Categorias
Aisha Raquel Ali | Tecnologia Diário do Rio Nossa Ideia é Notícias Notícias do Jornal Tecnologia

O Instagram e suas novidades

Não é novidade que umas das redes sociais mais utilizadas no mundo é o Instagram. E, depois de alguns escândalos envolvendo os Apps de Marc Zuckerberg, parece que teremos novidades animadoras em uma de nossas mídias queridinhas.

Visualização de likes – Desde 2019, rede social passou a ocultar quantidade de ‘likes’ nas postagens; somente o dono do perfil tinha acesso ao total. Agora, ver essa informação nos seus posts e nos de outras pessoas será opcional.

De acordo com a rede social, “uma parcela das pessoas poderá decidir qual a melhor opção” entre três disponíveis:

1. Não visualizar o número de curtidas em publicações de outras pessoas (que é a regra atual);

2. Desativar a contagem para suas próprias publicações;

3. Manter a experiência original, exibindo o número total de curtidas em ambos.

Instagram Lite – Versão mais leve do Instagram para Android chega ao Brasil nesta semana. O Instagram Lite, como é chamado, ocupa somente 2 MB na memória do smartphone e promete consumir menos internet. O app tradicional tem cerca de 30 MB ao ser baixado – ou 93% maior.

O Instagram apontou que 23% das pessoas na América do Sul se conectam na internet utilizando redes 2G, que são muito mais lentas do que a internet 4G.

Conteúdos sobre tratamentos sem comprovação científica – Facebook e Instagram terão novos alertas com selos em conteúdos sobre tratamentos sem comprovação científica. Os novos rótulos chegarão às redes sociais nas próximas semanas, utilizando como fonte a Organização Mundial da Saúde (OMS) com o seguinte comunicado: “Alguns tratamentos COVID-19 não aprovados podem causar danos graves”.

Usuários poderão solicitar remoção de conteúdos para Comitê de Supervisão – Usuários do Instagram poderão pedir ao conselho de supervisão independente da empresa a revisão de conteúdos deixados nas plataformas. Anteriormente, apenas o comitê podia fazer esse tipo de solicitação.

Estamos vendo o trabalho árduo dos administradores por uma comunidade mais inclusiva. Esperemos por novidades.

Aisha Raquel Ali
Webdesigner, assessoria em social media e marketing
aisha.raquel@jornaldr1.com.br

Categorias
Comportamento Notícias do Jornal

Casamento sem fronteiras

 

Livro sobre união com estrangeiro expõe dores, riscos e alegrias dessas relações

Basta abrir o Instagram para se deparar com mulheres brasileiras em fotos de paisagens estupendas ou em seus cotidianos fascinantes de casadas com estrangeiros pelo mundo. Histórias que até poderiam soar como um conto de fadas moderno, se não fosse o lado B da realidade de lidar com o exótico dentro de casa. Tem glamour, mas também tem saudade, dor de ir embora, dificuldade de se comunicar com alguém que não fala seu idioma nas questões mais íntimas, entre outros desafios.

O tema e a vivência levaram a jornalista Liliana Bäckert a lançar o livro “Amores Internacionais: casei com um estrangeiro”. A obra se baseia na sua experiência de casamento de 16 anos com um alemão, na Suíça, em seus estudos sobre migração e em entrevistas com mais de 50 brasileiras, entre 24 e 55 anos, casadas com estrangeiros de 19 nacionalidades diferentes, além de especialistas diversos.  O resultado é um retrato das uniões entre brasileiras e homens de outros países e as inúmeras relações sociais construídas a partir desses encontros.

A jornalista Liliana Bäckert é a autora do livro “Amores Internacionais: casei com um estrangeiro” Foto: Divulgação

Com mestrado em Comunicação Intercultural pela Universidade da Suíça Italiana, Liliana expõe dores, riscos e alegrias dessas relações, abordando temas como racismo, feminismo, migração, adaptação a uma nova sociedade, reações familiares, vulnerabilidades femininas, criação de filhos no exterior, abusos psicológicos, tráfico de seres humanos, reinserção no mercado de trabalho, divórcio e guarda de menores.

“Eu queria dividir com os leitores as situações surreais que uma brasileira pode vivenciar ao se casar com alguém de outra cultura. Precisava contar que a vida se torna, no mínimo, mais complexa. Muita menina desconhece que precisará negociar valores importantíssimos para ela, mas considerados absurdos em outra cultura, como uma simples festa de aniversário de criança, por exemplo”, diz Liliana.

