos com sete exposições que começam hoje e têm entrada gratuita durante todo este mês.

O conjunto das exposições do salão principal, varanda e mezanino forma a instalação 90 | 25, que celebra os 90 anos do Cristo Redentor e os 25 anos de inauguração do Museu de Arte Contemporânea de Niterói.

Uma das sete exposições é a Ícones e Arquétipos, do artista Oskar Metsavaht. A instalação reúne fotografias, pinturas e vídeos que estabelecem uma correlação entre os dois monumentos construídos em concreto armado. Metsavaht propõe uma reflexão sobre a importância de cada uma das construções para o modernismo brasileiro. A visitação pode ser feita de hoje (8) até 5 de dezembro de 2021, de terça a domingo, das 11h às 16h.

“Eu apresento as analogias estéticas que vejo na construção tanto do MAC quanto do Cristo Redentor. Tive o prazer de poder mergulhar no olhar de ambos, na sensibilidade para desenhar as suas linhas, curvas e retas. E, com isso, compartilhar com o espectador que venha conhecer a exposição, o meu olhar de detalhes que fazem desta obra do Niemeyer um dos símbolos da arquitetura modernista brasileira, junto à estátua do Cristo Redentor”, relatou Metsavaht.

Já o artista José Raul Allegretti criou o monumento dos 25 anos, instalado na Praça do Museu, para recepcionar o público.

“Concebemos esta obra com retas e ângulos retos para sequer arranhar as curvas do nosso querido e premiado Oscar Niemeyer, que sempre se apaixonou por elas. Queremos que esse monumento sirva de exemplo para evitar desperdícios, ressignificando resíduos, o princípio básico do nosso movimento Círculo Único, que é o respeito e a parceria com a natureza”, contou o artista, acrescentando que as placas isolantes impermeáveis da peça, que permitem a sua exposição ao sol e à chuva, evitam alterações na estrutura geométrica e foram produzidas a partir da reciclagem das partes internas de 40 mil caixas de leite.

Na varanda do museu, o visitante poderá admirar a mostra A simbologia da paisagem, que tem obras das Coleções MAC e João Sattamini, dialogando com as peças de Oskar Metsavaht. Obras das Coleções formam a mostra A materialização do invisível, que está no mezanino.

As exposições contam com diversos autores e trabalhos de grande relevância para a arte contemporânea brasileira, incluindo nomes como Lygia Clark, Tunga, Beatriz Milhazes e Ricardo Ventura. A curadoria é de Marcus de Lontra Costa.

Plano museológico

Na solenidade de abertura das exposições, ocorrida ontem (7), também foi lançado o primeiro Plano Museológico do MAC Niterói, um planejamento de cinco anos para as ações do equipamento.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, relacionou os aniversários do MAC e do Cristo Redentor, monumento e cartão postal do Rio de Janeiro. Grael destacou que ambos representam dois grandes desafios. Enquanto o Cristo foi construído no início da utilização do concreto armado no mundo, o mesmo desafio foi feito ao arquiteto Oscar Niemeyer, considerado um dos principais profissionais da arquitetura moderna e autor do projeto do museu.

Grael lembrou que nesses 25 anos, “eventos memoráveis, exposições especiais” ocorreram no MAC, que agora, com uma parceria com o Santuário Cristo Redentor, vai ter divulgação ampliada com a presença de uma equipe da Niterói Empresa de Lazer e Turismo S/A (Neltur) no monumento do Rio.

“De lá, convidaremos os visitantes a virem conhecer Niterói também. Teremos todo um planejamento para oferecer a cidade como um destino turístico. Tenho certeza que faremos muitas coisas boas juntos”, informou.

O prefeito agradeceu à equipe que trabalha no museu dando sentido ao espaço cultural e comemorou o fato de poder reabrir as atividades em um período ainda de pandemia. “A pandemia não está superada, então ele está aberto com todo o cuidado necessário, com todos os protocolos sanitários determinados”, pontuou.

Para o secretário municipal das Culturas, Leonardo Giordano, as sete exposições convocam a população a entrar no museu e participar das obras que foram contempladas com editais de cultura. Este ano a prefeitura já investiu R$ 23 milhões no setor, com destaque para o aniversário do museu. “Nos coloca na missão de pensar nos próximos 25 anos. Niterói continua reafirmando seu compromisso com a cultura”, disse.

