Categorias
Destaque Economia Notícias Política Rio

Paes diz que cumpriu 76% das metas de seu governo

Da Agência Brasil

Ao fazer um balanço dos 100 primeiros dias de governo, completados neste sábado (10), o prefeito do Rio, Eduardo Paes disse que abriu novos 383 leitos na rede pública de saúde  para tratamento da covid-19, além de ter imunizado  mais de 1 milhão de idosos com a primeira dose contra o novo coronavírus. Paes explicou que o “ hospital municipal  Ronaldo Gazolla, em Acari, zona norte do Rio está operando na plenitude para o tratamento da doença, além de criar postos drive-thru para agilizar a vacinação das pessoas com mais de 60 anos de idade e a criação de um comitê científico para avaliar a situação da covid-19 na cidade”.

O prefeito observou que não foi possível realizar a recomposição das equipes de saúde da família e saúde bucal. No entanto, editais já foram publicados e projetos básicos aprovados.

Meta

Paes explicou que  cumpriu totalmente 76% dos objetivos previstos para este período e 7% parcialmente. Publicados no Decreto 48393, de 1º de janeiro deste ano, os 25 compromissos foram desdobrados em 30 ações, e somente 17% não foram cumpridos. Por isso, a prefeitura recebeu a nota final  7 ponto 6.

O prefeito disse que ao assumir  encontrou  um cenário desolador, em meio a vidas abandonadas, economia arrasada e a cidade destruída, num “retrocesso de 12 anos”. Segundo ele, diante da missão desafiadora, só havia um caminho: arregaçar as mangas e trabalhar. Paes disse que dados levantados pela Secretaria Municipal de Fazenda, a prefeitura herdou uma dívida com fornecedores que chega a R$ 5 bilhões.

“É uma prestação de contas para a população e a imprensa. Dizer aos cariocas que eles têm um prefeito muito feliz, que tem orgulho e considera uma honra comandar essa cidade. Quanto mais difícil à missão, mais empolgado a gente fica. Não há milagre. Aqui tem um time convicto do que está fazendo. Temos certeza de que essa cidade vai voltar a dar certo”, disse.

No balanço dos 100 primeiros dias, Paes disse que duas marcas principais dos seus governos anteriores foram às clínicas da Família e os ônibus articulados BRT. “As Clínicas da Família atendiam 4,5 milhões de pessoas na área da saúde os ônibus articulados BRT, transportavam cerca de 500 mil passageiros por dia. Quando o sistema entrou em funcionamento, operava com uma frota de 400 ônibus e, atualmente, tem menos de 140 ônibus em circulação”. O prefeito disse que iniciou o processo de racionalização dos ônibus e o projeto definitivo do BRT Transbrasil, com uma proposta para integrar o VLT no bairro do Caju. O BRT Rosa, para atender somente às mulheres e a segurança em todas as estações deixaram de ser concretizadas.

A Secretaria de Fazenda e Planejamento já anunciou o calendário do 13° salário deste ano e o adiantamento da primeira parcela para julho. Além disso, criou o Auxílio Carioca, pacote de cerca de R$ 100 milhões em alívio à pandemia para 900 mil pessoas de baixa renda.

Categorias
Brasil Destaque Notícias Política Rio Saúde

Municípios do Rio estão com risco muito alto para covid-19

Da Agência Brasil

A 25ª edição do Mapa de Risco da Covid-19, elaborado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), mostra que a situação da pandemia se encontra em risco muito alto (roxo) nas regiões serrana e metropolitana I, como a Baixada Fluminense, Niterói e São Gonçalo, incluindo o município do Rio.

As regiões do Médio Paraíba, Centro-Sul, Norte, Baixada Litorânea saem da bandeira roxa para a vermelha, o que aponta para uma melhora nos parâmetros epidemiológicos. As regiões da Baía da Ilha Grande, Noroeste e Metropolitana II seguem com bandeira vermelha (risco alto). A análise compara a semana epidemiológica 12 (21 a 27 de março) com a 10 (7 a 13 março) de 2021.

Óbitos

O estado apresentou aumento de 44% no número de óbitos e de 7% nos casos de internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) na comparação do período analisado. As taxas de ocupação de leitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no estado, com dados desta sexta-feira (9), estão em 90% para leitos de UTI e em 75% para leitos de enfermaria.

