Categorias
Notícias do Jornal Sociedade

Inove com as correntes oversize

Por Franciane Miranda

A moda oversize está reinando no mundo fashion: nas últimas temporadas acompanhamos uma explosão de peças max. Esta vibe segue com tudo no universo dos acessórios. Os estilistas continuam inovando e ampliando cada vez mais estes itens.

Estas novidades chegaram para dar um up a mais à estação. Estamos acostumados a imaginar a primavera com estilos mais delicados e suaves, mas uma tendência, que começou tímida, parece ser a preferida do momento. A queridinha da vez são as correntes mais grossas e grandes.

Elas sempre foram bastante usadas para decorar ou como alças em bolsas, dando aquele ar cosmopolita. A moda está sempre em movimento e se reciclando e estas correntes estão surgindo em tudo, mas de uma maneira um pouco diferente: com volume extra grande.

A griffe Bottega Veneta, que sempre lança tendências certeiras no mundo das passarelas, acertou em mais uma de suas apostas. As badaladas marcas Zimmermann, Moschino e Tom Ford também já mostraram como usar e aproveitar. Se depender dos designers e fashionistas já é sucesso absoluto!

Esta novidade, que na realidade não é tão nova assim, está cada vez mais ganhando espaço com volume extra em jóias, cintos, sapatos e claro, as bolsas. Os detalhes inspirados no universo heavy metal surge com uma pegada mais forte, mostrando como usar estas correntes oversize com atitude, sem medo de ousar e na medida certa.

Se inspire e monte looks cheios de estilo, deixando suas composições sofisticadas. Esta tendência combina com quase tudo e, de quebra, finaliza com aquele toque de glamour. Pode ser usada nos mais variados estilos, desde os mais românticos até os cheios mais audaciosos. Você pode usar de várias formas, no período do dia, de maneira descontraída e casual , ou mais chique e sensual durante à noite, com uma roupa mais justa.

Já pensou em pôr com vestidos delicados em renda? Os tecidos leves e fluídos são excelentes e combinam bem com um colar ou até mesmo um cinto de corrente. Para você que é antenada e gosta de ousar, pode adicionar estes artigos volumosos com peças em couro ou um jeans com blusa básica. Estas composições ficam super descoladas. Com certeza vale a pena investir neste novo hit. Eu já estou amando! E vocês?

Categorias
Notícias do Jornal Sociedade

As máscaras vieram para ficar

Por Franciane Miranda

Bastante usadas por profissionais da área da saúde e por pacientes, estes acessórios se tornaram essenciais devido à pandemia do novo coronavírus. As máscaras em tecido ganharam as ruas e hoje, além de servirem de proteção, estão com um ar mais fashion e uma pitada de estilo. São produzidas por microempreendedores ou autônomos, que juntaram a necessidade de ganhar dinheiro com a grande demanda dos dias atuais.

A produção artesanal dos artigos faciais caiu na graça da população, com milhares de estampas para todos os gostos e idades. O sucesso foi tanto que vários usuários do Instagram postam todos os dias muitas fotos usando diferentes modelos: bolinhas, super-heróis, frutas, animais, cores diferentes, animal print, times do coração, desenhos animados, feitas com o uso da famosa técnica tie dye. Há também as com frases de superação e, para as mais românticas, a renda é aplicada ao tecido, deixando a peça bem sofisticada.

As máscaras, além de protegerem, estão sendo usadas de forma criativa por muitas empresas para divulgar suas marcas. As peças contêm o seu nome ou slogan escrito e, assim, fazem o seu marketing de forma positiva e com baixo custo.

A empreendedora Lidianne Oliveira lembra que começou a produzir máscaras em 2019, para o seu sobrinho que fazia tratamento de leucemia. “Então fiz para ele e para toda a família que tinha contato”. Ela afirma que produz cerca de cem máscaras por dia e, desde o início de abril, vendeu em média mil unidades. Para dar conta dos pedidos conta com a ajuda de duas pessoas para a confecção e uma para entregas, que é combinada com o cliente para sua melhor segurança durante esta fase. Lidianne detalha que usa sua página ─ innovarestudio.arte ─ como aliada para vender e mostrar as peças aos interessados.

