Categorias
Beleza Diário do Rio Notícias do Jornal

Beleza: Cílios postiços ou alongamento fio a fio?

Investir no embelezamento do olhar já faz parte da rotina de muitas mulheres, principalmente com relação a procedimentos que otimizam o tempo, dispensando camadas e camadas de máscara de cílios para chegar ao resultado tão desejado.

O alongamento de cílios promove um olhar mais marcante e expressivo e, nesse momento de pandemia da Covid-19, em que as máscaras cobrem nariz e boca, é uma das poucas partes do rosto à mostra e, para muitas, precisa ser ainda mais valorizada. O alongamento se apresenta muito eficiente até mesmo quando não se tem tempo para fazer uma maquiagem.

No procedimento, o alongamento cola fios sintéticos aos fios naturais já existentes, garantindo assim cílios mais longos e volumosos. Conforme os especialistas, isso dura por por até 1 mês.

No entanto, conforme explica Thais Giraldelli, empresária da Lash House e considerada uma das referências no mercado da beleza atualmente no Brasil, o uso contínuo de cílios postiços, muitas vezes com uso de cola de forma errada, pode ser muito prejudicial, ocasionando até a perda dos cílios naturais em alguns casos.

Nesse sentido, é preciso ter muita atenção e tomar cuidado. Os especialistas orientam, então, que o alongamento deve ser realizado com profissional experiente no assunto e que utilize produtos adequados. Com isso, o resultado a ser atingido será o mais recomendado para que busca um olhar bonito e saudável. “Recebo muitas pessoas com dificuldade em colocar cílios postiços sozinhas, que acabam ficando tortos ou até ocasionando alguma lesão” conta a empresária.

A especialista destaca que, para quem ainda não realizou essa experiência, uma boa dica é começar pela extensão de cílios fio a fio com aplicação de fios sintéticos semelhantes aos fios naturais, colados um a um delicadamente no cílio natural. Ao final, tem-se o efeito de máscara de cílios e levanta o olhar. “O resultado são cílios longos, com volume e efeito natural. Eles são perfeitos para a mulher mais discreta e que gosta de um olhar mais leve”, ressalta Thaís.

A manutenção tem por objetivo manter o olhar sempre impecável e consiste em aplicar novos fios nos cílios que tomaram lugar dos que caíram naturalmente junto com suas extensões. A especialista também destaca que, fazendo a sua manutenção periodicamente, as mulheres terão sempre suas extensões impecáveis.

Categorias
Beleza cuidados Destaque estética Notícias

Especialista explica cuidados da Lipo HD

O procedimento virou febre entre as celebridades.

A busca pelo corpo perfeito e pela definição da musculatura abdominal faz com que muitos brasileiros recorram a tratamentos estéticos e procedimentos cirúrgicos.

Os números que colocam o Brasil como segundo país na realização de cirurgia plástica são da pesquisa divulgada em dezembro de 2019, pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética. De acordo com o órgão, o Brasil realizou mais de 1 milhão de cirurgias plásticas no último ano, além de 969 mil procedimentos estéticos não cirúrgicos. A técnica que garante maior definição do contorno dos músculos, conhecida como lipoaspiração HD, tem ganhado cada vez mais adeptos.

A médica cirurgiã  plástica, Dra. Valéria Destéfani, especializada nos Estados Unidos, em lipo HD, afirma que todo o cuidado antes, durante e após a cirurgia faz diferença. Valéria inclui há quase 1 ano, a consulta pré-anestésica para todos os pacientes. Segundo Valéria, é um ato que parece bobo, mas que poderia ter evitado uma complicação como o caso da paciente que ficou cega após um procedimento cirúrgico e outros casos que danificam o corpo e a vida do paciente.

A cirurgiã afirma que desde o início do trabalho do médico anestesista, antes do procedimento, já houve 3 casos de pacientes com risco cirúrgico liberado, que foram orientados pelo anestesista (após a consulta pré anestésica), a não realizar a cirurgia naquele momento pelo simples fato de existir um risco aumentado para alguma complicação. Por isso, o anestesista precisa avaliar o paciente como um todo, órgão por órgão, antes de uma cirurgia. Ainda segundo a médica, os pacientes precisam ter outros cuidados como : procurar um bom hospital, com excelente centro cirúrgico, uma boa equipe de enfermagem, entre outras coisas que garantam a segurança e a vida do paciente.

Dra. Valéria ainda explica que o procedimento não é indicado para todos :

Vale ressaltar que a cirurgia não se enquadra para todas as pessoas, mas para aquelas que já perderam peso, praticam exercícios e mantém uma alimentação balanceada. Esse somatório de coisas é que garante um resultado maravilhoso. Corpos definidos, bem marcados para homens e mulheres – ressalta.

Valéria afirma que a exposição de celebridades e influenciadores digitais faz com que pessoas sem indicação para o procedimento queiram realizar por falta de conhecimento e busca por um resultado de qualidade.  A médica diz que o principal é avaliar o corpo e a mente do paciente para sim indicar uma técnica de acordo sua realidade física e mental.

Outro diferencial do atendimento da Dra. Valéria é a realização da consulta pré-anestésica, onde o paciente tem a oportunidade de conhecer o médico anestesista, tirando todas as dúvidas e estabelecendo uma relação de confiança.

Essa consulta faz a diferença porque quantos pacientes só conhecem o anestesista no centro cirúrgico? Esse contato antes é importantíssimo para tirar dúvidas, descobrir possíveis problemas e eliminá-los – explica.

Além disso, a médica realiza procedimentos como rinoplastia, prótese de mama, lifting de face, entre outros.

O sorriso de satisfação de cada paciente me transporta para um nível, que só quem ama o que faz, sabe o que significa.

Categorias
Brasil Destaque Tendências

Tendências de beleza que chamaram atenção nas Olimpíadas

*Por Giovanna Fraguito

Nas Olimpíadas de Tóquio, encerradas domingo (dia 8), muitas tendências de beleza conquistaram os esportistas, desde cabelos coloridos, nail arts, até roupas feitas à mão.

Entre os atletas brasileiros os exemplos são muitos, como o cabelo verde e amarelo da Ana Marcela Cunha, medalhista de ouro na maratona aquática; ou o cabelo rosa da skatista Leticia Bufoni, que competiu na modalidade street.

Os homens também entraram nas tendências, o ouro nos saltos ornamentais, Tom Daley, se tornou uma febre no Twitter com suas roupas de tricô quando foi flagrado tricotando nas arquibancadas. E o skatista, medalha de prata, Pedro Barros, descoloriu o cabelo e competiu com o visual descontraído.

Além disso, as nails arts encantaram nas unhas dos atletas, a fadinha do skate, Rayssa Leal, levou a medalha de prata no street com unhas pintadas nas cores amarelo, azul e verde, em referência à bandeira do Brasil. O surfista Italo Ferreira, medalha de ouro, também decorou as unhas, com expressões em japonês e a palavra “fé”.

Todas essas tendências de beleza foram usadas pelos atletas como uma forma de expressão, de passar mensagens e, claro, de homenagear durante os Jogos.

 

Categorias
Beleza Diário do Rio Notícias Notícias do Jornal

Fios de PDO: conheça técnica que busca retardar envelhecimento da pele

A indução de colágeno e a sustentação de tecidos faciais por meio de fios de polidioxanona (PDO) é um procedimento que vem ganhando cada vez mais importância dentro da prática da Harmonização Orofacial. Mas você já ouviu falar em fios de PDO (polidioxanona)? O nome parece complexo mas nada mais são do que fios de sustentação, usados para garantir mais firmeza para a pele. É o chamado efeito lifting, sem cirurgia. Eles promovem o estímulo de colágeno e elastina, reduzindo a flacidez e melhorando a qualidade da pele.

Os fios são 100% biodegradáveis, com aplicação minimamente invasiva. Essa combinação permite a inserção do fio nos locais desejados, de forma imperceptível pela derme. “Seu resultado é praticamente imediato e, a partir da terceira semana após a aplicação, os efeitos reais começam a ser mais visíveis”, garante Manoela Fassina, dermatologista da Clínica Leger.

A médica explica que os fios são absorvidos pela pele entre seis e oito meses e, durante este período, os fios inseridos estimulam a ação dos fibroblastos e a circulação sanguínea, aumentando a produção de colágeno e retardando o processo de envelhecimento da pele.

“Os efeitos estéticos deste procedimento são duradouros, conferindo uma melhoria significativa na aparência, textura e firmeza da pele. Se necessário, o procedimento de implementação de novos fios pode ser repetido até a obtenção do efeito desejado, com refinamentos que podem ser realizados a qualquer momento”, explica a dermatologista, que costuma atender diariamente pacientes em busca deste procedimento.

A especialista explica, no entanto, que é preciso um estudo detalhado feito por um dermatologista antes do procedimento. “O profissional vai avaliar minuciosamente os pontos onde os fios devem ser inseridos e a eventual necessidade de associação a outros procedimentos, de acordo com a necessidade de cada paciente”.

Categorias
Beleza Notícias do Jornal

Como tratar cicatrizes de acne

 

Por: Claudia Mastrange

A acne é um tipo de inflamação na pele que pode deixar cicatrizes e manchas. E deve ser tratada independentemente da idade do paciente, orientam especialistas. “Uma primeira dica sobre acne é: não se deve espremer, pois pode aumentar a inflamação e ainda deixar manchas e cicatrizes”, indica a dermatologista Mariana Corrêa. O problema tem tratamento.

“Produtos à base de ácido salicílico e ácido glicólico podem ajudar e devem ser prescritos por dermatologista. Ajudam a clarear a pele reduzindo manchas e controlam a oleosidade, fechando poros também. E previnem a formação da acne. Cremes, géis, sabonetes e antibióticos podem ser indicados. Além disso, peelings, lasers, dermoabrasão e preenchimentos cutâneos com ácido hialurônico podem melhorar muito o resultado do tratamento de manchas e cicatrizes de acne”, detalha Mariana Corrêa.

Já a dermatologista Luciana de Abreu, destaca a importância de procedimentos feitos em clínica dermatológica.

“Recomendo opções na forma de drug delivery associado a tecnologias ou os peelings, entre eles: vitamina C, ácido azelaico, ácido retinóico, ácido glicólico, ácido salicílico, hidroquinona, ácido kojico, entre outros. É comum associarmos o uso de tecnologias como Luz intensa pulsada e lasers, microagulhamento, principalmente quando as manchas de acne têm aspecto avermelhado e arroxeado”, explica.

Manter uma alimentação saudável é importante no processo de tratamento da acne. “Assim trabalhamos saúde e beleza da pele de dentro para fora”, diz Mariana Corrêa, que recomenda a ingestão de:

– uva por ser rica em resveratrol;
– frutas vermelhas que são ricas em antioxidantes
– tomate: antioxidante;
– aveia que é rica em silício e zinco, com ação antioxidante e de controle da oleosidade
– chia, rica em ferro e antioxidantes
– cúrcuma e gengibre: alimentos antinflamatórios que podem ajudar no controle da acne.

 

Já no quesito cuidados com a pele, a dermatologista Ana Paula Fucci dá seis dicas especiais para pele acneica:

1- “A pele acneica, normalmente oleosa, necessita ser higienizada duas vezes ao dia (no máximo 3 – para não ocorrer um efeito rebote, quando a pele aumenta a produção de sebo, de forma compensatória);”

2- “Usar sabonetes específicos, que podem ser líquidos ou em barra. Alguns contém ácido glicólico ou salicílico, potencializando a renovação cutânea;”

3- “Pode ser necessário o uso de loções antioleosidade, para ajudar no controle”;

4- “É importante associar tratamentos tópicos de acordo com a orientação médica – variam de acordo com o grau e gravidade da doença. Casos mais graves podem necessitar de associação com medicamentos de uso oral, como antibióticos ou derivados da vitamina A”;

5- “Recomendo o uso regular de filtro solar, em gel, loção sem óleo ou serum, apropriados para a pele oleosa ou acneica”;

6- “Limpeza de pele realizada por profissionais pode ajudar em alguns casos. Avalie com dermatologista, que saberá a real necessidade, pois em alguns casos pode haver uma piora”, conclui Ana Paula Fucci.

Categorias
Beleza Notícias do Jornal

Os pés também merecem cuidados

 

Dermatologistas orientam  como tratar calosidades e micoses e mantê-los bonitos e saudáveis

Por: Claudia Mastrange

Andar descalço pode ser motivo de constrangimento para algumas pessoas. Cuidados com os pés e unhas é sempre importante para a saúde e beleza. “Por vezes, andar descalço ou usar sandálias e chinelos bem abertos são situações que incomodam pela vergonha de mostrar os pés ou unhas. Porém, práticas baratas e simples de serem feitas em casa são suficientes para deixar os pés bem cuidados”, explica a dermatologista Regislaine Miquelin, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica.

A médica explica que pode ocorrer ressecamento da pele e calosidades. “Pele ressecada e calosidades acontecem pela falta de hidratação na área e as rachaduras nada mais são do que consequências desse processo, que ocorre com a pressão e o peso do corpo exercidos sobre os pés em atividades cotidianas, como uma simples caminhada”, destaca a médica.

Alguns outros hábitos devem ser observados para cuidar melhor dos pés.

“Além de não aplicar hidratantes regularmente, andar descalço ou com salto alto por longos períodos, usar muitos sapatos abertos, tomar banhos muito quentes e estar acima do peso são situações que tendem a estimular o ressecamento dos pés e, assim, o aparecimento de calos e rachaduras. Lixá-los em excesso também pode ser um vilão para quem deseja reverter essa situação, já que o corpo entende os efeitos da lixa como algo agressivo, estimulando uma produção mais intensa e espessa de pele para compensar o lixamento. Ou seja, gera exatamente o efeito contrário”, alerta a dermatologista.

Quando o problema é micose é fundamental buscar orientação médica e fazer todo o tratamento indicado. “A duplinha calor e umidade favorece o surgimento de micoses, que são infecções causadas por fungos. O excesso de transpiração e o contato frequente com a água (mar e piscina) favorecem a proliferação desses microorganismos”, explica a dermatologista Bomi Hong, membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e médica com Especialização em Laser e Dermatologia Estética pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

 

Dra. Bomi dá sete dicas para prevenir a ocorrência de micose:

 

1- Utilizar chinelos na hora de tomar uma ducha;

2- Não compartilhar toalhas, chinelos, cortador de unhas já que micose é contagioso ;

3- Sempre mantenha os pés secos após entrar na piscina ou no mar – lembrar de secar entre os dedos ;

4- Prefira calçados abertos durante a estação mais quente do ano – se calçado fechado usar meia, de preferência de algodão para absorver a umidade;

5- Se seu pé transpira muito levar mais uma meia no trabalho e trocar no meio do dia;

6- Alternar o calçado (deixar ventilando o calçado do dia anterior);

7-  Usar secador no frio se necessário.

Categorias
Colunas Helainy Araujo | Saúde Capilar

Como Pentear os Cabelos Corretamente?

Parece algo muito trivial, pois pentear os cabelos é algo que fazemos todos os dias, mas, por ser um ato simples, fazemos de forma quase automática, sem pensar. Você sabia que não pentear os cabelos da forma correta pode comprometer a saúde dos fios?

A escovação não serve somente para desembaraçar os cabelos, mas também para levar a oleosidade natural da raiz para a extensão dos fios até as pontas, ou seja, pentear o cabelo também nutre as pontas dos cabelos!

Um cuidado importante é a forma de pentear os cabelos quando estão molhados, pois é o estado em que os fios ficam mais vulneráveis. Com os cabelos úmidos, o atrito do pente com a umidade dos fios pode provocar muita quebra, já que os fios estão mais elásticos. Para evitar isso, o ideal é pentear os fios com o auxílio de um leave-in ou creme para pentear.

A escolha da escova e do pente também é fundamental para evitar quebras, diminuir e evitar o frizz e ajudar a manter a forma dos cabelos.

Feita para cabelos crespos, a escova tangle desembaraça os fios e aumenta o volume dos crespos, respeitando a textura e forma natural do cabelo sem quebrar.

A escova raquete é de plástico com bolinhas na ponta, com formato oval ou retangular. Ideal para pentear e desembaraçar todos os tipos de cabelo, principalmente os ondulados. Com cerdas largas é um curinga que dá certo em quase todas as texturas de cabelos, diminui a quebra dos fios, abrange mechas grossas e é ideal para quem tem muito cabelo.

O pente fino serve apenas para cabelos super lisos e finos, e é raramente é uma boa escolha para as brasileiras, já que a estrutura natural de nossos cabelos não favorece o uso deste tipo de pente.

O pente de madeira promove reais benefícios para as madeixas, tanto lisas quando cacheadas, e possui inúmeros benefícios! Absorve a oleosidade natural dos fios e as devolve para a extensão dos cabelos quando escovados, desembaraça sem quebrar os fios, diminui o frizz, proporciona mais brilho aos fios e evita as pontas duplas.

Para pentear bem cabelos lisos e ondulados, devemos seguir estas regrinhas: Se o cabelo é médio ou longo, divida-o em duas partes; Comece desembaraçando as pontas e penteie os fios de cima para baixo, estimulando a circulação sanguínea do couro cabeludo;

Os cabelos crespos e cacheados devem ser penteados da seguinte forma: O ideal é que o desembaraço seja feito com os cabelos ainda úmidos, sempre com delicadeza e de baixo para cima, com leave-in em mãos; No dia seguinte à lavagem, o ideal é somente desembaraçar os cabelos com os dedos e umidificador de cachos.

Existem diversas opções de escovas, das mais em conta às mais caras e é um investimento necessário para manter qualquer cabelo saudável.

 

Helainy Araujo Devos

Consultora de produtos capilares

www.saudecapilar.vip

helainy.beleza@gmail.com

Categorias
Helainy Araujo | Saúde Capilar

Disfunções Hormonais e a Perda de Cabelo

As causas hormonais da queda de cabelo merecem atenção especial na mulher. Muitas não percebem, mas a queda de cabelo pode ocorrer após o parto ou após a interrupção de contraceptivos orais. É importante lembrar que a queda de cabelo iniciada após uma alteração do estado hormonal, leva de 3 a 6 meses para que os fios voltem a nascer.

Mulheres na perimenopausa e menopausa com diminuição da produção de estrogênio ovariano, também podem apresentar queda de cabelo difusa, geralmente mais proeminente na parte superior do cabeça com recessão bitemporal.

Uma fina tira de cabelo na linha anterior do couro cabeludo é geralmente poupado. A obtenção de um nível de hormônio folículo estimulante (FSH) pode auxiliar a determinar se a paciente está na menopausa.

No entanto, muitas mulheres vão começar experimentar perda de cabelo significativa, mesmo que o nível de FSH ainda esteja dentro da faixa normal. Neste caso, ainda é vantajoso iniciar a terapia de reposição hormonal estrogênica, desde que haja outros sintomas da menopausa, como menstruação irregular, calor, flashes, suores noturnos, fadiga, depressão, alterações de humor, crises de choro, etc.

A precoce terapia de reposição hormonal pode prevenir mais perdas, mas não demonstrou promover o crescimento de novos fios. Outros tratamentos, com tônicos e medicamentos orais podem ser eficazes.

Por último, é importante descartar quaisquer anomalias hormonais, como irregularidade da menstruação, a presença de problemas de infertilidade, que podem demonstrar insuficiência hormonal ovariana ou a presença de excesso de andrógenos endógenos.

Ingerir esteróides orais com efeitos androgênicos, muito comuns em praticantes de halterofilismo, também causa significativa perda capilar. Assim como, a terapia de reposição hormonal que inclui testosterona, que pode tratar problemas de disfunção sexual na menopausa, mas infelizmente esta suplementação pode causar o início da queda de cabelo em mulheres suscetíveis.

 

Helainy Araujo Devos

Consultora de produtos capilares

www.saudecapilar.vip

helainy.beleza@gmail.com

Categorias
Helainy Araujo | Saúde Capilar

Porosidade Capilar

Essencialmente, a porosidade do cabelo é a capacidade do seu cabelo de absorver e reter a umidade e os tratamentos que fazemos. Por isso, a porosidade do cabelo afeta o quanto os óleos, as máscaras e a umidade penetram e saem da camada mais externa do seu cabelo, conhecida como cutícula. A porosidade do cabelo é normalmente dividida em três grandes categorias: baixa porosidade, onde as cutículas estão muito próximas umas das outras, porosidade média onde as cutículas são menos firmemente ligadas e alta porosidade, com cutículas que são mais espaçadas.

