Categorias
Destaque Esportes Notícias Rio

Flamengo vence Volta Redonda e conquista a Taça Guanabara; Fluminense se classifica em segundo

Da Redação

O Flamengo conquistou o título da Taça Guanabara, neste final de semana, e assim confirmou a melhor campanha da fase de classificação do Campeonato Carioca. Jogando no Maracanã, o Rubro-Negro fez confronto direto com o Volta Redonda, que era o 2º colocado e venceu por 2 a 1, no sábado (24), com gols de Michael e Vitinho. O Tricolor de Aço marcou com Bruno Barra.

Com a vitória, o Flamengo encerrou a fase de classificação na liderança com 23 pontos, enquanto o Volta Redonda ficou com 21, mas acabou caindo para a 4ª colocação, confirmando a vaga nas semifinais. Contudo, as duas equipes voltam a se encarar por uma vaga na grande decisão.

Com a vitória do Flamengo, o Fluminense aproveitou a chance e venceu o Madureira por 4 a 1, confiormando a vice-liderança, com 22 pontos. Os gols do Flu foram marcados pelos estreantes Abel Hernández e Raul Bobadilla, além de Paulo Henrique Ganso e Gabriel Teixeira.

O adversário do Tricolor será a Portuguesa, que confirmou a terceira colocação, também aproveitando a derrota do Volta Redonda, ao vencer o Boavista por 4 a 2.

Vasco e Botafogo jogam Taça Rio de “consolo”

A mudança no regulamento do Carioca para 2021, faz com que a Taça Rio, tradicional segundo turno do Estadual, seja apenas um torneio de consolo.  Sendo assim, do 5º ao 8º colocado, essas equipe vão disputar o troféu. Com campanhas ruins, Vasco e Botafogo até venceram suas partidas e confirmaram a vaga de consolação.

Jogando fora de casa, o Cruz-maltino venceu o Resende por 3 a 1, com dois gols de Cano e um de Bruno Gomes. Paulo Vitor fez o de honra para os donos da casa. O Vasco terminou na 5ª colocação com 17 pontos.

Já o Botafogo enfim desencantou e goleou o Macaé – já rebaixado – por 4 a 0, no Nilton Santos. Os gols foram marcados por Pedro Castro, Rickson, David Sousa e Matheus Nascimento. Com o triunfo, o Alvinegro encerra sua participação na 7ª posição com 15 pontos.

Agora, pela Taça Rio, o Vasco vai enfrentar o Madureira, enquanto o Botafogo encara o Nova Iguaçu, pelo título.

Categorias
Brasil Destaque Esportes Notícias Rio

Confrontos da Copa do Brasil são sorteados e Fluminense pega pedreira

Da Redação

Nesta sexta-feira (23), a Copa do Brasil sorteou os confrontos da 3ª fase da competição, com quatro clubes do Rio de Janeiro envolvidos. E nenhum deles terá vida fácil, mas o Fluminense foi quem mais se complicou e terá pela frente o Red Bull Bragantino, de São Paulo.

O Flamengo, atual campeão brasileiro, vai encarar o Coritiba, que está na segunda divisão, mas é um clube tradicional do Brasil. Os outros representantes do Rio de Janeiro, Vasco e Boavista, acabaram se enfrentando, fazendo um confronto regional.

Flamengo e Vasco decidem o confronto em casa, enquanto o Fluminense decide em Bragança Paulista. O Botafogo foi eliminado na fase anterior contra o ABC, do Rio Grande do Norte.

Outra partida que chamou atenção foi o clássico cearense, entre Ceará e Fortaleza. A grande surpresa, o 4 de Julho, do Piauí, que eliminou o Cuiabá, integrante da Série A do Brasil, na fase anterior, vai encarar o São Paulo.

