Categorias
A Boa Música Destaque Diário do Rio Música

Zabelê lança versão de Preta Pretinha em homenagem aos novos baianos

 

A cantora Zabelê, filha de Baby do Brasil e Pepeu Gomes, resolveu fazer uma inesquecível homenagem para os pais e para o tio Moraes Moreira, que faleceu ano passado. Ela fez uma seleção de músicas dos cantores e convidou vários artistas para participarem do álbum, ainda sem nome definido, que será lançado em novembro.

Em entrevista ao Fantástico, Zabelê falou da responsabilidade de cantar as músicas dos novos baianos.

“Gravar Preta Pretinha está sendo uma grande honra, além de uma grande responsabilidade. Essa música mexe com o meu coração e memória. Resolvi fazer uma nova versão ao meu estilo, com um jeito mais moderno e atual. Essa é uma música que nunca vai sair da moda”.

 O baiano Carlinhos Brown, que faz dueto com Zabelê em Preta Pretinha, falou que foi um convite inegável. “Um chamado de Zabelê é como um chamado de Baby, Pepeu, Moraes, dos Novos Baianos. E Preta Pretinha é a cara da miscigenação. Foi uma grande honra participar desse trabalho”, disse.

O produtor do novo álbum da cantora é o diretor artístico Wagner Fulco, que já produziu nomes como Elton John, Alanis Morissette, Bob Dylan, Snoop Dog, entre outros. A direção remota ficou a cargo de Felipe Bretas.

Categorias
Cultura Destaque Entrevistas Música Música Notícias do Jornal Sociedade TV & Famosos

Lia Clark: “Sempre sonhei em ter clipes e músicas, mas nunca imaginei que seria possível.”

*Por Fabiana Santoro

A cantora Lia Clark conversou com o JornalDR1 sobre novas músicas e desafios de artistas LGBTI+ no mundo musical.

A funkeira é um dos grandes nomes de representantes LGBTI+ na indústria. Por ser considerada a primeira drag queen do universo do funk brasileiro, Lia foi classificada pela imprensa como uma pioneira do segmento no país.

Sendo seu último álbum lançado em 2018, a artista lançou duas músicas em 2021 e revelou ao JornalDR1 o que podemos esperar dos próximos trabalhos. Confira a entrevista completa:

Lia Clark. Foto: Divulgação

JornalDR1 – Onde começou sua paixão pela música? Você imaginaria que chegaria onde está hoje?

Lia Clark – Minha paixão veio da infância, assistia TOP TVZ e MTV BRASIL todos os dias com a minha irmã! Sempre sonhei em ter clipes e músicas, mas nunca imaginei que seria possível. Tudo que eu vivo é um sonho, nunca imaginei que poderia ser uma drag queen funkeira, atingir tantas pessoas e viver disso.

JornalDR1 – Muitas vezes percebemos o boicote de algumas plataformas em cima de artistas LGBTI+. Não apenas de plataformas, como em geral em decorrência do preconceito. Como você enxerga a luta da comunidade LGBTI+ dentro do mundo do musical? 

Lia Clark – Eu acho que essa luta tem muitos recortes, porém, todos nós sofremos boicote por sermos artistas LGBTQIA+. Eu, além disso, sou funkeira, então o babado é mais embaixo. Eu acho que somos a geração da revolução, estamos aqui pra fazer essa mudança e lutar contra esse preconceito.

JornalDR1 – Você acabou de lançar uma nova música “Sentadinha Macia”. Como foi a produção do videoclipe? Por conta da pandemia, alguma ideia foi deixada de lado?

Lia Clark – Foi super tranquila! Acho que foi o clipe mais tranquilo que já fiz ahahah. Eu gostaria de ter tido muito mais coisas nele, pois, é uma das minhas músicas preferidas… porém, devido a pandemia tá muito difícil investir pesado em grandes produções.

JornalDR1 – Além de “Sentadinha Macia”, você também lançou “Eu Viciei” com a incrível e talentosa Pocah. Durante o período de isolamento, como você imagina que a música é importante para as pessoas?

Lia Clark – Acho que todas as artes foram muito importantes para as pessoas nesse momento difícil, digo isso como pessoa que consome e pessoa que faz arte. O lançamento de músicas me ajudou MUITO durante a quarentena e tenho certeza que aconteceu isso com diversas pessoas.

JornalDR1 – “A nova era chegou!”, foi algo que você disse quando lançou sua música com a Pocah. O sucessor de “É da pista” está a caminho?

Lia Clark – Com certeza! Está em produção e já temos 2 singles na pista. Espero que saia ainda esse ano!