Ainda na cerimônia, foi anunciada a retomada do conselho deliberativo, com a intenção de incentivar a participação da sociedade no museu, por meio de diálogo e de uma gestão pública e transparente.

O presidente da Fundação de Arte de Niterói, Marcos Sabino, que participou da ideia da criação do MAC, lembrou que na época foi difícil convencer a sociedade sobre a importância do museu. “Hoje, 25 anos depois, toda a sociedade compreende o Museu de Arte Contemporânea. O nosso MAC precisa ser acessível para que todos o conheçam e que tenham orgulho desse espaço tão importante para a arte e cultura do mundo”, observou.

Programação

Também em setembro, a programação do Museu de Arte Contemporânea inclui a apresentação da Cia de Ballet de Niterói, nos dias 11 e 12, com uma coreografia inédita criada exclusivamente para o aniversário do espaço cultural. No dia 23, está previsto o Seminário de Arte e Cultura LGBTI.

Durante este mês, a visitação será gratuita. Para o diretor do MAC Niterói, Victor De Wolf, nessa comemoração, o museu olha para o próprio passado, mas mantém viva a missão de ser um abrigo da arte contemporânea.

“É o que a gente costuma dizer, para conseguir ver tudo o que está acontecendo aqui, tem que estar dentro e fora do equipamento, tem que ir nas redes sociais, nas exposições virtuais, tem que ir à Praia da Boa Viagem, dar uma caminhada pelo pátio e pelo interior do museu”, comentou.

Museu

O museu foi inaugurado no dia 2 de setembro de 1996, para abrigar as obras da importante coleção de João Sattamini.

Em 2016 passou por uma reforma de modernização e ao longo dos 25 anos realizou 186 exposições com mais de 9 mil obras e a presença de 2,8 milhões de visitantes.

Além de um dos cartões-postais de Niterói, o MAC tem projeção internacional. O projeto de forma futurista de Oscar Niemeyer tornou-se um marco da arquitetura moderna mundial e para muitos observadores se parece com uma flor ou uma nave espacial flutuando sobre uma pedra que avança para o mar. Nos pavimentos superiores o visitante tem uma vista panorâmica de 360 graus para a Baía de Guanabara e as cidades do Rio e de Niterói.

Categorias
Cultura Destaque Diário do Rio

Edital de Incentivo à Cultura vai movimentar R$ 3 milhões em Niterói

Por Prefeitura de Niterói.

A Prefeitura de Niterói, por meio da Secretaria Municipal das Culturas (SMC) e da Fundação de Arte de Niterói (FAN), abre nesta sexta-feira (13) a inscrição para a captação de recursos via Lei de Incentivo Fiscal do município (recursos do ISS). O anúncio foi feito em uma transmissão ao vivo, nesta quinta-feira (12), nas redes sociais da Prefeitura. O edital do ISS 2021 contemplará projetos culturais com o objetivo de reconhecer, proteger, valorizar e promover as mais variadas expressões artísticas da cidade. Serão destinados cerca de R$ 3 milhões para a iniciativa.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, destacou a importância da ação, neste momento, para a retomada econômica da cidade.

“Nós enfrentamos uma pandemia que afetou de forma muito direta a cultura, interrompendo o trabalho de muitos profissionais da área. A Prefeitura de Niterói sempre compreendeu isso e tentou apoiar o setor da melhor forma possível, com investimentos em editais e programas de apoio. Agora, com o avanço da vacinação, precisamos priorizar a retomada da economia, e sabemos a importância da cultura nesse processo”, afirmou.

Podem participar pessoas físicas ou jurídicas, com ou sem fins lucrativos, de Niterói. A primeira etapa é a habilitação dos proponentes para a captação de recursos, na qual uma comissão avalia se o projeto atende as condições de participação. As propostas apresentadas devem se enquadrar em um dos três eixos do edital: Expressões Artísticas; Patrimônio e Memória; e/ou Pesquisa e Pensamento.