CONFIRA TODOS OS CONFRONTOS (na esquerda quem decide em casa)

Santos (SP) x Cianorte (PR)
Bahia (BA) x Vila Nova (GO)
Palmeiras (SP) x CRB (AL)
São Paulo (SP) x 4 de Julho (PI)
Red Bull Bragantino (SP) x Fluminense (RJ)
Ceará (CE) x Fortaleza (CE)
Brasiliense (DF) x Grêmio (RS)
Criciúma (SC) x América (MG)
Athlético (PR) x Avaí (SC)
Atlético (MG) x Remo (PA)
Atlético (GO) x Corinthians (SP)
Internacional (RS) x Vitória (BA)
Cruzeiro (MG) x Juazeirense (BA)
ABC (RN) x Chapecoense (SC)
Flamengo (RJ) x Coritiba (PR)
Vasco (RJ) x Boavista (RJ)

Categorias
Destaque Esportes Notícias Rio

Fluminense vence clássico com Botafogo e elimina rival do Carioca; Vasco também está fora

O fim do semana no Campeonato Carioca teve a confirmação da eliminação de dois grandes da competição: Botafogo e Vasco. O Glorioso foi derrotado pelo Fluminense, no clássico da rodada, e deu adeus a competição. Já o Vasco, que tinha mais chances de vaga acabou empatando com o Boavista, por 2 a 2, e também acabou  com qualquer possibilidade de sonhar com a vaga para as semifinais do Estadual.

No sábado, no Maracanã, Fluminense e Botafogo fizeram um clássico equilibrado, que foi decidido no segundo tempo apenas, com gol do zagueiro Nino. A vitória por 1 a 0, confirmou a classificação do Flu, que agora soma 19, na 3ª colocação e com chances de acabar a primeira fase na liderança. Para isso, o Tricolor precisa vencer o Madureira e torcer por um empate entre Flamengo e Volta Redonda, 2º e 1º colocados, respectivamente. Com isso, Fluminense e Voltaço terminariam com 22 pontos, porém o Tricolor seria líder – e campeão da Taça Guabanara – no número de vitórias. Quem vencer entre Fla e Volta Redonda fica com o título e liderança. Empate, com tropeço do Fluminense, o Volta Redonda fica com a conquista e a ponta da tabela.

No domingo, Vasco foi até Bacaxá para enfrentar o Boavista e também viu sua chance de se classificar ser encerrada. A equipe ficou no 2 a 2 com os donos da casa, com gols de Germán Cano e Gabriel Pec. Marquinhos marcou duas vezes pelo Boavista, deixando o Vasco na 6ª colocação com apenas 14 pontos, 4 a menos que a 4ª colocada, a Portuguesa, faltando apenas uma rodada para o fim da fase inicial. Na última rodada, o Vasco encara o Resende, apenas para cumprir tabela.

Com os resultados, Volta Redonda, Flamengo, Fluminense e Portuguesa estão classificados, enquanto o Macaé, com um ponto em 10 jogos até agora, está rebaixado para a Série B.

Categorias
Destaque Esportes Notícias Rio

Após 17 jogos, Vasco volta a vencer o Flamengo pelo Campeonato Carioca

Demorou 17 jogos, mas o Vasco surpreendeu o Flamengo e venceu o rival por 3 a 1, em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Carioca. Os gols do Cruz-maltino foram assinalados por Léo Matos e Germán Cano, ainda no primeiro tempo, e Morato na segunda etapa. No último minuto de partida, Vitinho descontou para o Flamengo.

Apesar de atuar com força máxima, o Flamengo foi dominado do começa ao fim pelo arquirrival, no Maracanã. Em alguns momentos, o Rubro-Negro chegou a pressionar, mas parou também na boa atuação do goleiro Lucão.

Com a vitória, o Vasco chegou a 5ª colocação, com 13 pontos, três a menos que o Fluminense, 4º colocado e hoje última equipe a garantir vaga nas semifinais do Estadual. Já o Flamengo permanece em 2º lugar, com 19 pontos, e com a vaga confirmada na próxima fase, junto com o líder Volta Redonda, que soma 20 pontos.

Ainda sonhando com a vaga, o Vasco encara o Boavista, em Bacaxá, na próxima rodada, enquanto o Flamengo pega a Portuguesa, 3ª colocada da competição.

