Categorias
Alessandro Monteiro | Circuito Carioca

Therla Duarte celebra sucesso de filme em Hollywood

A atriz Therla Duarte que integra o elenco da novela ‘Amor Sem Igual’, na Record Tv, comemora o sucesso de sua personagem no filme brasileiro ‘Amores Artificais’, de Roger Davill. Interpretando uma vilã, Therla está feliz com a repercussão do longa, que já começa a ser exibido nos Festivais Lift -Off Global Network Session 2020, em Hollywood; no CinemaLab 2020, na Colômbia; e no The Bebop Content Festival 2020, em Nova York .

Fotos: Divulgação

Alessandro Monteiro
alessandro.monteiro@diariodorio.com.br

 

Categorias
Carlos Augusto | Opinião

A trincheira de luta e resistência dos trabalhadores está à deriva

A reforma trabalhista implementada no governo Temer e aprofundada no governo Bolsonaro fragilizou sensivelmente a organização dos trabalhadores através de suas trincheiras de lutas: os sindicatos. Contribuiu para tanto também a situação financeira dos sindicatos, que piorou com a Medida Provisória (MP) nº 873, que determinou novas regras para o recolhimento da contribuição sindical.

A ineficiência do mercado de trabalho e das políticas públicas para os trabalhadores aumentou a informalidade e o desemprego. Alguns técnicos e economicistas afirmam que o desemprego começou a cair após a reforma trabalhista. Entretanto, não é verdadeira essa tese, pois a informalidade aumentou porque aumentou o desemprego, que transferiu a mão de obra assalariada para o trabalho informal.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (PNAD Contínua), do IBGE, dos meses de junho a setembro de 2019 joga tintas ainda mais dramáticas sobre a precarização crescente do trabalho no Brasil. Pela PNAD Contínua, o Brasil tomou ciência de que o trabalho informal bate todos os recordes e atinge 39,7 milhões de trabalhadores no período pesquisado. O trabalho informal é constituído de 11,5 milhões de trabalhadores do setor privado sem carteira assinada; 18,9 milhões de autônomos sem CNPJ; 4,5 milhões de trabalhadores domésticos sem carteira; 2,6 milhões de trabalhadores sem registro no setor público e 2,2 milhões que auxiliam a família em trabalho informal.

A perversa reforma trabalhista também limitou o papel da Justiça do Trabalho, aplicando a tese de intervenção mínima da Justiça nos conflitos individuais e coletivos e intimidando os trabalhadores com a ameaça de pagamento de multas abusivas. Outra consequência da informalidade está no declínio vertiginoso da arrecadação de tributos relativos à folha de pagamento com relação às contribuições previdenciárias.

Enquanto os trabalhadores vêm sofrendo com o desemprego e a informalidade, suas entidades de classes (sindicatos) estão preocupadas com sua própria receita, apostando numa reforma sindical que propicie mecanismo de aumento de receita. Essas entidades estão articulando propostas dirigidas aos trabalhadores que não pagam as contribuições sindical e assistencial de perderem direitos, tais como: reajuste salarial, vale-refeição, participação nos lucros, adicional noturno, etc.

Entretanto, uma das apostas é, sem sombra de dúvidas, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 196/19, da autoria do deputado Marcelo Ramos (PL-AM), que trata da reforma sindical e que tem propósito de conferir nova redação ao artigo 8º da Constituição e altera o ADCT (Ato das Disposições Constitucionais Transitórias), para promover “Reforma no Sistema Sindical” com objetivo de “assegurar a liberdade sindical”.

Após perderem até 80% da arrecadação com a reforma trabalhista, as centrais sindicais também articulam com o Congresso uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que possibilite a reestruturação das entidades sindicais. Entre as propostas está a adoção de taxa negocial pela qual só os trabalhadores sindicalizados que aceitem pagar a taxa serão beneficiados pelas negociações salariais, o que é pela legislação então vigente é ilegal,além de imoral e inconseqüente, pois divide ainda mais os trabalhadores.
Em síntese, a proposta, se aprovada, dará nova redação ao artigo 8º da Constituição e estabelece que “é assegurada a liberdade

sindical”, de modo que o Estado não poderá exigir autorização para fundação de entidade sindical, mas manterá a prerrogativa de efetuar o registro dos atos constitutivos no Registro Civil de Pessoas Jurídicas.