O incentivo via ISS é feito por meio de renúncia fiscal. Os projetos habilitados para captação poderão contar com aporte tanto de empresas incentivadoras, quanto de dedução de IPTU por pessoa física. É possível deduzir até 20% do valor total do IPTU ou ISS da empresa, sendo 100% a dedução desse valor para quem aporta, ou na modalidade de patrocínio.

Para o secretário das Culturas, Leonardo Giordano, o aporte via ISS é fundamental para a atividade econômica e cultural da cidade, mediante as dificuldades impostas pela crise sanitária da Covid-19.

“São quase dois anos de atividades públicas interrompidas, tempo que compromete a sustentabilidade de inúmeros trabalhadores. O edital de ISS é um fôlego a mais para o setor cultural. Através dele, vamos movimentar a economia criativa, gerar emprego e renda e potencializar a produção cultural da cidade. A cultura é um direito e é papel do poder público contribuir para seu desenvolvimento e fortalecimento”, disse.

As inscrições no processo de seleção para os recursos do ISS por meio da Lei de Incentivo Fiscal do município serão gratuitas e realizadas exclusivamente por meio do sistema eletrônico disponível no endereço www.servicos.niteroi.rj.gov.br. O sistema estará aberto, das 10h do dia 13 de agosto de 2021 até as 18h do dia 28 de setembro de 2021.

 

Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias

Placas de rua que leva o nome do ator Paulo Gustavo são instaladas em Niterói

A Prefeitura de Niterói instalou, na quarta-feira (19), as 46 placas da Rua Ator Paulo Gustavo, em Icaraí. A via, uma das mais importantes da Zona Sul da cidade, deixou de levar o nome do coronel Moreira César e passa a homenagear o artista niteroiense que morreu vítima de Covid-19 aos 42 anos.

A mudança no nome da rua foi aprovada por 90% dos niteroienses em consulta pública com mais de 34 mil participantes e teve mensagem executiva do prefeito Axel Grael aprovada pela Câmara de Vereadores. Na última sexta-feira (13), o projeto de lei sobre a alteração do nome foi sancionado. A cidade também prepara circuito cultural e estátua em homenagem ao artista no Campo de São Bento.

Nascido e criado em Niterói, Paulo Gustavo sempre exaltou a cidade e a usou como cenário em seus trabalhos. Belos locais como a Praia de Boa Viagem, o Campo de São Bento e Icaraí ganharam todo o País.

Placas

Placas de rua que homenageia Paulo Gustavo foram instaladas na quarta (19). (Foto: Divulgação/Prefeitura de Niterói)

As placas se dividem em dois tipos. Um no padrão que já se vê pelas ruas da cidade, com o nome Rua Ator Paulo Gustavo, seguida pelas informações sobre o artista e o CEP da via. O outro tipo, que vai integrar o Circuito Turístico Cultural Paulo Gustavo, tem o rosto do ator e uma das três frases: “Rir é um ato de resistência”, na esquina da Rua Presidente Backer com Rua Ator Paulo Gustavo; “Ame na prática, na ação. Amar é ação, amar é arte”, na esquina da Rua Otávio Carneiro; e “O humor salva, transforma, alivia, cura, traz esperança pra vida da gente”, na esquina da Rua Lopes Trovão.

Além do circuito, que vai incluir pontos da cidade que o ator frequentava e que foram cenários em seus filmes, uma estátua no Campo de São Bento, em Icaraí, também vai homenagear Paulo Gustavo.

Rua homenageia ator que morreu vítima da Covid-19. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Niterói)

O prefeito Axel Grael disse que, com esta homenagem, Niterói demonstra respeito pelo artista, que enalteceu a cidade com sua genialidade e talento.

“Niterói está homenageando, de várias formas, mais um de seus filhos. É muito justo que a cidade retribua e demonstre admiração pelo trabalho deste artista, que sempre retratou Niterói com carinho”, comenta.

A secretária municipal de conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa, destaca a paixão do ator pela cidade.

“Ao todo são 46 placas, sendo três esquinas com pontos especiais: a da Rua Presidente Backer, por conta da padaria Beira Mar, que ele frequentava, e as das ruas Lopes Trovão e Otávio Carneiro, que levam até o Campo de São Bento, nosso Central Park, como dizia o Paulo, local que ele tanto frequentou e o levou, nos seus filmes, a ser conhecido nacional e internacionalmente”, explica Dayse.

