Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias Rio Saúde

Covid-19: Governo do RJ institui início de calendário único de vacinação

O governo do Rio de Janeiro informou que a campanha de vacinação contra a Covid-19 no estado ganhou um calendário único , com início definido para o mês de junho. O objetivo é que ocorra a padronização das ações de imunização, permitindo que a população saiba o período em que será vacinada.

O calendário único começa com a vacinação dos grupos prioritários, conforme previsto pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO), do Ministério da Saúde. Depois, segue por ordem decrescente de idade até chegar ao público de 18 anos, com previsão para ser imunizado em outubro.

Confira o calendário: 

A iniciativa da Secretaria de Estado de Saúde foi pactuada pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB) e publicada no Diário Oficial desta quarta-feira, dia 26.

“O calendário único para vacinação contra a Covid-19 no estado permite que a população tenha uma previsão melhor de quando será vacinada. É um grande avanço, uma vez que teremos os 92 municípios pactuados e seguindo a mesma lógica de vacinação. É um calendário misto, que de forma concomitante ao calendário por idade, também promove a vacinação de alguns grupos especiais elencados pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI)”, disse o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe.

O desenvolvimento do calendário, segundo o governo, está associado ao envio de remessas de vacinas pelo Ministério da Saúde, o que tem acontecido de forma gradativa, mas sem regularidade de volume.

Imunização

A primeira edição do calendário seguirá a ordem dos grupos prioritários definidos no PNO, composto pelas pessoas com:

  • Comorbidades;
  • Deficiência permanente com benefício de prestação continuada (BPC);
  • Autismo;
  • Paralisia cerebral;
  • Renais crônicos em diálise;
  • Nanismo;
  • Mielomeningocele;
  • Deficientes visuais, acima de 18 anos;
  • Gestantes e puérperas com comorbidades

Após a conclusão desta etapa, terá continuidade a imunização das pessoas com deficiência permanente sem BPC e iniciará a vacinação de 100% da população em situação de rua.

Os municípios que forem alcançando as metas estabelecidas na vacinação dos grupos listados poderão dar prosseguimento à vacinação dos grupos especiais, seguindo rigorosamente o critério de faixa etária, considerando da maior para menor idade, iniciando aos 59 anos até os 18 anos.

“É essencial que os gestores municipais sigam o proposto e pactuado no calendário único, para que a população tenha a confiança de que será cumprido o esquema vacinal. Além disso, reforçamos que as doses de vacinas disponibilizadas sejam usadas apenas para os grupos definidos e que os registros de doses aplicadas sejam constantemente atualizados, para permitir uma avaliação fidedigna das ações de vacinação”, ressalta o subsecretário de Vigilância em Saúde, Mário Sérgio Ribeiro.

Os grupos especiais citados no calendário são os seguintes: funcionários do Sistema de Privação de Liberdade e População Privada de Liberdade; trabalhadores da Educação do Ensino Básico (creche, pré-escolas, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Profissionalizante e EJA); trabalhadores da educação do Ensino Superior; Forças de Segurança e Salvamento e Forças Armadas.

Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias Saúde

Calendário de vacinação contra Covid-19 de grupos prioritários é antecipado no Rio; veja datas

A Prefeitura do Rio antecipou o calendário de vacinação de grupos prioritários contra a covid-19. Com a chegada de novas remessas da vacina AstraZeneca, segundo o executivo municipal, é possível vacinar pessoas dos grupos prioritários com 52 anos ou mais até o próximo dia 08 de maio (sábado).

Quem fizer parte dos grupos prioritários deve obedecer ao escalonamento de faixa etária definido no novo calendário e comparecer ao posto de vacinação na data estipulada para sua idade e gênero, sendo mulheres pela manhã (8h às 13h) e homens à tarde (13h às 17h). É preciso ficar atento às regras específicas para cada grupo.

Confira os grupos prioritários e as condições para vacinação de cada um:

Trabalhadores da educação

O município já havia iniciado a vacinação para parte dos profissionais na ativa da Ensino básico público. A partir de agora, a vacinação é para todos profissionais da educação, seja rede pública ou privada e também para o ensino superior, seguindo o escalonamento de idade e gênero proposto pelo calendário. A pessoa que faz parte desse grupo deve apresentar obrigatoriamente o documento oficial com foto e o último contracheque ou declaração das instituição educacional em que trabalha (a declaração ficará retida na unidade de saúde).

