Categorias
Brasil Cultura Diário do Rio Música TV & Famosos

Justin Bieber será uma das atrações do Rock in Rio 2022, segundo jornal

*Por Fabiana Santoro

Segundo o jornal Extra, do Rio de Janeiro, o cantor canadense fechou contrato para se apresentar no festival Rock in Rio, que foi adiado para setembro do ano que vem. Será a quarta vinda de Justin Bieber ao Brasil e a primeira no line-up do Rock in Rio.

O cantor apareceu na festa do “BBB” no último sábado (1), para uma performance exclusiva onde cantou “Hold On” e “Anyone” e finalizou dizendo: “Fiquem seguros, eu amo vocês e nos vemos em breve“. De acordo com o jornal, não foi da boca para fora. “Bieber acaba de confirmar sua presença na próxima edição do Rock in Rio (…). Por questões de contrato, sua escalação ainda não será divulgada oficialmente”, diz o Extra.

Em outubro do ano passado, os rumores sobre a vinda do cantor ao país já aconteciam. O jornalista José Norberto Flesch, conhecido no mundo do entretenimento por certar as previsões musicais, já havia publicado a informação.

Capa de ‘Justice’. (Reprodução Universal Music)

‘Justice’

Justin Bieber lançou, em março de 2021 seu sexto álbum de estúdio ‘Justice’. Com 16 faixas, o novo trabalho traz uma sonoridade mais voltada ao pop, diferente do disco anterior do canadense, “Changes”, que tinha mais ênfase no R&B.

Sendo um de seus melhores trabalhos, Bieber encara a vida diferente em seu último álbum. Depois de casar, o cantor demonstra pelas composições sua ligação com Deus, e uma nova visão de mundo devido a pandemia com mensagens de fé e esperança. O canadense retoma suas raízes ao pop de um jeito mais maduro e honesto, porém a ausência de Poo Bear, um dos compositores do cantor desde o álbum Journals, de 2013, é perceptível.

Após a sobrecarga e superficialidade musical de ‘Changes’, Bieber explora diferentes faces na nova era. “Justice” se torna um álbum poderoso sobre auto perdão, confiança, romantismo e justiça.

Em uma carta aberta, o cantor falou sobre o significado deste disco e seu objetivo: “Em um tempo onde há tanta coisa errada com esse planeta quebrado, nós todos buscamos cura e justiça para a humanidade. Ao criar este álbum, meu objetivo é fazer música que irá trazer conforto, criar canções que as pessoas podem se relacionar e se conectar para então se sentirem menos solitárias (…) Este sou eu fazendo uma pequena parte. Minha parte. Eu quero continuar a conversa de como a justiça se parece, então podemos continuar a curar (o planeta)”.

‘Justice’ está disponível em todas as plataformas digitais.

Categorias
Cultura Destaque

Família Lima: clipe poderoso com tema de The Mandalorian

 

Muitos fãs poderiam se sentir órfãos com o fim de “Star Wars”, mas a série live action “The Mandalorian” chegou para trazer ânimo e esperança aos apaixonados pela franquia. E a Família Lima, que nunca escondeu sua paixão pelo universo geek, preparou um clipe especial com uma nova versão da música tema da série, que já conquistou o coração dos fãs e admiradores de Guerra nas Estrelas.

Gravada remotamente, com cada um na sua casa ou estúdio, a versão da música-tema feita pela Família Lima fica completa com a extensa bagagem musical e grande versatilidade do guitarrista Andreas Kisser, integrante da banda Sepultura, que fez uma participação especial para esta gravação, juntamente com seu filho Yohan Kisser, também virtuoso guitarrista das bandas Sioux66 e Kisser Klan.

Amon assume o violino e viola, Lucas se reveza entre violino, violão, guitarra e percussão, Allen no teclado – com ajuda do “bebê Yoda” – e Moisés fica entre o cello e o taiko. A harmonia dos músicos se completa e traz uma sonoridade única para a faixa.

A produção musical fica por conta da Família Lima, com os clipes filmados por cada um dos integrantes separadamente e finalizados por Will Aleixo.

Grupo cantou até para o Papa

Formado em 1994, o grupo Família Lima é uma história de sucesso no show business. Com 9 discos e 4 DVDs lançados, o grupo já vendeu mais de um milhão de cópias e se apresentou nas mais importantes casas de shows do Brasil, além de já ter excursionado em mais de 13 países, dentre eles EUA, Áustria, França, Espanha, Alemanha e Vaticano, este último, inclusive, para o Papa João Paulo II e um público de 500.000 pessoas.