Moradora de Niterói, Lidianne está atenta ao mercado da moda e também atende clientes que queiram peças exclusivas. “Mas, para quem deseja algo personalizado, fazemos também com um valor diferenciado, além de produzir kits pré-selecionados”, avisa. A jovem passa a dica dos temas que mais vendem: estampas neutras e lisas como listras, poá, chevron e xadrez para homens. As preferidas das mulheres e crianças são as de bichinhos e florais.

De olho neste mercado crescente, algumas marcas também estão apostando em designs diferenciados. Para as it girls, que não abrem mão da segurança e do estilo, já é possível encontrar algumas com edição limitada. São dezenas de modelos para combinar com qualquer look. Escolha o seu e arrase!

Geralmente, as pessoas usam por algumas horas e o conforto é essencial, não apenas o estilo, e existe toda uma preocupação com a produção. Fique atento: ela precisa ser em tecido duplo e resistente. Observe a estrutura do elástico, pois ele pode machucar. Pensando nisso, alguns produtores estão vendendo junto com uma tiara ─ o elástico é fixo na tiara para evitar incômodos.

Infelizmente, parece que vamos precisar as máscaras por mais um tempo. É importante termos em casa ou na bolsa. O ideal é que elas façam parte do nosso dia a dia, pois outras doenças virais são comuns, sendo uma questão de higiene e uma forma de cuidar do próximo. Fica a dica!

Categorias
Sociedade

Está em alta se superar

Por Franciane Miranda

O caminho para o sucesso muitas vezes é árduo, cheio de dificuldades. As pedras surgem todos os dias e por todos os lados. ‘Matar um leão por dia’ é uma frase muito conhecida entre nós brasileiros e já faz parte da nossa rotina. Todos nós precisamos passar por tudo isso, pois, como se diz, ‘a vida segue’ e precisamos viver, até porque o tempo não para. O fruto dessa nossa jornada às vezes é doce e outras, amargo.

Os nossos acertos e muitas vezes os erros, nos levam ao caminho da superação. Superar não significa só vencer na vida financeira ou ser alguém de sucesso. Você precisa enxergar além e entender que esta palavra representa várias formas de vencer, e com ela, muitas pessoas trilham diariamente sua vida.

Ao nascer de cada sol superamos diversos obstáculos. Muitas vezes não nos damos conta, mas eles estão ali presentes. Pegar ônibus lotado e viajar em pé, acordar de madrugada para chegar ao trabalho cedo, enfrentar filas em hospitais, lutar contra uma doença, perder alguém que amamos e sobreviver nas ruas. São muitos os exemplos. Já percebeu o quanto você é forte? Uma grande parte das pessoas não conseguiria superar tais dificuldades.

Está em alta se superar, e por isso, lhe apresento uma história para você leitor, se inspirar e continuar batalhando por suas metas e sonhos: baiana arretada, Jill Muricy luta desde sua infância para vencer na vida. Com orgulho de sua origem, transformou os obstáculos em oportunidades. Nada caiu do céu, sua infância humilde ajudou a moldar esta mulher guerreira que é hoje.

Jill Muricy (Foto: Arquivo pessoal)

Sem medo do futuro, continua trabalhando para chegar mais longe, sem perder a fé em Deus e sendo protagonista da sua própria história: “Escolhi vencer pelo caminho da educação, com honestidade, sem puxar o tapete de quem quer que seja, sendo feliz e realizando minhas tarefas com amor”. A jornalista, sempre com ânimo e o pensamento positivo, vê nas dificuldades ótimas chances para se reinventar e voar cada dia mais alto. Já batalhou tanto que descreve sua jornada como bem sucedida: “Meu nome é superação e a minha trajetória até aqui já pode ser considerada um sucesso”, conta. Como diz o ditado: esta nordestina sabe mesmo transformar um limão em uma limonada.

