Categorias
Vitor Chimento | Serra

Aldeia de Arcozelo, um plano de sonho e esperança

A Aldeia de Arcozelo está localizada no município de Paty do Alferes, no Estado do Rio de Janeiro. Era a sede da histórica Fazenda Freguesia, de propriedade de Manoel Francisco Xavier e de sua esposa, a Baronesa de Soledade. Foi lá que, em 1838, se deu  a maior revolta de escravos ocorrida no Vale do Paraíba do Sul.

O tenente-coronel Gil Francisco Xavier herdou a Fazenda Freguesia. Endividado pelo jogo, cedeu ou vendeu a fazenda para o médico português Joaquim Teixeira de Castro, que mudou o seu nome para Fazenda Arcozelo (nome da propriedade da família, em Portugal, Freguesia de São Miguel de Arcozelo). A partir de 1930, o excelente clima da região passou a ser nacionalmente conhecido pela propaganda feita pelo médico infectologista Miguel da Silva Pereira. A fazenda histórica foi então transformada em hotel. Finalmente, a fazenda foi loteada e a parte com as edificações tornou-se propriedade de João Pinheiro Filho que, em 1958, com aprovação de seus filhos, doou-a ao embaixador Paschoal Carlos Magno.

Secretário-geral do Conselho Nacional de Cultura e presidente de diversas instituições culturais por todo país, Paschoal Carlos Magno era filho de italianos, nascido no Catete, bairro da cidade do Rio de Janeiro, em 13 de janeiro de 1906. Um idealista que dedicou toda sua vida à mocidade estudantil do Brasil e ao teatro. Fundador do Teatro do Estudante do Brasil, uma de suas maiores criações, de onde saíram artistas como Sergio Cardoso, Sergio Brito, Maria Pompeu, entre outros. Fundou, em 1965, aquele que seria o seu maior projeto: Aldeia de Arcozelo, registrada como Fundação João Pinheiro Filho, destinada a ser um centro de repouso para artistas e colégio de artes.

O complexo cultural incluía: o anfiteatro Itália Fausta, com 1.200 lugares; o Teatro Renato Viana, com 400 lugares; a sala de música Padre José Mauricio, para 150 ouvintes; os espaços para as artes plásticas, Galeria Pancetti e Galeria Bernardelli; a sala de vídeo Alberto Cavalcanti, com 80 lugares; biblioteca, coreto, além do edifício colonial com 54 quartos, salões e varanda.

O projeto exigia dedicação e uma considerável soma de dinheiro, o que fez com que Paschoal colocasse sua vida e seus bens nele. O piano de cauda, de sua casa em Santa Teresa, foi vendido para a construção da piscina. Outros de seus bens tiveram o mesmo destino: foram à venda para manutenção desse sonho.

O embaixador Paschoal Carlos Magno criou o complexo cultural

Em 1971, com altos e baixos, sofrendo e vencendo crises políticas, financeiras e jurídicas, a Aldeia foi sede do VI Festival Nacional de Teatro de Estudante, com participações de 32 grupos, realizando espetáculos ao ar livre e no Renato Viana. Sediou também inúmeros festivais, seminários e congressos de teatro, circo, dança, ópera, cinema, educação, artes plásticas, música e arte indígena. Em 1978, Paschoal Carlos Magno vende a casa de Santa Teresa para pagar dívidas acumuladas. No ano seguinte, ainda endividado, ameaçou atear fogo na Aldeia. O Brasil inteiro enviou notas de 1 Cruzeiro para salvar um importante e espetacular espaço cultural.

A Aldeia de Arcozelo, ou Centro Cultural Carlos Magno, foi considerado o maior centro cultural da América Latina em área, mas que após a morte de Paschoal, em 1980, teve sua decadência acelerada. Os herdeiros do embaixador chegaram a um entendimento e entregaram a Aldeia à Secretaria do Ministério da Educação e Cultura (MEC).

Hoje, a Aldeia de Arcozelo pertence à Funarte e foi interditada, baseada em laudo técnico,que apontou o perigo do imóvel desabar. Entre os problemas estão paredes com rachaduras, infiltração, janelas quebradas e parte do telhado com riscos de ruir. Criada há mais de cinco décadas, o local se transformou em um espaço em ruínas.