Rua Ator Paulo Gustavo fica em Icaraí. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Niterói)
Categorias
Destaque Meio Ambiente Notícias Notícias do Jornal

Biólogos plantam sementes de planta que ficou 73 anos sem ser vista

Biólogos do Parque Estadual da Serra da Tiririca (Peset), unidade de conservação administrada pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), realizou na Enseada do Bananal, em Niterói, a coleta e o plantio de 600 sementes e duas mudas de Guarajuba (Terminalia acuminata), espécie que não havia sido encontrada nos últimos 73 anos.

A Guarajuba é uma árvore de grande porte com troncos largos na base e mais finos na parte superior, e ocorre apenas no Estado do Rio de Janeiro, sendo assim uma espécie endêmica fluminense. A planta apresenta grande valor madeireiro, sendo considerada uma madeira de lei. Conforme os biólogos, um dos motivos para o seu desaparecimento ao longo dos anos pode ter sido a sua utilização desenfreada na fabricação de embarcações e de móveis.

Em 2020, a equipe do Plano de Ação Nacional para Conservação da Flora Endêmica Ameaçada de Extinção do estado, no âmbito do Projeto Pró-Espécies – PAN Flora Endêmica, marcou duas árvores matrizes no Costão de Itacoatiara. As equipes do projeto coordenado pela Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade e técnicos do Parque Estadual da Serra da Tiririca coletaram 154 sementes, que foram direcionadas para o Horto Florestal de Guaratiba, administrado pelo Inea.

“Até 2015, a planta era considerada extinta da natureza, pois sua última aparição foi em 1942. Devido aos esforços de coleta desenvolvidos pela equipe da Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (Seas) e CNCFlora, do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, foram encontrados 219 indivíduos no estado”, explica a consultora coordenadora do Plano de Ação Nacional para Conservação da Flora Endêmica (PAN) para a WWF-Brasil e Seas, Inara Batista.

Segundo o gestor do Parque Estadual da Serra da Tiririca, Leandro Silva, há mais ações de plantio como programadas para a unidade de conservação. “O plantio desta espécie no parque é de extrema importância para sua preservação e conservação, uma vez que se encontra ameaçada de extinção. Futuramente, quando a árvore atingir a maturidade, trará melhora ao microclima da região e servirá como abrigo de animais silvestres”, diz.

Parque Estadual da Serra da Tiririca

Criado em 1991, o Parque Estadual da Serra da Tiririca (Peset) é a primeira unidade de conservação do Estado do Rio de Janeiro que surgiu a partir da mobilização de movimentos ambientalistas e comunitários. Com cerca de 3.500 hectares, está situado nos municípios de Niterói e Maricá com trilhas e atrativos diversos. O Peset recebe visitantes durante todo o ano, sendo uma importante área conservada em perímetro urbano.

Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias

Suspeito de integrar quadrilha que falsifica medicamentos é preso com R$ 1 milhão em Niterói

Um homem suspeito de integrar uma quadrilha de São Paulo que falsifica medicamentos foi preso em Niterói. Segundo as investigações, o homem estava foragido há cerca de quatro meses, desde que a polícia de São Paulo estouraram um grande laboratório onde ele falsificava medicamentos e estocava anabolizantes contrabandeados.

O suspeito foi preso por investigadores da 76ª DP (Centro de Niterói) e da 81ª DP (Itaipu), em ação integrada com o 1º Cerco (Corpo Especial de Repressão ao Crime Organizado) da Polícia Civil do Estado de São Paulo.

Na ocasião, foi apreendido mais de R$ 1 milhão em medicamentos e insumos.

O criminoso foi localizado e preso no Fonseca, onde se recuperava de uma cirurgia após ter sido baleado.

Contra ele foi cumprido mandado de prisão expedido pela Justiça de São Paulo pelos crimes de associação criminosa, falsificação ou adulteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais e exercício ilegal da profissão farmacêutica.