A ideia de criar o blog ‘Meu Nome é Superação’ surgiu em 2017 quando voltou para visitar sua família, após a conclusão do curso. Ela conta que foi visitar um campo de sisal, local onde seus parentes e outras famílias tiram o seu sustento: “Quase surtei, pois a miséria humana transbordava, pessoas eram escravizadas pelo tal serviço, ganhavam mal para trabalhar sob o sol de 40 graus desde as 5h da manhã”. Jill começa a refletir sobre aquela terrível experiência, pois nunca havia frequentado o local: “Aquela experiência impactou-me profundamente, pois se eu tivesse ficado na minha terra aquele seria também o meu futuro”, lembra.

Já no Rio, ainda muito abalada, começou a se perguntar como poderia ajudar aquelas pessoas, pois trabalham muito sem reclamar e sem reconhecimento. Nesse momento, percebeu que o seu papel era o de contar as histórias de coragem para o mundo: “Ouvi uma voz que dizia: faça um blog e escreva histórias de superação. Meu blog é uma inspiração de Deus para semear esperança na humanidade”.

Jill não se conforma apenas com o êxito da sua história, ela busca ajudar outras pessoas. Possui um projeto ligado ao futebol que beneficia crianças e adolescentes pobres no norte do seu estado. Assim, em 2018 nasceu o projeto social Meu nome é Superação: “Ele ainda está engatinhando, falta muita coisa para ficar completo”. Ela continua: “Costumo dizer que eu não vendo moda, vendo esperança, minhas camisetas têm mensagens motivacionais para encorajar as pessoas. O dinheiro da venda vai para o meu projeto social no Nordeste”, finaliza.

E ela deixa um recado: “Que as pessoas nunca desistam dos seus sonhos, lutem sempre, e perseverem nos seus objetivos, pois o pódio é para os corajosos”. Superar nossas dificuldades e nossos medos diários nos torna cada vez mais fortes. Se inspire a continuar sua jornada. Bem vindo ao clube e à corrente positiva da superação!

Categorias
Sociedade

Cuidar de plantas é uma terapia

Por Franciane Miranda

As plantas trazem consigo beleza e deixam o lugar mais agradável, lindo e charmoso. A queridinha de muitos na hora de decorar os ambientes. O seu baixo custo, aliado à sua versatilidade, revelam mais que beleza. Elas dão um toque final na decoração e são uma eterna tendência. Cientificamente comprovado, possuem o poder de levar enorme bem-estar para todos ao seu redor.

As flores e plantas trazem mais vida para as casas com sua variedade de texturas, formas e cores. São ótimas para quem ama a natureza, mas moram nos grandes centros urbanos. Ter plantas vivas é uma ótima oportunidade para quem gosta dessa interação com o meio ambiente. Se você não possui espaço, não se preocupe: os jardins verticais são a solução contemporânea! Eles ficam suspensos nas paredes e deixam o ambiente lindíssimo.

A psicóloga Marina Prado Franco revela que tratar das plantas e mexer na terra é um excelente antidepressivo natural, pois quando cuidamos delas estamos tratando de seres vivos e isso gera uma sinergia positiva. O cultivo proporciona um maior equilíbrio mental. “Elas têm efeito comprovado na diminuição do stress e da ansiedade, garantindo um ambiente mais tranquilo e feliz”, diz.

Marina informa que por as plantas serem vivas, além de benefícios relacionados à saúde, elas nos ensinam muito, fazendo vivenciar um momento terapêutico. Quando cuidamos do verde, esquecemos a nossa rotina por um instante, e esta troca de experiência com a natureza tem um enorme poder de cura, nos dando uma sensação de bem-estar físico e mental.

“As plantas também nos ensinam a ter paciência e que existe um tempo para tudo nessa vida, tempo de florescer e tempo de esperar. Nos fazem lembrar que a vida é feita de processos e que cada um dos seres se adapta a partir de recursos específicos. No caso delas, umas preferem sol, outras sombra; umas necessitam de muita água e outras nem tanto. E, principalmente, nos ensinam que no fim tudo se renova”, afirma Marina.