Fotos: Reprodução

Vitor Chimento, biólogo e jornalista

MTb 38582RJ

vitor.chimento@diariodorio.com.br

Categorias
Sarah Zaad | Horóscopo

Acredite que as reviravoltas podem acontecer

Acredite que as reviravoltas podem acontecer. Quando você menos esperar, as surpresas chegam trazendo felicidade! SALVE SUA ESTRELA!

 

Áries – 23/03 a 20/04
Hora de colocar seus planos em prática.  Na família, tome cuidado com o que fala, para não magoar o próximo.  Momento de manter os pés no chão. Possibilidades que reencontre ex-paixão, mas as coisas podem ser diferentes agora.

TOURO – 21/04 a 20/05
Ótima semana para resolver as pendências, os astros vão dar a forcinha para acabar com dívidas. Conselho da cigana:  antes de ajudar os outros, pense primeiro em você. No amor, seja menos exigente na vida a dois. E quem está só, eu vejo que poderá viver novas experiências.

GÊMEOS – 21/03 a 20/06
Pique de sobra para finalizar as coisas no trabalho e buscar novas metas. Esta semana você pode ficar com vontade de gastar além do que pode, melhor evitar. No amor, chance de conhecer alguém especial. E quem já tem um par, procure não repetir os erros do passado.

CÂNCER – 21/06 a 21/07
Para cancerianos que lidam com vendas, semana de sorte. Bom momento para assuntos ligado à construção ou reforma em casa. Haverá possibilidades de alguém próximo te dar um conselho importante, ouça com sabedoria. No amor, valorize mais a pessoa amada e tome cuidado com o ciúme.

LEÃO – 22/07 a 22/08
Pense bem antes de tomar suas decisões. Em casa, eu vejo risco de desavenças, se puder evitar, melhor. No amor, é possível que sua alma gêmea se mostre ciumenta. Para novos relacionamentos, não apresse as coisas no jogo da sedução.

VIRGEM – 23/08 a 22/09
Momento em que alguns obstáculos podem aparecer no seu emprego, mas com foco você saberá vencê-los, ultrapassar as barreiras e ir além. Mas não desanime, porque é provável que esta semana você receba uma boa notícia! No amor, a dica é ser mais flexível. E para quem está só, pode conhecer o crush por meio dos amigos!

LIBRA – 23/09 a 22/10
Indecisão é uma das características mais marcantes do seu signo, mas ficar em cima do muro no trabalho pode ser ruim.  Mas a semana será boa para fazer consertos no seu lar e ajustar o que precisa. No campo da amizade, pode rolar troca de favores. No amor, clima de romance.

ESCORPIÃO – 23/10 a 21/11
Notícias boas a caminho, mas tem ruim também. Para quem tá lutando pra se dar bem na carreira, tem tudo para se realizar. Agora, para quem quer dinheiro, pode enfrentar problemas financeiros. Agora, o amor salva, quem já tem par, união bem estável. Quem não tem, vai conseguir se destacar na conquista.

SAGITÁRIO – 22/11 a 21/12
Esta semana, é possível que você se enrole com prazos no seu emprego. A dica é  cuidar das prioridades. Se precisar de conselho, busque ajuda de gente experiente. No amor, a paquera vai estar protegida. A dois, a intimidade vai pegar fogo.

CAPRICÓRNIO – 22/12 a 20/01
Momentos de tensão na carreira, tenha paciência para contornar a situação que tudo vai se resolver. Nas finanças, que tal rever sua relação com suas finanças? Falando em amor, bom momento para renovar os laços com seu bem. Na paquera, a regra é clara: cuidado com promessas vazias.

AQUÁRIO – 21/01 a 19/02
Aquela esperada oportunidade profissional pode surgir esta semana. A fase é propícia para negociações. Dê mais atenção à saúde, fique atenta com problema de circulação. No amor, aproveite a semana para se dedicar mais a quem ama.

PEIXES – 20/02 a 20/03
Quer render no trabalho e progredir? Então, desapegue e aja com praticidade. Momento de sorte em jogos de azar. Vai valer a pena fazer uma fezinha! Fique longe de amizade interesseira e dos falsos. No amor, com calma, conseguirá recolocar a vida amorosa nos eixos. de longe. Para casais, está na hora de sair da rotina.