Pessoas com comorbidades

Pessoas com comorbidades listadas no Programa Nacional de Imunizações, e que podem ser consultadas em coronavirus.rio/comorbidades. A pessoa precisa apresentar laudo médico ou outro documento que comprove a comorbidade e condições incluídas na lista do PNI, como exames, receitas, relatório médico, prescrição médica etc. Deve comparecer ao posto de vacinação no dia destinado a sua idade e gênero.

Pessoas com deficiência

Pessoas com deficiência permanente: deficiência física; auditiva; intelectual; psicossocial (mental); visual; múltipla (associação de duas ou mais deficiências); transtorno do espectro autista. O comparecimento ao posto de vacinação deve respeitar a idade e gênero.

Trabalhadores de serviços essenciais

Estão incluídos no novo calendário os trabalhadores dos seguintes serviços: limpeza urbana, guardas municipais, motoristas e cobradores de ônibus e condutores do transporte escolar. Trabalhadores da saúde, que não são da área assistencial, mas atuam em hospitais, clínicas e outras unidades e que ainda não foram vacinados.

Os profissionais devem estar na ativa e apresentar os três últimos contracheques comprovando vínculo com a profissão e local de trabalho, ou declaração assinada do estabelecimento em que atuam, que ficará retida na unidade de saúde. O comparecimento ao posto de vacinação deve respeitar o escalonamento de idade e gênero.

Forças de segurança

Policiais civis e militares, bombeiros e agentes penitenciários serão vacinados em seus locais de trabalho.

Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias

Vacinação é antecipada no Rio e homens e mulheres voltarão a tomar dose no mesmo dia

A prefeitura do Rio informou que a vacinação contra a Covid-19 será acelerada no município, a partir da próxima segunda-feira (29/03), permitindo que até sexta-feira (02/04) sejam imunizadas pessoas de 67 anos.

Outra novidade é que mulheres e homens voltam a tomar a dose no mesmo dia, mas em turnos opostos: elas, das 8h às 13h, e eles, das 13h às 17h.

O anúncio de novas medidas restritivas na cidade, voltadas para prevenção à vida, não interfere na vacinação no município.

Confira o novo calendário de vacinação:

Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias Rio Saúde

Prefeitura anuncia novo calendário de vacinação contra covid-19 que contempla pessoas a partir de 66 anos

A Prefeitura do Rio divulgou na noite desta terça-feira (23) novo calendário de vacinação que prevê imunizar mulheres e homens a partir de 66 anos, até o dia 10 de abril. O anúncio de novas medidas restritivas, entre elas a adesão ao superferiado de 10 dias, não interfere na vacinação no município do Rio, segundo o executivo municipal.

A vacinação, ainda segundo a prefeitura, acontece sempre de acordo com a chegada de doses enviadas pelo Ministério da Saúde.

Homens e mulheres continuarão sendo vacinados em dias diferentes, para evitar aglomeração nos postos. Nesta quarta-feira (24/03) são vacinadas mulheres de 73 anos.

Confira a seguir o calendário completo com as novas datas:

 

Categorias
Destaque Notícias Notícias do Jornal

Prefeitura do Rio divulga calendário de vacinação contra covid-19 até o fim de março; confira

A prefeitura do Rio divulgou nesta terça-feira (02) o calendário de vacinação contra a COVID-19 até o fim de março na cidade.

Esta nova etapa prevê que, na quinta-feira (04), começam a ser vacinadas as pessoas com 78 anos. De acordo com o cronograma, no último dia do mês será a vez de quem tem 67 anos.

“Hoje recebemos um cronograma de entregas da vacina. Sendo cumprido, abaixo segue o novo cronograma de vacinação da prefeitura do Rio. Até amanhã estaremos vacinando pessoas com 79 anos, e na quinta, sexta e sábado pessoas com 78 anos. Semana que vem prosseguimos como na imagem (abaixo)”, postou o prefeito Eduardo Paes nas redes sociais.

Confira abaixo o calendário: