Categorias
Destaque Esportes Notícias Rio

Cariocas vencem apenas uma partida no fim de semana

Vasco foi o único carioca a vencer no final de semana (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

O último fim de semana para o futebol carioca não foi bom. Apenas o Vasco, jogando pela Série B, deixou o campo com vitória. O Fluminense empatou, enquanto Flamengo e Botafogo foram derrotados.

Jogando em São Januário, no sábado, o Vasco não deu brecha para a zebra e finalmente venceu em casa na Série B do Brasileiro. Depois de perder paga Operário e Avaí, o Cruz-maltino bateu o CRB por 3 a 0 e chegou aos sete pontos em cinco jogos na competição.

Já o Botafogo, no domingo, encarou o Náutico valendo a liderança e foi derrotado por 3 a 1, ficando com oito pontos em cinco jogos. Essa foi a primeira derrota do Glorioso na Segundona.

No sábado, agora pela Série A, o Flamengo entrou em campo e foi surpreendido pelo Red Bull Bragantino. O Rubro-Negro saiu atrás do marcador, conseguiu a virada com dois gols do jovem Rodrigo Muniz, mas levou outra virada com direito a um gol as 52 do segundo tempo e perdeu por 3 a 2. O Fla soma seis pontos em três jogos.

No domingo, o Fluminense foi ate o Ceará e arrancou o empate contra o Fortaleza por 1 a 1. Caio Paulista foi o autor do gol. O Tricolor segue invicto na Série A com nove pontos em cinco jogos: são duas vitórias e três empates.

Categorias
Destaque Esportes Notícias Rio

Fluminense e Vasco avançam de fase na Copa do Brasil

Fluminense e Vasco estão classificados para às oitavas de finais da Copa do Brasil. As duas equipes aproveitarma a vantagem construída no primeiro jogo de seus confrontos e, mesmo sem vítoría, carimbaram a vaga. O Tricolor foi derrotado pelo Red Bull Bragantino por 2 a 1, enquanto o Cruz-maltino só empatou com o Boavista por 1 a 1.

Jogando em casa, o Vasco entrou em campo com a vantagem de ter vencido o primeiro jogo, em Saquerema, por 1 a 0. A equipe saiu perdendo, mas chegou ao empate com gol de Germán Cano e confirmando a vaga. Michel Douglas foi o autor do gol do Boavista.

Já o Fluminense tinha uma vatagem ainda maior – havia vencido por 2 a 0 na ida – mas tomou muita pressão do Red Bull Bragantino. Porém, no segundo tempo, Nenê cobrou uma falta com perfeição e abriu o marcador para o Tricolor. Mesmo assim, os paulistas foram para cima e viraram a partida com dois gols de Jan Hurtado, que não foi suficiente, classificando o Fluminense e encerrando o jogo em 2 a 1 para os donos da casa.

Com a vaga confirmada, as duas equipes faturam R$ 2,7 milhões em premiações. O outro carioca na competição, o Flamengo, estreia nesta quinta-feira a seré de mata-mata contra o Coritiba, no Paraná.

Categorias
Destaque Esportes Notícias Rio

Fluminense e Botafogo vencem no fim de semana e Vasco só empata

O fim de semana dos times cariocas no Brasileiro reservou invencibilidade. Fluminense, Botafogo e Vasco entraram em campo e nenhum deles saiu derrotado. Pela Série A, o Flu recebeu o Cuiabá e venceu o rival por 1 a 0, com gol marcado pelo jovem Gabriel Teixeira. O Tricolor soma quatro pontos em duas partidas.

Também no Rio de Janeiro, o Botafogo venceu o Coritiba, mas pela Série B do campeonato nacional. O Alvinegro teve uma boa atuação e bateu o rivel por 2 a 0, com gols de Marcos Vinícius e Chay. O triunfo colocou a equipe no G-4, após duas rodadas disputadas, com quatro pontos.