Categorias
Destaque Esportes

Vai começar o Campeonato Carioca 2021

 

Por: Luhan Alves

O Campeonato Carioca 2021 começa nesta terça-feira (2) com a partida entre Flamengo x Nova Iguaçu. Por conta da pandemia, o calendário do futebol brasileiro ficou bem apertado. Com isso, os jogadores não vão ter férias e nem pré-temporada, algo ruim para os atletas. Os quatro grandes do RJ devem aproveitar esse início de campeonato para testar os jovens de suas bases e jogadores recém-chegados.

Regulamento do Campeonato

Com 12 times na fase principal, a competição contará este ano com oito pequenos, além dos quatro grandes. Serão 11 rodadas com todos se enfrentando, em um sistema de pontos corridos. Os quatro primeiros classificados fazem as semifinais e depois finais, em duas partidas cada, para a disputa do título de campeão carioca de 2021.

Nas semifinais, o primeiro, que enfrenta o quarto colocado, e o segundo, que pega o terceiro, levam vantagem em dois empates, em pontos ganhos e saldo de gols. Nas finais, porém, não há vantagem. O campeão da Taça Guanabara vai ser o time que somar mais pontos nas 11 rodadas iniciais.  A Taça Rio fica numa disputa à parte entre os que ficarem de 5º ao 8º lugar.

Transmissão do Campeonato Carioca 2021

Sem a Globo na transmissão do Campeonato Carioca, a Ferj acertou os últimos detalhes restantes para o acordo de transmissão das partidas da competição tanto aberta, como fechada. Além de ter um jogo por semana em TV aberta na Record, 60 jogos serão transmitidos em uma nova plataforma de Pay-Per-View e pelos canais dos clubes mediante a um plano de assinatura. A “TV FERJ”, será colocada nas operadoras Vivo, Claro e SKY, custando a vista R$ 129,90, podendo ser paga em um plano mensal de R$ 49,90 ou jogos avulsos por R$ 59,90 cada.

Os presidentes da FERJ, Record Rio e os clubes da Série A firmaram uma nova parceria Foto: Reprodução Twitter/Cariocão

Fechando pacote exclusivo dos quatro grandes do RJ, a renda será totalmente destinada ao clube. A transmissão de todos os jogos do campeonato nas TVs dos clubes está saindo por R$ 129,90.

 

Flamengo: https://flatvmais.com.br/

Fluminense: https://tv.fluminense.com.br/categories/compre-aqui-carioca-2021-fluminense

Vasco: https://cariocao.vasco.com.br/categories/compre-aqui-carioca-2021-vasco

Botafogo: https://botafogotv.com.br/categories/compre-aqui-carioca-2021-botafogo

 

Tabela da 1ª rodada

TER 02/03/2021 (MARACANÃ) 21h35

Flamengo x Nova Iguaçu

 

QUA 03/03/2021 (EDUARDO GUINLE) 15h00

Macaé x Bangu

 

QUA 03/03/2021 (RAULINO DE OLIVEIRA) 17h00

Volta Redonda x Madureira

 

QUA 03/03/2021 (NILTON SANTOS) 18h00

Botafogo x Boavista

 

QUA 03/03/2021 (SÃO JANUÁRIO) 21h00

Vasco x Portuguesa-RJ

 

QUI 04/03/2021 (MARACANÃ)  18h00

Resende x Fluminense

 

Categorias
Destaque Esportes

Confira o cenário de cada time carioca nas últimas rodadas do Brasileirão

 

Por: Luhan Alves

A penúltima rodada do Campeonato Brasileiro 2020 promete bastante. E dos clubes do RJ, o único que apenas cumpre tabela é o Botafogo, que foi rebaixado pela terceira vez em sua história. Flamengo, disputa o título do Brasileirão, Fluminense busca vaga direta na fase de grupos da Libertadores e Vasco luta contra o rebaixamento, o que aconteceria pela quarta vez em sua história.

