Categorias
Aconteceu Rio

Nova tentativa de acordo com a DETRAN/RJ é frustrada

A reunião marcada para quarta-feira não aconteceu e a decisão agora é de buscar o judiciário

Em breve, os postos de vistoria do Detran da região metropolitana do Rio de Janeiro podem paralisar suas atividades o que vai prejudicar a vida dos usuários, que já enfrentam as limitações impostas pela pandemia.

Desde 2018, a Copa Engenharia e Construções Ltda não recebe os pagamentos devidos pela locação de estruturas metálicas dos postos de vistoria da região metropolitana do Detran/RJ. O contrato não foi prorrogado, porém a dívida era reconhecida pela Administração Pública.

Em 2019 e 2020, o uso das estruturas se perpetuaram, sem contrato e sem reconhecimento da dívida, o que continua ainda esse ano. Até agora não promoveram novo processo licitatório e as estruturas da empresa continuam sendo usadas pelo Detran.

A empresa já fez várias tentativas amigáveis para chegar a um acordo até conseguir a liminar que autoriza a desmontagem. Na terça-feira passada, a equipe foi ao posto de Vila Isabel, mas o diretor de engenharia não permitiu a desmobilização e uma reunião foi marcada para o dia seguinte, mas pouco se avançou e uma nova reunião foi agendada para segunda-feira, dia 16. No entanto, o diretor financeiro alegou uma indisposição e o diretor de engenharia não atendeu aos advogados que representa a empresa.

Eles queriam reagendar a reunião, mas a decisão agora é de realmente buscar o judiciário. Iremos ingressar com a ação judicial pedindo a desmobilização – diz o advogado Gilmar Brunizio, mestre em Direito Público, do escritório Mendes e Brunizio Advogados Associados.

Categorias
Aconteceu Rio

Postos de vistoria do DETRAN podem ser desmontados por descumprimento de contrato

TENTATIVA DE DESMONTAR POSTO DO DETRAN RENDE NOVA NEGOCIAÇÃO NESTA QUARTA-FEIRA 
Desde 2018, a Copa Engenharia e Construções Ltda não recebe os valores devidos pela locação de estruturas metálicas dos postos de vistoria da região metropolitana do Detran/RJ. O contrato não foi prorrogado, porém a dívida era reconhecida pela Administração Pública. Em 2019 e 2020, o uso das estruturas se perpetuaram,sem contrato e sem reconhecimento da dívida, o que continua ainda esse ano.
Até agora não promoveram novo processo licitatório e as estruturas da empresa continuam sendo usadas pelo Detran.
“Tal medida gera prejuízo à empresa, bem como, há violação à lei de licitações ante a ausência de processo de licitação”, explica Gilmar Brunizio, mestre em Direito Público, do Mendes & Brunizio Advogados Associados, que defende os interesses da empresa de engenharia.
Nesta última segunda-feira (19/04), a empresa foi ao ao posto de Vila Isabel com a equipe de desmontagem. O responsável pelo posto entrou em contato com a diretoria do Detran que não permitiu a desmontagem e marcou uma reunião com a empresa hoje, quarta-feira, às 15 horas.
Categorias
Notícias do Jornal Social

RJ Alimenta já distribuiu um milhão de refeições

 

Biblioteca Parque Estadual, no Centro, é o novo ponto de entrega

 

O programa RJ Alimenta bateu a marca de um milhão de refeições servidas para a população em situação de vulnerabilidade social. Para celebrar esse momento, a Secretaria de Estado Desenvolvimento Social e Direitos Humanos assinou, em cinco de fevereiro, convênio com a secretária de Cultura e Economia Criativa, Danielle Barros, para tornar a Biblioteca Parque Estadual, no Centro do Rio, o novo ponto de entrega das refeições. O projeto, lançado ano passado por conta da pandemia, foi prorrogado por seis meses.