Apesar de também não ter perdido, o Vasco foi o único que não venceu no fim de semana. Jogando em Campinas, também pela Série B, o Cruz-maltino só empatou por 1 a 1 com a Ponte Preta. Cano, de pênalti, marcou para o Vasco e Renatinho igualou a partida. Com o revés, o Vasco está na zona de rebaixamento com um pontos em dois jogos até aqui.

O Flamengo, por sua vez, com muitos jogadores servindo as seleções nacionais, teve seu confronto diante do Grêmio, pela Série A, adiado e só descansou no último fim de semana. O Rubro-Negro entra em campo nesta quinta-feira (10), contra o Coritiba, mas pela Copa do Brasil.

Flu e Vasco também jogam pela Copa do Brasil neste meio de semana, ambos na quarta-feira (9). O Tricolor vai à Bragança enfrente o Red Bull Bragantino, enquanto o Vasco recebe em São Januário, o Boavista. O Botafogo só atua pela Série B, no dia 13, contra o Remo.

Categorias
Brasil Destaque Esportes Notícias Rio

Botafogo e Vasco começam sem vitória na Série B do Brasileiro

O início de Botafogo e Vasco na Série B do Campeonato Brasileiro não foi muito animador. O Glorioso foi o primeiro a estrear e ficou só no empate, por 1 a 1, com o Vila Nova, de Goiás, jogando fora de casa. Já o Vasco estreou em São Januário, no Rio de Janeiro, e foi derrotado pelo Operário, do Paraná, por 2 a 0, com direito a gol de Leandrinho, ex-Botafogo.

Jogando em Goiânia, o Botafogo foi dominado na maior parte do tempo pelo Vila Nova, inclusive atuando com um jogador a mais desde o primeiro tempo. William Formiga abriu o marcador para os donos da casa. No segundo tempo, o Alvinegro equilibrou a partida e conseguiu chegar à igualdade com o atacante Rafael Navarro. Agora, a equipe entra em campo no sábado (5), diante do Coritiba.

Já o Vasco, mesmo atuando em casa acabou não sendo páreo para o Operário e foi derrotado por 2 a 0, com gols de Leandrinho, ex-Botafogo, e Ricardo Bueno. Agora, o Cruz-maltino tentará se reabilitar na competição no domingo (6), contra a Ponte Preta, em Campinas. Antes disso, o Vasco pega o Boavista, pelas terceira fase da Copa do Brasil, nesta quarta-feira (2).

Outro grande na Série B, o Cruzeiro – que está em sua segunda temporada em busca do acesso – também foi derrotado, jogando em Aracaju, contra o Confiança. Com dois jogadores expulsos, a Raposa perdeu por 3 a 1.

Categorias
Brasil Destaque Esportes Notícias

Conmebol anuncia que Brasil será sede da Copa América deste ano

Redação e Agência Brasil

A Conmebol anunciou nesta segunda (31) que o Brasil será a sede da Copa América deste ano. A confederação decidiu transferir para cá a realização do torneio após suspender o evento na Colômbia, que abriu mão do torneio devido aos protestos populares vividos pelo país nas últimas semanas, e na Argentina, devido à piora da pandemia de Covid-19 no país.

A Conmebol disse que a expertise da organização da última Copa América, em 2019, além do fato de o Brasil ter mais estádios em boas condições para os jogos das equipes sul-americanas pesaram a favor da escolha da nova sede. A entidade ainda divulgou que o governo brasileiro deu sinal verde para a realização da competição e agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro e à CBF.

A confederação informou que as datas de início e término do torneio estão confirmadas para os dias 13 de junho e 10 de julho, respectivamente. A final do torneio deverá ser no Rio de Janeiro, no Maracanã.

O anúncio da suspensão do evento na Argentina foi divulgado na noite de domingo (30). Em publicação no Twitter, o perfil oficial da entidade disse que a decisão foi tomada “em atenção às circunstâncias presentes”.