A paulistana Ana, casada com o eslovaco Mike, diz que ele se sente muito incomodado com o volume de sua voz. Odeia quando ela grita o filho no apartamento, em vez de se levantar e falar com ele diretamente. Ele confirma e diz que veio de um ambiente onde o silêncio era valorizado.

O que Ana faz é interpretado como falta de respeito na cultura do marido. “Na minha casa na Eslováquia, ouvíamos o tic tac do relógio”, conta. Mike, por outro lado, ama a proximidade e calor das famílias brasileiras. “Embora goste de silêncio, ele aprecia que eu pergunte como foi o seu dia quando chega do trabalho. Para ele, é demonstração de amor se interessar pelo seu cotidiano”, conta Ana.

Ana conta que, por vezes, não consegue se aprofundar em discutir algum tema porque precisa se comunicar com o marido em inglês. E ele se diz surpreso com a revelação, pois nunca tinha pensado que a língua ainda poderia ser uma barreira, apesar de a esposa dominá-la atualmente. Mas os dois lidam bem – e gostam – exatamente das diferenças. “Sabia que nunca iria me casar com um brasileiro”, diz Ana.

Categorias
Fica a Dica Notícias do Jornal

#Fica a dica…

 

Por: Claudia Mastrange

Dançando pelo Rio

Até o dia 28 de março, a dança toma conta de teatros, praças, ruas, em diversos pontos do Rio de Janeiro e de Niterói. Trata-se da edição especial MÓVERÂO, que conta com bailarinos de várias partes do mundo, que precisaram atuar na rua, durante a pandemia, e agora vão se apresentar em lugares abertos e em patrimônios históricos, como Parque Lage, Teatro João Caetano, Aterro do Flamengo, entre outros.

As atividades são on-line e presenciais. Audições, workshops, oficinas, mesas de debates, palestras, apresentação de danças populares, aulas a céu aberto, intervenções urbanas artísticas, mostra competitiva e de cinema ao ar livre de vídeodança, residência artística, tudo de graça, exceto o Teatro João Caetano que terá preços populares.

Foto: Divulgação

Toda a programação em https://www.moviriofestival.com

 

Misturas do confinamento

A cantora, compositora e artista visual Pilar está lançando o videoclipe ‘Junto e misturando’ (Zago Remix). O clipe foi produzido e gravado no apartamento da cantora, em São Paulo. O vídeo conta a história de uma pessoa confinada, que cansada da solidão, acaba se deparando com seus próprios alter egos.

O clipe fala de amor próprio, ao reconhecer as múltiplas facetas que existem dentro de cada um de nós, e acolhê-las. Como bônus, a produção apresenta um filtro do Instagram inspirado em umas das múltiplas personalidades que a artista exibe.

‘Junto e misturando’ (Zago Remix) foi fotografado e editado por Sarah Outeiro, com direção da própria Pilar em parceria com a multi-artista Alice Hellman. Já o roteiro envolveu as três profissionais. Vale e muito conferir.

 

Categorias
Mundo Notícias do Jornal

Michelle Obama terá série infantil na Netflix

 

Por: Alan Alves

 

Atração de 10 episódios vai ensinar dicas de alimentação para a criançada, a partir de 16 de março

 

A ex-primeira dama americana Michelle Obama estará de volta à Netflix. Ela vai comandar uma série educacional infantil sobre alimentação saudável, com previsão de estreia no dia 16 de março na plataforma.

Estrelada e produzida por Michelle, em parceria com o marido, o ex-presidente Barack Obama, a série vai se chamar Waffles + Mochi (bolinho de arroz famoso na culinária japonesa), que serão os nomes dos bonecos que vão estar com ela na atração.

A série terá 10 episódios que pretendem ensinar várias dicas para a criançada. Michelle Obama usou o Instagram e o Twitter para compartilhar a novidade.

“Isso é algo em que venho trabalhando há algum tempo e estou muito animada para finalmente poder contar a vocês sobre isso. Permita-me apresentar dois novos amigos meus: seus nomes são Waffles e Mochi. É tudo uma questão de boa comida: descobri-la, cozinhá-la e, claro, comê-la. Esses dois nos levarão a aventuras por todo o mundo para explorar novos ingredientes e experimentar novas receitas”, explicou.

Ela disse que o objetivo é promover uma extensão de seu trabalho para apoiar a saúde das crianças, atividade que fazia quando era primeira-dama, entre 2009 e 2017. “As crianças vão adorar, mas sei que os adultos também vão dar muitas risadas – e algumas dicas de cozinha”, afirmou ela.