A bióloga e professora Priscyla Caetano Antunes começou a montar terrários há três anos. Ela explica que todos gostaram muito do seu trabalho e o sucesso foi imediato. Criou a empresa Green Garden, pois viu uma oportunidade de levar mais natureza para as pessoas e trabalhar com algo que gosta: a flora!

Priscyla vê seu trabalho como um hobby e uma terapia. Ela fala o quanto é gratificante criar mundos dentro dos vidros e arranjos com suculentas. “Poder ver as pessoas mudarem de hábitos depois de ganhar uma plantinha. A partir do momento que você cuida de outro ser, você passa a se tornar uma pessoa melhor”. E quem não gosta de receber flores ou plantas? Priscyla Caetano explica que a maioria dos pedidos é para decorar aquele cantinho especial e lembranças para eventos, como casamento, aniversário, formatura e chá de bebê, e também empresas que a buscam para presentearem seus funcionários.

Para quem deseja economizar, ou não gosta de plantas decorativas, existe uma solução! Que tal cultivar hortaliças ou ervas para temperar seus pratos? Você vai economizar, ganhar mais saúde, pois estão livres de agrotóxicos, e deixar o ambiente mais belo. Para você que não quer ter o compromisso de ficar cuidando de plantas, não se preocupe: existe várias espécies que não precisam de atenção diária.

As plantas viraram tendência ao longo dos anos e hoje a maioria dos espaços públicos, como shoppings, prédios comerciais, condomínios e restaurantes, possuem projetos paisagísticos. No ano passado, a ‘queridinha’ dos arquitetos virou atração na edição do Casa Cor Rio. A maioria dos ambientes projetados pelos especialistas mostraram várias ideias para o público se inspirar.

Fotos: Douglas Vives e Diário do Rio

Categorias
Sociedade

Sororidade forma corrente do bem entre mulheres

Por Franciane Miranda

Uma palavra difícil e pouco usada no dia a dia, mas que possui um significado lindo, que pode despertar um sentimento profundo e humano entre as mulheres. Estou falando da sororidade. A mesma possui um poder enorme de mudança quando colocada em prática. São muitas as situações que podemos aplicá-la: o período do carnaval é um momento que podemos usar, pois infelizmente ainda presenciamos vários momentos onde faltam com respeito e até mesmo, colocam mulheres em risco.

Este sentimento vai além de ajudar mulheres que estão passando por situações difíceis. Estas boas atitudes podem virar parte da sua rotina. Já pensou em ajudar sua colega de trabalho ao invés de criticar? Ou, quem sabe, deixar de ver outras mulheres como inimigas? Que tal não criticar sua amiga que às vezes chama de louquinha? São vários os exemplos em que podemos melhorar praticando o real significado da palavra sororidade.

A psicóloga Ellen Moraes Senra considera o Brasil um país machista e ressalta a importância da sororidade como uma ferramenta que pode, sim, contribuir para mudanças positivas neste cenário, mas faz um alerta. “O problema é apenas que entre o conceito e a prática em si há um grande distanciamento, pois, as pessoas falam de sororidade, mas não praticam empatia e muitas mulheres reproduzem discursos e julgamentos machistas em relação a outras”, cita.

A vendedora Letícia Carvalho acredita que a sororidade pode contribuir para evolução de uma sociedade mais justa e igualitária, mas é necessário que todas se apóiem. “Com mulheres se ajudando e desconstruindo a visão machista sobre nós mesmas”, diz Letícia. Ela reconhece que já avançamos, mas esclarece que já foi muito pior e que temos um longo percurso pela frente, pois o machismo ainda está fortemente enraizado no Brasil.