Canal – Sarah Zaad – Signos
Canal – Sarah Zaad Oficial Baralho Cigano
Instagram – @salvesuaestrela
Site: sarahzaad.com.br  Tel.: 21 965633895

Para uma consulta particular:

Categorias
Alessandro Monteiro | Circuito Carioca

A luta continua…

O Dia Nacional de Intolerância Religiosa, 21 de janeiro, foi lembrado com várias atividades no Rio de Janeiro. Com shows na Cinelândia e feira inter-religiosa, além de filme, foi celebrado com performance, seminários e debates no Centro Cultural da Justiça Federal. Organizado pelo Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (Ceap) e pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR), a festividade trouxe à cena casos de intolerância religiosa no Brasil, em que o Rio de Janeiro, infelizmente, lidera as ocorrências. Só no ano passado, a CCIR calculou 201 casos, entre ataques e ameaças direcionados as religiões de matriz africana.

Aprenda a co-criar sua realidade e ser feliz!

Divulgação

O seminário ‘O Poder do Eu Posso! Superando desafios! Aprenda a co-criar sua realidade e ser feliz!’, criado a partir do livro ‘A Mente Próspera’, acontecerá no próximo dia 08 de fevereiro, em Botafogo, com duração de três horas, abordando técnicas de limpeza psicofísica-sentimental, propondo a autotransformação, ativando a Lei da Atração e hospedando a palavra “PROSPERIDADE”. Palestrantes: Cláudia Monteiro (musicista, terapeuta holística e autora do livro A Mente Próspera), Dr. Cleiton Cabral (Psiquiatra) e Prof. Fátima Mussi (Mentalista)

Fame estreia no Rio

Divulgação

O musical ‘Fame’, que estreou segunda temporada no próximo dia 04 de fevereiro, é um dos indicados na categoria Prática de Montagem Acadêmica ao Prêmio Musical Rio, que destaca as melhores produções neste segmento. Nessa nova temporada, o espetáculo fica em cartaz até o dia 19 de fevereiro, no Teatro Prudential, no Rio de Janeiro.

 

Categorias
Maria Martins | Saúde do Trabalhador

Embargo e interdição do local de trabalho

O embargo e a interdição são medidas de proteção emergencial à segurança e à saúde do trabalhador, não se caracterizando como medidas punitivas.

Nas condições ou situações de trabalho em que não haja previsão normativa da situação objetivo, o auditor fiscal do Trabalho deverá incluir na fundamentação os critérios técnicos utilizados para determinação da situação objetivo (risco de referência).

A imposição de embargo ou interdição não elimina a lavratura de autos de infração por descumprimento das normas de segurança e saúde no trabalho ou dos demais dispositivos da legislação trabalhista relacionados à situação analisada.

Durante a vigência de embargo ou interdição, podem ser desenvolvidas atividades necessárias à correção da situação de grave e iminente risco, desde que garantidas condições de segurança e saúde aos trabalhadores envolvidos.

Durante a paralisação do serviço, em decorrência da interdição ou do embargo, os trabalhadores receberão os salários como se estivessem em efetivo exercício.

Embargo e interdição são medidas de urgência, adotadas a partir da constatação de situação de trabalho que caracterize risco grave e iminente ao trabalhador.

Considera-se grave e iminente risco toda condição ou situação de trabalho que possa causar acidente ou doença relacionada ao trabalho com lesão grave à integridade física do trabalhador.

A interdição implica a paralisação total ou parcial do estabelecimento, setor de serviço, máquina ou equipamento.

 

Categorias
Mariana Zau | Saúde e Beleza

A nova promessa de rejuvenescimento: jato de plasma

O universo da estética usa e abusa de tecnologias baseadas em energias para melhorar o aspecto do corpo e da pele, eis que surge uma nova forma de energia que vai revolucionar os tratamentos estéticos: o plasma!
Plasma é o quarto estado da matéria e isso significa que é um estado gasoso. E essa substância é capaz de retrair a pele quase instantaneamente, tendo um efeito clareador, tensor, rejuvenescedor e reparador.

A nova promessa do mercado é a blefaroplastia sem cortes (cirurgia de pálpebra superior e inferior sem nenhum corte) a técnica é feita por médicos capacitados e liberado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), caso contrário pode gerar danos à pele, como manchas e cicatrizes.

Com uma nova opção para quem quer amenizar a flacidez de pálpebra e tem medo de cirurgia, essa técnica tem algumas contra-indicações, como a pele negra, por conta do perigo de formar quelóides. Por isso, procure um profissional que possa lhe oferecer todas as orientações necessárias para não cair em mãos erradas.
Está ai mais uma tecnologia inovadora e promissora!