Banda-base do programa “Tamanho Família”, dominical da TV Globo e com recorde de audiência no horário, a Família Lima tem como assinatura sua singular fusão de música erudita e estilos variados como pop, rock e música eletrônica, fazendo desde shows corporativos e exclusivos para 100 espectadores até multidões em praças públicas.

Tal mistura rendeu duas participações no Rock in Rio 2017, uma a convite da Disney e outra tocando com a banda Metálica. A mistura de dedicação, amor à música e união parecem ser o segredo dessa banda que conseguiu se estabelecer há mais de duas décadas no difícil cenário musical brasileiro, nunca abrindo mão da sua verdade artística e qualidade musical.

Família Lima em números

21 anos de carreira

4 DVDs

9 CDs

1 EP

5 temporadas como banda-base no “Tamanho Família”, da TV Globo (2016, 2017, 2018, 2019 e 2020)

Mais de 1 milhão de cópias vendidas

Mais de 1500 apresentações por todo o Brasil e exterior (Principado de Andorra, França, Espanha, Áustria, Estados Unidos, entre outros)

Público médio de 150 mil pessoas todos os anos com shows especiais de Natal

500 mil pessoas durante show no Vaticano, em 2000

2 participações no Rock in Rio 2017

Assista ao clipe: https://www.youtube.com/watch?v=XZeZYXG3_8w

Categorias
Cultura Destaque

Carlos Dafé comemora aniversário com live solidária

Um dos pioneiros do movimento da Soul Music brasileira, também chamado de Black Rio, e criador do gênero Samba Soul, o cantor e compositor Carlos Dafé tem usado a sua arte para ajudar de forma mais efetiva quem mais está sofrendo na pandemia. Em julho, o “Príncipe do Soul” (título dado por Nelson Motta na década de 1970) promoveu uma live solidária para arrecadar alimentos para pessoas em situação de rua e artistas em dificuldade com a paralisação da cultura.

Surgiu daí uma grande rede de “Soulidariedade”, como o próprio batizou, com nomes consagrados, como Tony Tornado, Mano Brown, Serjão Loroza, Gerson King Combo (falecido recentemente), Hyldon, Zeca do Trombone e Gabriel Moura, e da nova geração, como Théo Bial. E o movimento tem dado resultado. Entre doações de empresas e do público em geral, foram arrecadados mantimentos, além de roupas e itens de higiene, que garantiram a distribuição de mais de 120 quentinhas e cestas básicas semanais durante três meses.

No dia do seu aniversário de 73 anos, 25 de outubro, Dafé realiza mais uma live solidária, às 14h. Acompanhado da banda Malandro Dengoso, ele fará uma viagem pelo seu repertório e por outros clássicos da soul music brasileira. A noite também será recheada de histórias da sua convivência com grandes ícones, como Tim Maia, Roberto e Erasmo Carlos.

Foto: Carlos Dafé

Em paralelo, segue em curso uma campanha de financiamento coletivo para manter o projeto pelos próximos meses, levando um fim de ano um pouco melhor a quem mais necessita. Para contribuir acesse: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/forca-na-caminhada-carlos-dafe 

“A pandemia afetou toda a cadeia produtiva da música e tem sido devastadora para diversos artistas, que ficaram privados de conseguir seu sustento com a quarentena. Sem shows, arrecadações de direitos autorais e bilheterias, a imensa maioria não está conseguindo virar esse jogo com outros meios, como as lives, por exemplo. Já as pessoas em situação de rua vivem um desalento ainda maior do que o enfrentado antes disso tudo. Estão encarcerados na solidão das ruas, passando fome e expostos a todo tipo de perigo. O nosso propósito é fazer a diferença nesse momento crítico e ainda de incertezas”, explica o artista.

Com mais de cinco décadas de carreira, Dafé é um dos artistas mais emblemáticos da música brasileira. Quebrou barreiras e preconceitos sendo precursor, com Tim Maia, Cassiano, Hyldon, entre outros, do movimento da soul music no Brasil, nos anos de 1970. Sucessos como “Pra que vou recordar o que chorei”, “A cruz”, “Tudo era lindo” e “De alegria raiou o dia” eternizaram o seu nome na história da MPB. Em 2019, entre as diversas apresentações que fez, subiu ao palco do Rock in Rio para um encontro antológico com Mano Brown, Boogie Naipe, Bootsy Collins e Hyldon.

A live será transmitida pelo canal “Carlos Dafé Oficial”: www.youtube.com/c/CarlosDaféOficial/