As músicas de Lia Clark está disponíveis em todas as plataformas digitais.

Categorias
Cultura Eventos Mulher Música Sociedade

Ganhadora do Grammy, H.E.R lança campanha em combate a Pandemia

*Por Fabiana Santoro

Atual ganhadora do Grammy, H.E.R se juntou ao Global Citizen – organização internacional de educação e defesa que trabalha para cessar a pobreza extrema – em uma campanha sem fins lucrativos que visa facilitar o acesso a vacina e tratamento da Covid-19. O projeto World Recovery Plan também arrecada fundos para cuidados com meio ambiente, educação e alimentação mundial.

World Recovery Plan. (Foto: Divulgação)

Em abril de 2020, a cantora disponibilizou seu Instagram e criou uma sessão de live´s semanais, intituladas “Girls With Guitars”. Durante a performance, H.E.R se juntou a sua vasta e renomada coleção de guitarras cantando musicas autorais e atendendo pedidos de covers de seus fãs. A ativista também convidou guitarristas mulheres entre elas, Tori Kelly, Lianne La Havas, Kiana Ledé, Chloe x Halle, para se envolver em debates sobre musica e vida. O objetivo das séries era arrecadar dinheiro para famílias de baixa renda no combate a pandemia, nos Estados Unidos. A cada apresentação um patrocinador diferente fazia doações e sorteios.

Abaixo alguns sorteios e doações que foram feitos durante o GWG:

  • Guitarras da coleção da H.E.R. com a Fender para 5 fãs.
  • Curso gratuito de instrumentos de corda para 1 milhão de pessoas durante 3 meses.
  • 5 Mil máscaras para hospitais dos Estados Unidos.
  • 30 MIL dólares para ajudar no combate à pandemia (mil dólares por visualizações na live do dia).
  • Insumos para os médicos que estavam na linha de frente.
  • Vale compras em algumas lojas e brindes personalizados pela H.E.R.

Durante cada live também era disponibilizado um link onde as pessoas poderiam doar dinheiro para ajudar famílias carentes com alimentos, máscaras e álcool em gel.

H.E.R no Grammy 2021. (Foto: Divulgação)

H.E.R se destacou atualmente sendo a primeira mulher negra em mais de uma década a ganhar a estatueta de “Música do ano” no Grammy, uma das categorias mais importantes da premiação. O título da música ganhadora remete as últimas palavras de George Floyd e Eric Garner, dois homens negros e mortos pela brutalidade policial nos Estados Unidos.

Na época de lançamento, a cantora relatou o quanto foi difícil escrever a música: “Essa letra foi muito difícil de escrever, pois veio de uma conversa sobre o que está acontecendo no momento e sobre a mudança que precisamos ver”. Em seu discurso no Grammy, ela agradeceu por poder utilizar sua voz para provocar transformações, e explicou como a musica é poderosa quando se trata de mudança e cura.

*Com supervisão de Alan Alves

Categorias
TV & Famosos

“Fui errada e preciso melhorar”, diz Marília Mendonça ao se desculpar após fala transfóbica

A cantora Marília Mendonça, 25, teve de ir às redes sociais na manhã desta segunda-feira (10) para pedir desculpas por um comentário rotulado como transfóbico por parte dos seguidores. Em sua live no último sábado (8), ela fez uma piada sobre a ida de um colega músico a uma boate LGBT.

Na ocasião, deu a entender que ele teria ido se encontrar com uma possível mulher trans. “Ele disse que lá foi o lugar em que ele beijou a mulher mais bonita da vida dele. É só isso. O contexto vocês não vão saber”, disse ela para a risada da banda toda. “Era mulher mesmo”, respondeu o músico que teria ido ao local.

No Twitter, Marília se desculpou. “Pessoal, aceito que fui errada e que preciso melhorar. Mil perdões. De todo o coração. Aprenderei com meus erros. Não me justificarei”, escreveu ela, que não vai mais comentar o tema.

Na internet, muita gente se sentiu ofendida com o comentário. “Marília Mendonça sendo transfóbica. Se o conhecido dela foi e beijou uma trans, fez muito bem”, disse um seguidor. “Até quando o ato de se relacionar com uma trans vai ser piada?”, indagou outro.

 

Categorias
TV & Famosos

Wanessa Camargo comemora 20 anos de carreira com projeto que contará sua trajetória

Talento incontestável, voz inconfundível e rosto marcante, Wanessa Godoi Camargo Buaiz ou Wanessa Camargo para os íntimos, é fruto do time de popstars do ano 2000 que arrastou multidões e lotou plateias, marcando a vida de muitos jovens.