Os defensores dessa PEC, afirmam que “a proposta estabelece que a organização de trabalhadores e empregadores será definida por setor econômico ou ramo de atividade, sendo que a base territorial do sindicato será definida pelos trabalhadores ou empregadores interessados, não podendo ser inferior a área de um município”. Ao impedir que a base territorial não possa ser inferior a área de um município, o texto veda a possibilidade de criação de sindicato por empresa, o que não é verdade.

A nova proposta assegura que a entidade sindical possa pleitear, por meio de plebiscito ou consulta estruturada, a exclusividade de representação por período a ser definido pelo Conselho Nacional de Organização Sindical (CNOS). Na verdade, o objetivo da PEC/196 é acabar com a unicidade sindical e instituir mecanismo para criação de sindicatos por empresa.

Segundo informativo sindical, “a CUT controla 2.319 sindicatos, a Força Sindical e a UGT controlam, respectivamente, 1.615 e 1.277 sindicatos”. Entretanto, estão apoiando a PEC/196, com algumas restrições, numa clara intenção de obter privilégios concedidos pelo Estado o que tem muito pouco a ver com a defesa dos trabalhadores. Prova disso é que milhares de trabalhadores estão perdendo seus empregos e não há nenhuma resistência por parte das entidades sindicais.

É preciso que as federações, confederações e centrais sindicais deixem de lado suas divergências políticas e ideológicas e se unam numa grande frente de mobilização dos trabalhadores em defesa do emprego e das liberdades sindicais. Só assim será possível barrar o perverso ataque das políticas governamentais de retirada de direitos individuais e coletivos. Assim eu penso!

Foto: Pixabay

Carlos Augusto (Carlão)
Sindicalista, Advogado e Jornalista – MTb 38577RJ
carlos.aguiar@diariodorio.com.br

Categorias
Mônica Freitas | Ética e Cidadania

‘Democracia em Vertigem’, entre a ficção e os fatos

Indiciado ao Oscar de melhor documentário, o filme Democracia em Vertigem foi, de certa forma, colocado em cheque pela Secretária Especial de Comunicação Social da Presidência da República (3/02). Em entrevista ao canal de televisão americano PSB, a diretora do documentário, Petra Costa, fez declarações aparentemente contundentes que causaram certo frisson nos bastidores da política brasileira. Algumas de suas declarações, tais como o aumento das taxas de pessoas mortas por intervenção policial militar e civil, no Rio de Janeiro, e a savanização da Amazônia no atual governo, foram consideradas falsas, muito embora, dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e um artigo publicado recentemente pela revista Science Advances tenham corroborado as informações dadas por Petra Costa.

Uma das maiores conquistas democráticas diz respeito à liberdade de expressão sem quaisquer restrições por conta de diferenças de ideias e opiniões. Isso constitui um direito fundamental, conquistado pela Constituição Federal de 1988, e forma um pilar do Estado Democrático sem o qual se corre o risco de autoritarismo. Por vezes acontece que, mesmo que não haja censura explícita sobre determinados conteúdos informacionais veiculados pela mídia, pode ocorrer certo tipo de intimidação, por aqueles que detêm o poder, com relação a declarações de cunho mais crítico.

Ainda que não haja concordância de termos, há sempre a possibilidade de acolhimento reflexivo daquilo que foi apontado como disfuncional ou antiambientalista no programa do governo. Diante disso, podemos dizer, em defesa da cidadã em questão, que ela estava tão somente no exercício de seu direito de tornar públicos problemas que podem vir a se tornar uma ameaça para segurança e bem estar de todos nós. Portanto, qualquer que seja a direção partidária na disputa, suas declarações deveriam ser ponderadas em favor de um bom governo.

Foto:Pixabay

Mônica de Freitas, bacharel em Letras, professora de Inglês e mestre em Filosofia (PR2 – 55697)
profmonica_highlevel@yahoo.com.br

Categorias
Marynês Meirelles | Direto ao Ponto

Há x a

Em tempos de whatsapp, a nossa língua portuguesa, na forma escrita, está passando por um processo de transformação. Como tudo é muito rápido atualmente, as palavras estão sendo abreviadas para que a mensagem seja breve e a comunicação aconteça rapidamente. Porém, alguns erros nesta escrita podem comprometer a interpretação ou mudar o significado do que a pessoa gostaria de dizer. Temos que tomar muito cuidado.
Nesta semana, Maria enviou o seguinte texto para Clara:
“Daqui há três horas nossa irmã chega. Muita saudade!”
Clara reescreveu o texto e mandou para Maria, dizendo:
Querida,
“Daqui a três horas nossa irmã chega.” Você me confunde!!! A palavra há com h, nesta frase, significa que já se passaram três horas e não é isso. Ainda faltam três horas…