A ex-primeira dama disse que sentia falta de um programa como esse e que a ideia também é levar alegria para as pessoas durante a pandemia. “Gostaria que um programa como este existisse quando minhas filhas eram pequenas. Eu também sei que este é um momento difícil para tantas famílias, e estou esperançosa de que este show delicioso possa trazer um pouco de luz e risos para lares em todo o mundo”.

Ainda no post, Michelle disse que o projeto foi idealizado também para ajudar pessoas carentes. “Como parte do compromisso do programa em ajudar as famílias durante a pandemia, estamos trabalhando com nossos parceiros da Partnership for a HealhierAmerica para fornecer ingredientes frescos às famílias necessitadas em todo o país para que possam cozinhar juntas em casa”.

Michelle e Barack Obama assinaram, em 2018, acordo com a Netflix para produzir conteúdos para a plataforma. Em 2020, um documentário seguiu passos da primeira-dama durante uma turnê mundial de lançamento do seu livro de memórias, intitulado “Becoming” (“Minha história”, em português). No ano anterior, o casal lançou o documentário “Indústria Americana”, que levou o Oscar de 2020 como melhor trabalho da categoria.

Categorias
Cultura

Lançamento do livro “Emprego Certo” acontece nesta quinta-feira (28)

Livro dá dicas na prática para conseguir “trabalho dos sonhos”

 

O livro “Emprego Certo” é um verdadeiro guia para quem deseja escalar novos patamares na carreira e conquistar o tão desejado “emprego dos sonhos”. A obra do especialista em Recursos Humanos e ceo da Employability, Claudio Riccioppo prepara todo um caminho com técnicas e conselhos que o acompanham em sua experiência de mais de 20 anos em recolocação de pessoas no mercado de trabalho, para que o candidato possa ter uma ascensão profissional e conquistar as melhores vagas.

Para o autor, o novo emprego dos sonhos é consequência de uma boa empregabilidade: “Se os resultados que você pretende alcançar na conquista de um novo projeto profissional não estão acontecendo, tenha certeza que será de suma importância investir tempo em ferramentas”. Emprego Certo ensina às pessoas o que elas podem fazer de diferente para se destacar frente aos inúmeros concorrentes.

“A maioria das pessoas em busca de recolocação se limitam às ferramentas tradicionais do processo, ou seja caminham pelo mesmo trajeto de busca por um novo emprego: ficam a cadastrar o seu currículo na internet em todos os sites de vagas e se dispõe somente ao botão enviar currículo, achando que se candidatando com quantidade terão mais chances de serem escolhidos. Isso é um grande erro! Neste livro, irei lhe orientar como sair do caminho comum e conseguir ter acesso direto aos recrutadores, criando com estes um relacionamento que possa lhe permitir ser mais que uma folha rígida de papel em suas mãos”, explica.

 

Em 10 capítulos, o livro aborda temas como: direcionamento de carreira, definição, elaboração curricular, entrevistas de emprego, conceitos básicos de negociação salarial, simulação de entrevista, LinkedIn, Job Hunting, Professional Branding e apresenta dicas valiosas de planejamento de carreira. Além disso, a obra também busca trabalhar no candidato elementos emocionais, como o medo e incentiva os leitores a ter confiança e partir para a ação! Emprego Certo ainda deixa indagações para fazer o público refletir e decidir qual caminho trilhar.

 

Sobre Claudio Riccioppo de Moraes

É mercadólogo e especialista em Apoio à Recolocação de Executivos e Profissionais, com centenas de empresas parceiras a nível nacional, já recebeu diversos prêmios do seu setor como Top Quality e Executivo de RH do ano. Possui quase 20 anos no mercado de Recursos Humanos com milhares de Clientes satisfeitos, diversos artigos e matérias publicadas em dezenas de sites, jornais, rádios, revistas especializadas e Tv´s.

 

Lançamento do Livro

Autor: Claudio Riccioppo de Moraes

Data: 28/01/2021 às 20h

Link do lançamento online: Instagram @seu.sucesso.profissional

Link para compra: https://www.autografia.com.br/produto/emprego-certo/

Editora: Autografia

 

Categorias
Cultura Fica a Dica Rio

Festival Coro na Quarentena começa nesta sexta-feira 29/01

 

Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura, Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Aldir Blanc e Corbelino Cultural, apresentam:

FESTIVAL CORO NA QUARENTENA


Projeto criado no início da pandemia como rede solidária de acolhimento e motor para gerar renda para quarentenas mais vulneráveis reúne artistas e profissionais da área de saúde, com nomes como Mel Lisboa, Maria Rezende, Natasha Corbelino, Ramon Nunes Mello, entre outros.