Cada bandeira representa um nível de risco: roxa (risco muito alto), vermelha (risco alto), laranja (risco moderado), amarela (risco baixo) e verde (risco muito baixo).

Vacinas

A SES realizou ontem (9) a 12ª entrega de vacinas contra covid-19 aos 92 municípios do estado. Foram distribuídas 431.500 doses, sendo 195.400 da coronaVac e 236.500 da Oxford/AstraZeneca.

Kit intubação

A secretaria  também realizou uma nova entrega de medicamentos do chamado “kit intubação” a 74 unidades de saúde de todo o estado que atendem pacientes em tratamento de covid-19. Entre os itens distribuídos, estão: atracúrio, propofol e morfina, medicações fundamentais para o tratamento de pacientes internados em estado grave em UTI. Em reunião com o Ministério Público Federal, Ministério Público do Estado do Rio e Defensoria Pública do Estado e da União a SES informou que está entregando todo o estoque de medicação do “kit intubação” aos municípios e hospitais.

Categorias
Cultura Destaque Diário do Rio Notícias Notícias do Jornal

Museu Nacional lança livro sobre resgate de acervo atingido por fogo

Da Redação com Agência Brasil

O Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) lançou nesta semana o livro “500 dias de Resgate: Memória, Coragem e Imagem”, que fala sobre o trabalho de recuperação dos acervos atingidos pelo incêndio de setembro de 2018.

A obra apresenta um panorama do trabalho realizado pela equipe de resgate ao longo de 500 dias, além de trazer imagens e depoimentos dos pesquisadores envolvidos. Nesse período, foram recuperados cerca de 5 mil lotes, reunindo objetos de grande importância que integravam 14 das 25 coleções que se encontravam no palácio.

O livro é uma parceria do Museu Nacional/UFRJ com o Ministério das Relações Exteriores da Alemanha, o Goethe-Institut e a Fundação Gerda Henkel.

A equipe de resgate, composta por 76 técnicos, professores, estudantes e profissionais terceirizados, passou a trabalhar pela recuperação do maior número possível de peças do acervo do museu logo depois do incêndio.

Em uma área total de 21 mil m², sendo 11.417 m² de área construída, o Paço de São Cristóvão abrigava aproximadamente 5 mil itens nas salas de exposição e 3,5 milhões de itens no acervo da seção de Memória e Arquivo.

Dentre as peças resgatadas estão o crânio de Luzia, esqueleto mais antigo descoberto no Brasil; o escaravelho coração e outros oito amuletos que estavam no interior do sarcófago da múmia Sha-Amun-em-Su; os afrescos de Pompeia, que já haviam sobrevivido à erupção do vulcão Vesúvio; parte da Coleção Werner, a coleção mais antiga do Museu Nacional; o Psaronius brasiliensis, primeiro fóssil de vegetal registrado para o Brasil; além de pterossauros da Coleção de Paleovertebrados e meteoritos como o Bendegó e o Santa Luzia.

Após serem resgatadas, as peças passaram por uma triagem, onde foram fichadas, fotografadas, identificadas e limpas. Atualmente, a equipe integrada por 30 pessoas finaliza o trabalho em três salas e, em seguida, iniciará o inventário dos acervos, pelo qual será possível ter mais informações sobre cada peça resgatada e o estado de conservação após o incêndio.

Foto: Museu Nacional/UFRJ

Categorias
Destaque Economia Notícias Política Rio Saúde

Secretaria de Saúde realiza em seis horas a entrega de 431.500 doses de vacina contra Covid-19

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) realizou, nesta sexta-feira (09.04), a 12ª entrega de vacinas contra Covid-19 aos 92 municípios do estado. Em apenas seis horas, foram distribuídas 431.500 doses, sendo  195 mil de CoronaVac e 236.500 de Oxford/Astrazeneca.

As cidades do Rio, Niterói, São Gonçalo e Maricá retiraram as doses em caminhões e vans, na Coordenação Geral de Armazenagem (CGA) da SES, em Niterói. Já para os outros 88 municípios, a distribuição foi realizada por cinco helicópteros, sendo dois do Governo do Estado, um da Secretaria de Estado de Polícia Civil, um do Corpo de Bombeiros e um da Secretaria de Estado de Polícia Militar. 

A Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS) esclarece que segue cumprindo as recomendações preconizadas no Programa Nacional de Imunizações (PNI). De acordo com a Nota Técnica 297, divulgada pelo Ministério da Saúde no último dia 31.03, fica recomenda a vacinação dos “segmentos das forças de segurança e salvamento que vêm atuando diretamente nas ações de controle da pandemia”.

A nota orienta ainda que o quantitativo de vacinas destinado às forças de segurança será enviado de forma escalonada e proporcional, destinado exclusivamente para a vacinação destes grupos. As doses enviadas aos municípios não sofrerão impacto com a inclusão destas categorias, uma vez que continuam sendo separadas de forma proporcional para cada grupo a ser vacinado.

A SES reforça a importância do Calendário Único de Vacinação, estabelecido em decreto do Governo do Estado, que tem como objetivo unificar as ações de imunização contra a Covid-19 e evitar o contágio e a propagação do vírus em grupos que atuam em ações de enfrentamento à pandemia.

Vacinas aplicadas – Até as 9h desta sexta-feira (09), o estado registrava 1.523.538 de pessoas vacinadas com a primeira dose e 433.198 com a segunda. O vacinômetro pode ser acessado pelo site: https://vacinacaocovid19.saude.rj.gov.br/

Liberação de vacina – As vacinas contra Covid-19 do laboratório Oxford/Astrazeneca serão liberadas de forma mais rápida ao Estado do Rio de Janeiro. A partir da solicitação do Governo do Estado, a próxima remessa dos imunizantes produzidos na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), ficará diretamente na capital para serem distribuídas aos 92 municípios. O pedido foi aceito pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante encontro com o secretário de Estado de Saúde, Carlos Alberto Chaves, nesta quinta-feira (08). Com essa decisão, os lotes destinados ao Rio de Janeiro não precisarão mais passar pelo Centro de Distribuição do Ministério da Saúde, em São Paulo.

Entrega Kit intubação – Nesta sexta-feira (09), a SES realizou uma nova entrega de medicamentos componentes do chamado “kit intubação” a 74 unidades de saúde de todo o estado que atendem pacientes em tratamento de Covid-19. Entre os itens distribuídos, estão: atracúrio, propofol e morfina, medicações fundamentais para o tratamento de pacientes internados em estado grave em UTI. Em reunião com o Ministério Público Federal, Ministério Público do Estado do Rio e Defensoria Pública do Estado e da União, a SES informou que está entregando todo o estoque de medicação do “kit intubação” aos municípios e hospitais. De acordo com o Ministério da Saúde, uma nova remessa chega ao Rio nesta sexta-feira e será imediatamente distribuída pela SES.

Categorias
Cidade Destaque Diário do Rio Notícias

Vistoria anual de táxis é suspensa até 31 de dezembro no Rio

A prefeitura do Rio de Janeiro suspendeu o calendário de vistoria anual para os táxis até o dia 31 de dezembro. A medida foi publicada no Diário Oficial de quinta-feira (08) e se trata de uma resolução conjunta entre as Secretarias Municipal de Fazenda e Planejamento e a de Transportes.

A determinação, diz a prefeitura, é mais uma medida de segurança para o combate da Covid-19.

Mas o  serviço continuará  mantido para aqueles que quiserem providenciar a regularização.

O secretário de Fazenda e Planejamento, Pedro Paulo Carvalho, acredita que essa decisão possa ajudar a categoria, principalmente nesse momento de pandemia, em quem a cidade ainda está paralisada, deixando a arrecadação dos profissionais ainda mais complicada.

“O prefeito Eduardo Paes e eu sabemos que a vida está difícil para vocês. Eu me comprometi a apresentar algum tipo de suspensão para tirar esse custo pesado para o taxista, não apenas a taxa, mas também o custo de emissão de certidões, atualização do seguro individual de passageiro e todos os custos envolvidos na vistoria anual. Acredito que seja decisivo para aliviar a classe nesse momento a criação desse mecanismo pela Prefeitura”, disse Carvalho.

Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias Saúde

Rio chega a um milhão de pessoas vacinadas com a primeira dose contra a Covid-19

O Rio de Janeiro  chegou a marca de um milhão de pessoas vacinadas com a primeira dose contra a Covid-19, o que representa 14,9% da população carioca, informou a prefeitura. Se for levado em conta apenas quem tem 60 anos ou mais, esse índice sobe para 68,1% dos moradores da capital  nesta faixa etária.

Nesta sexta-feira (09), é a vez das mulheres com 64 anos receberem a primeira dose da vacina, além dos profissionais de saúde de 55 anos.

A Prefeitura informou que espera chegar ao final de abril com todas as pessoas de 60 anos ou mais vacinadas.

Na quinta, a Secretaria Municipal de Saúde inaugurou mais um ponto de vacinação extra, dessa vez na quadra do Cacique de Ramos, na Zona Norte da cidade.  O movimento foi grande na sede do bloco carnavalesco, um dos mais tradicionais da cidade.

A vacinação contra a Covid-19 a cada dia é destinada aos grupos prioritários indicados nos calendários oficiais divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde e que podem ser consultados no site coronavirus.rio.

 

Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias

Vereador Dr. Jairinho e mãe do menino Henry, de 4 anos, são presos por morte da criança

O vereador do Rio de Janeiro, Jairo Souza Santos Junior, conhecido como Dr. Jairinho e a namorada dele, Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel Medeiros, de 4 anos, foram presos nesta quinta-feira (8) suspeitos da morte da criança.

A Justiça decretou a prisão temporária do casal, preso em uma casa em Bangu, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro. Os dois foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil da Barra da Tijuca.

Henry Borel tinha de 4 anos. (Foto: Reprodução)

A criança morreu no dia 8 de março no apartamento o padrasto Jairinho morava com a mãe Monique, na Barra da Tijuca. Antes do crime, o menino tinha passado um fim de semana com o pai, Leniel Borel.

Inicialmente, o caso foi tratado como um acidente, como se o menino tivesse caído da cama, mas perícias médicas constataram que a criança tinha vários hematomas pelo corpo e contusões na cabeça, o que, para os investigadores, indicam sinais de agressões.

Depois que a polícia começou a investigar se Henry foi vítima de violência doméstica, o casal criou um site, onde se diz inocente. Eles afirmam, ainda, que “a Justiça prevalecerá”.

Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias Rio Saúde

Número de internações e de mortes de idosos tem queda no Rio com vacinação

Da Agência Brasil 

De janeiro a março deste ano, as internações e mortes de idosos com mais de 80 anos diminuíram no estado do Rio. Segundo levantamento da Subsecretaria de Vigilância em Saúde, da Secretaria de Estado de Saúde, nesse período, houve queda de 49% nas internações e de 44% nos óbitos decorrentes de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) de pacientes acima de 90 anos. Entre os idosos com idade acima de 80 anos, as mortes diminuíram 22% e as hospitalizações, 33%.

A principal avaliação  é que o início da vacinação para essa faixa etária tenha causado a redução de internações e óbitos.

O secretário estadual de Saúde, Carlos Alberto Chaves, disse que, desde o primeiro lote de vacinas chegou ao estado, a secretaria buscou enviar, de forma rápida, as doses aos municípios.”Toda nossa operação logística é feita pensando no resultado, na ponta, na vida de cada cidadão. Constatar esta redução de óbitos e internações, com pouco mais de dois meses de vacinação, associada a outras medidas, nos dá esperanças da reversão do cenário atual da epidemia”, afirmou.

Até o momento, 329.062 idosos com 80 anos ou mais foram vacinados no estado do Rio. Até a manhã desta segunda-feira (5), 1.316.104 pessoas tinham sido vacinadas e 374.909, recebido a segunda dose. A expectativa é que nos próximos dias nova remessa de vacinas seja entregue ao estado pelo Ministério da Saúde.

A subsecretária de Vigilância em  Saúde, Cláudia  Mello, disse que, mesmo com números positivos, os dados registrados continuam sendo analisados para fundamentar os resultados da vacinação. Ela destacou que a pandemia continua e que as medidas de restritivas e de prevenção serão mantidas, como o uso obrigatório de máscara, a frequente higienização das mãos e o distanciamento social. “Precisamos continuar avaliando esses dados para que tenhamos informes cada vez mais precisos”, afirmou.