DIRETO AO PONTO

Errado: Eu estou na sua a cinco minutos.
Correto: Eu estou na sua casa há cinco minutos.
Usa-se o verbo haver para se referir a um tempo passado ou decorrido. Ele pode ser trocado pelo verbo “fazer”.
Dica: Use “a” para tempo futuro e “há” para tempo passado.

Foto: Pixabay

Marynês Meirelles é pedagoga e professora de Língua Portuguesa. Pós graduada em Educação Infantil e com MBA em Responsabilidade Social (UFF) e Gestão Ambiental (UGF). Mestra na área de saúde e Meio Ambiente (UNIPLI).

Categorias
Sarah Zaad | Horóscopo

Semana para redescobrir aquilo que te apaixona

E também o que te dá prazer, cuide de você. Salve sua estrela!

ÁRIES – 23/03 a 20/04
Nesta semana é bom sossegar porque muitas pessoas estarão mais egoístas e o momento é de evitar brigas desnecessárias. No trabalho, v clima competitivo, tome cuidado com distrações.

TOURO – 21/04 a 20/05
Nesta semana vão faltar disposição e o seu humor não será dos melhores. Apesar disso, você terá delicadeza e sensibilidade para se expressar. Pode levantar um dinheiro vendendo coisas que não usa mais. No amor, será mais favorável para quem tem relação firme. Na paquera, pode haver desencontros.

GÊMEOS – 21/03 a 20/06
Bons momentos em família e com amigos. Na saúde, redobre atenção com pequenos acidentes nos braços, ombros ou má postura que possam causar dores crônicas. Na vida profissional, coloque no papel os pontos positivos e negativos de sua situação atual. No amor, podem surgir novidades

CÂNCER – 21/06 a 21/07
No trabalho, tudo indica que você vai colher os frutos de todos os investimentos que vem fazendo. Energia favorável para parcerias e compromissos mais antigos. No amor, não se esqueça: toda relação precisa respeitar o outro para que se tornem fortes os laços de confiança.

LEÃO – 22/07 a 22/08
A semana é boa para pedir desculpas, se colocar no lugar do outro. Na saúde, você pode estar mais vulnerável a viroses. Fragilidade no sistema digestivo. No trabalho, muito impulso para conquistas. Acredite, a sorte está do seu lado. No amor, vai esbanjar charme e muito brilho.

VIRGEM – 23/08 a 22/09
Semana instável. Pode haver contratempo em diversos setores, tenha mais cautela. Cuidado com pequenos acidentes, principalmente nas mãos, ombros e ao dirigir. Na vida a dois, vai conseguir tudo o que precisar se falar com carinho e investir na tolerância e compaixão.

LIBRA – 23/09 a 22/10
O Sol está em Aquário e desperta alegria de viver com amigos e familiares. No trabalho, dificuldade em lidar com conflitos e mal entendidos. Com a família também, vai passar por alguns momentos conturbados. No amor, Vênus em Áries promete muita agitação na paquera.

ESCORPIÃO – 23/10 a 21/11
Você vai ter dias de calma e paz, finalmente. No trabalho, fase de crescimento e boa relação com superiores. No amor, a semana será de sedução intensa, provocações, ousadia e alegria. Para quem está só, se conhecer alguém, vá com calma pois pode haver energia de competição e conflitos no futuro.

SAGITÁRIO – 22/11 a 21/12
Esta semana, no trabalho haverá clareza e objetividade para traçar metas e ultrapassá-las. As chances de vitória são grandes. Na saúde, cuidado com pequenos acidentes com veículos, com maquinário de corte ou que tenha risco de queimaduras. No amor, o tesão está em alta.

CAPRICÓRNIO – 22/12 a 20/01
A previsão é de colaboração e admiração de colegas e amigos, aproveite. Na saúde, a má postura e o excesso de trabalho podem trazer dores. No amor, pode haver que role alguns problemas na vida a dois. Na paquera, a possessividade só vai atrapalhar.