Na última quinta-feira (27), segundo o governo da Argentina, foi registrado um recorde de 41.080 novos casos diários no país. Ainda neste domingo (30), horas antes do anúncio da Conmebol, o ministro do Interior, Wado de Pedro disse no Twitter, que considerando “a situação sanitária de todas as jurisdições, em particular as de Buenos Aires, Tucumán, Mendoza, Córdoba e Santa Fe”, seria “muito difícil” ter a Copa América em território argentino.

Segundo o Ministério da Saúde da Argentina, o país está com 76,5% dos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) ocupados. Desde o início da pandemia, em março do ano passado, são 3.753.609 casos e 77.456 mortes pelo novo coronavírus.

Inicialmente, a Copa América seria realizada, de forma conjunta, por Argentina e Colômbia. Este último foi retirado da organização por conta da onda de protestos sociais no país. Vale lembrar que, por consequência da Covid-19, Austrália e Catar, que disputariam o torneio como convidados, declinaram da participação.

Categorias
Destaque Diário do Rio Entrevistas Esportes Notícias Notícias do Jornal

Fundador e diretor de time amador que revelou Thiago Silva falam de projeto com jovens carentes no RJ

Mudar a realidade de crianças e adolescentes através do futebol. Esse é o propósito do Nacional Sport Club, time amador fundado em 1987 em Santa Cruz, no Rio. Nos quase 34 anos de história, muitos jovens tiveram suas vidas transformadas depois de passarem pela equipe, entre eles nada mais nada menos que Thiago Silva, zagueiro do Chelsea e da Seleção Brasileira. Foi no Nacional que o craque e outros tantos jogadores deram os primeiros passos.

O clube, que trabalha atualmente com cerca de 100 crianças e adolescentes divididos em várias categorias e que já soma mais de 60 títulos, nasceu da paixão por futebol do baiano Valdeck Lima. Natural de Salvador, o atual presidente do Nacional fundou o clube após se mudar para o Rio depois da morte da mãe. Valdeck e o seu braço direito, o carioca Vanilson Branco, ex-atleta e atual diretor do clube, falaram com o Jornal DR1 sobre o trabalho que desenvolvem, as dificuldades para manter o projeto de pé e sobre a felicidade de ver tantas vidas modificadas pelo esporte.

JDR1 – Como surgiu a ideia de formar o clube?

Valdeck – Isso vem de um sonho de criança, lá em Salvador. Depois que me mudei, resolvi fazer o time em Santa Cruz. O primeiro nome do clube foi Replay. Depois, mudei o nome para Ponte Verde. Só que passou um tempo, meu irmão conseguiu um emprego para mim no Banco Nacional, na Presidente Vargas, e os gerentes, sabendo do meu time, me deram um uniforme e, em homenagem a eles, coloquei o nome de Nacional no time.

JDR1 – A camisa eleita a mais bonita da história do clube foi justamente essa cedida pelos gerentes, há 26 anos, não é?

Vanilson – Sim. Ela representa o início de tudo, e o único que tem ela até hoje sou eu. Essa camisa tem história, tem título. A gente, inclusive, tá planejando fazer uma retrô para presentear a galera da velha guarda. Acho que já vesti uns 40 uniformes desse time, mas igual essa aí não tem. Essa eu guardo e pretendo até enquadrar e pendurar na nossa sede.

JDR1 – Como é a realidade das crianças atendidas pelo projeto?

Valdeck – Muitos chegam na beira do campo e dizem que não vão jogar, porque não jantaram ou não tomaram café. Isso me machuca. Muitos não têm casa, vivem em situação precária. Aí entra o meu lado paterno. Inclusive já botei 17 adolescentes para morar na minha casa. Se um dia a gente faltar, vamos estar entregando muitas crianças para a maldade. A realidade delas não é fácil, só quem convive sabe.