Categorias
Destaque Rio Saúde

Rio, Maricá, Niterói e Itaguaí lançam calendário unificado de vacinação

 

As prefeituras do Rio de Janeiro, de Maricá, de Niterói e de Itaguaí anunciaram nesta quinta-feira (01/04) um calendário de vacinação unificado contra a Covid-19 para pessoas com idade entre 59 e 45 anos desde que façam parte dos seguintes grupos prioritários: portadores de comorbidades ou deficiência permanente, trabalhadores da saúde, educação, serviços de limpeza urbana, policiais civis e militares, guardas municipais, bombeiros e agentes penitenciários em atividade.

O cronograma será iniciado no dia 26 deste mês, após a conclusão da aplicação das doses em idosos com até 60 anos. “ Já que não há vacina para todos, devem valer critérios técnicos e científicos. O que importa é o compromisso desses quatro municípios de assegurarem critérios de acordo com o grau de periculosidade da doença para a população. O importante é continuar protegendo as vidas de quem está mais exposto”, disse o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

Os critérios de prioridade adotados pelos municípios são, pela ordem: idade (sempre os mais velhos na frente) e grupos considerados mais vulneráveis às complicações da doença ou mais expostos ao contato com o vírus. Os trabalhadores das áreas incluídas no novo calendário deverão, obrigatoriamente, estar na ativa em suas funções e dentro da faixa etária estabelecida. No momento da vacinação, deverão apresentar comprovante da atividade na profissão, como o contracheque.

As comorbidades consideradas para a vacinação, que deverão obedecer a tabela de idade, são aquelas incluídas na lista do Programa Nacional de Imunizações (PNI): diabetes mellitus, hipertensão arterial grave, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos transplantados de órgão sólido, anemia falciforme, câncer e obesidade grave. O portador dessas comorbidades deverá apresentar atestado de seu médico confirmando a condição de saúde.

Unificacao de calendario de vacinacao contra Covid 19,: prefeito do Rio Eduardo Paes com os prefeitos de: Itaguai, Marica e Niteroi. Rubem Vieira, Fabiano Horta e Axel Grael

O calendário unificado de vacinação dos quatro municípios começa em 26 de abril com os portadores de comorbidade e trabalhadores das áreas listadas de 59 anos; e vai até o dia 29 de maio, para quem tem 45 anos. Serão dois dias para cada idade: 26 e 27/04, para pessoas com 59 anos; 28 e 29/04, com 58 anos; 30/04 e 1º/5, com 57 anos e, assim em diante, pelas quatro semanas seguintes.

“É muito importante que a gente entenda que os municípios precisam trabalhar juntos, de forma integrada e, também com o governo do Estado. Dias atrás procuramos o prefeito Eduardo para integrar as ações de Niterói com as do Rio. A gente sabia que precisava tomar medidas para proteger nossa cidade. Não adiantava fazer isso se não tivéssemos essa forma integrada”, reforçou o prefeito de Niterói, Axel Grael.

O cronograma de vacinação foi elaborado conforme a previsão de chegada de novas remessas das vacinas contra o coronavírus que deverão ser enviadas pelo Ministério da Saúde para os municípios. Para a ampliação do calendário para outros grupos, as prefeituras dependerão de envios futuros de doses. “Acima de tudo temos a preocupação de salvar vidas. Vimos a importância de unificar a vacinação para evitar a migração de pacientes de um município para o outro”, disse o prefeito de Itaguaí, afirmou o prefeito Rubem Vieira.

O prefeito de Maricá, Fabiano Horta, reforçou a mensagem:” Acho importante essa ação conjunta. Quero ressaltar o apelo para que outras prefeituras busquem uma adequação e a sinergia desse calendário. Isso nos ajuda, enquanto gestores, a vencer esse momento mais crítico da pandemia”.

Fotos: Ricardo Cassiano/Prefeitura do Rio

Categorias
Cidade Destaque Diário do Rio Notícias Rio

Prefeituras do Rio e Niterói vão fechar escolas, bares e restaurantes durante 10 dias

As prefeituras do Rio de Janeiro e Niterói divulgaram nesta segunda-feira (22) novas medidas restritivas que incentivam o isolamento da população para tentar conter o avanço da covid-19. Durante 10 dias, entre 26 de março e o Domingo de Páscoa (4 de abril), as duas cidades seguirão o “superferiado” anunciado pelo Governo do RJ, e somente estabelecimentos comerciais considerados essenciais vão poder funcionar. [Confira abaixo o que poderá e o que não poderá funcionar]

Apesar de seguirem o superferiado do governo estadual, as duas prefeituras anunciaram uma decisão divergente: enquanto o govenador em exercício Cláudio Castro (PSC) disse que os municípios não vão poder manter bares e restaurantes fechados no período, Rio e Niterói decretaram fechamento dos estabelecimentos durante os 10 dias, só podendo funcionar no esquema drive thru ou entrega.