 

Mariana Zau, clínica médica, nutrologia, ortomolecular e medicina estética
@dramarianazau
21-98016-5259
dr.marianazau@gmail.com

Categorias
Sérgio Vieira | Entre Colunas

Peixe, o futuro alimentar na próxima década

Está preocupado com a carne vermelha? Nos próximos dez anos, a procura pelo peixe deve aumentar nos mercados externo e interno, mas, para isso, terá de superar barreiras como as ambientais, dentre outras que, pelos cálculos da Associação Brasileira da Piscicultura, afetarão cerca de 2% da taxa de crescimento. Somente em relação à cessão das águas da União, para a construção de novos tanques é necessária uma otimização nos mais de 1.500 pleitos pendentes que dificultam o processo de legalização ambiental.

O peixe contém ômega 3, minerais como sódio, cálcio, ferro, iodo, potássio, zinco, e vitamina D. Seu consumo regular beneficia positivamente a memória, previne doenças cardiovasculares, Alzheimer e doenças ósseas.

Existe uma previsão no crescimento mundial da demanda por alimentos de que nenhuma proteína animal terá uma taxa de consumo maior que o de peixe. Estima-se que só a China consuma mais de R$ 40 bilhões ao ano de proteína do peixe.

Em 2013 a Organização das Nações Unidas (FAO) relatou que o consumo médio de peixe no Brasil é de 9,7 kg por ano, menos da metade dos 19,7kg anuais do mundo. Em 2019, segundo o Ministério da Agricultura, o consumo subiu para 14Kg, o que está acima dos 12 Kg recomendado pela FAO. Já o consumo mundial aumentou para 20 Kg por pessoa.

No Brasil, para engordar 1 kg de bovino, são necessários de 6 a 7 kg de ração. Uma ave, 2 kg. O peixe hoje, 1,3 kg. Portanto, no Brasil, ainda é menos custoso comprar um contêiner de peixe do que investir nos oito meses de criação.

Ainda este ano já há uma ação que foca no cultivo de peixes nacionais, como a tilápia, o tambaqui e o pacu. O Brasil é o quarto maior produtor mundial de tilápia, espécie que representa 54,6% da produção do país, o tambaqui tem 38,9% e outras espécies ficam com 5,7% do total.

A Apex-Brasil também preparou um planejamento estratégico da aquicultura no Brasil, com o objetivo de apoiar o desenvolvimento na aquicultura brasileira para o período de 2019/2024.

Em um relatório da FAO, a instituição declara que acredita que: “o Brasil deve registrar um crescimento de 104% na produção da pesca e aquicultura até 2025”. E considera haver uma grande oportunidade para o Brasil se tornar um dos principais fornecedores mundial desta “nobre proteína”.

Para estatísticas de superávit na produção brasileira, continua na próxima edição do JDR.

Foto: Reprodução

Sérgio Vieira – Engenheiro
e Jornalista – MTb 38648RJ
sergio.vieira@diariodorio.com.br

Categorias
Ana Cristina Campelo | Seus Direitos

Acidente do (e no) trabalho

Acidente de trabalho é o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa, provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte ou a perda ou redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho, assim dispõe a lei.

O acidente de trabalho típico, as doenças profissionais e/ou ocupacionais igualam-se por determinação legal, equiparam-se a acidentes de trabalho e podem ser: doença profissional, que é a produzida ou desencadeada pelo exercício do trabalho específico e constante da relação feita pelo então Ministério do Trabalho e da Previdência Social, hoje Secretaria do Trabalho; e a doença do trabalho, aquela adquirida ou desencadeada em função de condições especiais em que o trabalho é realizado e que esteja diretamente relacionada com o trabalho.

Muito extensivo seria elencar todas as hipóteses de doenças. Diz a lei que em “caso excepcional, constatando-se que a doença não incluída na relação prevista (…) resultou das condições especiais em que o trabalho é executado e com ele se relaciona diretamente, a Previdência Social deve considerá-la acidente do trabalho”.