Em 42 lives, com apresentações de teatro, dança, performance, entrevistas e conversas, a ideia é compartilhar criações e arrecadar doações para trabalhadorxs mais afetados economicamente.

As ações do Festival têm como pilares a cultura e a saúde coletiva. Entre cenas, performances, espetáculos, shows, coreografias, filmes e leituras, entrevistas e conversas com profissionais de diferentes áreas serão 42 lives. Haverá, ainda, duas conversas com movimentos sociais parceiros do CORO na quarentena: a “Frente de Mobilização da Maré” e o “Pela Vida de Nossas Mães”, que reúne filhos que se mobilizaram para arrecadar dinheiro para que suas mães empregadas domésticas possam se manter em isolamento seguro. Outra atividade é uma oficina de instrumentalização nos recursos técnicos das plataformas do Instagram e do Zoom como possíveis campos de trabalho na área da cultura. Para finalizar, o projeto inclui a publicação dos “Cadernos de Coro”, com textos críticos sobre as apresentações da programação e registro das memórias do coletivo. “Por meio de parcerias, articulamos uma rede criativa ampla, onde a solidariedade é o motor. Buscamos arrecadação financeira emergencial e através do compartilhamento de conhecimentos para a saúde coletiva em tempos de pandemia. Somos coro para não ser corona”, finaliza Natasha.

Viabilizado com recursos da Lei Aldir Blanc, o primeiro Festival CORO na Quarentena acontecerá num viradão cultural
de 29 a 31 de janeiro com mais de dez lives diárias pelo
Instagram: @coro.naquarentena 

Cada espectador escolhe com quanto quer contribuir, com valores entre R$ 10 e R$ 200. As contribuições são feitas pelo site do Sympla: https://www.sympla.com.br/corona-quarentena-janeiro__1095945

Ficha Técnica

Idealização e articulação: Natasha Corbelino

Elenco: Adriana Schneider Alcure, Allegra Ceccarelli, Ana Fialho, Andréa Cals, Bárbara Abi-Rihan, Camila Rocha, Carmem Gadelha, Claudia Olsieski da Cruz, Diogo Oliveira, Flavia Milioni, Gláucio Gomes, Gricel Osorio Hor-Meyll , Gustavo Acioli, Helena Borschiver de Medeiros, Inez Viegas, Larissa Siqueira, Luci Vilanova, Ludmila Rosa, Maria Rezende, Marina Monteiro, Mel Lisboa, Monique Vaillé, Natasha Corbelino, Patricia de Castro Moreira Dias, Patricia Pinho, Paulo Hamilton Santos Silva, Poliana Paiva, Ramon Nunes Mello, Renato Carrera, Rodrigo Acioli Moura, Silvia Vieira, Suzana Nascimento, Tatjana Vereza, Vini Couto

Direção de Produção: Natasha Corbelino

Produção Executiva: Monique Vaillé

Produção de Base : Waleska Arêas

Assistente de Produção Programação – Apresentações artísticas e Mídias Sociais: Tatjana Vereza

Tradução para Libras: JDL Traduções

Assessoria de Imprensa: Júnia Azevedo – Escrita Comunicação

Programador Visual: Lucas Moratelli

Administração Financeira: Carla Torrez Azevedo

Supervisão da Prestação de Contas: Natália Simonete

Realização: Corbelino Cultural

Serviço

FESTIVAL CORO NA QUARENTENA
Dias: 29 a 31 de janeiro de 2021

Horários: das 9h às 23h
Duração: cada live terá uma hora de duração

Local: Instagram @coro.naquarentena

Classificação etária: 16 anos
Ingresso: gratuito

Categorias
Esportes

Jogos Estudantis 2020: inscrições abertas e gratuitas para alunos de todo o Estado

O ano de 2020 ainda promete muito para o esporte escolar. Os Jogos Estudantis do Estado do Rio de Janeiro terão, nesta edição, novos esportes muito populares entre os jovens, como surf, skate, fut 7, handbeach, basquete 3×3 rua, corrida virtual, entre outros. As inscrições já estão abertas para estudantes e atletas, de 12 a 17 anos*. O evento, promovido pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, seguirá protocolos rígidos de segurança e saúde, devido à pandemia.

A Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude assumiu o desafio e, com importantes parceiros, irá realizar este evento.  Acreditamos que é importante incentivar a prática esportiva estimulando nossos jovens a sonharem e conquistarem vitórias no esporte e na vida, comenta o Secretário de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, Felipe Bornier.

A edição 2020 conta com o patrocínio da Enel, co-realização da Spiridon e coordenação dos Jogos Estudantis RJ.

O evento será um marco em um momento em que tantas atividades estão restritas. Estamos com protocolos alinhados com as federações esportivas e respeitando as orientações dos Decretos Estaduais para a realização do evento, afirma a coordenadora dos Jogos Estudantis, da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, Priscilla Honório.

As inscrições são on-line e gratuitas, e devem ser feitas no site www.jogosestudantisrj.com.br . O calendário das competições está sendo elaborado, e todas as informações estão sendo divulgadas também no instagram @jogosestudantisrj. Os atletas podem se inscrever com autorização de um responsável técnico e legal, não sendo mais necessária inscrição direta da escola.

Modalidades esportivas

Novos esportes: surf, skate (14 a 17 anos), fut 7, handbeach, basquete 3×3 rua, corrida virtual e eSports (xadrez, Fifa 2020, Fortnite e Clash Royale / 12 a 17 anos, incluindo PCD).

Esportes mantidos com adequações: natação, atletismo, vôlei de praia, tênis de mesa e a ginástica rítmica (competição virtual / 12 a 17 anos).

Categorias
Destaque Social

CUFA realiza um projeto em parceria com o Facebook

A Central Única das Favelas (CUFA) fechou uma parceria com o Facebook para a criação do programa “Impulsione Facebook”, que é um projeto para empreendedores de favelas, que desejam aprender a usar as redes sociais como: Facebook, Instagram e Whatsapp Business.

O programa será online e totalmente gratuito, enviado diretamente para o Whatsapp do aluno. O projeto também irá contar com histórias de sucesso de empreendedores de favelas e lives de Marketing Digital e Empreendedorismo. As inscrições vão até o dia 26 de outubro, via Whatsapp, pelo número (11) 957750125. As aulas serão no período de 01 de novembro a 10 de dezembro.

Para mais informações, acesse o site: http://www.cufa.org.br/impulsionecomfacebook/ 

 

 

 

Categorias
Cultura Destaque

Theatro Municipal Palco Livre, Vale e Petrobras convidam Edmur Paranhos e Ivan Scheinvar em “saúde do artista de performance”

Na próxima terça-feira, 20 de outubro, o Theatro Municipal Palco Livre vai tratar de um assunto extremamente importante para o bom desempenho dos artistas: a saúde. O spalla da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Ivan Scheinvar, vai receber o fisioterapeuta e osteopata, Edmur Paranhos.  Instrumentistas, cantores, bailarinos e atores precisam manter a forma para atuar e por isso, todo o cuidado é pouco. Qual o momento mais adequado para procurar um profissional de saúde e evitar alguma lesão? Os desafios, os cuidados com o corpo, a ansiedade, como respirar bem, entre muitas outras questões que fazem parte do dia a dia dos artistas. A live começa às 15h, no Instagram @theatromunicipalrj.

SOBRE EDMUR PARANHOS

Edmur Paranhos é graduado em Fisioterapia pelo Instituto Brasileiro de Medicina de Reabilitação, mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Osteopata pela Escola de Osteopatia de Madrid. Dentro do cenário nacional tem destaque e atua dando seminários, palestras, cursos e atendimentos abordando principalmente os seguintes temas: Saúde do artista, Pedagogia do Oprimido, Teatro do Oprimido, Teatro Educação, Boal, Formação de Professores.

Foto: Divulgação/ Edmur Paranhos – Fisioterapeuta e Osteopata

SOBRE IVAN SCHEINVAR

Nascido no Rio de Janeiro, Brasil, Ivan Scheinvar Tavares começou seus estudos quando tinha apenas quatro anos, passando, futuramente, a ter aulas com um dos maiores professores do país, Paulo Bosisio, com quem completou seu Bacharelado e Mestrado, pela UNIRIO. Ivan é Spalla da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, além de ser membro do Quarteto Atlântico, vencedor do Concurso de Música de Câmara da UINIRIO e Menção Honrosa no Festival Villa Lobos, e violinista contratado pela Orquestra Petrobrás Sinfônica. Foi premiado em duas competições nacionais no Brasil: 1º lugar no Concurso Nacional de Cordas Paulo Bosisio e Prêmio Revelação no Concurso Jovens Solistas da Filarmônica de Goiás. Recentemente, passou em 1º lugar no Concurso para ser membro da Orquestra Sinfônica Nacional e ganhou Menção Honrosa no Concurso Jovens Solistas da Filarmônica de Montevidéu.