As prefeituras ainda anunciaram fechamento de escolas e creches. Além disso, nesse período permanece valendo o toque de recolher – a permanência de pessoas na rua fica proibida entre 23h e 5h.

As duas prefeituras ainda anunciaram que jogos de futebol e outros eventos esportivos ficam proibidos e disseram que levaram em consideração para adotar as medidas os aumentos de casos, óbitos, atendimentos hospitalares e utilização de leitos da rede pública nos últimos dias.

As medidas, conforme os prefeitos Eduardo Paes e Axel Grael, são uma tentativa de desafogar o sistema de saúde foram tomadas depois de reunião conjunta com os comitês científicos.

Os serviços de saúde, como as clínicas da família e os hospitais municipais e particulares, funcionarão normalmente, incluindo a vacinação contra a Covid-19.

Foi determinado teletrabalho para servidores e empregados públicos (com exceção de serviços essenciais) e incentivo ao teletrabalho em empresas e outros serviços privados. A prática de atividades físicas individuais em praças, parques e logradouros do município, bem como nos espaços abertos de uso comum em áreas particulares está liberada, desde que não gere aglomerações e atenda às medidas de proteção à vida.

“Nenhum de nós toma essa decisão feliz ou por prazer. Fizemos mais por necessidade e ouvindo a ciência. Entendemos as dificuldades sociais e econômicas, mas as medidas são necessárias, é para a preservação de vidas”, disse o prefeito do Rio, Eduardo Paes.

“Nossas cidades não são ilhas e sofrem com a falta de ações das cidades vizinhas. Estamos vivendo o momento mais crítico dessa pandemia, nos preocupa demais, as coisas estão acontecendo rápidas demais. As medidas são necessárias”, declarou o prefeito de Niterói, Axel Grael.

O que está proibido de 26 de março a 4 de abril?

  • A permanência de pessoas em vias públicas das 23h às 5h;
  • Atendimento presencial de bares, lanchonetes, restaurantes e quiosques
  • Museus, teatros, cinemas, galerias, casas de espetáculo e bibliotecas;
  • Boates, casas de festa e similares
  • Salões de cabeleireiro, institutos de estética e beleza;
  • Clubes sociais, esportivos e de lazer;
  • Parques de diversão e circos;
  • Comércio não essencial;
  • Funcionamento presencial de creches, escolas e universidades;
  • Feiras, exposições, congressos e seminarios;
  • Concessão de autorizações para eventos e atividades transitórias em áreas públicas e particulares.

O que fica permitido?

• Lanchonetes, restaurantes e bares: exclusivamente para entrega em domicílio, take away e drive-thru, sendo proibido o atendimento presencial e a permanência de público no interior do estabelecimento.

• Serviços de comércio de alimentos e bebidas, como açougues e peixarias supermercados, hortifrutigranjeiros, padarias, lojas de conveniência e outros, sendo proibido o consumo no local e recomendada a ampliação do horário de funcionamento.

• Serviços assistenciais de saúde, farmácias e comércio de equipamentos médicos e suplementares e óticas

• Assistência veterinária, serviços e comércio de suprimentos para animais.

• Comércio de materiais de construção, ferragens e congêneres.

• Estabelecimentos bancários e lotéricos, instituições de crédito, seguro, capitalização, comércio e administração de valores imobiliários e serviço postal.

• Comércio atacadista e a cadeia de abastecimento e logística.

• Feiras livres e móveis.

• Bancas de jornal, sendo proibida a exposição à venda e a comercialização de bebidas alcoólicas.

• Comércio de combustíveis e gás.

• Serviço de mecânica e comércio de autopeças e acessórios para veículos e
bicicletas, além de serviços de locação de veículos.

• Hotelaria e hospedagem, com o funcionamento de serviços de alimentação restrito aos hóspedes.