JDR1 – Como tem sido as atividades agora na pandemia?

Valdeck – Eu sou treinador também e, toda quarta, quinta e sexta, fico de 6h até 22h com as crianças. Com esse vírus, a gente está trabalhando dividido. A gente evita aglomerações, a gente exige máscara e álcool em gel.

JDR1 – Como o clube se mantém hoje?

Vanilson – A gente consegue captar recursos com os próprios membros da diretoria, com os pais das crianças, familiares, amigos, que ajudam com valor mensal as vezes. Uns podem dar, outros não. A gente pede para que a comunidade possa ajudar, porque a gente quer dar oportunidades para as crianças. Eu sempre falo para eles que não tem como saber se a pessoa será um advogado, um professor, se você não der oportunidades. Eu particularmente estou montando um projeto para a Lei de Incentivo ao Esporte, um projeto favorável de recursos, de despesas, pra ver se a gente consegue alavancar mais um pouco o projeto, ter uma sede maior, ter um campo melhor.

Crianças e adolescentes integram equipes do Nacional. (Foto: Reprodução/Instagram)

JDR1 – Como foi a passagem do Thiago Silva pelo clube?

Valdeck – Tive o privilégio, em 2000, de trabalhar com ele, capitão da Seleção Brasileira. Hoje, está no Chelsea, também já jogou no Milan. Um menino determinado, muito na dele, focado. Um cara que sempre tenho contato e ele sempre está perguntando o que o projeto está precisando: bola, colete, essas coisas. Ele sempre está nos ajudando. Ele sempre está incentivando as crianças, as vezes manda áudio para elas.

JDR1 – O que o Nacional Sport Clube representa hoje para vocês?

Valdeck – Depois dos meus cinco filhos, a coisa que mais amo, tirando meus irmãos também, é o Nacional. É minha pele, minha razão de viver. Vou para a feira vender estrume, faço faxina, pinto casa, o que me chamar, para ter dinheiro para o projeto. A gente empaca em situações financeiras, por falta de ajuda, mas continuamos lutando. Meu sonho é pode formar mais jogadores, porque o esporte tem poder para mudar a realidade dos jovens. Eu falo para todo mundo que, se eu um dia eu faltar, nunca deixem esse time morrer.

Categorias
Esportes Fica a Dica Rio

Peneiras gratuitas de futebol em Nilópolis

 

 

Life Star Talentos fecha parceria com o Azuriz Futebol Clube do Paraná e faz nova seleção com nascidos entre 2005 e 2008.

Um sonho no país do futebol: ser jogador. Para muitos meninos moradores de comunidades e bairros carentes, algo bem distante. No Rio de Janeiro, no município de Nilópolis, um projeto que iniciou em outubro do ano passado, tem ajudado muitos a trilhar o caminho do esporte.

 

Fonte: Reprodução

Garotos com idades entre 13 e 16 anos foram selecionados e foi formado o time Life Star Talentos. Muitos já foram encaminhados para clubes como o Associação Nova Prata de Esportes, Cultura e Lazer, o Clube Atlético da Barra da Tijuca, o Serrano Football Club, em Petrópolis, entre outros. O time também participa da Copa Sinno de Futebol Sub-16 da Baixada Fluminense e foi classificado para a semifinal.

Agora uma parceria foi fechada com o Azuriz Futebol Clube, time da primeira divisão do estado do Paraná. Dois jogadores já estão no clube em fase de testes. E muitos outros serão enviados para o time. O objetivo é ajudá-los nessa trajetória rumo ao sonho.
“Estamos sempre em busca de parceiros porque sabemos que sozinho não se chega a nenhum lugar. Somando forças, vamos muito mais longe. O Azuriz foi uma grande porta que se abriu para os jogadores. Para mim, motivo de muita felicidade, porque esse é o nosso objetivo: dar o maior número de oportunidades possível para esses garotos talentosos”, comemora Jacob David, um dos idealizadores do Life Star Talentos.