 

Flamengo

O rubro-negro carioca vai jogar uma de suas partidas mais importantes dos últimos anos neste domingo (21), contra o Internacional, às 16h, no Maracanã. Se quiser continuar sonhando com o octacampeonato, o Flamengo vai precisar vencer o Colorado e na última rodada o São Paulo, no Morumbi. A derrota acaba com o sonho do título brasileiro. Willian Arão, que sofreu uma fratura no dedo do pé direito, em acidente no banheiro do Ninho do Urubu, tem poucas chances de jogar contra o time gaúcho. Gustavo Henrique deve ser o substituto.

Gabigol é uma das esperanças de gol na partida decisiva contra o Internacional Foto: Alexandre Vidal/CRF

 

Fluminense

Já garantido na próxima edição da Libertadores, após ficar 8 anos sem frequentar a competição, o tricolor carioca ainda tem chances de classificação direta na fase de grupos. Para terminar no G4 do Brasileirão, o Fluminense precisa vencer os seus dois últimos jogos e torcer por tropeços de São Paulo e Atlético-MG, algo difícil, porém não improvável. Outra possibilidade é se caso o Palmeiras, atual campeão da competição intercontinental, conquistar a Copa do Brasil, a vaga iria para o Flu, caso termine em 5° no Campeonato Brasileiro.

Nenê vem se destacando nas últimas partidas do Fluminense que luta por vaga direta na fase de grupos da Libertadores Foto: Lucas Merçon/FFC

Vasco

O Cruzmaltino vive mais uma vez o drama da luta contra o rebaixamento. O Vasco é o atual 17º colocado no Brasileiro, com 37 pontos. O Bahia, o primeiro fora do Z-4, tem um ponto a mais. A partida contra o Corinthians neste domingo (11), às 16h, na Neo Química Arena, será como uma final de campeonato para os vascaínos. Se perder este jogo e o Bahia vencer o Fortaleza, o Vasco será rebaixado mais uma vez em sua história. Um provável desfalque importante para equipe carioca é o meia Benítez, que faz tratamento por sentir dores musculares em uma das coxas. Apesar de não ter participado de todos os treinos da semana, ele viajou com a delegação.

A presença de Benítez na equipe titular diante do Corinthians ainda é incerta Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Botafogo

Já rebaixado para a Série B 2021, o alvinegro carioca está aproveitando estes últimos jogos da primeira divisão para testar jogadores da base, visando à próxima temporada. Fora de campo, a diretoria já começa o planejamento para a disputa da segunda divisão do Campeonato Brasileiro. O clube segue buscando um treinador de peso para comandar o desafio que o Botafogo terá pela frente. Alguns reforços também podem chegar como o lateral-direito Jonathan, o volante Matheus Frizzo e o atacante Ronald. O Glorioso ainda negocia com o zagueiro Gilvan e o atacante Robson. A ideia inicial é de buscar atletas para compor o elenco e reforçar posições carentes.

Botafogo tem testado alguns meninos da sua base nos últimos jogos Foto: Vítor Silva/ BFR

 

Categorias
Destaque Esportes

Flamengo e Vasco se enfrentam em jogo decisivo pelo Brasileirão

 

O Clássico dos Milhões sempre foi tomado pela disputa, tensão e clima decisivo. E nesta quinta-feira (04), às 21h, no Maracanã, não será diferente. Flamengo e Vasco se enfrentam pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para a equipe rubro-negra, em segundo lugar com 61 pontos, o jogo vale para continuar na cola do líder, que é o Internacional, na luta pelo título. Já para o Vasco, os três pontos são importantes para se distanciar da zona de rebaixamento.

No lado do Flamengo, a mudança em relação ao jogo contra o Sport, fica por conta de Hugo Souza no lugar de Diego Alves, que novamente teve uma lesão na coxa direita e será desfalque. Gerson, que teve um entorse no pé direito, é dúvida. Há, no entanto, otimismo sobre sua presença. O volante foi relacionado para o clássico. No geral, o time deve ser o mesmo que vem jogando sob o comando de Rogério Ceni.