“A população do nosso Estado necessita urgentemente de comida, diversão e arte, e o convênio com a Secretaria de Cultura vai proporcionar o sonho deles, que é o nosso também”, enfatizou Bruno Dauaire, secretário de Desenvolvimento Social.

Durante a cerimônia realizada no novo espaço de distribuição de alimentos, foi servido um jantar especial, além de apresentações musicais, leitura de poesias e distribuição de livros. Todos os protocolos de segurança para prevenção à Covid-19 foram respeitados. “Essa parceria demonstra a vontade do Governo do Estado de atender todas as pessoas em situação de vulnerabilidade”, destacou a secretária Danielle Barros.

O projeto oferece café da manhã, almoço e jantar, além de promover apresentações culturais e distribuição de livros Foto: Uanderson Fernandes

“Estamos vivendo um cenário muito difícil. O projeto não se limita apenas ao fornecimento de refeições. Temos uma equipe de educadores e assistentes sociais para fazer uma abordagem humanizada”, declarou Luiza Trabuco, superintendente de Segurança Alimentar e Nutricional,

 

Refeições e apoio durante a pandemia

 

O RJ Alimenta, uma parceria entre a Fundação Leão Xlll e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, visa resguardar uma das parcelas da população que mais sofreu com os impactos da pandemia. O projeto oferece, gratuitamente, café da manhã, almoço e jantar de segunda a domingo.

De acordo com pesquisa realizada pela Fundação Leão Xlll, do total de pessoas que buscam pelas refeições do programa RJ Alimenta, 66,3% são homens e 32,5%, mulheres. Do total, 77,3% dos usuários afirmam ter outro local para almoçar, enquanto 22,7% não têm. Outro dado relevante é que 54,2% se apresentam como pessoas em situação de vulnerabilidade, enquanto 45,8% estão em situação de rua.

 

Categorias
Cultura Fica a Dica Rio

Festival Coro na Quarentena começa nesta sexta-feira 29/01

 

Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura, Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Aldir Blanc e Corbelino Cultural, apresentam:

FESTIVAL CORO NA QUARENTENA


Projeto criado no início da pandemia como rede solidária de acolhimento e motor para gerar renda para quarentenas mais vulneráveis reúne artistas e profissionais da área de saúde, com nomes como Mel Lisboa, Maria Rezende, Natasha Corbelino, Ramon Nunes Mello, entre outros.

Em 42 lives, com apresentações de teatro, dança, performance, entrevistas e conversas, a ideia é compartilhar criações e arrecadar doações para trabalhadorxs mais afetados economicamente.

As ações do Festival têm como pilares a cultura e a saúde coletiva. Entre cenas, performances, espetáculos, shows, coreografias, filmes e leituras, entrevistas e conversas com profissionais de diferentes áreas serão 42 lives. Haverá, ainda, duas conversas com movimentos sociais parceiros do CORO na quarentena: a “Frente de Mobilização da Maré” e o “Pela Vida de Nossas Mães”, que reúne filhos que se mobilizaram para arrecadar dinheiro para que suas mães empregadas domésticas possam se manter em isolamento seguro. Outra atividade é uma oficina de instrumentalização nos recursos técnicos das plataformas do Instagram e do Zoom como possíveis campos de trabalho na área da cultura. Para finalizar, o projeto inclui a publicação dos “Cadernos de Coro”, com textos críticos sobre as apresentações da programação e registro das memórias do coletivo. “Por meio de parcerias, articulamos uma rede criativa ampla, onde a solidariedade é o motor. Buscamos arrecadação financeira emergencial e através do compartilhamento de conhecimentos para a saúde coletiva em tempos de pandemia. Somos coro para não ser corona”, finaliza Natasha.