 

 

 

Categorias
Notícias

RAPPER RASHID PARTICIPA DE NOVO CLIPE E SINGLE DE GRAVETO

Clipe de “Processo Seletivo” é estrelado pelo ator e comediante Pedro Ottoni, um dos maiores fenômenos das redes sociais da atualidade.

Rashid & banda Graveto (NAV)

A banda Graveto, uma das mais novas e gratas surpresas da nova geração da música brasileira acaba de anunciar o lançamento do novo single de seu álbum de estreia “Todo Aqui”. Ao lado do rapper RASHID, um dos maiores nomes do gênero no país, o trio formado por Felipe Lima e os irmãos Vinicius e Ricardo Vaz, lança o single e clipe “PROCESSO SELETIVO”, no dia 16 de outubro, sexta-feira, em todos os apps de música e no Youtube.

Composta por Vinicius Vaz (violões) e Felipe Lima (vocais e guitarra), e contando com a produção de Júlio Mossil, que também produziu o premiado “A coragem da Luz” do Rashid, “Processo Seletivo” fala sobre as angústias e frustrações para conseguir se inserir no mercado de trabalho tradicional, principalmente nos momentos em que você mais precisa de um emprego.

“A faixa é muito autobiográfica e fala sobre o desafio de tentar se adequar às exigências do mercado de trabalho na hora de fazer uma entrevista de emprego, principalmente quando se precisa muito daquele trampo. E às vezes nem é aquilo  que de fato você gostaria de fazer da vida. Fala sobre a necessidade de situações de pressão, ansiedade por uma resposta, muitas vezes seguidas pela frustração de não ter sido aprovado no processo seletivo. Ela vem também pra dar uma mensagem positiva acerca disso, de que um novo dia vai amanhecer e sua hora ainda vai chegar, seja lá o que você esteja buscando na vida, ser um músico ou trabalhar no escritório, confie em você e tenha esperança na mudança”, conta Felipe Lima, vocalista.

Sobre a parceria com Rashid, o trio conta que o convite surgiu de maneira natural e que o rapper foi fundamental para que a música ficasse do jeito que imaginavam. “A música já estava pronta quando chegou aos ouvidos do Rashid, através do produtor Júlio Mossil. Na verdade, a ideia partiu dele (Rashid). Depois que ouviu a canção, ele se propôs a escrever alguns versos na canção caso a banda quisesse. E claro que aceitamos, sempre admiramos o trabalho do Rashid, ele foi fundamental e deu a cereja do bolo para a música”, confessa Ricardo Vaz, percussionista.

Humorista Pedro Ottoni e banda Graveto (NAV)

O clipe da canção foi produzido pela NAV, uma das maiores empresas de videoclipes de São Paulo, dirigido pela MTS Produções e estrelado pelo ator e comediante Pedro Ottoni. Com mais de meio milhão de inscritos no canal do Youtube e quase 500 mil seguidores no Instagram, o ator que tem chamado a atenção de nomes como Fábio Porchat e de sua trupe da “PORTA DOS FUNDOS”, foi escolhido a dedo para estrelar o clipe.

“A história do Pedro é bem parecida com a nossa (da banda) e com o que é narrado na música. As necessidades, os anseios e as cobranças ao longo da vida foram bem parecidos. Ambos somos de origem humilde e que batalharam e ainda batalham dia após dia para em busca de algo melhor. Outro ponto importante para a escolha foi o jeito espontâneo, leve e bem humorado que ele tem ao atuar. Encaixou bem com a mensagem positiva que queremos passar na canção”, revela Vinicius Vaz.

Foto: Reprodução/Pedro Ottoni

Com influências que vão de rap, mpb, reggae ao folk, o Graveto é uma banda de São Paulo formada por Felipe Lima e os irmãos Vinicius e Ricardo Vaz. Com mais de 500 mil streamings nos apps de música e mais de 400 mil visualizações no canal oficial do Youtube, o trio da capital paulista está prestes a lançar seu álbum de estreia “TODO AQUI” que será lançado pela Sony Music no dia 16 de outubro e finaliza a trilogia contada pelo grupo nos eps “Dentro Longe” e “Fora Perto”.