O volante Gerson é dúvida para o clássico contra o Vasco Foto: Alexandre Vidal/CRF

 

Provável Escalação: Hugo Souza, Isla, Arão, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Diego, Gerson (Pepê ou Gomes), Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol.

Pendurados: Gabigol, Diego, Gustavo Henrique, João Lucas, João Gomes e Rogério Ceni.

 

Já no lado vascaíno, o desfalque fica por conta do zagueiro e capitão da equipe, Leandro Castán, que foi expulso na última partida diante do Bahia. Ricardo Graça começa entre os titulares. Outra alteração que Luxemburgo indicou no time é a entrada de Gabriel Pec na vaga de Talles Magno. O atacante trabalhou como titular no treino de terça.

Gabriel Pec deve começar a partida como titular Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

 

Provável Escalação: Fernando Miguel, Léo Matos, Marcelo Alves, Ricardo Graça, Henrique; Bruno Gomes, Léo Gil, Benítez, Pikachu, Pec e Cano.

Pendurados: Benítez, Gabriel Pec, Léo Matos, Ricardo e Yago Pikachu.

Arbitragem

Árbitro: Raphael Claus(Fifa/SP)

Árbitro Assistente 1: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa/SP)

Árbitro Assistente 2: Alex Ang Ribeiro (SP)

VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP)

 

Retrospecto do Confronto

Os números recentes favorecem o Flamengo, que não perde para seu rival há 16 jogos: sete vitórias e nove empates. A última vitória do Vasco foi no Carioca de 2016. Em 2020, o Rubro-Negro venceu as duas partidas: 1 a 0 pelo Carioca (quando atuou com reservas) e 2 a 1 no Brasileirão, em São Januário, de virada.

A sequência atual de 16 jogos sem derrota é a maior do Flamengo na história do Clássico dos Milhões. Antes dela, o Rubro-Negro teve outras três séries invictas de 11 jogos: entre 1941 e 1943, entre 1971 e 1973 e entre 2012 e 2015. Do lado vascaíno, a maior série invicta é de 20 jogos entre 1945 e 1951

Considerando apenas o Campeonato Brasileiro, o Flamengo não perde para o Vasco desde 2015. Desde então, foram 3 vitórias e 4 empates. Na história da competição, desde 1967, quando se enfrentaram pela primeira vez ainda no antigo Torneio Roberto Gomes Pedrosa, a vantagem é do Flamengo. Em 63 jogos, foram 22 vitórias do Rubro-Negro, 23 empates e 18 vitórias do Vasco.

No retrospecto geral, o domínio no clássico também é do Flamengo. Em 411 jogos, foram 156 vitórias do Flamengo, 137 do Vasco e 119 empates (contando jogos amistosos). Apenas em jogos oficiais são 326 partidas com 124 vitórias do Flamengo, 100 empates e 102 vitórias do Vasco.

 

Disputa pela artilharia

Outro detalhe interessante deste clássico é igualdade dos artilheiros da equipe. Cano, Gabigol e Pedro estão com 23 gols na temporada. O camisa 9 do Flamengo jogou 38 vezes (35 como titular) das 65 partidas rubro-negras, enquanto Pedro atuou em 49 (24 vezes como reserva). Desfalque em apenas 10 partidas das 56 partidas do Vasco na temporada, Cano foi titular nos 46 jogos que disputou.

Foto: Ge.com

Onde Assistir

A partida terá transmissão do Premiere para todo país.

 

Por: Luhan Alves

Categorias
Destaque Esportes

Botafogo e Vasco: apenas dias de luta

Botafogo e Vasco vivem as mesmas situações complicadas no atual momento. Ambos se encontram na zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, péssimas condições financeiras, dívidas constantes, problemas políticos e pressão da torcida. Esses aspectos acabam aos poucos destruindo esses dois grandes clubes. A tradição e a história não se apagam, mas os vexames mancham cada vez mais todo o histórico desses times.