É de extrema importância que as mulheres desenvolvam esse sentimento e o coloquem em prática. Todavia, para que se transforme em ações concretas, precisamos debater cada dia mais o seu conceito e sua essência, pois ele vai além de situações que envolvam alguma forma de abuso contra as mulheres. “Não adianta dizer que é solidária a outra mulher e em seguida acusar uma mulher de ‘roubar’ o namorado ou dizer que a colega ‘pediu’ para ser assediada pela forma como se veste”, comenta Ellen Moraes.

A sororidade também é fundamental para confortar e apoiar psicologicamente alguém que sofreu algum assédio ou algo parecido. Perceber que outras mulheres estão ao seu lado, faz toda a diferença. Essas atitudes positivas, além de ajudá-las, une o laço entre elas, sobretudo o movimento feminista.”O que fortalece de fato qualquer movimento é a empatia e o apoio mútuo”. A vendedora também destaca a importância desta união: “Acho que o mais importante é fazer as mulheres não se enxergarem mais como inimigas ou como se competíssemos entre nós, mas sim como aliadas na luta pelos nossos próprios interesses”.

A internet também ajudou a divulgar este sentimento entre as mulheres. A página da Babi Souza, no Instagram − Movimento Vamos Juntas − apoia mulheres com frases que estimulam esta empatia, além de despertar o gatilho em pessoas que ainda não possuem este sentimento de irmandade.

O mundo já é bem complicado para nós, mas, se nos unirmos, tudo ficará mais fácil. Aproveite para colocar em prática e me conta o que você faz? Compartilhe sua história nas redes sociais e vamos fazer a diferença!

Categorias
Sociedade

Quanto mais cor e brilho melhor

Por Franciane Miranda

Já estamos no verão e, às vésperas do carnaval, que, em alguns estados já está iniciando e agitando as cidades. A combinação perfeita do carnaval e o calor da estação resulta na época mais esperada pelos fluminenses, com muitos já escolhendo suas fantasias. Este ano, o brilho e as cores vão além das roupas em lantejoulas e glitter. A moda é deixar as unhas brilharem junto, com a novidade de fazer desenhos diferentes com histórias, degradê, neon e inovar com a tendência tiedye.

As cores e brilho simplesmente possuem o dom de deixar a unha bem mais cool. O neon, degradê, além da estampa tiedye estão com tudo! Aparecem para dar aquela vida, uma cor a mais nas roupas e agora nas unhas, sem ficar caretinha, claro! Estas mudanças nada óbvias deixam a produção mais incrível e divertida.

Para ficar linda e de quebra fashionista, com aquele toque de glamour, aproveite este momento para usar e abusar das unhas coloridas nos visuais de streetstyle. Já pensou em inová-las com esta moda? Separei algumas opções para você se inspirar e arrasar no carnaval.

Para cair na folia, a técnica tiedye vem fortíssima. Ela potencializa as cores, fazendo aquele mix e você pode escolher os tons que mais gosta para personalizar as unhas ao seu estilo: “O tiedye foi feito em nível hard no natal. Este estilo marmorizado harmonicamente falou bem com tons em dourado e foi uma tendência que vamos adaptar no verão, apostando nas noites de carnaval”. Afirma Marlon Reis, nail designer e proprietário do salão Rei das Unhas.

Alguns modelos para você se inspirar! Aposte no multicolorido com cada desenho usando cores e modelos mega diferentes: “O degradê com uma unha de cada cor ganhou em disparada com tons do Candy Collor”, indica Marlon. Para você que gosta de tons suaves, a dica do designer é usar o aclamado baby boomer.

Marlon conta que a “filha única” também é a queridinha da mulherada. A técnica consiste em pintar ou ousar em um dedo. A harmonia de cores em degradê com neon também faz muito sucesso e a cabeça das clientes. Outra opção é pintar algumas unhas, em outras colar enfeites, imitar estampas ou usar texturas como brilhos. A purpurina também ganha espaço nas unhas, com esmaltes que já possuem o brilho. Aproveite para dar aquele toque especial alternando os dedos.