Para entender o conceito de porosidade do cabelo, é importante conhecer um pouco da estrutura do cabelo, que consiste em três camadas. Essas camadas incluem: cutícula, que é a camada externa protetora e resistente do seu cabelo; o córtex, que é a camada mais espessa do seu cabelo, contém proteínas fibrosas e o pigmento que dá cor ao seu cabelo; e a medula que é a parte central e macia da haste capilar.

Para que seu cabelo fique saudável e hidratado, água, óleos e outros produtos hidratantes precisam passar pela cutícula para chegar ao córtex. Mas, se as cutículas estiverem muito próximas, não é fácil a água e os tratamentos penetrarem nos cabelos. Isso pode dificultar o seu cabelo obter a umidade necessária. Além disso, se as cutículas estiverem muito espaçadas, o cabelo terá mais dificuldade em reter a umidade e permanecer hidratado.

Como o cabelo absorve e retém a umidade se deve em grande parte à genética, porém o uso de ferramentas térmicas, a descoloração, o alisamento, a lavagem excessiva e o uso de produtos agressivos podem danificar o cabelo ao longo do tempo. Isso pode fazer com que as cutículas do cabelo fiquem levantadas e abertas, o que pode dificultar a retenção de umidade.

Com cabelos de baixa porosidade, as cutículas são bem compactadas e muito próximas umas das outras. Isso dificulta a penetração de umidade no eixo do cabelo. Você pode ter cabelos com baixa porosidade se os produtos para o cabelo tendem a ter dificuldade de penetrar no cabelo, e ao lavar leva muito tempo para o seu cabelo secar ao ar livre.

Com cabelos de porosidade média, as cutículas não estão muito próximas umas das outras, mas também não são muito abertas. Isso permite que a umidade penetre facilitando a retenção de umidade por um longo período. Você pode ter cabelos de porosidade média se seu cabelo: é fácil de pentear, mantém bem a cor, tende a parecer saudável, brilhante ou não demora muito para o seu cabelo secar ao ar livre.

Cabelos de alta porosidade permitem que a umidade seja absorvida facilmente no eixo do cabelo, mas não tem capacidade de retenção por muito tempo. Isso ocorre porque as cutículas tendem a ter a estar dilatadas. Você pode ter cabelos com alta porosidade se a água e outros produtos hidratantes são rapidamente absorvidos pelo cabelo, porém perdem a hidratação rapidamente e seca rapidamente ao ar livre.

Para cabelos com baixa porosidade, aplique condicionador nos cabelos já molhados, pois a diluição do condicionador pode facilitar a absorção pelo cabelo e evite produtos com óleos, pois estes tendem a ter mais dificuldade em penetrar na cutícula. Para cabelos com alta porosidade, procure ingredientes como manteigas e óleos em xampus e condicionadores e máscaras, e use sempre condicionadores para selar as cutículas.

Helainy Araujo Devos

Consultora de produtos capilares

www.saudecapilar.vip

helainy.beleza@gmail.com

Categorias
Mariana Zau | Saúde e Beleza

Sono da beleza

Muito se diz sobre o sono da beleza, mas será que é verdade que ele existe? Segundo estudos, dormir em torno de sete a oito horas por dia é fundamental para a reparação das células e da pele. É nessa hora que nosso organismo age, combatendo mais fortemente os radicais livres.

Nesse momento os níveis do hormônio relacionados ao estresse diminuem, e propiciam uma reparação celular e uma diminuição de erupções cutâneas, como acne. Também é fundamental para drenagem ocular, diminuindo as olheiras, causadas pelo depósito de componentes do sangue que vêm da circulação.

O sono da beleza é tão importante quanto o equilíbrio da saúde. Por isso vamos a algumas dicas para melhorar a qualidade do sono:
– Durma com tudo escuro,
– Evite exercícios três horas antes de dormir,
– Tome um banho morno para relaxar,
– Evite café, chocolate antes de dormir,
– Abuse de chás que auxiliam no sono reparador, como camomila e maracujá.

Vamos repensar a nossa noite? Bons sonhos!

Mariana Zau, clínica médica, nutrologia, ortomolecular e medicina estética
@dramarianazau
21-98016-5259
dr.marianazau@gmail.com