Quem nunca cantou em alto e bom tom trechos de “O amor não deixa” – primeiro grande hit da cantora, “Amor, amor”, “Me engana que eu gosto”, “Eu quero ser o seu amor”, “Shine It On”, e muitos outros sucessos da primogênita de Zezé Di Camargo?

Wanessa Camargo surgiu no cenário pop nacional, com um brilho próprio, mesclando letras românticas e performances coreografadas, conquistando o coração do público teen da época como uma verdadeira estrela internacional. Com o passar dos anos, provou que veio para ficar e garantiu seu nome no cenário da música brasileira. Ao longo de duas décadas, a cantora acumula dez álbuns e dois DVDs, além de inúmeros sucessos.

Comemorando oficialmente vinte anos de carreira no dia 11 de outubro de 2020, a cantora programou diversas ações para festejar esse grandioso marco, e o pontapé inicial foi a #LivedaWanessa, exibida em seu canal do YouTube, no último dia 3 de maio.

Categorias
TV & Famosos

Ludmilla está internada em hospital do Rio

Ludmilla deu um grande susto em seus seguidores. A cantora compartilhou no Instagram uma foto em que aparece com o soro na veia recebendo o apoio da mulher, a bailarina Brunna Gonçalves. “Na saúde e na doença, na pobreza e na riqueza”, escreveu na legenda.

Através de uma nota, a assessoria explicou: “Ludmilla foi internada ontem em hospital no Rio de Janeiro após sentir fortes dores abdominais. Diagnosticada com pielonefrite aguda (espécie de processo inflamatório no rim), Ludmilla foi medicada e passa bem, seu quadro é estável, devendo receber alta em breve”.

As informações, são da colunista Fábia Oliveira, do Jornal O Dia.

 

Categorias
Fica a Dica

Simone em casa!

 

A cantora Simone tem alegrado os fãs, com suas lives sempre agendadas aos domingos, a partir das 18h. De forma descontraída, a cantora atende aos pedidos dos fãs, que muito assíduos e participativos, fazem o domingo de todos nós, bem mais alegres e musicais.

Foto: Reprodução

Categorias
TV & Famosos

Larissa Manoela radicaliza visual em quarentena

Larissa Manoela radicaliza no visual surgindo o cabelo laranja e cor-de-rosa. Em isolamento no Rio de Janeiro, a namorada de Leo Cidade, brincou ao comentar a mudança nos fios. “Quarentena dia: (sei lá perdi as contas). Enlouqueci”, disparou a cantora e atriz.

Na sequência, Larissa explicou que a transformação é por pouco tempo. “Fui fuçar o que tenho aqui em casa. Achei tinta spray colorida temporária para o cabelo. Achei minhas massinhas. O resultado está aí. Loucamente feliz e sendo eu mesma nessa quarentena.

 

Categorias
Alessandro Monteiro | Circuito Carioca

Lives de Gretchen e o namorado fazem sucesso na internet

A cantora Gretchen e o namorado saxofonista Esdras de Souza, vem batendo recorde nos shows pela internet. As lives que começaram no projeto “Live na Sacada”, na última semana, estão sendo transmitidas num belo sítio no interior do Pará.

A rainha da internet além de usar seu Instagram para divulgar pequenos negócios, também conscientiza as pessoas a ficarem em casa e a importância do cuidado com o outro. Por atitudes assim, que Gretchen é considerada a rainha da internet!

Categorias
Cultura Destaque

Zabelê

Por Alessandro Monteiro

De bem com a vida e fortes influências musicais, Zabelê, é filha de dois grandes gênios da MPB, Baby do Brasil e Pepeu Gomes, formou o grupo SNZ (1997), junto com as irmãs Nãna Shara e Sarah Shiva.

O primeiro álbum do grupo foi lançado em 2000 pela Warner Music Brasil, com o single “Longe do Mundo”, uma trilha sonora do filme “O Trapalhão e a Luz Azul”. Após o fim do grupo, Zabelê foi a única que continuou na música pop, realizando turnês pelo Brasil.

Seu primeiro álbum solo foi lançando em 2015, puxado pela música “Nossas Noites”. Em 2020, a cantora revelou estar produzindo um novo álbum, ainda sem data de lançamento.

 

Como você entende essas relações conservadoras em relação a mulher em pleno século XX?

Acho que devemos evoluir como nação e cidadãos, não podemos repetir o erro de gerações passadas.

Temos que parar com idéias super conservadoras em relação a mulher de hoje em dia, respeitar seus direitos que devem ser iguais ao de todos.