A lei que trata destes acidentes equipara ainda “ o acidente ligado ao trabalho que, embora não tenha sido a causa única, haja contribuído diretamente para a morte do segurado, para redução ou perda da sua capacidade para o trabalho, ou produzido lesão que exija atenção médica para a sua recuperação; o acidente sofrido pelo segurado no local e no horário do trabalho, em consequência de:
a) ato de agressão, sabotagem ou terrorismo praticado por terceiro ou companheiro de trabalho;
b) ofensa física intencional, inclusive de terceiro, por motivo de disputa relacionada ao trabalho;
c) ato de imprudência, de negligência ou de imperícia de terceiro ou de companheiro de trabalho;
d) ato de pessoa privada do uso da razão;
e) desabamento, inundação, incêndio e outros casos fortuitos ou decorrentes de força maior;

I – a doença proveniente de contaminação acidental do empregado no exercício de sua atividade; o acidente sofrido pelo segurado ainda que fora do local e horário de trabalho:
a) na execução de ordem ou na realização de serviço sob a autoridade da empresa;
b) na prestação espontânea de qualquer serviço à empresa para lhe evitar prejuízo ou proporcionar proveito;
c) em viagem a serviço da empresa, inclusive para estudo quando financiada por esta dentro de seus planos para melhor capacitação da mão de obra, independentemente do meio de locomoção utilizado, inclusive veículo de propriedade do segurado;
d) no percurso da residência para o local de trabalho ou deste para aquela, qualquer que seja o meio de locomoção, inclusive veículo de propriedade do segurado. Nos períodos destinados a refeição ou descanso, ou por ocasião da satisfação de outras necessidades fisiológicas, no local do trabalho ou durante este, o empregado é considerado no exercício do trabalho.”

O acidente do trabalho se caracteriza pela perícia médica do INSS, através da identificação do nexo entre o trabalho e o acidente. Se considera estabelecido o nexo entre o trabalho e o acidente quando se verifica o nexo técnico entre a atividade da empresa e a entidade motivadora da incapacidade, elencada na Classificação Internacional de Doenças(CID).

Considera-se acidente para fins de caracterização pela perícia médica do INSS “a lesão, doença, transtorno de saúde, distúrbio, disfunção ou síndrome de evolução aguda, subaguda ou crônica, de natureza clínica ou subclínica, inclusive morte, independentemente do tempo de latência.”
Reconhecido pela perícia médica do INSS a incapacidade para o trabalho e o nexo entre o trabalho e o acidente, serão devidas as prestações acidentárias a que o beneficiário tenha direito.

O empregador é responsável pela adoção e uso das medidas coletivas e individuais de proteção e segurança da saúde do empregado, sendo também seu dever prestar informações sobre os riscos da operação a executar e do produto a manipular.
Constitui contravenção penal, punível com multa, deixar a empresa de cumprir as normas de segurança e higiene do trabalho.

Nos casos de negligência quanto às normas de segurança e saúde do trabalho indicadas para a proteção individual e coletiva, a Previdência Social pode propor ação regressiva contra os responsáveis pelo acidente.

O pagamento pela Previdência Social das prestações decorrentes do acidente do trabalho não exclui a responsabilidade civil da empresa ou de terceiros, que poderá ser cobrada em ação judicial própria de Responsabilidade Civil.

O empregador tem a obrigação de comunicar o acidente do trabalho à Previdência Social até o primeiro dia útil seguinte ao da ocorrência e, em caso de morte, de imediato, à autoridade competente, sob pena de multa variável entre o limite mínimo e o limite máximo do salário de contribuição, aumentada nas reincidências, aplicada e cobrada pela Previdência Social. Desta comunicação receberão cópia o acidentado ou seus dependentes – em caso de morte, bem como o sindicato correspondente à sua categoria. Deverão ser comunicado os acidentes ocorridos com o segurado empregado (exceto o empregado doméstico), o trabalhador avulso, o segurado especial e o médico-residente.

Na falta de comunicação por parte da empresa, poderá o próprio acidentado fazê-lo ou seus dependentes, ou a entidade sindical competente, ou o médico que o assistiu ou qualquer autoridade pública. Cabe ao setor de benefícios do INSS comunicar a ocorrência ao setor de fiscalização, para a aplicação e cobrança da multa devida, quando for o caso, no empregador.
Considera-se como dia do acidente, no caso de doença profissional ou do trabalho, a data do início da incapacidade laborativa para o exercício da atividade habitual, ou o dia da segregação compulsória, ou o dia em que for realizado o diagnóstico, valendo para este efeito o que ocorrer primeiro.