• Transporte de passageiros.

• Atividades industriais e obras de construção civil.

• Serviços de entrega em domicílio.

• Serviços de telecomunicações, teleatendimento e call center.

• Serviços funerários.

• Serviços de lavanderia.

• Outras atividades que não admitam paralisação.

Decreto

Na última sexta-feira (19), a Prefeitura do Rio publicou no Diário Oficial o Decreto nº 48.641, ampliando as medidas restritivas de proteção à vida. No último fim de semana, foram fechadas as praias e áreas de lazer, assim como houve a proibição do estacionamento em toda a orla marítima e a entrada de ônibus de fretamento no município. Algumas medidas deste decreto ficam mantidas, como:

• Eventos e festas em áreas públicas e particulares, incluindo rodas de samba.

• A permanência de indivíduos nas areias das praias, em qualquer horário.

• A entrada de ônibus e demais veículos de fretamento no município, como ônibus de turismo, exceto aqueles que prestem serviços regulares para funcionários de empresas ou para hotéis, cujos passageiros comprovem, neste caso, reserva de hospedagem.

• O estacionamento de veículos automotores em toda a orla marítima, exceto para os moradores, idosos, pessoas com deficiência, hóspedes de hotéis e táxis.

• A utilização das pistas de rolamento das avenidas Delfim Moreira, Vieira Souto e Atlântica e de ambos os sentidos das pistas de rolamento do Aterro do Flamengo como áreas de lazer.

Categorias
Destaque Notícias

Postos de vistoria e habilitação do Detran em Niterói fecham após casos de covid-19

Após a comprovação de casos de Covid-19, os postos de vistoria e habilitação do Detran em Niterói, foram fechados e ficarão sem funcionar por uma semana, a partir desta sexta-feira (19). Os postos ficam localizados na rua Desembargador Lima Castro.

O Detran informou que o local passará por uma higienização completa e todos os funcionários serão testados.

Os usuários que já estavam agendados poderão retornar à mesma unidade nos cinco dias úteis subsequentes à reabertura, sem necessidade de reagendamento.

Para não provocar aglomerações, as vagas seguem limitadas, e o Detran.RJ reforça a importância de a população procurar os serviços somente em caso de extrema necessidade. Se for imprescindível, compareça ao posto sempre com agendamento prévio, usando máscara de proteção e sem acompanhantes.

Categorias
Fica a Dica Notícias do Jornal

#Fica a dica…

 

Por: Claudia Mastrange

Dançando pelo Rio

Até o dia 28 de março, a dança toma conta de teatros, praças, ruas, em diversos pontos do Rio de Janeiro e de Niterói. Trata-se da edição especial MÓVERÂO, que conta com bailarinos de várias partes do mundo, que precisaram atuar na rua, durante a pandemia, e agora vão se apresentar em lugares abertos e em patrimônios históricos, como Parque Lage, Teatro João Caetano, Aterro do Flamengo, entre outros.

As atividades são on-line e presenciais. Audições, workshops, oficinas, mesas de debates, palestras, apresentação de danças populares, aulas a céu aberto, intervenções urbanas artísticas, mostra competitiva e de cinema ao ar livre de vídeodança, residência artística, tudo de graça, exceto o Teatro João Caetano que terá preços populares.

Foto: Divulgação

Toda a programação em https://www.moviriofestival.com

 

Misturas do confinamento

A cantora, compositora e artista visual Pilar está lançando o videoclipe ‘Junto e misturando’ (Zago Remix). O clipe foi produzido e gravado no apartamento da cantora, em São Paulo. O vídeo conta a história de uma pessoa confinada, que cansada da solidão, acaba se deparando com seus próprios alter egos.

O clipe fala de amor próprio, ao reconhecer as múltiplas facetas que existem dentro de cada um de nós, e acolhê-las. Como bônus, a produção apresenta um filtro do Instagram inspirado em umas das múltiplas personalidades que a artista exibe.

‘Junto e misturando’ (Zago Remix) foi fotografado e editado por Sarah Outeiro, com direção da própria Pilar em parceria com a multi-artista Alice Hellman. Já o roteiro envolveu as três profissionais. Vale e muito conferir.