Nascida em uma família de artistas consagrados, você e suas irmãs enveredaram para música, que em determinada época criaram o grupo SNZ não foi?

Sim, criamos o SNZ em 1999 e tivemos uma carreira linda de 10 anos juntas.

Por que acabou?

Cada uma de nós resolveu seguir o seu caminho individual na música. As meninas foram para o Gospel e eu para o secular com uma carreira na MPB.

Já pensaram na possibilidade de retorno?

Não, temos ideologias,pensamentos diferentes e respeitamos o momento de cada uma em suas carreiras.

O SNZ fez história e eu sou muito grata a tudo o que vivi e aprendi com toda nossa experiência musical juntas. Mas chegou um momento de cada uma seguir o seu vôo solo.

 

Zabelê e Baby do Brasil
(Foto: Reprodução Instagram)

Como era sua infância, livre?

Tive a sorte de ter uma infância cheia de liberdade e muita cultura a todo tempo. O fato de ter crescido rodeada de muitos artistas foi uma inspiração para toda a minha vida.

Qual a sua visão da cultura atual?

Vejo a internet como nosso melhor caminho cultural, os artistas que antes não tinham voz, hoje em dia podem divulgar os seus trabalhos independentes e mostrar a sua arte.

Precisamos cada vez mais abrir esse espaço, e dar a atenção necessária para que a nossa cultura seja mais forte e sempre presente no nosso País.

E com suas irmãs? A relação é bacana?

Sim, temos uma relação de irmãs amorosas que se amam e querem o melhor uma para a outra.

O importante é sermos felizes com o que fazemos nessa vida!

 

Como é a sua percepção de vida hoje?

Para mim, temos que nos comprometer com a nossa felicidade e com o nosso crescimento interno, para sermos seres humanos evoluídos, doando amor e demostrando compaixão um com os outros.

Não estamos sozinhos nessa terra. Quanto mais percebemos isso mais damos valor ao próximo.

 

Foto: Reprodução Instagram

Um sonho?

No momento paz e amor no mundo! E que a gente consiga logo superar essa epidemia do Covid-19 e que a ciência consiga achar uma saída, vamos ter fé!

Sua mãe tem uma carreira sólida. Existe uma troca entre vocês duas em relação aos projetos profissionais? E na vida?

Somos muito amigas, trocamos de uma forma sadia as nossas experiências tanto na vida quanto na carreira.

Estou sempre aprendendo com ela e ela comigo! Oh sorte!

 

 

Seu primeiro disco solo foi lançado em 2015, o que marcou?

Foi um disco muito importante para a minha carreira, com ele consegui mostrar um pouco mais do meu lado Brasileiro e das minhas influências musicais como o afoxé e um pouco do samba.

Um disco Brasileiro mais alternativo, tenho muito orgulho de ter feito. Acho que nós artistas temos que ter a liberdade de poder explorar todos os nossos lados musicais. Eu vim de uma família Pop Brasileira que sempre explorou do Rock Roll ao Samba.

 

Apesar do ano ter começado cheio de atribulações, como você faz para manter sua mente equilibrada?

Sou uma pessoa que me foco para manter uma atitude mental constantemente positiva, acho que temos que perceber que por traz de toda essa dificuldade que estamos passando, existe um objetivo de aprendizado para todos nós. Se a gente conseguir ver isso tudo como uma oportunidade de crescimento espiritual e mental, passaremos esse tempo com mais paz e alcançaremos o objetivo maior!

Vamos manter a mente e o coração em paz, ter fé e acreditar no amanhã!

Tem alguma religião? Acredita em Deus?

Eu não sigo nenhuma religião, mas acredito em Deus, acredito na energia da vida e da natureza. Acredito que Deus está ali e tudo é movido por ele.

Além de seus pais, quais artistas você tem referência de boa música?

Ah… são muitas as referências! Costumo dizer que vão de Novos Baianos a Michael Jackson para citar algumas.

 

Uma música?

Acabou Chorare/ Novos Baianos

Se tivesse o poder de transformar as coisas, o que faria agora?

Ajudaria aos mais necessitados e acabaria com esse vírus!

Soube que está em estúdio produzindo novidades. Pode contar?

Surpresa! Estamos preparando coisas lindas para vocês! Em breve vocês saberão as novidades!

O que te inspira?

A arte, a vida, a música, a dança.

Música é?

Vida!

Zabelê por Zabelê?

Complicado eu me definir..rsrs

Mas acho que sou uma pessoa positiva, curiosa e que esta sempre procurando evoluir!

 

Foto de Capa: Denny Silva