Vale usar neon e até pôr mapa astral nas unhas

A estudante Méssia Souza acha muito legal estas tendências e a criatividade que é usada para desenhar as unhas. Mas o que realmente chamou sua atenção foram os tons em neon: “As cores em neon chamaram atenção e acho a cara do verão”. Ela afirma que adora pintar cada unha com cores diferentes, ou substituir a francesinha com branco, por tons coloridos.

As mulheres estão bem informadas e já sabem o que querem. Levam fotos para sugerir o estilo, durante o procedimento conversam sobre o modelo ideal e para qual evento irão, o que muitas vezes faz a cliente trocar ou adaptar o formato escolhido: “Então há uma troca gostosa entre cliente, abrangendo a expectativa e as tendências”.

A blogueira Camila Coutinho fez recentemente um post em seu Instagram mostrando seu mapa astral para 2020 nas unhas. Ela apostou em um brilho discreto e ficou lindo! Outro estilo que promete bombar é o neon; com ele não tem erro. Pode ser a unha toda pintada, misturar com outras cores, ou usar o tom para fazer o desenho que quiser. Estas são, com certeza, apostas de sucesso! Então se jogue na folia e curta a vibe do verão e do carnaval!

Fotos: Reproduções do Instagram

Categorias
Sociedade

Antes de tudo, fé. Depois de tudo, gratidão!

Por Franciane Miranda

Começar o ano agradecendo por todas as conquistas, saúde, aprendizados, oportunidades e pessoas que nos cercam, é um hábito que muitos possuem. Um gesto que pode fazer toda diferença em sua vida. Às vezes pode parecer que não funciona, mas, uma pessoa que nutre o sentimento de gratidão é, com certeza, mais feliz.

Percebemos todos os dias em status e páginas do WhatsApp, Facebook, Instagram e sites diversas pessoas compartilhando frases sobre gratidão. Está em alta ser grato e as redes estão ajudando a espalhar esta corrente positiva. Não fique de fora, venha fazer parte desse estilo de vida e compartilhe esse sentimento.

A psicóloga Ellen Moraes Senra explica que a gratidão é um exercício e uma lembrança diária. Explica que ler e compartilhar essas mensagens é ótimo, não só para a gente, mas para quem recebe. Ellen também alerta que a questão não é apenas ler e repassar, mas acreditar naquilo que se está lendo e divulgando: “Isso faz muito bem, porque acaba às vezes despertando o gatilho da gratidão em outras pessoas”.

“Kansha” significa gratidão, é um sentimento cultivado pelos japoneses há muito tempo. Não está ligado a agradecer aos outros com presentes caríssimos, mas sim, em ser grato por tudo e reconhecer a importância do outro. É saber retribuir com uma ação imaterial, seja um sorriso, abraço ou até mesmo, uma ajuda inesperada com uma atitude solidária e gentil. Está relacionado não apenas ao gesto e sim a concretizar com atitudes positivas e simples os motivos pelo qual agradece.

Ellen Moraes Senra afirma que esse sentimento influencia de forma positiva a vida do ser humano: “Porque a gratidão acaba sendo uma massagem tanto para o ego quanto para própria vida”. É importante termos gratidão por tudo o que nos ocorre, até mesmo os momentos difíceis, são oportunidades de compreendermos, evoluirmos e até mesmo, aprendermos.

É importante criarmos uma rotina de agradecer por tudo que nos cerca. Segundo a psicóloga, existem pesquisas que associam o estudo da gratidão com os resultados positivos que a pessoa consegue em sua vida. Ser grato é um modo de ver e viver a vida. Então, vamos ser gratos por tudo em nossa volta, pois gratidão gera gratidão.

É percebermos que não basta apenas agradecer pelo que conseguimos ou idealizamos, mas por tudo que temos, esclarece Ellen: “É saber reconhecer tudo aquilo de positivo que você tem na sua vida, independente do seu esforço”. Entender que nossas conquistas e todas as praticidades que temos são fruto de um esforço conjunto de cada pessoa que existe, e claro, do planeta.

Você não precisa de um motivo para ser grato, já pensou em agradecer todos os dias!? Me conta porque você é grato hoje?