O segurado que sofreu acidente de trabalho tem garantida, pelo prazo mínimo de 12 meses, a manutenção do seu contrato de trabalho na empresa, após a cessação do auxílio-doença acidentário, independentemente da percepção de auxílio-acidente. Fique de olho!

Ana Cristina Campelo
Advogada e jornalista
MTb 38578RJ
anacristina.campelo@diariodorio.com.br

Categorias
Fernanda Haddock Lobo | Comer Bem

Pudim de claras

INGREDIENTES DA CALDA
¾ de xícara (chá) de açúcar.
¼ de xícara (chá) de água.

INGREDIENTES DO PUDIM
10 claras de ovos.
20 colheres (sopa) de açúcar.

MODO DE PREPARO DA CALDA
Em uma tigela, dissolva a água com o açúcar.
Coloque em uma forma de pudim e leve ao forno baixo, sem mexer até que engrosse e fique dourada.
Espalhe essa calda em toda a forma e reserve.

MODO DE PREPARO DO PUDIM
Coloque as claras em uma tigela e bata na batedeira até ficarem firmes.
Acrescente o açúcar aos poucos, batendo bem entre os intervalos até ficar em ponto de suspiro.
Despeje na forma caramelada e leve ao forno pré-aquecido em temperatura média de banho-maria por, aproximadamente, 30 minutos.
Retire do forno assim que estiver dourado, deixe ficar morno e desenforme.

Categorias
Cultura Destaque

Morre o ator Kirk Douglas

O ator Kirk Douglas morreu nesta quarta-feira, 5 de fevereiro, aos 103 anos. A comunicação da morte foi feita pelo filho, o ator Michael Douglas, à revista norte-americana People. “É com enorme tristeza que eu e os meus irmãos anunciamos que Kirk Douglas nos deixou hoje, aos 103 anos”, disse Michael Douglas.

Kirk e o filho, o também ator Michael Douglas,

“Para o mundo inteiro, ele era um lenda, um ator da era de ouro dos filmes que viveu bem os seus anos dourados, um humanitário

cujo compromisso com a justiça e as causas em que acreditava estabeleceram um padrão para todos nós aspirarmos”, escreveu o ator de 75 anos na sua página de Facebook.

Kirk Douglas, cujo verdadeiro nome é Issur Danielovitch Demsky, nasceu em 1916 em Amsterdam, uma pequena cidade no estado de Nova Iorque. Filho de imigrantes russos, estudou na Academia de Artes Dramáticas.

Com 70 anos de carreira, é considerado um dos melhores atores da história do cinema. Apesar de nunca ter levado o prêmio para casa, Kirk Douglas foi três vezes nomeado para um Oscar com os filmes O Invencível (1949), Assim Estava Escrito (1952) e Sede de Viver (1956), mas em 1996 foi homenageado pela Academia com um Oscar honorário em 1996.

Em ‘Spartacus’, um dos clássicos do cinema: atuação memorável

O ator norte-americano também recebeu o Cecil B. DeMille, em 1968, que reconhece os artistas que tiveram um grande impacto no mundo do entretenimento. Com uma filmografia de mais de 80 obras, Kirk Douglas também se destacou em filmes como ‘Spartacus’, ‘‘A Montanha dos Sete Abutres’ e ‘Duelo de Titãs’.

“A vida de Kirk foi bem vivida e ele deixou um legado que vai durar por gerações, e uma história como um filantropo que trabalhou para ajudar o público e trazer paz ao planeta. Termino com palavras que disse no último aniversário dele, que nunca deixarão de ser verdade. Pai, te amo muito e sou muito orgulhoso de ser seu filho”, escreveu ainda Michael Douglas.

Uma das últimas aparições de Kirk Douglas em público foi durante a cerimónia dos Globos de Ouro de 2018.

Kirk encarnou o pintor Van Gogh em ‘Sede de Viver’

O ator esteve casado com Diana Douglas, entre 1943 e 1951, com quem teve os filhos Michael e Joel. Desde 1954 e casado com Anne Buydens, com quem teve dois filhos, Eric e Peter. “Viver com meu marido é como sentar em um lindo jardim ao lado de um vulcão que pode entrar em erupção a qualquer momento”, escreveu Anne a respeito do marido.

Fotos:Reprodução Internet