Perigo do Rebaixamento

O Vasco é o 17° colocado com 24 pontos, 6 vitórias, 6 empates e 11 derrotas, uma campanha muito ruim e que faz ligar o sinal de alerta em relação ao rebaixamento, que seria o 4° em sua história. Para tentar sair dessa situação, o time precisa minimamente se organizar dentro de campo e unir forças para evitar mais um vexame para o clube. Não é hora mais de invenções e insistências em jogadores que não estão entregando absolutamente nada para a equipe. É preciso colocar os mais capacitados, para formar um time mais equilibrado e competitivo.

A união do elenco vascaíno será fundamental para tentar evitar o rebaixamento Foto: Lucas Bubols

Já a situação do Botafogo é um pouco mais complicada. O alvinegro carioca vem de uma sequência de 5 derrotas consecutivas, a última vitória no Campeonato Brasileiro foi há quase dois meses, diante do Sport, na Ilha do Retiro. No geral, o Glorioso tem 20 pontos, venceu apenas 3 vezes, empatou 11 e perdeu 9. Uma das piores campanhas da história do clube, que vive um momento bem complicado no âmbito político, refletindo diretamente no campo. O time tem suas limitações, mas não é uma equipe horrorosa para estar na penúltima colocação.

O japonês Honda prometeu união do grupo para tirar o Botafogo dessa situação Foto: Vitor Silva/ BFR

Problemas financeiros

O Botafogo é o clube com uma das maiores dívidas do futebol brasileiro. A sequência de gestões muito ruins atrapalha demais a saúde financeira da instituição. Em grave crise financeira e à espera da S/A, o alvinegro sobrevive de socorros frequentes para manter o mínimo funcionamento de suas atividades. Além de empréstimos para quitar contas básicas, como água e luz, o Glorioso por vezes não consegue bancar a realização de jogos tanto da base quanto do profissional. Os dois principais fatores para essa sobrevivência são a antecipação das receitas de TV e a venda do atacante Luis Henrique ao Olympique de Marselha, que gerou R$ 25 milhões em parcelas.

A situação do Vasco se encontra um pouco melhor, porém não é nada espetacular. Na última semana, o presidente Alexandre Campello apresentou o balancete do terceiro trimestre do clube. Em ano de pandemia, sem público e arrecadações com bilheteria e venda de jogos (orçados inicialmente em R$ 20 milhões), o resultado parcial tem R$ 33,9 milhões em valores de jogadores. Em 2019, foram R$ 7 milhões registrados em vendas. O Cruzmaltino esperava vender Talles Magno, mas a queda de desempenho do jogador afetou nas baixas propostas que o Gigante da Colina recebeu.

O orçamento do Vasco para 2020 previa arrecadação bem superior a do último ano (R$ 208 milhões). A diretoria colocou no orçamento R$ 324 milhões de receitas bruta, com R$ 310 milhões líquida. Até o fechamento do terceiro trimestre, esses valores chegaram a R$ 124,6 milhões, bem distante do estimado. Mas, com a questão da pandemia e os clubes brasileiros ficaram isentos de cobranças do Profut e do ato trabalhista, dois parcelamentos de longas dívidas. Com isso, o Cruzmaltino teve um alívio nas contas. Com R$ 119,8 milhões de despesas e R$ 124,6 de receitas, o clube registrou superávit de cerca de R$ 5 milhões.

Pressão da torcida

Os torcedores dos dois clubes estão bastante decepcionados com a situação ruim que ambos vivem. E mesmo sem a presença de público nos estádios, a cobrança da torcida é forte. Na última quarta (2), membros de organizadas do Vasco foram ao CT do Almirante, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro, para protestar contra o time. O volante Fellipe Bastos foi um dos jogadores que desceu do carro para conversar com os líderes do manifesto.

https://twitter.com/Colina_Informa/status/1334186820670730245

No Botafogo, os protestos foram intensos nos últimos dias. Na última terça, ameaças de morte foram pichadas nos muros do estádio e da sede de General Severiano, o que fez a diretoria alvinegra registrar boletim de ocorrência na polícia. E na última quinta-feira, um grupo de aproximadamente 20 líderes de torcidas organizadas do alvinegro foi recebido no Nilton Santos para uma reunião com o gerente de futebol Túlio Lustosa. A pauta foi sobre os resultados ruins do time no Brasileirão. Os torcedores pediram detalhes da situação do clube que só ouviram pela imprensa. Como o episódio de Honda, que reclamou do clube em rede social. Eles também cobraram mais esforço e desempenho dos jogadores na reta final do campeonato.