Fonte: Reprodução

No Rio de janeiro, os treinos acontecem todas as segundas, terças e quintas das 8 às 11 horas da manhã, no Parque Natural do Gericinó, em Nilópolis, onde eles além de preparo físico e jogos, recebem todo suporte para, acima de tudo, estarem preparados para se tornarem cidadãos e serem bem-sucedidos em qualquer área que desejarem seguir.

 

Fonte: Reprodução

“Muitos acabam optando por seguir outra carreira. Temos essa consciência. Por isso, além do treinamento, tem muita conversa para orientá-los da melhor forma para a vida”, explica o técnico Nelsinho.
Thiago de Moraes tem 16 anos, é meio-campo e morador de Austin, bairro do município de Nova Iguaçu. Desde pequeno, ele demonstrou interesse pelo futebol. Selecionado nas peneiras, agora ela joga no Clube Atlético da Barra da Tijuca e recebeu convite para o Resende Futebol Clube.

“A minha participação nas peneiras do Life Star, foi uma grande oportunidade, uma experiência incrível e única. No Barra da Tijuca, foi outra experiência magnífica e surreal. No teste eu estava bem nervoso e com frio na barriga. No segundo dia, já fiquei mais tranquilo e calmo e quando soube que fui aprovado, foi uma sensação muito boa, fiquei bastante feliz. Hoje em dia estou muito mais motivado com tudo que vem acontecendo e acredito que ainda terei muitas felicidades no futebol”, diz.

O volante Danilo Silva, de 16 anos, nascido e criado em Nilópolis, começou a jogar bola aos 6 anos de idade e se apaixonou pelo futebol. Quando soube das peneiras que seriam realizadas tão perto de casa não pensou duas vezes. A atitude deu certo e ele foi aprovado.
“Participar das peneiras da Life Star foi uma chance de iniciar meu sonho. Graças à Life, estou tendo a oportunidade de fazer testes no Azuriz Futebol Clube, que também está sendo uma ótima experiência de vida”, festeja.

Os irmãos Lucas e Felipe Siqueira tem o DNA do futebol. Moradores de Magé, eles herdaram da família o amor pelo futebol. Lucas é meio-campo, com passagem por clubes como Atlético Carioca, Foz do Iguaçu e AD Itaboraí.
“A oportunidade que estou tendo é a que muitos jovens gostariam de ter. Participar de um projeto que te dá todo suporte para realizar seus sonhos”.

Felipe é zagueiro e também está participando de testes no Azuriz Futebol Clube.
“Sempre tive o desejo de poder ajuda minha mãe e minha família percebeu que tinha um talento no futebol. Foi aí que apareceu esse lindo projeto do Life Star Talentos e agora estou tendo uma grande oportunidade no Azuriz. Espero passar nos testes e aproveitar mais essa oportunidade na busca pelo meu sonho”, enfatiza.

 

Fonte: Reprodução

Com a nova parceria com o Azuriz, novas peneiras gratuitas serão realizadas dias 24, 25 e 27 de maio no Parque Natural do Gericinó, em Nilópolis. As vagas são limitadas. Oitenta garotos serão selecionados. Os interessados podem fazer a inscrição pelo whatsaap 21 9 9510 0508 e, como o Thiago, o Danilo, o Felipe e o Lucas, dar início à realização de um grande sonho.

 

Fonte: Reprodução

SERVIÇO:
PENEIRAS GRATUITAS DE FUTEBOL
PARA NASCIDOS DE 2005 A 2008
DIAS: 24, 25 E 27/05
HORÁRIO: A PARTIR DAS 8:00
LOCAL: CAMPO NATURAL DO GERICINÓ – NILÓPOLIS
SOMENTE 80 VAGAS
INSCRIÇÕES: WHATSAAP (21) 9 9510 0508

Categorias
Destaque Esportes Notícias Rio

Flamengo supera altitude e fica próximo da classificação na Libertadores

Da Redação

O Flamengo deu um passo importante para se classificar para as oitavas de finais da Copa Libertadores. Jogando no Equador, na altitude de Quito, o Rubro-Negro bateu a LDU, um dos rivais mais temidos, por 3 a 2, e já pode confirmar a classificação para as oitavas de finais da competição continental na próxima semana.