AQUÁRIO – 21/01 a 19/02
Sabe o que isso impacta em sua vida? Em família e com amigos vai rolar bom humor e momentos divertidos. No trabalho, astral de ímpeto, coragem, e assertividade para alcançar as metas. Vênus está abrindo caminhos para o alívio financeiro que você tanto precisa. No amor, promessa de excitação.

PEIXES – 20/02 a 20/03
A semana promete divertimento e bom humor. E no trabalho, Mercúrio abre caminho para que as coisas sejam feitas do seu jeito. Agora, na saúde, cuide para evitar inflamação nos tendões, braços e ombros, por excesso de trabalho. E no amor, Vênus em Áries traz ousadia e um pouco de competição.

Foto:Pizabay

Canal – Sarah Zaad – Signos
Canal – Sarah Zaad Oficial Baralho Cigano
Instagram – @salvesuaestrela
Site: sarahzaad.com.br  

Tel.: 21 965633895

Para uma consulta particular:
www.astromancia.com.br

Categorias
Rio

Prefeitura do Rio disponibiliza mais de 1.130 vagas de emprego

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação, da prefeitura do Rio, disponibiliza vagas 1.134 para vários níveis, inclusive, para quem não tem experiência.

São  838 para pessoas com deficiência e reabilitados do INSS e  296 para candidatos sem deficiência. Quem nunca trabalhou, também, tem chance.Para saber mais, os interessados devem ir a um dos Centros Municipais de Trabalho e Emprego com identidade, CPF, carteira de trabalho e PIS.  Se estiverem dentro do perfil, receberão o encaminhamento e seguirão para a entrevista.

É importante ressaltar que não há nenhuma possibilidade de encaminhamento das pessoas sem deficiência para as vagas exclusivas para pessoas com deficiência e reabilitados do INSS.

As vagas expiraram e saem do sistema em função, a medida que são feitos de encaminhamentos e/ou em função de ter acabado o prazo estipulado pelo empregador. Confira as vagas e observe ao lado de cada uma se há ou não exigência de experiência.

Pessoas sem deficiência 

Fundamental Incompleto

Pizzaiolo – Sim

Fundamental Completo

Frentista – Não

Médio Completo

Operador de loja – Não
Assistente de prevenção de perdas – Não
Recepcionista Atendente – Sim
Motorista Carreteiro – Sim
Subgerente de posto de gasolina – Sim
Gerente de posto de gasolina – Sim
Atendente – Sim
Monitor de Sistemas Eletrônicos de Segurança Interno – Sim

Vagas exclusivas para pessoas com deficiência e reabilitados do INSS

Fundamental Incompleto

Auxiliar de limpeza – sim
Auxiliar de Linha de produção – não
Operador de Loja – não

Fundamental Completo

Deposista/Encarregado – não
Arrumador de Prateleiras – não
Atendente – sim
Auxiliar de Limpeza – não
Empacotador – não
Operador de Câmara – não
Repositor – não
Vendedor – Aprendiz – não

Médio Incompleto

Auxiliar de Cabeleireiro – não
Operador de Telemarketing – sim
Operador de Loja – não

Médio Completo

Assistente de Produtos e Serviços – sim
Atendente – não
Auxiliar Administrativo – não
Atendente de CAC – sim
Caixa – sim
Operador de Telemarketing Receptivo – não
Operador de loja – não
Vendedor Interno – não

Superior Incompleto

Analista de suporte (informática) – sim
Analista Desenvolvedor (informática) – sim
Analista de DBA Oracle (informática) – sim
Analista de DBA (informática) – sim
Analista de Redes – Segurança (informática) – sim
Analista de Infraestrutura – Storage (informática) – sim

Superior Completo

Designer – sim
Arquiteto de Soluções de Sistema ( Informática ) – sim

 Os Centros Municipais de Trabalho e Emprego ficam nos seguinte endereços:
– Campo Grande: Rua Barcelos Domingos, 162
– Méier: Rua 24 de Maio, 931
– Centro – Ciad: Avenida Presidente Vargas, 1997 (Atendimentos exclusivos a PCD)
– Ilha do Governador: Estrada do Dendê, 2080
– Providência: Rua da América, 81
– Santa Cruz – Rua Lopes Moura, 58
– Tijuca: Rua Camaragibe, 25
– Jacarepaguá –  Quality Shopping -Av. Geremário Dantas, 1400

 Foto: Pixabay