Viabilizado com recursos da Lei Aldir Blanc, o primeiro Festival CORO na Quarentena acontecerá num viradão cultural
de 29 a 31 de janeiro com mais de dez lives diárias pelo
Instagram: @coro.naquarentena 

Cada espectador escolhe com quanto quer contribuir, com valores entre R$ 10 e R$ 200. As contribuições são feitas pelo site do Sympla: https://www.sympla.com.br/corona-quarentena-janeiro__1095945

Ficha Técnica

Idealização e articulação: Natasha Corbelino

Elenco: Adriana Schneider Alcure, Allegra Ceccarelli, Ana Fialho, Andréa Cals, Bárbara Abi-Rihan, Camila Rocha, Carmem Gadelha, Claudia Olsieski da Cruz, Diogo Oliveira, Flavia Milioni, Gláucio Gomes, Gricel Osorio Hor-Meyll , Gustavo Acioli, Helena Borschiver de Medeiros, Inez Viegas, Larissa Siqueira, Luci Vilanova, Ludmila Rosa, Maria Rezende, Marina Monteiro, Mel Lisboa, Monique Vaillé, Natasha Corbelino, Patricia de Castro Moreira Dias, Patricia Pinho, Paulo Hamilton Santos Silva, Poliana Paiva, Ramon Nunes Mello, Renato Carrera, Rodrigo Acioli Moura, Silvia Vieira, Suzana Nascimento, Tatjana Vereza, Vini Couto

Direção de Produção: Natasha Corbelino

Produção Executiva: Monique Vaillé

Produção de Base : Waleska Arêas

Assistente de Produção Programação – Apresentações artísticas e Mídias Sociais: Tatjana Vereza

Tradução para Libras: JDL Traduções

Assessoria de Imprensa: Júnia Azevedo – Escrita Comunicação

Programador Visual: Lucas Moratelli

Administração Financeira: Carla Torrez Azevedo

Supervisão da Prestação de Contas: Natália Simonete

Realização: Corbelino Cultural

Serviço

FESTIVAL CORO NA QUARENTENA
Dias: 29 a 31 de janeiro de 2021

Horários: das 9h às 23h
Duração: cada live terá uma hora de duração

Local: Instagram @coro.naquarentena

Classificação etária: 16 anos
Ingresso: gratuito

Categorias
Esportes

Jogos Estudantis 2020: inscrições abertas e gratuitas para alunos de todo o Estado

O ano de 2020 ainda promete muito para o esporte escolar. Os Jogos Estudantis do Estado do Rio de Janeiro terão, nesta edição, novos esportes muito populares entre os jovens, como surf, skate, fut 7, handbeach, basquete 3×3 rua, corrida virtual, entre outros. As inscrições já estão abertas para estudantes e atletas, de 12 a 17 anos*. O evento, promovido pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, seguirá protocolos rígidos de segurança e saúde, devido à pandemia.

A Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude assumiu o desafio e, com importantes parceiros, irá realizar este evento.  Acreditamos que é importante incentivar a prática esportiva estimulando nossos jovens a sonharem e conquistarem vitórias no esporte e na vida, comenta o Secretário de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, Felipe Bornier.

A edição 2020 conta com o patrocínio da Enel, co-realização da Spiridon e coordenação dos Jogos Estudantis RJ.

O evento será um marco em um momento em que tantas atividades estão restritas. Estamos com protocolos alinhados com as federações esportivas e respeitando as orientações dos Decretos Estaduais para a realização do evento, afirma a coordenadora dos Jogos Estudantis, da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, Priscilla Honório.

As inscrições são on-line e gratuitas, e devem ser feitas no site www.jogosestudantisrj.com.br . O calendário das competições está sendo elaborado, e todas as informações estão sendo divulgadas também no instagram @jogosestudantisrj. Os atletas podem se inscrever com autorização de um responsável técnico e legal, não sendo mais necessária inscrição direta da escola.

Modalidades esportivas

Novos esportes: surf, skate (14 a 17 anos), fut 7, handbeach, basquete 3×3 rua, corrida virtual e eSports (xadrez, Fifa 2020, Fortnite e Clash Royale / 12 a 17 anos, incluindo PCD).

Esportes mantidos com adequações: natação, atletismo, vôlei de praia, tênis de mesa e a ginástica rítmica (competição virtual / 12 a 17 anos).