Fora de casa, o Flamengo não tomou conhecimento do rival e logo no início abriu o placar com Gabigol. Ainda no primeiro tempo, Bruno Henrique marcou um golaço colocando o Fla em vantagem por 2 a 0. Mas com a altitude não pode bobear, o Rubro-Negro viu os equatorianos pressionarem.

E a pressão deu resultado. Com Martínez Borja e Amarilla, a equipe chegou ao empate. Mas sem desistir, o Flamengo chegou ao terceiro gol, após pênalti sofrido por Arrascaeta. Gabigol cobrou com precisão e confirmou o terceiro triunfo em três jogos na fase de grupos da Libertadores.

Agora, o Flamengo soma nove pontos contra quatro do segundo colocado, a própria LDU. Vélez Sarsfield (ARG) tem três pontos e o Unión La Calera, do Chile, apenas um.

O Flamengo volta a campo neste sábado (8), pelas semifinais do Carioca, diante do Volta Redonda, no Maracanã. Como venceu o primeiro jogo por 3 a 0, o Rubro-Negro está a um passo da final da Estadual, para buscar o tricampeonato consecutivo.

Categorias
Destaque Esportes Notícias Rio

Em primeiro jogo da semifinal, Fluminense empata com Portuguesa na Ilha

Da Redação

O Fluminense não conseguiu abrir vantagem no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Carioca, diante da Portuguesa, na Arena da Ilha do Governador. Em jogo equilibrado, as equipes saíram de campo com o 1 a 1, que acabou sendo melhor para o Tricolor carioca.

De olho no confronto de quinta-feira (6), diante do Junior de Barranquilla, na Colômbia, pela Copa Libertadores, o Flu começou com uma equipe totalmente reserva o confronto. Em boa fase na competição, a Portuguesa se aproveitou e abriu o marcador ainda no primeiro tempo, com o destaque Chay.

No segundo tempo, Roger Machado precisou fazer algumas mudanças e o Tricolor pressionou até conseguir um pênalti, convertido pelo uruguaio Abel Hernández. Com o resultado, o Fluminense pode até empatar no Maracanã no próximo fim de semana, que confirma a vaga na decisão do Estadual, provavelmente reeditando o confronto da última edição, diante do Flamengo.

Categorias
Destaque Esportes Notícias Rio

Pedro marca três vezes e coloca o Flamengo a um passo da final do Carioca

Da Redação

O Flamengo não tomou conhecimento do Volta Redonda e está praticamente classificado para a final do Campeonato Carioca e vai em busca do tricampeonato. Jogando em Volta Redonda, o Rubro-Negro aplicou 3 a 0 e pode até perder pela mesma diferença de gols no próximo final de semana, no Maracanã, para confirmar a classificação.

O grande destaque da partida foi Pedro. O atacante marcou os três gols da vitória, sendo o terceiro com o peito, após um passe magistral de Arrascaeta. Michael e Vitinho foram outros grandes destaque da equipe.

O Flamengo já volta a campo nesta terça-feira, mas pela Copa Libetadores. O adversário será a LDU, do Equador, em Quito. Uma vitória praticamente sacramenta também a classificação do Fla para as oitavas de final, pois chegará a nove pontos em três partidas, abrindo pelo menos cinco pontos de vantagem para o segundo colocado, que hoje é a própria LDU, mas pode ser alcançada pelo Unión La Calera, do Chile, em caso de vitória diante do Vélez Sarsfield, da Argentina