Muro do Estádio Nilton Santos com ameaça de morte Foto: Reprodução

Futuro de Botafogo e Vasco

O que se espera dos dois clubes do RJ é que não só se salvem do rebaixamento como se reestruturem para voltar a brigar por coisas maiores nos campeonatos que disputarem. Botafogo e Vasco são gigantes do futebol brasileiro que precisam voltar aos seus dias de glória.

Por: Luhan Alves

Leia Também: Opinião: o Gigante da Colina precisa acordar

Categorias
Destaque Esportes

Opinião: o Gigante da Colina precisa acordar

 

“Jogo para esquecer, “perder de 4 a 1 em casa tem que doer na gente, tem que sangrar”. Essas foram algumas das frases da entrevista de Andrey ao fim da partida e que resume muito bem o que aconteceu na noite de segunda-feira (30) em São Januário. O que se viu do Cruzmaltino foi um time bem apático dentro de campo, pouca produtividade ofensiva e muitos erros defensivos. Foi um verdadeiro passeio da equipe do Ceará, que ao contrário da equipe carioca, mostrou organização e eficiência no ataque.

Pode se dizer que foi o pior jogo do Vasco no ano. O auxiliar Alexandre Grasseli manteve o esquema que vem sendo utilizado pelo treinador português Ricardo Sá Pinto. Mas, após assistir a sua equipe fazer um primeiro tempo ruim, mexeu bastante na etapa final. Porém, as mudanças não surtiram efeito e a goleada do Ceará foi sendo construída.

A defesa vascaína que vinha mantendo uma boa fase foi um destaque bem negativo nesta partida. Mesmo com o esquema de três zagueiros e quando o time fazia a recomposição formava uma linha de cinco na defesa, o Vasco deixou muitos espaços e foi facilmente superado pelos meias e atacantes do Ceará. Ninguém se salvou na parte defensiva, jogo muito abaixo de todos.

Do meio para frente, o único que tentava alguma coisa era o Andrey, que no segundo tempo tentou comandar a saída de bola da equipe do Vasco, mas a noite era ruim dos seus companheiros. Faltou qualidade na criação do meio campo Cruzmaltino. Benítez que entrou no segundo tempo, teve poucas chances de fazer alguma coisa, até porque o meia não está 100% fisicamente. Com isso a capacidade criativa do time diminui e a bola quase não chega aos atacantes.

Agora o Vasco tem pouco tempo para se recuperar da goleada, pois na quinta-feira (3) enfrenta a equipe do Defensa y Justicia pelo jogo de volta das oitavas de final da Sul-Americana. E, mais do que nunca, a defesa vai precisar voltar a ter o bom desempenho desse início de trabalho de Sá Pinto. Se não for vazado, o Vasco passa, uma vez que empatou por 1 a 1 na Argentina, e na competição vale o gol qualificado fora de casa. O Gigante da Colina precisa acordar.

Por: Luhan Alves 

Categorias
Destaque Esportes

Confira como foi o 1° turno dos clubes cariocas no Campeonato Brasileiro 2020

O primeiro turno do Campeonato Brasileiro de 2020 chegou ao fim. E os times cariocas vivem em situações bem diferentes. A dupla Fla-Flu disputam na parte de cima da tabela. Já o Botafogo e o Vasco, estão na briga para sair de perto da zona do rebaixamento. Confira como foi o 1° turno de cada equipe do Rio de Janeiro.

Flamengo

A equipe rubro-negra termina o primeiro turno ocupando a segunda colocação com o mesmo número de pontos do Internacional, mas acaba perdendo no saldo de gol (14 Inter e 8 Fla). O Flamengo, atual campeão do Brasileirão, tem um dos melhores elencos do Brasil e aparece como um dos favoritos na briga pelo título. Seu treinador, o catalão Domenèc Torrent, vem recebendo algumas críticas, principalmente quanto ao desempenho ruim da zaga, mas no geral faz um bom trabalho.