Variantes

Na semana passada, a Secretaria de Saúde iniciou um dos maiores sequenciamentos de variantes da covid-19 do país. Com investimento de R$ 1,2 milhão, o estudo vai analisar 4.800 amostras nos próximos seis meses, com o objetivo de monitorar a evolução das variantes da covid-19, melhorar ações epidemiológicas e possibilitar a ampliação precoce de números de leitos e de medidas restritivas, além de identificar a incidência das novas cepas na população fluminense.

O estudo, que procura entender melhor as modificações sofridas pelo SARS-CoV-2, vai analisar 400 amostras a cada 15 dias. Atualmente, está na fase de compra de insumos e separação de amostras. O objetivo é que os primeiros vírus sejam sequenciados na segunda quinzena de abril.

O estudo é financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj)  – com recursos de R$ 1,2 milhão – e conta ainda com a parceria do Laboratório Nacional de Computação Científica, do Laboratório de Virologia Molecular da Universidade Federal do Rio de Janeiro, do Laboratório  Central (Lacen), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e da Secretaria Municipal de Saúde do Rio.

Categorias
Cidade Destaque Diário do Rio Notícias Rio

Após intervenção no BRT, Rio pretende aumentar frota de ônibus para 241 veículos até setembro

Da Agência Brasil

Após determinar a intervenção no serviço de ônibus BRT (sistema de transporte rodoviário rápido), a prefeitura do Rio de Janeiro informou nesta quarta-feira (7) que pretende aumentar a frota dos atuais 120 veículos em operação para 241 no início de setembro. No fim de 2016, o sistema BRT operava com 375 ônibus, segundo o prefeito Eduardo Paes.

No dia 3 de março, Paes anunciou a intervenção no BRT, que será licitado novamente. O sistema é dividido em três consórcios, que operam as linhas Transoeste, Transolímpica e Transcarioca. Os veículos são do tipo articulado e trafegam em corredores segregados, com paradas em estações especialmente construídas.

“O sistema do BRT, ao longo desses meses, vai apresentar melhorias, mas a solução definitiva vai levar ainda algum tempo”, disse o prefeito. “Já estamos modelando a nova licitação”.

Em tempos de pandemia de covid-19, os veículos do BRT que estão sempre superlotados nos horários de pico são fonte de preocupação por serem locais de transmissão do novo coronavírus. Paes disse que a tendência é diminuir as aglomerações ao se introduzir mais ônibus no sistema. “Mas é uma realidade, infelizmente. É impossível você colocar em qualquer sistema de transporte as pessoas distantes um a dois metros das outras”.

Categorias
Destaque Diário do Rio Notícias Saúde

Quadra do Cacique de Ramos vira ponto de vacinação a partir desta quinta-feira

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) inaugura nesta quinta-feira (08), às 8h, um ponto de vacinação (PV) na quadra do Cacique de Ramos (Rua Uranos, 1.326), na Zona Norte da cidade.

Um dos blocos carnavalescos mais tradicionais da cidade, o Cacique será o sétimo posto extra inaugurado desde a semana passada para facilitar o acesso e melhor atender os novos grupos prioritários incluídos no calendário de vacinação da cidade. Nesta quinta-feira, é a vez dos homens de 65 anos e dos profissionais de saúde de 56 se vacinarem.

A cidade conta com mais de 250 pontos de vacinação, entre unidades de saúde, PVs extras e postos no sistema drive-thru. De segunda a sexta-feira, os postos de vacinação funcionam das 8h às 17h, com atendimento aos profissionais de saúde no período da tarde, a partir das 13h. Já a vacinação em sistema drive-thru funciona no Parque Olímpico (Barra da Tijuca), no Estádio do Engenhão (Engenho de Dentro) e no Sambódromo (Santo Cristo) das 9h às 15h, exclusivamente para o atendimento de idosos.

A vacinação contra a covid-19 a cada dia é destinada aos grupos prioritários indicados nos calendários oficiais divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde e que podem ser consultados no site coronavirus.rio