Pedro comemorando um gol com os reservas sob olhar de Domenèc Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Números do Flamengo no 1° Turno

Jogos: 19

Vitórias: 10

Empates: 5

Derrotas: 4

Gols Pró: 33

Gols Sofridos: 25

Saldo de gol: 8

Aproveitamento: 61.4%

 

Artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro: Pedro/10 gols

Jogadores com maior número de assistências no campeonato: Isla e Bruno Henrique/4 assistências

Fluminense

O tricolor carioca terminou essa primeira parte do campeonato em quarto lugar, contrariando as expectativas de muitos. A campanha do Fluminense neste Brasileirão é a maior pontuação do Tricolor em um turno de Brasileirão desde a edição de 2015, no primeiro ano da “era pós-Unimed”. A equipe, comandada na época por Enderson Moreira, anotou 33 pontos nos 19 primeiros jogos da competição, com 10 vitórias, três empates e seis derrotas. A missão de Odair Hellman para o 2° turno é manter a equipe brigando por uma vaga na próxima Libertadores.

Foto: Odair Hellman vem fazendo um bom trabalho após a eliminação do Fluminense na Copa do Brasil Foto: Mailson Santana/FFC

Números do Fluminense no 1° Turno

Jogos: 19

Vitórias: 9

Empates: 5

Derrotas: 5

Gols Pró: 29

Gols Sofridos: 21

Saldo de gol: 8

Aproveitamento: 56.1%

 

Artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro: Nenê/7 gols

Jogadores com maior número de assistências no campeonato: Igor Julião/ 3 assistências

Botafogo

O Glorioso fechou o primeiro turno do campeonato em décimo quarto lugar, com apenas 20 pontos dos 54 disputados (O Botafogo tem um jogo a menos) e tendo uma das piores campanhas como mandante. A situação ruim do clube não é apenas em campo, os protestos da torcida contra a atual gestão e alguns jogadores do elenco, evidencia a pressão que o time alvinegro vai continuar tendo nesse 2° turno para evitar um possível rebaixamento. E para completar, o Botafogo segue em busca de um treinador.

O elenco do Botafogo vai precisar continuar unido para o restante do Campeonato Foto: Vítor Silva/ BFR

Números do Botafogo no 1° Turno

Jogos: 18*

Vitórias: 3

Empates: 11

Derrotas: 4

Gols Pró: 19

Gols Sofridos: 22

Saldo de gol: -3

Aproveitamento: 37%

*O Botafogo ainda precisa completar um jogo do 1° Turno contra o São Paulo

 

Artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro: Matheus Babi/ 5 gols

Jogadores com maior número de assistências no campeonato: Bruno Nazário/2 assistências

Vasco

O Cruzamaltino termina o primeiro turno na décima sexta posição e lutando contra o rebaixamento, o que seria o 4° em sua história. O Vasco começou muito bem no campeonato e dava indícios de que essa temporada o time iria brigar por coisas maiores. Ramon Menezes fazia um bom trabalho, até que uma sequência de maus resultados e um desempenho ruim da equipe fez com que o time caísse na tabela e consequentemente veio à demissão de Ramon. Agora, com o treinador português Ricardo Sá Pinto, o clube carioca tenta se reerguer no Brasileirão e fugir da zona da degola.

Ricardo Sá Pinto conversa com os jogadores do Vasco Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Leia Também: Conheça o novo técnico do Vasco da Gama

Números do Vasco no 1° Turno

Jogos: 17*

Vitórias: 5

Empates: 4

Derrotas: 8

Gols Pró: 20

Gols Sofridos: 25

Saldo de gol: -5

Aproveitamento: 37.3%

 

Artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro: Cano/7 gols

Jogadores com maior número de assistências no campeonato: Talles Magno/ 3 assistências